Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIDEO GAME

VG 14



Bom vou contar as minhas historias de minha pequena vida.Vamos começar quando eu tinha 19 anos, na época eu era ligado muito ligado em videogame (e nas meninas da vila e claro),Aconteceu um fato quando chegou na vila um garoto chamado Augusto ele tinha 19 e sua mãe Bárbara de 35 anos que era viúva a dez anos, logo o garoto já virou nosso amigo, ele tinha muita grana o pai tinha deixado vários bens e sua mãe ainda trabalhava em uma multi nacional na epoca, ele tinha um mega drive e nosso amigos no maximo tinha máster system e olha lá, ai ele chamava para jogar na casa dele, ele era viciado, jogava a tarde inteira, em um tempo ele começou a alugar jogos para jogar no final de semana e chamar a gente para jogar com ele eu Jaspe,Rafael e Eduardo. Jogávamos a noite inteira de sexta para sábado, ai um belo dia resolvi mudar a estratégia de jogo, ai que começou a sacanagem, eles morava em um sobrado os quartos ficava em cima e nos jogávamos na sala, eu fui o primeiro falar no meio da noite que estava com sono, é assim mãe dele deixava vários colchões no quarto dele para gente dormir, sá que eu não fui dormir, fui ate o quarto da mãe dele ela uma loira 1,60 olhos verdes, peitos médios e bumbum arrebitado, ela estava de camisola rosa deitada de bruço, era muito perigoso, podia tomar esporo daqueles mais quando a gente tem 19 anos a porra comanda todo o nosso corpo, comecei a sentir o cheiro do corpo dela era delicioso, ai cheguei na xaninha dela, quando eu ia cherar a cama deu um estralo, é ela acordou toda nervosa e assustada e falando:



Ela – O que você esta fazendo aqui???

Eu – Desculpa tia Bárbara!!

Ela Você esta louco(ela viu a minha bermuda estava armada e falou)Você estava passando a mão em mim.

Eu – Não, (Já estava ferrado mesmo vamos apelar) Sabe que é tia e que eu tenho 19 anos e nunca em minha vida transei com ninguém ainda mas todos meus amigos todos já transaram.

Ela – Mas se pensado o que e mim.

Eu – Nada sá queria sentir o cheiro, que meus amigos falam.o cheiro de mulher e muito bom(mal sabia ela que a gente já comia todas as putinhas da vila)

Ela – Vai para quarto do Augusto agora.

Eu- Desculpa não fala para ninguém tia(sai com cara de cachorro abandonado)

Ela – Tudo bem vá.



Mas pelo jeito eu plantei uma semente, fui deitar demorou 1 hora mais ou menos, ela entra no quarto e fala:



Ela – Jaspe venha cá.

Eu- Eu não fiz nada agora.

Ela – Eu sei, e me levou para quarto dela.

Eu – E agora.

Ela – Chegou o seu grande dia!!!

Eu – Que dia.

Ela – Venha aqui,quando eu cheguei ela me deu um beijo na boca.

Eu – O tia eu nem sei beija direito(olha o H)

Ela - Foi Ótimo!!! (E deixou cair a camisola, e mostrou aqueles peitinhos rosinhas)



Já cai de boca, ela pedia calma, eu esta muito louco, mas logo com vários beijos, ela pediu para tirar minha calcinha, e pediu cheirar à-vontade, logo já tirei o menino para fora, ela pegou no criado mudo é tirou uma camisinha e colocou no menino, primeiro a peguei tipo papai e mamãe, ela gemia bem baixinho e dizia come a sua tiazinha, coloquei ela de quatro ela falou que não gosta de variar as posições, mas mesmo assim, fiquei bombando ate eu gozar, depois que eu gozei pedi para ela fazer uma chupetinha, ai ela ficou muito brava e falou não era mulher qualquer, sá gostava de fazer papai e mamãe, na hora eu recuei, mas não tinha saí da cama, logo recuperei as força, e ai dei mais uma foda nela bem gostosa, e fui dormir bem satisfeito, sá que ela era muito radical em relação ao sexo nem por cima ela ficava.

No dia seguinte, já falei para meus amigos Rafael e o Eduardo ficaram que loucos também queriam, então começo a sessão de final de semana ia jogar vídeo game e comer a tia, no outro sábado eu já sai do jogo mais cedo, cheguei no quarto ela estava esperando é que eu podia transar sem camisinha, que ela esta tomando remédio, foi uma beleza dei mais duas, ao invés de ir pro quarto voltei para sala, ai chegou a vez do Rafa falar que ia dormir, ele foi já discurso pronto se não da se ele falava com o filho dela, ai não deve jeito o Rafa deu mais duas nela, o Edu já estava nervoso que o Rafa não voltava é subiu falando que esta com sono, ficou eu e o Augusto jogando, depois fique sabendo quandao Edu chegou Rafa estava saindo, ele entrou a Bárbara nem tentou resistir e deu mais duas, quando chegou 6 horas na manha paramos de jogar, e subimos para dormir quando eu cheguei no quarto o Rafa e o Edu já esta dormindo.

Deitei e dormi ate umas 9:00 horas quando eu ouvi ela levantando, fui ate cozinha pensei que ela ia me xingar, mas não ela falou para mim:

Ela- Faz tempo que eu não loucuras destas.(deu riso)

Eu – E tem mais querida (passando a mão na bunda dela)

Ela – Mas ela falou sá vocês trê,s mais ninguém.

Eu – Beleza como quiser titia(E já dei um beijo na boca)



Já na cozinha peguei coloquei de quatro segurando é ela na pia, e comi mais uma vez de quatro ela sá dava para mim deste jeito, estas fodas matinais ela sá para o Jaspe, ate que um belo dia mudamos a estratégia e casa caiu!!! Mas já outra historia

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos de incesto com filhinho viadinho com a mamãecontos eroticos ele me deixa louca quando se maaturbamenina de menor fazendo filme pornô com minha Duducontos chupei meu professor pra passar de anotia gosta de ver pau enorme de sobrinanos 90ho classico conto lesbico tia iniciando a sobrinhatravesti coroa enroladinho Pretome depilei pro carnaval contoscontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15contos eroticos mae e filhomeu amante me depilou toda contossofri no pau de outro contomulher gritando pulando no pau grande pedindo maisComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculoele era um lindo anjocontos eroticos arrombando a gordasamba porno buceta com sujeiras brancasloira resebi anal depois de treinamentoconto mingau. de porracontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordacontos gay pai castigomocinha do cu guloso contoporno do irmao que fode a prima de 4minutodContos eróticos na cozinha chuadas e ombadaseu meu caseiro e minha filha e suas amigas contosconto de suruba com as irma a maedei minha buceta pra um menino de treze anoscroa de pernas abertas dando pro marofopeguei minha sigra dormindo sem calcinha e meti a pica nelacontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaisConto comi esposa do meu irmao e gozei dentrocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteescravizando minha funcionaria conto eroticoputa irmão contoeuconfessosografudida por incomendacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteroupa de couro esposa contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos pagando divida do filhocontos eroticos fudendo a irmaencesto contos de irmanzinja virgemvídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmentonamorada sem calcinha no sofá mostrando a b***** para o namorado e f****** com elecontos o pau do enteadoesposa de corno contos gosta na carafodido pelo pegador do bairro conto gaycontos meu primo comeu minhas filhasconto erótico casada arrependida na noite de carnavalcontos eróticos corno ...eu gritava que estava no período fértil...contos sou o macho da minha sobrinhaeu conto sou casada meu cunhado me pegou a focacontos eroticos estava fudendo a empregada e meu pai pegoucontos eróticos a primeira vez nem doeuFudendo com vovo contoseroticosdei p meu genro contocontos eróticos fazer oque a sogra me deu a bundaconto erótico sequestradoresCegonhas com rola muito grande e bem grossa no pornô doidopraia de nudismo contosvestindo de mulher e dando o cuzinho contoCasadas safadas traindo em contosler contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gaycolo do velho. contocontos de cornos asumidos 2005fui escrava ate fica arrombada contoconto sendo estrupada pelo travestinovinha teen transando na cam de bruços com namoradovideo porno gay de garoto com o calção com o fundo rasgado de parnas areganhada na casa do amigo tarado do pau gande e grosocontos eroticos ccb viuvas safadascontos eroticos entre camioneiroscontos de sexo com novinhas trepando com advogados