Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUANDO MEU TIO COMEU MEU CU

Meu cabaço do cú para meu tio, o garanhão abusivo.

Isto aconteceu uns anos atrás, eu estava no auge da adolescência, com meus hormônios a 1000, e sedenta de experiências. Penso que eu esperava algo assim... E temia... E desejava...

Era uma noite enluarada de um sábado, e eu estava um tanto chateada por ter ficado em casa, meus pais estavam acabando de sair para uma excursão onde iriam ficar por duas longas semanas.

Bem voltamos a falar de mim, a Kate. Uma adolescente de 19 aninhos, que iria ficar sá, porque tinha que estudar e seus pais sabiam do seu caráter serio. Por segurança, os pais lê deram copia das chaves da casa a um tio, quem ficou encarregado de ligar e passar de vez em quando para ver se estava tudo bem.

Na minha terna adolescência, eu era uma moca muito vistosa, alegre e vaidosa. Os lábios bem carnudos e macios (vê-los dão para me imaginar fazendo um belo boquete) com um corpo escultural de 1,78 m, com 65kg bem distribuídos. Pele clara, pernas longas e bem torneadas; com uma delícia seios, com bojo de tamanho médio e uns biquinhos bem protuberantes e rosados, que gosto de insinuar em roupas leves. Minha pele muito e macia e a anca tinha e tem um contorno gostoso de manusear.

Apás me despedir dos pais, voltei para tomar banho, e como estava um tanto chateada, decidi que iria dormir cedo. Tirei toda a roupa e deixando-a num canto do quarto, liguei o chuveiro e a água norma e gostosa caiu-me como um bálsamo.

Saboreando a água por alguns momentos, de repente comecei a ficar excitada com pensamentos maldosos e cheia de outras intenções...

Meus devaneios me levavam para longe, a respiração aumentou, e minhas mãos tocavam com as pontas dos dedos uma gostosa siririca, que foi aumentando cada vez mais até ficar um ritmo frenético e explodir num orgasmo maravilhoso.

Recompôs-me, terminei o banho me enrolei na toalha, e deitei de barriga para cima na cama com os braços e pernas abertas. Assim apás uns minutos, acabei dormindo.

Lá pela meia noite, percebi uma sensação de toque e de ter alguém me observando, achando ser sonho, com medo de abrir os olhos e descobrir que não era um sonho e quebrar aquele momento maravilhoso continuei com os olhos fechados, e aumentei a respiração de acordo com as sensações, um verdadeiro turbilhão de novas sensações a cada minuto. A sensação de uma língua quente e úmida no meu sexo e o tesão de sentir o clitáris sumir numa chupada, foi demais, e comecei a me contorcer. Sempre com os olhos fechados, mas agora já agarrava meu sonho, prendendo fortemente sua cabeça entre minhas pernas, sentia os seios sendo apertados com muita força e fiquei cada vez mais louca...

Logo em seguida bruscamente, fui virada de costas e de pernas abertas. E senti meu cú sendo lambido e chupado, uma coisa nova. Louca e sem poder controlar as sensações, comecei a dar pequenos gritinhos e fui às alturas.

Perdendo o pouco de controle que ainda tinha, abri os olhos e pode ver pelo espelho da parede que era alguém bem conhecido (familiar mesmo): meu tio, que estava feito um louco de tesão. Ele, de 34 anos, cabelos negros, um rosto brilhante feito bumbum de bebe, e com um porte atlético de 1.85 m. e 80k de pele morena pelo sol, lábios tesudos e um olhar penetrante (daqueles tipo raio X).

De antes eu sabia do tesão que o nutria por mim, e o provocava sempre usando roupas que delineavam o corpo, as vezes ele passava a mão na sua bundinha e me dizia como era tesuda e gostosa. Costumava brincar que meus seios eram como faráis ligados, sempre iluminando o pensamento dele e sempre que podia e não tinha ninguém olhando me bolinava. A mi vez, eu gostava daquilo, que me deixava cheia de tesão e adorava tenta-lo (tipo de cutucar a onça com vara curta) Por varias vezes quando estavamos a sos na piscina, vi seu pau ficar duro e monstruoso, e isso me fazia imaginar e gozar.

Sendo assim não me incomodou esta nova situação, apenas liberei geral pedindo: "me come, me come... anda seu gostoso..."

Ele por sua vez, não esperou mais solicitação, e pegando um pote de creme para o corpo que estava na prateleira, passou no meu rabo, me colocou de quatro e me penetrou feito um animal, com fortes estocadas.

Fiquei meio assustada entre a dor a loucura, e tentei-me desvencilhar, mas ele me prendia fortemente pelo ombro e cabelo e xingava muito, o que foi-me dando mais e mais prazer; e pronto, o prazer das estocadas foi maior que a dor, com o que então comecei a rebolar, e pedir mais, e ele parecia um animal descontrolado e dizia "viu sua putinha, eu não disse que comeria este teu cú..... sua safada, rebola mais.... pede mais.... e apertava-me as tetinha com tanta força que as vezes quase desfalecia e falava para ele " Siiim, assim, mete mais, eu queiro mais pica dentro, siiim...“ e assim seguirmos por quase uma hora.

Não preciso falar que essa brincadeira se repetiu pelas duas semanas seguintes... Com pequena variações, e... Sem muito dormir.

Com o carinho de uma boa lembrança... Kate... [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos compadre do avô no sítio gaycontos de corno marido queriaserconto erotico de dona francisca caseiracontos de coroas carentes traindo seus maridos com jovensmeu vizinho no meu colo contostanguinha suja contos eroticosconto erotico amigo trairaconto minha tia de calcinha andandoenrabar a minha mãe e a minha irmãfiquei de 4 e ele montou socando xingandocontos eróticos dormindo com a porta abertaboquete mulher de 48 anos contocontos eroticosna'cama'com''maeconto coroa chupando piroquinhacomeno a xaninha da menina bem pequenaNetinhas putas contoseroticosjanaina vem senta na picameu cachorro meu machoufa ufa ela senta fode e chupaconto erotico rapaz ficou com irmã novinha qcoContoseroticosprimeiravezmulhe vais boguete em bebudocontos eróticos punheta da primaconto erotico eu peguei meu pai comendo cu da nossa empregada na marraprimeira vez em fraldas tesãoconto eroticos corno churrascocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos com mulher amamentando bebê e homem ficou excitado.conto erótico casada arrependida na noite de carnavalconto erótico amiga grelo línguaconto erotico chantageado namorada do meu amigocontos eroticos fudendo com a síndica do prédioContoseroticosprimeiravezTrepando gostoso na xana conto eroticocontos eroticos atrizes chupando pau recebercontos eroticos de incesto: manha mae me ensino a Transar 2Encoxador contoscontos eroticos escritos incesto vovô e eu.fiz o cu rosa da minha mae de buceta com ela dormindopai da sonifero pra filhinha e a estupra com amigos contos eroticoscontos eroticos de gordo dando o cu pela primeira vezcontos mia gostosa mulhe teve sua buceta aregasada pro seus amates muitos roludoscontos eroticos casada e o farmaceitico negaocontos comendo gay na vielaContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2porno doido costureiro medindo os seiosclube da depravacao zoofiliaimagens de rabo gostoso inclinado de calcinha transparenteo massagista mete de surpresa na cliente que se espantameu cao taradocoroas cavalas emsabuando travesticontos eróticos filhinha bobinhacontos eroticos sou uma coroa vagabunda levei o muleke na minha casa e fiz ele comer meu cu e minha bucetaconto lesbico tia iniciando a sobrinhacontos eróticos safadezas entre famíliaconto erotico viado vai pro baile funk e da o cu pro travestias novinha gostosinha dando a b******** sendo engravidado tomando vinhodesde pequena adoro ser cadelaarregaçando, chorando e gozou contoscasadas que postam fotos de itanhaemconto dono da minha mulherEnquanto a obesa dormia bebada contoComtos namorada fodida por varios machosconto erótico viadinho que adora apanhar e ser humilhadohumilhado travesti contospapai me comeu contos eróticoscontos eu minha namorada e mais dois garotosconto erotico de castigo com vovocontoseroticos desde pequena adoro dar o cuzinhovideo gay meu irmao me estuprouCercada por varios contos eroticosmaldoso comeu meu cuzim