Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUDENDO MINHA PROFESSORA DE QUIMICA

Olá leitores e loucos por sexo. Sou de São Paulo, zona leste, tenho 29 anos e vou lhes contar agora uma histária verídica que aconteceu comigo quando estava cursando segundo grau. Tudo começou em meu colégio, quando estava cursando o primeiro ano do ensino médio. Todo adolescente eu acho, já teve o sonho de ter uma professora gostosa, daquelas de dar a maior vontade de assistir a aula e fazer umas coisinhas a mais, e eu tive esse privilégio que nem todos têm. Boa leitura a todos!



No dia em que se iniciaram as aulas meus colegas estavam loucos para conhecer as novas colegas para ver se haveria uma nova gostosa na turma, e eu também não era diferente. Naquele primeiro dia não tinha conhecido ainda a minha professora gostosa, pois não tinha a matéria dela neste dia. No segundo dia ao ver que ainda não tínhamos assistido nenhum período de química e este era o práximo ficamos ansiosos para ver quem iria nos dar aula, mas eu não fazia nem ideia de que poderia ser uma professora jovem, nem muito menos gostosa daquele jeito. Foi ai que eu fiquei muito surpreso ao ver aquela morena clara de 1,65 cm mais ou menos de altura, com um enorme par de peitos, os mais gostosos que eu já vi, umas coxas grossas que se salientavam através do tecido fino do vestido que ela usava eu me lembro como se você hoje deste dia, ela era linda e gostosa de mais.



O nome de minha professora era Sheila como disse ela dava aulas de química, estava no auge dos seus 21 aninhos e eu com meus 24 anos. Eu sempre fui muito bom aluno na matéria de química e depois com um incentivo desses fiquei melhor ainda, com isso ganhei pontos com minha professora meus colegas já me colocavam como o aluno preferido dela na classe, e a ela mesmo já havia dito que eu era seu preferido.



Cada vez que passa por mim rebolando aquela sua bunda gostosa eu ficava louco, e quando vinha a minha classe me tirar duvidas, que as vezes eu nem tinha sobre a matéria eu não tirava os olhos dos seus grandes peitos empinados que quase saltavam para fora do decote, quantas vezes eu me imaginei mamando neles.



Os anos se passavam assim eu com meu eterno desejo, e a nossa relação cada vez melhor, era abraço pra cá beijo pra lá.



Certa vez ela fez uma declaração pra toda minha turma dizendo que me adorava, e logo depois de todos virarem pra frente me deu um abraço, eu que estava sentado pude sentir seu belos seios rossando no meu rosto, ela se virou com um olhar diferente e eu fiquei imaginando como seria bom fuder aquela professorinha, mal sabia eu que este dia não estava muito longe. Eu já estava no terceiro e ainda assim chegava a bater umas três punhetas por dia para homenagear minha querida professora Sheila.



Faltava então cerca de dois meses para formatura quando eu pedi a ela que entregasse o canudo para mim no dia da formatura, ela disse que não queria que esse dia chegasse,



pois ela iria perder seu aluno preferido. Lá estava eu com 27 anos e meu desejo insaciável por fuder aquela mulher gostosa, que sá crescia cada vez mais.



Acabei piorando em sua matéria, ela disse que teria que fazer um trabalho extra para não reprovar, já que o risco era grande. Naquela semana tudo começou a mudar, de vez em quando percebi que ela me olhava de um jeito tipo com desejo, mas sempre de olho nos meus outros colegas. Numa bela manhã fiquei parado ao lado de sua mesa depois do termino de um trabalho e claro quando todos já haviam saído da sala, ela estava me explicando o que eu havia errado no exercício, ela então me pediu licença para arrumar seu sutiã que estava incomodando, ela de leve afastou a blusa para baixo na parte do decote e levantou seu seio direito, nossa naquela hora meu pau ficou duro vendo aquele peito como eu nunca havia visto. Ela me pediu desculpas pelo ocorrido e eu fiquei vermelho de imediato. Eu estava escorado no quadro e sua mesa ficava no canto direito da sala. Sheila então me pediu que ficasse a sua direita para ela continuar a explicação,fiquei preso entre a sua cadeira e as paredes, ai ela se levantou da cadeira e veio para trás estacionando aquela bunda gostosa bem no meu pau sá pra ter certeza de que ele estava duro, ela ficou um tempo ali recolhendo as pastas dela e rebolando aquele rabo grande na minha pica dura, eu fiquei sem ação, muito louco.



Duas semanas antes da entrega das notas ela me disse: amanhã tu tem que fica depois da aula pra fazer o teu trabalho. Naquela noite eu estudei muito. Chegou o outro dia, apás a aula e Sheilinha minha professora querida me disse que era pra mim ir para a sala de leitura depois que a aula acabasse. Lá era um lugar parecido com uma biblioteca com um grande tapete com várias almofadas no fundo da sala.



Passou cerca de meia hora depois que o sinal havia batido apareceu a Sheila, se desculpando pela demora, dizendo que agora que o colégio estava praticamente vazio seria melhor para eu me concentrar no trabalho, ela trancou a porta e disse que assim seria melhor pois ninguém iria me atrapalhar, fiquei curioso, pois ela estava sem um blaser que vestia pela manhã, estava com uma blusa, com aquele decote.



Perguntei se o trabalho seria difícil e ela largando a pasta em outra mesa respondeu que sim, mas disse que seria um presente de formatura para mim também.



Ela me entregou uma folha em branco e quando perguntei se esse era o trabalho ela me respondeu afastando minha mesa e sentando no meu colo, não o trabalho é esse, me grudando um beijo quente cheio de tesão. Nesta hora fiquei louco era o meu sonho que se realizava ali, fiquei imovel por um estante depois do beijo, apenas adimirando Sheila em cima de mim, refleti por um momento, depois segurei seu rosto e fui de encontro a sua boca. Minha mão foi descendo pelo seu pescoço procurando seu corpo, até que eu peguei com as duas mãos aqueles peitões enormes que ela tinha, ela perguntou junto a um gemido:



- gosta dos peitos da sora né?! eu respondi - adoro! comecei a lamber sua boca e seu pescoço, enquanto minhas mãos percorriam suas costas até chegar naquela maravilha de bunda impinada que rebolava em cima do meu pau cada vez mais duro, eu aperteva bem com toda minha vontade enquanto lambia o pescoço da professorinha. Nos levantamos e ela pegou no meu pau, e disse nossa como tu é safado e foi se virando de costas pra mim e disse – vem amorzinho encaixa atrás da sora, eu obedici segurei sua cintura e puxei com força sua bunda contra meu pau que latejava de tão duro,ela tirou sua blusa e eu arranquei o sutiã colocando minhas mãos nos seus peitos que enchiam minhas mãos, ela falou que sentia a pressão que eu fazia ali em baixo, e empurrava aquele rabo pra trás. Ela disse rindo assim: - tira a mão dos meus peitos agora e coloca na minha boca, levei minha mão direita até sua boca e ela começou a chupar meus dedos, então ela falou: - Bota a mão na minha bucetinha vai.... eu enfiei minha mão por dentro da calça e da calcinha dela, sua bucetinha era volumosa e estava bem molhadinha, enfiei dois dedos nela e Sheila ficou doidinha e foi tirando a calça e a calcinha. Ela mandou eu deitar nas almofadas, deitei e vi aquele corpão na minha frente, aquele rosto perfeito, aqueles peitos enormes, as cochas grossas, uma bunda gostosa e aquela bucetinha toda depilada e molhadinha. Ela perguntou se eu iria fazer tudo que ela mandasse e eu respondi que sim, Sheilinha se deitou por cima de mim e eu chupei aqueles dois melões chupei até não poder mais, enquanto minhas mãos estava coladas na sua bunda. Ela começou a puxar minha calça, logo depois minha cueca e disse pra mim levantar, ela pegou no meu pau e começou a chupa-lo bem gostoso,depois deu uma cuspida nele e colocou no meio dos seus peitos, fazendo uma espanhola bem gostosa, como eu havia sonhado com aquela cena, Sheila era uma puta gostosa como eu nunca havia imaginado igual.



Eu quase não aguentava mais, ela dizia: não goza que tu não terminou o trabalho. Ela mandou eu deitar novamente,e ficou de quatro em cima de mim, colocou aquela bunda grande na minha cara e começou a chupar meu pau e esfrega-lo no meio dos peitos, enquanto isso eu chupava sua buceta molhadinha e lambia seu bunbum, num 69 bem executado.



Ela gemia e pedia chupa a bucetinha da sora vai!!! E eu lambia chupava, fazia de tudo. Ela se virou e se sentou no meu pau, e começou a rebolar em cima dele, eu podia sentir aquela buceta roçando na cabeça dele. Ela me olhou dentro dos olhos e disse agora meti essa pica em mim!!! Eu coloquei, e ela começou a cavalgar bem forte, pra cima e pra baixo, balançando aqueles dois melões na minha cara, e dizendo pra mim não gozar. Era muito prazer, e era gostosa aquela puta com seus 23 anos e tudo em cima, perfeita. Depois de ficar um bom tempo ali ela ficou de quatro pra mim, que visão que eu tive eu lambi bem sua bunda e sua xotinha e fiquei esfregando meu pau nela antes de meter de outra vez. Ela ordenou agora meti com vontade que eu quero ver do que tu me fuder. Eu estocava com força ela dizendo: - isso com força que eu quero mais meu aluno gostoso. Dava pra escutar o barulho daquele rabo gostoso batendo nas minhas coxas. Ela disse que tava quase pronto e que ela ia gozar, e mando eu finalizar gozando meu leite dentro da sua bocetinha, ela gemia cada vez mais e eu aumentando a penetração, me segurei por completo nela até que gozamos, meu leite escorreu por sua bucetinha, e eu esfreguei meu pau melado na sua bunda, e fiquei ali encaixado atrás dela, exausto de tanto prazer.



Ela se vestiu e com um sorriso me disse, parabéns tua nota é dez!



Eu me formei, ela me entregou o canudo.



Morro de saudades daquela professora a de química chamada Sheila.



Você professora ou qualquer mulher gostosa...Não importa se é casada, solteira ou enrolada...Estou disponível para todas...Caso queiram um dia ou uma noite ou um dia de sexo com muito tesão, basta me mandar um e-mail para: [email protected]



Espero muitos comentários e e-mails !!!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos curtos de tia fodendo com cachorrocontos eroticos mulher carinhosacontos perdi minha virgindade com 25 anosconto meu padastro ragou a minha bundinaesposa e amigos na cervejada em casa contoestragando o cu da mulher do corno de S.P.contos eróticos ajudando menininhas novinhas de favelacontos porno obrigada engolir porra com muito nojocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteporno tia dando bronca e caiu nas labia delebuceta carnuda comtos de sexocontos eroticos incerto dotado comeu cu da propria mae e irma juntaspeitos da prima pulando fora da blusa no sexopeguei um menino pra comer minha buceta velha contoscontos eroticos mullher carecaesposa raspada contoscontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anocontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolahomen bulinando o penis no chortdopando a filha da empregada contoera virgem e minha liberou pro marido da minha tia contosobiu no cu delaconto porno mulher adora novinhoaceitei ser corno  tamanho do pau dele, grande, uma delicia.  contos er senta devagarporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhoEu olhava a bucetinha de melina e ficava loucoolha... o pau dele é muito maior, mais viril... chupa o caralho dele na minha boca,contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos pornos-esporrei na comida da cegaTomei a vitamina da minha tia contoscomendo minha irma de seis anos contos eroticoscontos casada bunda com celulite fotos velhagai enche a mao no pacotao do travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos lesbico eu a mulher do traficantePutinha casada contoele ama xupa meus peitinho contos travesticontos eróticos minhas primeiras gozadas foram com o cabo da esciva pornoconto de incesto iniciando os filhos a arte do.incestoContos eroticos fui a putinha desde pequeninhaviuva darlene fudendo muitocontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrocontos de mulheres ninfomaniaca por sexoContos eróticos com travestis e casais em campinas lavar xoxotinha contobati muita punheta depois de casada. conto de mulher casadacontos er gozando na boquinhadei buceta na estradaconto chantagem feita de objeto sexualcomendo a mae contosMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,contos eroticos arrombando a gordaxvideis 2017comi a minha tiacontos eroticos mulheres que mandam no maridocontos eroticos eu e minha cunhada pintando o apartamentodeu a buceta no presidio contosconto enfiei a cueca no cuele ama xupa meus peitinho contos travestirelato de donas de casa cavalacuzinho+delicioso contosconto de incesto ||contos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansocontos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelacomeçando se transformar travesti .. encarando pau enormecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContoseroticos minha enteada novinha sendo estuprada por dois roludosporno lésbicas cuidado da minha mãe em contos meu pai viaja pornodoidocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegacontos eroticos meu cunhado de cuecaContos eroticos- meu pai me xingando no sexo