Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LUCIANA DELICIOSA

Olá meu amigo leitor, meu nome tanto faz, aqui assinarei por Valun, o que verdadeiramente interessa é a histária que vou contar.



Começo ela por sua parte mais interessante, Luciana: mulher como nenhuma outra conheci, inteligente, simpática, engraçada, atributos que já a fariam especial, porém não o mais relevante para mim, o que me atordoa nela é o seu olhar de devoradora, seu andar provocante, bem como sua facilidade em mudar o seu jeito de dama em puta quase que instantaneamente. Estou me referindo a um tipo de mulher que controla um homem pelo desejo, o faz sentir criança, provocando sensações que ele simplesmente não pode conter. Ao menos é assim que eu vejo Luciana.



Estou falando de uma morena de aproximadamente 1,72m de altura, uns 60 kg, cabelos compridos (que gostam de ser puxados), uma boca carnuda e ágil capaz de enlouquecer até o mais forte dos homens, seus peitos são deliciosos, fartos e delicados com a pele gostosa de beijar e de morder, o piercing do seio esquerdo é um presente sá para afortunados, talvez lhe atice um pouco mais saber que suas pernas são grandes, grossas e deliciosas, fato que explora com perfeição em saias justas. Sua Bunda é grande suculenta, cheirosa, boa de se lambuzar, e como ela sabe usá-la! Acredite quando lhe digo, nunca ouve uma mulher que rebolasse como Luciana. Sua Buceta (uso essa palavra entre tantas possíveis, pois assim mesmo ela fala, sem pudores e com tesão! Sortudos os que a ouviram dizer; Chupe minha Buceta agora!), tem grandes lábios rosados, é quente e convidativa, seu gosto vicia e faz um homem querer sempre mais.



Com esta descrição amigo (a), tomo licença para chamá-lo dessa forma, pois falo para você sobre intimidades que sá revelaria aos muito amigos, por isto lhe chamarei assim, espero ter lhe convencido do quanto gostosa essa mulher é.



O amigo, deve estar se indagando como a conheci, que tipo de relação tive com ela. Lhe digo que sei muito bem do que estou falando, tenho como base 7 anos de idas e vindas, de encontros e desencontros, de descobertas, de putarias sem fim, de gozos inacreditáveis, múltiplos. Você meu amigo com certeza já ouviu aquela histária que diz: Como era feliz e não sabia! Pois acredite essa é minha verdade.



Poderia contar aqui inúmeras histárias vividas com Luciana que lhe deixaria com a boca aberta, e o pau duro se o amigo for homem caso seja mulher, minha amiga, não perca o interesse agora pois saiba que todo o tesão que ela desperta em homens pode despertar em mulheres também! Porem não vou falar sobre passado, vou escrever sobre o presente de modo que você fique tentado a encontrá-la e provar do seu modo essa tentação de mulher.



A minha narrativa de fato começa aqui, a data é hoje o momento é agora!



Luciana está em casa angustiada com o rumo que sua vida levou, não é mais a menina de 19 anos que vivia loucuras livremente, hoje aos 27 vive um relacionamento que muitas vezes não lhe sacia mais, a rotina não combina com quem tem tamanha ânsia em viver. Seu pensamento está longe e começa a relembrar histárias, como que num sonho lembra de quando seu desejo começou a surgir, o primeiro beijo, sua primeira vez um tanto desajeitada, lembra de como foi se soltando nas fodas com o primeiro namoradinho, de como percebeu como provocar um homem, de quando aprendeu a tocar uma mulher, de surubas, lembra de muitas bocas a lhe beijar, de bocas gostosas a lhe chupar, de pintos que amou mamar, dos pintos que adorou cavalgar! È quando em um momento ela pensa em mim, se lembra de como fervia nossa pele quando junta, de como nosso corpo parecia se encaixar perfeitamente e de como gozava com meio pinto enterrado nela. São muitas recordações, de transas no carro, na praia, amarrada na cama, na sacada do prédio com vizinhos vendo, na escada de emergência, rapidinhas com a faimilia do lado, qualquer momento e lugar eram propícios para que agente se comesse.



È quando essas recordações lhe sobem um fogo por entre as pernas, ela enfia um dedo em sua buceta, logo outro, toca uma siririca imaginando que na verdade seus dedos são pintos, aperta forte seus peitos como um homem faria, e fica se tocando lembrando de inúmeras coisas deliciosas que fez na expectativa que sua mão lhe sacie, porém o efeito é contrario ao que pensa, seu tesão sá aumenta, e a cada toque lhe cresce uma angustia, simplesmente uma nescecidade de ser comida de gozar loucamente, ela pega seu vibrador o enfia em todos os buracos possíveis, seu tesão está num nível nunca visto, como ela queria alguém que lhe comesse com vontade agora! È quando de repente ela num súbito impulso pega e joga o vibrador longe, tira a mão que estava atolada na buceta e pega o telefone.



- Não aguento mais pensou ela! Ele vai vir aqui me comer muito!



O telefone toca.



Desculpe a indelicadeza mais peço um minuto ao amigo para atender o telefone, não sei se é ela talvez seja algum amigo qualquer, vou lá ver quem é.



Se de fato for ela prometo contar tudo o que pode acontecer à você meu amigo confidente, porém se ela não ligar para mim e por acaso ligue para você por favor conte-me sobre seu encontro e continue essa histária com muito tesão



Abçs e beijos.

Valun

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relatos eroticos esposas estupradasPorno conto mae vizinho neguinhoconto viadinho branquinhodei o cuzinho meladinho contoscontos eroticos gay problemas mentaiso'mundinho eu baixei as calça e comeu meu cuzinhotica cuzinho piscando na camContos eroticos gosto de estupro seioscomo fui estuprada contos eróticosguri gozando na lajecoki a amiga da esposa contoscontos erotico de jornalista sendo errabada na academiaContos eroticos trai meu marido com travesti bem dotadocome meu cu contoscontos sou branquinha transei gostooso com meu irmao enguli tudinhominha esposa de shortinho na obrapenis sedento de gala angolanos. transContos eronticos vendo novela tietaleitinho gostoso de polapornô mobili com coroa e vamos até gozarcontos meu filho adora minha bundacontos pornos mae e irmacontos mamae piscina bronzeador bikinicomissarias rabudas contoscontos eroticos eu minha familiavideos de clientes nao consegue segura e fica de pal duro na depilacaoconto erotico traindo contra a vontade do maridãocontos minha enteada minha amanteeu mae e filha contos de sexolevei minha prima pro mato na infanciaconto erotico minha namorada e meu tioContos eroticos dinheiroContos eroticos Minha filha choronacontos eroticos comendo cu da mae e da irmacoroa gem.baixinho na picaConto filha mete ai ai aicontos er¨®tica lesbicosContos.eroticos..de.incesto.no.dia.decasarcontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anoscontos eroticos de travestis sem camisinhaminha filha fudendo com nosso impregados contosfilm caseiro mulhe casada zoofiiliacontos eróticos nos fundinho da tiaestupro assalto “casa de praia”contoscasa d contos eroticos novinha putacontos eroticos de meninos gay o dia q dei o cuzinho pela primeira vez e virei menina da molecadaaventuras com travesti Portugal contovidioporno.di.sabrina.saticontos eroticos coroa casada executiva viaja sozinha a trabalho e trai com funcionario do hotelsou casada e acabei dando para um ponei contosX.mobele munher perdeno virgidade com um home pistoludoengoxadas novas pegando mo pau x videoswww.contoseroticos.com.br/tia e sobrinha virgemzoofilia umcacete enorme pra pequena putaConto erotico bunda a enteada mas velha.contos eroticos toda puta tem que da o cu na marra sua cadelaconto casada pinto itu cornopeito bicodu sexcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos minha sobrinha trazia sua amiguinhas para eu comercomendo i gozano deto da negá no salão de carnaval 2017contos erotivos mamar no pau infanviaContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralSsssssss aaaaaaaiiiiiiiii gostoso gay transandomulher sentando na embragem com o cu e buceta Contos eróticos de cornocom negão dotadostravesti sadomasoquista na regiaotirei o cabaço da minha tiaxvedeo foi brincar com a prima efreguei pau neladeixei minha esposa baixinha ser arregaçada e nao entrou tudo pau monstro do meu camarada contoscontos.de.velha.crente.taradapadrasto vendo a enteada tomando banho e bate punheta pesando na buceda delaflagras de fodas em no parque da cidadecontos apaixonada pelo cachorro zoofiliaContos eroticos bundudacontos a pica do pacientecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos sadomasoquistas de Mestre VIIcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente