Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PIRALHA VIRA GATA

Chegando da praia pra ir pro colégio, o elevador de serviço estava ocupado com uma mudança. Uma garota abraçada com um ursinho tomava conta de umas malas.

-aí eu falei: é sua essa mudança?

-é sim.respondeu.

-e eu: pô, que saco é mudança.

eu não tava nem aí, era uma piralha, mas o outro elevador demorou, aí eu falei:

-legal, eu sou do apto tal e se voce precisar de uma internet, coisa assim, pode ir lá.

Falei mais por falar, por que falo a pampa, mas era semana de prova e voltei mais cedo.

nisso to lá teclando e comecei a ouvir um papo, a minha empregada tava na área com uma outra empregada que falava muito alto. o papo era delas mas de repente ela tava contando que tinha vindo com a patroa dela porque a patroa tinha se separado por causa do filho que era "afeminado" e o pai empresario ficou cego de raiva....e por ai vai.

aih, to fazendo umas coisas e juntou a menina com o filho da patroa da empregada. fui na cozinha e perguntei quem era a moça que veio te visitar. Era uma amiga do lugar de onde ela nasceu e por acaso tinha se mudado pro predio naquele dia.

pois é,pois é.

Fiquei num vai e vem até para ver se me desligava e aí dimdom.

a empregada lá de casa sai as 3 e já era 6 horas fui atender e não deu outra era a menina.

toda gracinha, ela é branquinha, falsa magra, cabelos negros pelo ombro, olhos azuis clarinhos. os cabelos molhados ainda. um short fino curto largo e uma camiseta que marcava uns biquinhos. dava pra ver que era uma menina mas não tinha os adereços, brinco, pulseirinha,...

-oi e aí quer entrar?

ela entrou e meio sem saber fui indo pro quarto e o pc tava ligado e fui papeando:

-pois é mudança é uma merda né? e vc veio sozinha pra cá, tem irmão, irmã?

- não, vim com minha mãe, mas ela não pode ficar a semana toda por ter que trabalhar no interior.

- aí eu falei: voce está em que série?

- sexta, mas não sei se vou encontrar uma escola agora no meio do ano.

a voz da gatinha era doce e achei que era outra coisa.

aí eu falei

-meu nome é Eduardo eu tô na segunda do segundo grau e aí qual é o seu nome?

- bem é Vitário, mas é claro que vai me chamar de Vivi.ok?

Fiquei naquela que nem babaca ouvindo por uns minutos.

-Vivi,voce é muito bonitinha, depois quero dar umas voltas com voce.

nisso o celular dela tocou, era a mae dela procurando e ela foi embora.

aí disse assim -vem amanha as 3. dei uma dica de um colegio aberto para a mae dela consultar.

no dia seguinte enxotei a empregada e esperei um pouco e a campainha tocou.

era a Vivi, agora com um calça jeans camiseta curta. reparei a calcinha que ela usava, era uma pequena. tambem tinha peitinho, a bunda maior que os ombros, era muito gatinha, incrivel.

no condominio dava pra contar numa mão as gatinhas como ela.

ela chegou contando que a mae havia adorado o colegio que eu havia indicado e que iria estudar lá, toda falante.

deixei passar a lance e perguntei sobre ela.

ela falou que ela sempre foi assim, que na verdade a mãe havia morrido no parto dela, a mae morava numa fazenda e não teve assistencia no parto. Quem a criou foi a tia que ela chama de mãe. herdou uma grana da mãe e que o pai administra com as suas outras coisas mas que estão brigados e que ele ficou doente.

contou tudo assim.

pediu água e fomos na cozinha, a bundinha balançando ao lavar o copo deu tesao.

voltamos para o quarto e falei que era uma bebezinha e que eu não entendia.

-ela contou que a tia a tratava como as primas, e como era a mais nova herdava umas roupas, pegava e comprava mesmo. junto com isso tudo contou que quando ia comprar anticoncepcional para as primas comprava pra ela tb. Por isso estava ficando mocinha.

fui no computador e como nao tinha outra cadeira ela veio e sentou na minha perna e deixei ela olhar os e-mails dela. as cochas deliciosas. o rego da bundinha lindo. toda cheirosa.

comecei a apalpar a bundinha a barriga e num minuto ela estava de calcinha e eu pelado.

o caralho duro. dei aquela sarrada na bundinha dela e ela ficou batendo uma punheta e me beijando. a hora voou. o celular tocou e ela teve que ir pra casa.

no dia seguinte ela trouxe uma sacolinha com camisinha e ky, foi um tesao ver uma gatinha de peitinho e bundinha, coxa maravilhosa, quase que sem resistir comi ela em pé primeiro de tanto tesao. foi muita foda naquele cuzinho. falei que ela devia trocar a empregada faladeira e colocar uma que nao soubesse de nada, que ela começasse sem passado.

Procurasse um médico para continuar a se hormonizar.

Eu que sempre fui na minha, apresento como Vivi, e cuido do material. e é sá alegria, sair, levar ela pra comprar roupa, fuder muito, hoje minha piralha é uma gata.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordaestrupada na escola contos eroticosContos eróticos seduçãotravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhatravesti coroa enroladinho PretoFilha da puta comeu meu cu contocache:R-bg7J8nF7YJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_14382_mamae-velha-mais-bucetuda.html posso dilatar a porta do meu anus todo dia?contos sexo eu meu marido e meu filhocontos sexo gravidacontos eroticos casada fui subjugadacontos eróticos assediada por minha amigamae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornocontos eroticos de quata feira de cinzacontos de esposas putascontos meu comedor de cuesposa de corno cheinha de porra contominha esposa e minha sogra nua na praia de nudismo assistindo um filme no sofá chupando uma rola grossaconto eróticoconto erotico sougostosa e taradacontos eroticos eu e minhas amiguinhasicontos eu um amigo e minha namorada em uma barraca de praia pornoprimeira vez que fui chupada por um homem casado eu virgemputa chupando o pau de dobermancontos eroticos bem safados e essitante arronbarao meu cusinho com um pepinopeguei meu sobrinho mexendo nas minhas calcinhacontos de crentisinha cusudaConto de homem dopa sua avo e transa com elaconto erótico Fui obrigado a violentar minha filhaporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedoConto surpreendi meu maridodei minha buceta para os amigo do meu filho contos eroticoconto eroticotravesti comdno coroas casadascontos eroticos gay hormoniosContos eroticos marido convence esposa com pintudoConto ertico maridoporno negonas da coixa grosa e budona que a dora pau enore e prra dentroeu e minha av¨® e minha m0Š0e contos l¨¦sbicos casada recebe proposta indecente contosconto erotico dona de casa tranza com entregadoresfotos porno de meu amigo fudendo minha maefodi minha sobrinhaporno familia papai e minha irma e eucasada lesbica com sobrinha contocontos eróticos infânciacontos eroticos juliana e o travestiuma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorromeu macho pica de jumento contosconto erotico incesto dominando irma e maecontos com fotos filha peituda ruiva gostosa de babydollconto só uso fio dental sou gaúchaconto erotico pique escondecomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiacontos eróticos cantada na rua não resisti e traícontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemadrasta sedusida de manhaContos d uma menina estrupada por taxistacontos eroticos traindo na Lua de Melminha cunhada tinha coriosidade sobre o meu pau se enprecionouconto erotico Garota CCb casou virgem lua de melwww.acordada por papai videos incestovideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubaela chupeu monhas bolas a noite inteiracontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecondos erodicos comendo a mae no metroa primeira vez que transei com dois homensFui enrabada ao lado do meu marido e ele não viuContos reais de esposas fodendo com marido eo sobrinho delecontos eroticos arrombando a gordamulheres chupa rola em banheiros quimicoscontos gozei na bundinha dela de 10 aninhosviciei em fazer sexo com mendigosputa incotrado afuder cm amante vidio