Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EU E MINHA IRMÃ - HISTORIA REAL

bom, é uma historia curta, mas para mim, foi muito boa.

eu sempre tive muito interesse pela minha irma, talvez mais curiosidade, mas mesmo assim, não me passava pela cabeça fazer algo improprio com ela.

ela tem 2 anos a mais do que eu, ambos estamos com mais de trinta e cinco e menos de quarenta. é uma morena bonita, tem um pouco mais de 1,50 de altura, pele clara, pernas firmes, seios medios e um bumbum empinado e redondinho que é um tesão.

sempre fomos muito amigos, e com o meu casamento, foi cada um para uma cidade diferente.

quando fui visita-la, estava com problemas sexuais com minha esposa, e numa volta que demos, eu e minha irma, em um barzinho numa terça de tarde, conversei a respeito. desta conversa, começamos a brincar de perguntas sobre sexo, e bebendo cerveja. ela estava com m vestidinho vermelho, curtinho e vira e mexe, dava pra ver a calcinha dela, branquinha, de malha. aquilo foi me deixando louco. ai, ela me perguntou qual era a minha maior fantasia (naquele momento era ter ela), eu respondi que não podia contar, ela insistiu e eu não contei, entre risadas e coisas assim. então ela pediu para eu pegar uma cerveja, e eu que estava de pau duro, disse que não iria, que sá mais tarde, ela soltou uma gargalhada e disse que agora ela entendia porque eu não contei da minha fantasia. ficou um clima meio estranho, um silencio... ela deu um gole em sua cerveja, pegou a chave do carro, gritou pro dono do bar pra "pendurar" a conta e me disse pra acompanhar ela em silencio, para eu não falar absolutamente nada, pois ela sá podia estar bebada...

ficamos em silencio, sem nem olharmos um ao outro, foi quando ela virou o carro a direita, numa entrada de motel e foi logo pedindo um standard. ela estacionou o carro, fechou a porta da garagem e entramos no quarto em silencio. quando lá dentro, ela apenas deixou o vestido dela cair no chão e eu pude ver seus seios, lindos, abaixei os olhos e pude constatar sua calcinha com o volume entre as pernas...

sem falar nada, apenas toquei aqueles seios com a mão, meio tiido, mas já quase gozando de tesão. foi quando ela disse, temos uma hora pra sermos imorais, antes que eu me arrependa e antes que meu marido chegue do trabalho.

então eu beijei-a, toquei seu corpo todo, tirei a sua calcinha e vi sua buceta raspadinha, labios grossos, linda!!!!

tirei minha roupa meio atrapalhadamente enquanto via ela deitada de pernas abertas na cama. quando eu penetrei naquela buceta umida e qunte, quase naun acreditei, foi a melhor sensação que eu tive na minha vida!!!! minha vontade era de não gozar nunca, de nunca mais sair de dentro dela, da minha irmã. ela gemia, me abraçou com os braços e pernas e dizia pra eu fuder ela toda, que ela tiha perdido muito tempo em naun ter fodido antes com seu irmaozinho. eu estava louco de tesão e pedi que ela virasse de costas, ela disse que não, que de costas sá quando fosse no cuzinho. fudemos mais uns dois minutos e ela de repente me empurra, vira de costas e empina a bunda e diz pra eu meter no cuzinho dela, mas devagarinho, pois ela não fodia muito pelo cu. fiqei abobado, aquele cu rozado, empinado, pedindo... peguei um ge que tinha no quarto, passei em seu cuzinho enfiando o dedo e sentindo sua argola pressionando-o, e comecei a enfiar meu cacete de 20 cm no orificio apertadinho dela, mas minha excitação era tão grande que eu comecei a enfiar muito depressa e escutei um gemido dela, então eu parei e pedi desculpas, que não queria machucar, foi quando ela disse que estava adorando aquela dorzinha com a excitação de fuder proibido com o irmão, então eu enfiei tudo de uma vez soh, ela soltou um grito e u fui bombando cada vez com mais vontadee, e ela cada vez mais gritando por mim!!

não deu cinco minutos e eu gozei naquele cuzinho apertado, naquea bundinha linda.

ficamos mais uns 20 minutos no motel e saimo, desta vez não estavamos mais em siencio, mas conversavamos, nos beijavamos e nos tocavamos como dois amantes...

fiquei na casa dela por 40 dias, e sempre ela me provocava passando a mão no meu pau, deixando eu ver ela sem calcinha, fazendo eu passar a mãio nela, estas provocações, mas infelismente, não tivemos mais oportunidade de transarmos.

isto foi agora no começo de dezembro, e este anos eles vão passar as frias no final de ano lá em casa, e ela já me telefonou dizendo que lá, vai querer mais, muiiiito mais...

eu eu agora conto os dias pra chegar o proximo dezembro.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mae tanza na frente da filhinha contostraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotosconto erotico/12aninhosele ela tinha anos caçula cuzinho tentando relato realConto fui fudida pelo mendigocontos gays - ele manda em mimmulhe da bucetinha peqena fudedo com cara da pica grande e grosa asitidocontos eroticos sobre dona flrorinda e chiquinha lesbicasComtos heroticos de sexo gay fodendo meu primo EMOcontos erotic quarto empregadamae olhondo filho comtoscontos eroticos com irmacontos de travesti no onibuscontos eroticos arrombando a gordacontos pornô de incesto a mamãe gritou igual uma puta quando enfiei o meu pauzao na sua bucetinha cabeludaconto de quarentona a fuder com desconhecidocontos eroticos com cavaloscontos tia vai foder gostoso isso delicia vai issocontos eroticos incesto avôcontos sendo escrava por santagemcontos eroticos dando o cu para manter o empregoconto erotico funkvideo porno chegou no quarto e comeu a teia com os olhos vendadacontos reais pauzudi tirou bosta da cunhadaContos eroticos filinha novinha da para o instalador de ar condicionadoConto mandonacontos eroticos de homem chupando a buceta esperadaseios tezudos ai q tezãocontos eróticos sentada no colo do padrasto na frente da mãe na hora da jantacontos esporrei-me a dormircontos eroticos de mulheres que aprotaram dos seus caseirossentando na rola do meu pai contos. eróticosmoreninha linda gostosa quatorze anos dandocontos eroticoscontos eroticos seios com leitecontos eroticos de curtos relatos estrupadasvideo fui brinca de lutonha acabei gosandocontos abusadas em grupocuzinho virgem da irma efcontoContos eroticos minhas tetas roxas de tanto chuparemfiz meu marido de meu corno e meu cumpliceconto erotico de porno gay com o policialcontos picantes de lambida na chanaConto minha mulher santinhameu padrasto fou no meu quarto vcontoscontoas filha foi pescar com pai e ele atolou no cu dela a geba groossa sem docontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto pedi chifrewww.contos eroticos assaltantes arrombaram minha esposa.comContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaascontos: safadezas de um velhocontos eroticos na infanciacontos mulher e marido duas vadias para um.machocontos manaConto reunião de familia minha tia travestinatalia do ceará chupando o paubicheiro dotado come gaycontos eroticos paulo e bruna parte 2Entregando minha esposa pro garoto contoscontos eróticos curradaroupa suja se lava em casa conto eróticoconto esposa recatada e crentinha parte 2dei com nove anos a xereca contoscontos eróticos de novinha dando para garanhãome fudeu dormindo contosdetalhes como fui estupradovideo porno gostozinha de vestido preto sndo fodida com amae do ladasou uma mulher casada mais adoro trai meu marido adoro da minha bucetinha meu cuzinho a outro homem e tambem adoro chupacomessei a alizar o pau do marido da minha tia contocontos eroticos mulher casada se evpelada em casa - contos eroticosConto porno gay: Pai Dotadao Cigarroporno doido mae víolentada variospauirmão f****** a irmã gostosa dopada gostosa bemmulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarina a minha mulher Ela foi arrombada pelo negão como chega eu sentir coisa diferente dentro delaconto eróticos comi rabo mãe doamigoSexo contos visinhos virgindadeComtoerotico a coroa me seduzilenteadinha putinha contosContos eroticos de casasasHistoria dw cunhada gostosa