Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

JANELA DA VIZINHA

Hoje moro sá, depois da separação tumultuada, vida nova.

Moro em apartamento e a lavanderia do meu apto. dá de frente para o bloco vizinho, como estou morando sá, ando nú ou de cueca.

Estava numa tarde passando pela lavanderia, ia até a dispensa pegar algo, quando senti a sensação de estar sendo observado.

Passei com cuidado, pois estava nú, e de relance vi uma mulher olhando da janela para a minha lavanderia, continuei e fui para a cozinha.

Naquele momento senti um Tesão louco, e pensei:

Será que ela estava me olhando?.

Bom voltei...e fiquei ali na lavanderia como se estivesse fazendo algo e olhando furtivamente para ver se aquela mulher continuava a me olhar, e lá estava ela, meu pau ficou duro na hora.

Sem poder disfarçar, olhei de frente para ela...e ela continuou lá parada olhando.Isso me deu um tesão maluco, quando notei que ela subiu em algo, acredito eu para ver melhor, e eu percebendo não resisti, comecei a me masturbar e a olhar para ela, e ela fazia movimentos com a mão quando eu dava uma parada na mastrubação, para que eu continuasse.

Logo o telefone tocou...e tive de ir até a sala, quando voltei...ela já havia saido da janela.

Desse dia em diante, notei que a vizinha, sempre estava a espreita na janela, bastava eu acender a luz e logo via ela lá na janela.

Era um sabado a tarde, tinha acabado de acordar, tinha tirado uma soneca depois do almoço, e fui à lavanderia, e logo ela apareceu, seus cabelos negros chamavam a atenção, e estavamos naquele ritual, eu nú, ela lá em cima maluca, quando derrepente ela saiu da janela, fiquei sem entender.

Logo tocou o telefone, fui atender, e uma voz feminina me disse:

-Alô é você.

Eu perguntei que é?

-Sou sua vizinha do predio do lado, ah menino, você me deixa maluca, quero esse teu pau em mim.

Respondi:Como você descobriu meu telefone?

-Peguei na lista de endereços, ora, mas escuta, não tenho muito tempo, posso descer até aí, estou sázinha, meu marido não está, estou maluca de tesão.

-Venha, também estou sá aqui.

_OK, estou descendo.

Logo, nem 5 minutos se passaram, a protaria me ligou dizendo que a D. Dirce veio trazer um catálogo para mim, mandei subir.

Fui a porta e esperei o elevador chegar.

Ela saiu do elevador, entrou meio sem jeito, fechei a porta e ali mesmo no hall de entrada, ela me agarrou, ajoelhou, e abocanhou meu pau, me chupando deliciosamente.Sá via meu pau sumir e aparecer na boca dela.

Mandei ela levantar e a conduzi à sala, nos abraçamos, tirei a roupa dela e começamos quase em silencio, um 69 no tapete da sala, so se ouvia os gemidos.Nem sabia quem ela era, morava a pouco nesse apartamento.

Chupava ávidamente aquela vuceta..enquanto ela engolia meu pau.

Ela deitou-se de barriga para cima, abrindo bem as pernas e me disse:

-Vem tesao, me fode gostoso.

Sem esperar enfiei o pau naquela bucetinha quente...enterrei ate o talo, ela me enterrou as unhas nas costas, e egmia acada estocada funda naquela buceta.

Metemos forte, sem parar, até ela gemer de prazer.

Parou me deitou sobre o chão e sentou sobre mim, com a buceta engolindo em um sá golpe todo meu pau, ela mexia deliciosamente, subia e descia, esfregava forte a buceta com meu pau todo atolado nela, para frente para trás, uma loucura,ela pulava, estava maluca, fodia com vontade.

Levantei meu tronco e comecei a chupar os seios dela, com força, ela começou a gemer, mexer intensamente, até gozar.

caiu sobre mim, cansada, disse a ela, : hey, ainda nao terminei!

Virei ela de 4, apoiada no sofá, segurei ela pela bunda e enterrei ate o talo novamente, fiquei ali fodendo como louco, estocadas fundas e rapidas, sem dar trégua, ela começou a gemer novamente e gozou junto comigo.

c

Cai sobre ela, cansado, abracei ela...e ela me disse:

-Nem nos conhecemos e dei uma trepada maravilhosa.

Ficamos deitados no chão, lado a lado, enquanto acariciava seus cabelos, e fomos nos conhecendo naquele momento.

Ela é casada, e me disse que estava louca para dar uma trepada fora do casamento que andava meio devagar, e que ao me ver ficou maluca de tesão, e estava a dias sem dormir direito, que eu nao pensasse que ela era vagabunda,ela era uma mulher casada, com filho e marido, mas que nao resistiu e aproveitou a oportunidade.

Me pediu que ficasse sá entre nás, e que nao sabia se haveria outra oportunidade.

Eu disse a ela que achei ela demais, uma delicia de mulher, que ela havia me dado, e que seria discreto.

Perguntei a ela se estava arrependida, ela me respondeu que nunca teve tanto prazer como naquele momento, que apesar do medo, ela fez coisas que jamais faria com o marido, pois ele era muito tradicional, detestava sexo oral.

E assim descobri que adorava me exibir, e que achava que isso nao ficaria sá nesta foda.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos. cadelinhacontos eroticos arrombando a gordamulher só de fio-dental e buchudo querendo transando com homemComo eu copo CEDome ponosobrinho do meu marido mais nao queria 3 contos eroticos.contos er?ticos incesto minha cadelinha safadaconto levei no cu flagracontos de incestos e surubas ferias entre irmas fazendadsMamada conto pornominha tiade fio dental exibidaConto erotico tia dano cuzinho pro sobrinho titatranso com meu primo de primeiro grauviuvo fode filho gay contochupando com tara e gula a bucetapassei de fio dental na frente do meu cunhado:contocontos tomei o.leitinho do papaiconto erotico fui cupado do meu chufrecontos eróticos casadas vingançaconto erotico minha namorada dançando com outro na baladacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentelambi a bunda do meu paicontocontos erotico d minha empregada e travesti negra linda virou minha putinharelatos eroticos tornado femeaconto engravideicontos excitantescomendo a bundinha da menina contos eroticosfui arombada marido adoroumeninha fata zofolia buntuda sexocontos eróticos namorada tirou a roupajumento comeu contosFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticosminha prima malcriada contocontos sou bem fudidaconto comi minha cunhada deprimidaconto erótico meu padrinho me estuprouContos eroticos de traveco safadas.conto erotico tirando a virgindade do cu da namora novinha do amigoporno idoido na purberdadecontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefiz sexo pra passar de semestre contoscontos eróticos curradacontos eroticos na frente do cornopadrinho comer afilhada cem pentelhocomi o cu da minha irmã centscomtos erotico nao resisti passei a mao na rola do entregadorcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fodida pelo deficientecontos eróticos, enteadocontos minha filha 11aninhoscontos eroticos arrombando a gordarelatos eroticos de donas fr casaarrombando o c* de modeladasrealizei meu sonho transar com um cavalocontos eroticos humilhando podollatriaFiquei bebada e com o cu cheio de porraconto eroticos comi minha tia com a calcinha na mãoso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilhomens delirando de tesão com um pau enterrado no rabocunhado pegou a cunhadinha mimada e meteu a rolaesposa amiga escrava conto eroticocontos eroticos a calcinha da minha sograassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casaContos gay fui mulher de um coroacontos minha esposa ainda resisteContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelmurhler.abusada.estrupradocontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofiliacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos com lesbicas bofinhospornobuceta.com/homens so quer saber de mamar em peitoes das safadasAcordei com o cuzinho cheio de porra contosconto gay colocontos eroticos a minha primeira fodacomir minha conhadinha irmã da minha mulher d ferias lá em casaapostei com o cunhado e tive q dar contos eroticos