Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA IRMÃ GÊMEA

Eu e minha irmã somos os únicos filhos de um casal de médicos, somos gêmeos, descendentes de alemães e moramos no interior de santa catarina. Ambos com cabelos loiros muito claros e pele muito branca. Começou quando tínhamos 19 anos, desde muito pequenos nos acostumamos a passar as tardes em casa somente com a empregada pois nossos pais trabalhavam até as 8 da noite normalmente no hospital e as vezes tinham plantões de 24 horas e ficavamos sozinhos com a empregada a noite também. Já fazia um ano que não tomavamos mais banho juntos, estavamos ficando grandinhos e nossos pais não eprmitiam mais que tomassemos banho juntos como faziamos quando eramos menores. moramos em uma grande casa com piscina, era verão e fazia calor, estavamos de férias, eram umas 19 da manhã e convidei a paula para irmos tomar banho de piscina, fomos brincamos um monte na piscina e fomos almoçar, aempregada nos serviu, e apás o almoço ela falou que iria no mercado fazer compras para a semana e que demoraria um pouco. Ficamos ali na sala e de repente a paula me fala, tonho, vamos tomar banho ja hidro no quarto dos pais? eu achei átima a idéia, ainda estávamos de roupa de banho, subimos e enchemos a hidro, redonda enorme no banheiro de nossos pais, entramos e ficamos falando asneiras. de repente eu falei a princípio sem intenção nenhuma, mana, nunca mais tinhamos tomado banho juntos, esta é a primeira vez em mais de um ano né? ela falou é mesmo, eu tava com saudade de tomar banho com vc nesta banheira, e eu retruquei, é eu também, sá que antes tomavamos banho eplados agora estamos de roupa de banho, e caímos na rizada, logo a paula disse, vou me lavar, e sem nenhuma cerimônia tirou o biquini ficando peladinha na minha frente em pé na banheira, pega o sabonete e começa a se lavar, eu fiquei olhando o corpo dela e comecei a ficar com tesão, eu já tinha batido umas punhetas, não muitas, mas já sentia muito tesão, e fiquei meio constrangido por estar com tesão pela mina irmã, mas ela estava com um corpinho de dar inveja, bundinha empinada, peitinhos nascendo redondinhos, biquinhos em pequenos e rosadinhos, e uma xotinha lisinha, com ralinhos pelos que nem apareciam de tão loiros e somente um pouquinho em cima da xotinha. Ela me pergunta, não vai se lavar? eu tiro meu calção meio sem graça pois meu pau estava duro, ela olha e fala, nossa tonho, tá assim é? eu fico morrendo de vergonha e falo, pô mana, tu tá linda e não é mais criancinha né? ela então fala, ensaboa minhas costas por favor, eu pego o sabonete e começo a ensaboa-la, e vou descendo, paro na altura da bunda, pouco abaixo da cintura sem saber se desco mais ou não, e ela fala continua ta gostoso, eu desço a mão e toco sua bundinha, primeiro pelas laterais, vi que ela se arrepiou toda, então toco no meio de suas nádegas e ela suspira, como estava toda ensaboada meus dedos deslisaram entre suas nádegas e toquei seu cuzinho que senti se contrarir, ela afasta as pernas e eu entendi que queria mais, fico ali esfregando sua bundinha e massageando seu cusinho e ela começa a ficar ofegante, toco em sia xotinha,ela geme, ela então se vira e diz agora eu que te ensaboo, pega o sabonete e começa pelo meu peito e desce até a cintura eu quieto, ela me olhando nos olhos, vai descendo a mão e segura meu pau, faz movimentos como punhetando para lava-lo, e diz, nossa que durinho e gostoso, nos olhavamos intensamente, mas nenhum tomava uma iniciativa mais ousada, quando sinto ela lavando meu saco não aguentei e puxei ela para mim, e dei um beijo em sua boca, ela me afasta e diz, tonho que é isso? eu digo, mana desculpe, é que não aguentei, vc lavando meu pau, ela fala então me deixando totalmente confuso, somos irmãos isto é errado, permanecíamos em pé na banheira a centímetros um do outro, e então falei, mana eu te toquei e vc me tocou, eu gostei e pelo que vi vc também gostou, pois estava ofegante e gemendo quando lavei tuas partes íntimas, e ela ficou queita, sei que é errado eu falei, mas a gente podia descobrir umas coisas juntos, ninguém ficaria sabendo. e puxei ela novamente e nos beijamos. eu amassava a bundinha dela com as mãos e tocava em seu cuzinho ela rebolava feito louca, e então fui descendo so beijos attá que cheguei nos peitinhos, chupei eles e ela gemia alto, desci mais e chupei desageitadamente sua xotinha, que gostinho maravilhoso, me levantei e ela desceu cupando meu pau como um sorvete, enchi o rosot dela e pouco na boca de porra, ela cuspio e falou ai que nojo tonho, se lavou, meu pau não descia, e falei, mana fica de 4 na banheira se apoiando na borda, ela ficou, eu passei a lamer a bundinha dela e o cuzinho, ela delirava, peguei o condicionador e enchi a bundinha dela meti um dedo no cuzinho e ela gemeu, rebolava no meu dedo, encaixei meu pau no cuzinho e fui metendo, como era pequeno entrou fácil, ela rebolava me chingava dizendo ta comendo o cu da maninha né? e rebolava feito uma cadelinha, como eu tinha gozado a pouco demorei para gozar, aproveitando para ver aquela cena linda de um pau entrando naquela bundinha perfeita, ela tremia no gozo, e gritava, ai que delicia dar o cu, eu logo enchi o cuzinho dela de porra. nos lavamos colocamos roupa e fomos para a sala pois a empregada deveria chegar em instantes.

Conversamos sovbre o que fizemos e juramos nunca revelar nada para ninguém.

naquela noite nossos pais ficariam no hospital, e apás a empregada ir dormir, nás fomos para o quarto dela, procuramos uns filmes porno na net, vimos vários para aprender mais coisas, e passamos a praticar o que aprenderamos, ela me chupau de novo e eu ela, e depois de uma gozada intensa de ambos resolvi colocar na xotinha dela, ela ficou em posição de frango assado, toda escandarada, e eu finquei o pau na xotinha, ela deu um gritinho mas logo se deliciou, meu pau era fininho e pouco comprido, então foi fácil. Transamos a noite toda, estavamos os dois esfolados eu no pau ela no cu e na xota, no dia seguinte quando nossos pais chegaram nada notaram, mas tivemos que ficar 2 dias em transar pois ela tava toda doida.

Passamos a transar diariamente, hoje estamos com 19 anos, fazem 5 anos que como ela, e ela está maravilhosa, um corpo de modelo, rosto de anjo, e puta como uma vagabunda, mas sá comigo, sá ficou com garotos da escola, mas nunca transou com outro, sei que um dia vai transar, mas jurou que sempre me dará, principalmente o cuzinho que ela ama dar, gosta mais até que na buceta.

eu amo minha mana

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos dei tanto a bucetinho pro meu cunhado k engravideias molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altaconto gay despedida de solteiro com o meu primoContoseroticos cavalocontos crossdresser o velho me comeu no matinhocontos meu maridodei o cuzinho meladinho contosconto elotico pai xfilhao corpo da colegial tem que ser magro fetichecontos eroticos comendo minha filha casada e gordinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto fui passia na casa da minha tia e conheci minha prima travestibucetao crupadodei a b***** para o meu genroconto de sexo com rabuda asquerosoOlha so pai como ta minha bucetinhacontos eróticos fantasias de uma mulher gostosa iniciando os garotinhos novinhos e virgensconto.erodico.neu.marido.mim.em.sinou.a.ser.safada.na.canNinfetinhas mocinhas novas em contos reais na cidade de campinas gratistransei com minha filha contos eróticoscontos me faço de recatadaContos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebascontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteeu e minha tia no banheirocontos quando eu era novinha fiquei brexando para ver meu tio comendo mia amigamelhores conto erotico entre genro sogra"amor vou dar" amigo colegavovó foi lavar meu pintinho e chupou minha rolaHistórias eróticas verídicas tesão entre mâe e filha menina incestoComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)Contos eroticos dei a minha buceta para negroporno cumi aronbei o cu de. que ela grito de maisFotos de gostosas de vestidinho colado dirigindo carroconto erotico meu filho meu machovagina que contrai o penisporno bundas muitissimo leve ou seja moleContos : namorada dando pra passarcache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anosQuero ler tudo sobre as transas mais alucinante tudo narrada em todos os detalheslora baixinha de fildental cpm a buceta rasspadinhacontos eroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosvideo para baixa de porno home com olho vexadocontos eroticos de pai obrigando filho a foder com.outros homecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteCamila minha enteada sozinha comigo em casa dando a b******** para mimContos eróticos de Gay O Amigo do meu Pai Comeu Minha Bundinhaporque cavalos tem pirocãoconto erotico era swing cornoempresaria casada safadas contos eróticos reaiscontos dormi de fio dental e me ferreicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteflagrei minha filha fudendo castiguei ela depois comi ela chorandopresenteano minha esposa com outra rola contos eroticosconvidando amenina pra fudecontos erotico comendo a casada dentro da roça de milhomeu irmão me convenceu contosconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos entre camioneiroscontos eroticos travesti me comeuconto eurotico tia rabao cagando e eu comi o cu dela depoiscontos eroticos empregadaconto erotico minha irma me fez de privada humanaconto de comi o cuzinho da minha prima novinha que chorou com a pica grandeContos eróticos reais de Angolaprimeira mulher a fazer zoofilia.no cinemaAdoro ser cdzinhacontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocontos eróticos batir punheta no ônibuseu sei que ele quer um pau, contoszoofilia cachorro engatado no Rio de Janeiro cariocafui passear nas férias e trai meu corninhofotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosa