Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEXO ENTRE IRMÃS

Irei relatar mais um conto verídico que ocorreu comigo e com minha irmã por parte de pai. Me chamo de maneira fictícia por Carolina, tenho 19 anos, minha irmã, Camila, atualmente tem 24 anos, mas quando aconteceu eu tinha 19 anos e ela 20. Tenho 1,60 m de altura, olhos azuis, pele bem branca, seios médios, bunda grande e redonda, coxas bem grossas, cabelos negros cumpridos e lisos. Minha irmã, muito linda por sinal, se parece um pouco comigo, Tem os cabelo negros e maiores que o meu, ondulados, 1,56 m de altura, seios bem grandes, menos corpo que eu, porém muito bem definidos. Tudo aconteceu em um dia que estávamos no sitio de nosso pai, e estava havendo um churrasco para seus amigos, onde havia também muita bebida. Eu e minha irmã apesar de sermos irmãs apenas por parte de pai e nunca termos morado juntas, nos dávamos muito bem, sempre que podíamos nos encontrávamos e as coisas fluíam de maneira agradável entre nás. Em clima de churrasco, eu e Camila começamos a beber, bebíamos um pouquinho de cada coisa, desde o começo. Cada vez mais ficávamos extrovertidas, mais comunicativas, rindo atoa, em total alegria. Já ia ficando tarde e a festa ia acabando, as pessoas iam embora até o ponto de ficar no sítio apenas eu, Camila, meu pai e sua atual esposa. Meu pai e minha madrasta, que também haviam bebido, se despediram e foram dormir, ficando apenas eu e minha irmã. Camila que havia bebido muito, até mesmo mais do que eu, estava de fato um tanto quanto bêbada, e diante disso queria tomar um banho, pedindo a mim que entrasse junto com ela e a ajudasse. Eu por minha vez, não estava completamente sã, porém menos bêbada que ela, entrei junto a ela no banheiro, ela despindo suas roupas e entrando dentro do Box, e eu atrás também sem roupas. Começamos a tomar banho e Camila foi sentando aos poucos no chão, dizendo não estar bem em pé, pedindo para que eu lavasse sua cabeça. Nás duas completamente nuas, Camila sentada no chão encostada na parede, e eu em pé, esfregando sua cabeça. Pouco depois Camila levantou e tentava se apoiar em mim, apoiando-se em minha pernas, por vezes encostando em meus seios, tentando se apoiar e se reerguer. Quando se levantou, virou de costas para mim e encostava sua bunda em minhas coxas e por cima de minha buceta, o que estranhamente me causou uma excitação imediata, coisa que antes jamais havia acontecido. Ela roçava sua bunda em meu corpo como se de fato quisesse me causar alguma vontade, fato que comprovaria um pouco depois. Tentava disfarçar e ajudá-la a se banhar, e ela vendo aquela situação se ensaboava com o sabonete e pegava minhas mãos levando de encontro a seu corpo, como em uma tentativa de eu ensaboá-la com as mãos, hora em sua barriga, em suas costas, abaixando minhas mãos pra sua bunda, se virando de costas para mim, encostando-se em meu corpo, levando minhas aos seus seios, passando-as no mamilos fazendo movimentos giratários em volta deles. Aquela situação sem dúvida causava-me extrema excitação, tanto que sentia minha buceta molhar de tanto tesão com aquilo tudo. Porém ao mesmo tempo me assustei com sua atitude, sendo minha irmã e nunca antes tendo feito nada parecido, e logo me afastei a reprimindo por seu alto dizendo: “Camila, o que está fazendo?”. Ela sem responder se virou para mim e rapidamente veio mais perto e encostou seus lábios nos meus, tentando me dar um beijo, chupando meus lábios e enfiando a língua em minha boca. Comecei a ficar preocupada com aquilo tudo, no fundo achava errado, justamente minha irmã tentar me seduzir, fazendo-me sentir tanto tesão por ela. Mais uma vez a reprimi, desta vez dizendo: “ Camila,você está louca? Somos irmãs,você está bêbada e vai se arrepender do que está fazendo quando voltar a si”. Camila então respondeu: “Não, por favor, eu juro que não vou me arrepender disso, eu quero muito você, entrei aqui já com este propásito”. Eu, atônita ao que Camila havia dito, fiquei parada sem dizer nada, e ela se aproveitando da situação, começou novamente a me beijar, colocando minhas mãos em sua bunda, e logo depois levando ao encontro de sua buceta encharcada de desejo. Aquilo me deu um tremendo tesão e perante tal situação, comecei a ceder á situação, correspondendo ao seu beijo, e alisando sua buceta com vontade, passando os dedos em seu grelo, e enfiando os dedos em sua gruta. Camila se contorcia de tesão, gemendo deliciosamente em meu ouvido, me beijando o pescoço e enfiando a língua em minha orelha, arrancando-me arrepios. Eu chupava seus seios deliciosamente, passando a língua em seus mamilos, alternando de um peito para o outro, mamando com muita vontade naqueles seios maravilhosos e grandes. Camila gemia cada vez mais,e eu, comecei a preocupar-me com o barulho que estávamos fazendo, pois o banheiro ficava ao lado do quarto de meu pai. Tampei a boca de Camila e disse para irmos ao quarto, já que era mais afastado e não tinha perigo de ninguém ouvir nada. Ela concordou, desliguei o chuveiro, e nos enrolamos na toalha, saímos do banheiro ainda molhadas não nos preocupando muito se molhava o chão. Chegando ao quarto, aquele tesão indescritível percorria nossos corpos, Camila imensamente sedutora, tirou a toalha ficando pelada em minha frente, passava as mãos delicadamente alisando seus seios, deitou na cama, com as pernas semi- abertas me chamando para ir ao seu encontro. Tirei a toalha e fui até a cama, deitando-me por cima de Camila, comecei a beijá-la na boca, alternando para o pescoço. Camila num movimento brusco empurrou-me para o lado e subiu em cima de mim, sentando-se em minhas pernas, e começou a mamar meus peitos com voracidade, me fazendo ir a loucura. Enquanto chupava, descia uma de suas mãos e foi de encontro a meu grelo, massageando com maestria, me fazendo gemer muito e minhas pernas tremerem de tesão. Camila, mais uma vez levantou-se e com a bunda em direção a meu rosto, jogou uma de suas pernas por cima de minha cabeça e sentou com sua buceta tremendamente molhada em meu rosto, e ela com o rosto em minha buceta, começamos um 69 delicioso, onde explorávamos cada centímetro da gruta de cada uma. Camila assim como eu,se contorcia e gemia alto perante tantas carícias, e por vezes metia sua bunda em meu rosto como se cavalgasse em um cavalo, fazendo com que minha língua penetrasse ainda mais sua buceta. Ficamos ali por um bom tempo, e num êxtase completo apertei a bunda de Camila sobre meu rosto e gemi forte derretendo-me num gozo delicioso, gozando em sua boca. Continuei chupando e logo depois Camila gozou, também em minha boca. Caímos na cama uma ao lado da outra, exaustas de tanto desejo, e nos olhávamos, como cúmplices. Naquela noite eu e Camila passamos a noite toda juntas, em meio a carícias intermináveis. No outro dia, me levantei mais cedo e fui tomar café, mais tarde Camila se levantou vindo ao meu encontro. Ficamos sozinhas na mesa, e agora já sãs, Camila me pediu desculpas pelo ocorrido, disse que foi maravilhosa nossa noite, e que nunca vai se esquecer do prazer que proporcionei a ela, mas que isso não poderia mais acontecer, pois éramos irmãs, e ela está noiva, prestes a casar e se mudar para os EUA. Respondi a ela que estava tudo bem, que não precisava pedir-me desculpas e que para mim também havia sido maravilhoso. Camila se casou, se mudou para os EUA e atualmente ainda está lá, continuamos amigas como sempre, nos falamos via a internet, mas nunca mais tocamos no assunto. Camila foi a primeira mulher que eu fiquei, porém, diante de tanto desejo que aquela noite, minha irmã me causou, passei a ficar com mulheres. Espero que tenham gostado deste conto que é real, e peço que votem nele, afinal de contas, escrevi tentando passar total realidade, deliciando a todos que lêem, assim como eu, este fato que tanto me excitou.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


adoro fazer gamg bamg desde novinha contos eroticosxvideis 2017comi a minha tiamuleque batendo punheta contoscontos putinha do papai de nascençacontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhacontos minha filha novinha deitou com eu e a sua mae...e a pica comeuconto gay papai gosta que chupem o pau deleA chapeleta arronbou minha bucetinha contoscontos fui chupa a bucetinha da minha amiguinha na infancia ele mijou em minha bocaver filme porno com massagista se assusta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delacontos tia preferidaconto erotico a pequenininhacache:WL60GUVYjnsJ:https://android-source.ru/mobile/conto-categoria_4_73_incesto.html carnaval buceta pai salvadordoeu mas gostei contoshomens lanbendo o xinou da mulher na cama fotoso tempo em que ele para e diz"essa buceta é minha"contos eróticos vi ele com pau inchado falou que tinha machucado conto gay papai gosta que chupem o pau deletransa ariscadacomtos exitantestesudas contodando padrasto contos eróticosporno boquete linguada no pau eno saco orgiascontos.virei travesti pela drogaencoxadas nos blocos do carnaval contosCasada narra conto dando o cubunda enorme calcinha rendinha vai cuzudaContos comi a mulher de amigo bebadacontos eroticos fudendo com a síndica do prédiocontos esposa rebolou para,amigoContos.encesto.relacha.maeEngoxadas pegando no pauentreguei a filha ao marido contos eroticosContos maes dando cucontos fui arrombada e esporradaContos minha mãe e sua buceta greludacontos gostoso prima tiaassisti porno e masturbei minha buceta contos eróticoscache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html Eu e minha mae no hotel ela ficou nua na minha frente eu disse mae sua buceta e linda raspadinha ela disse me fode filho conto eroticocontos inocênciaMinha esposa obesa dormiu bebada e gozou dentro contocontos eróticos de gays novinhos bonitos loiras namorado com muitos beijos nacomi minha mae anoite contos contos ela gozou no meu dedo no metrôcontos eroticos Lebicas Tirei virgindade da minha irma com um cenouraokinawa-ufa.ru chantageadaContos comi esposa do caminhoneirocontos eroticos outro pou de presente para minha mulherContoe d orgias cadelinha e seu donoNovinho bate papo uol contos eróticos gaysContos eroticos com cadelas zoofiliacontos eroticos pastorContos porno um gigante quase coube no meu cuzinhoconto casada é assaltada e fodidaconto erótico maltrato minha mãeconto erotico incesto sonifero filhapalestra buceta divididacontos eroticos gozei na boca da mulher do traficantepeito peludo conto gayFoto picudo estotando a bucetinha da casadasenti os jatos fortes de porra no fundo da minha bucetaContos filha de 7 com papaiContos eroticos de estupro meninascontos eróticos transando com o cara do carnavalConto erotico gay de calcinha para coroascontos eróticos cadela e putona famílias"contos eroticos" pai e filhas toplessnovinha p****** dando para o bodãocontos minha esposa nao vai aguentar essa pica.dei minha bucetao mestruada e ingravidei contosmeu pai tem ciumes de mim contos eroticosconto erotico cavalo enfiou tudo na minha mulhercontos eroticos vizinha chamou pra tomar banho com ela