Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA SOGRA, UMA CORA MUITO GOSTOSA

Meu nome é Eduardo, tenho 35 anos, moreno claro, tenho um bom porte físico, sou professor de natação, tenho 1,82m de altura, raspo o cabelo, olhos castanhos, safado, adoro sexo, estou namorando com uma aluna minha, uma ninfeta de 19 anos, loirinha, olhos verdes, tem um corpo delicioso, seios apetitosos, um pezinho que nossa!! me deixa louco, o namoro é recente, e então no último final de semana, no Domingo fui até sua casa, conhecer seus pais, ela mora em um apartamento num bairro nobre daqui do Rio de Janeiro,, ela era filha única, chegando no apto, toquei a campainha e ela me recebeu estava linda, vestia um shortinho jeans bem curtinho, rasgadinho, estava descalça, e vestia um top branco que exibia bem o volume de seus seios, ao ela abrir a porta olhei rapidamente para dentro do apto, e puxei ela pela cintura, ela puxou um pouco a porta, nos beijamos com sede, eu falava no ouvido dela que ela estava muito gostosinha, e no corredor do prédio que estava vazio, encostei ela ali na parede, puxando seu cabelo, a beijando, levei minhas mãos por dentro do seu top, agarrando seus seios, e ao mesmo tempo a mãozinha dela, vinha em minha calça abrindo o zíper e puxou meu pau pra fora, tocando uma punheta bem gostosa, e não parávamos de nos beijar, foi então que nos descuidamos e sá ouvi uma voz vindo, abrindo a porta e falando “filha era o seu namorado?”, era a mãe dela, puts, e ela sá nos olhou, viu sua filha com segurando meu pau, era uma cora enchuta, deve ter uns 40 anos, loirona, pernas grossas, e vestia um vestido curto de seda, branco e sandálias salto alto, cheirosa, ela acabou ficando sem graça, saiu pedindo desculpas, ficamos preocupados, me ajeitei, minha namorada também, e fomos entrando, era um apto bonito e grande, fomos até a cozinha e lá estava sua mãe, fomos apresentados, pedi desculpas pelo ocorrido, ela sorriu falando que não era nada, normal, fiquei impressionado, ela era bem pra frente, sá alertou agente de não deixar o marido dela ver isto, pois ele tinha muito ciúmes da filha, mas que pra nossa sorte ele não estava lá hoje, precisou sair, não fazia, muito tempo pra atender uma urgência, era médico.

Sentamos no sofá, eu do lado da minha namorado num sofá, e a mãe dela no sofá da frente, nossa eu não aguentava ficar olhando muito pra ela, a coroa tinha um corpo delicioso, umas pernas, e um olhar que me deixava excitado, e ela parecia provocar, sabia que eu estava excitado, até pelo volume da minha calça, passado uns 30min agente ali conversando, minha namorado pediu licença e disse que iria tomar um banho, trocar de roupa, pois iríamos sair, foi ela sair que a coroa, mudou de sofá, e se sentou ao meu lado bem a vontade, nossa que pernas ela tinha, e ela disse “nossa minha filha é uma mocinha de sorte, pois parece que você tem uma pegada muito boa”, sorri pra ela falando que agente se dava muito bem, e continuou “pois é, eu vi, sinto muita falta disto, meu marido já não me pega assim a muito tempo”, uhmm, e ela me olhava com aquela carinha de safada, e ainda falando “e também não pude deixar de reparar no tamanho do seu brinquedo ....”, e levou a mão dela sob meu pau, apertando ele por cima da calça, nossa que delicia, eu fiquei sem reação deixava rolar, ela então abriu o botão da minha calça e logo foi abaixando o zíper, pegou no meu pau, puxou ele pra fora, estava duro, ela começou a punhetar ele, puxei ela pelos cabelos, beijando sua boca, escutava o barulho do chuveiro, minha namorada tomando banho, logo aquela coroa caiu de boca no meu pau, chupando ele todinho, até as bolas, que putinha, eu levava minha mão na sua bunda, apertand oela, levantando seu vestido, sua calcinha era branquinha de renda, estava socadinha no cu, puxei de uma vez, rasgando ela, deixando a cair no chão, e logo enfiei uns belos tapas na sua bunda enquanto ela chupava meu pau, em seguida enfiei dois dedos na sua buceta bulinando ela, ela rebolava, eu a chamava de putinha, falava que era mais safada que a filha, então ela se levantou na minha frente, puxou as alcinhas de lado e seu vestido caiu, levemente sob seu corpo ela ficou peladinha sá com as sandálias no pé, que faziam seu corpo ficar mais empinado, ela desfilou na minha frente falando, “e então quem é a mais gostosa?”, eu com meu pau na mão, tocando uma, falando “com certeza você sua putinha”, ela veio e sentou no meu colo de costas pra mim, ficou roçando aquele corpo no meu, ela segurava meu pau, roçando ele na sua buceta, eu agarra seus seios, apertando eles, beijando, mordendo seu pescocinho, orelhinha....ela gemia gostoso no meu ouvido, ela então se virou de frente pra mim e segurando meu pau encaixou na sua buceta, e ele foi entrando gostoso naquela bucetinha quente, e logo ela começou a cavalgar, nos beijávamos, com sede, e metiamos, abrindo sua bunda com as mãos, enfiei dois dedos no seu cuzinho estocando eles, ela me deu uma mordida no pescoço deixando marcas, em seguida ela tirou minha camiseta, acariciando meu peitoral, falava que eu era muito gostoso, e não parava de cavalgar, rebolando gostoso em cima do meu pau, então muito excitado, me levantei segurando ela no colo, meu pau encaixado na sua buceta, suas pernas entrelaçadas no meu corpo, a levei sob uma mesinha que tinha no centro da sala, a deitei nela, coloquei seus pés sob meus ombros, ali socava mais forte e rápido na sua buceta, e metia muito, quando senti que ia gozar, tirei meu pau, a puxei pelo cabelo, batendo uma e gozei na sua carinha, ela engoliu meu pau, chupando ele, sugando tudinho, não demorou muito o choveiro desligou, então ela se levantou falando “olha garotão se quiser namorar minha filha, vai ter que fuder sempre viu”, e ela segurava meu pau, apertando ele, e eu falava será um prazer foder as duas putinhas gostosas da casa, ela pegou o vestido e entrou pro quarto dela, eu vesti minha camiseta, ajeitei minha calça, sentei no sofá, minha namorada sai do banheiro sá enrolada na toalha, toda molhadinha, me vê, pergunta da mãe, falei que entrou no quarto dela, ela veio na minha direção, deixou a toalha cair no chão, nossa que linda, colocou um pezinho sob meu pau, que logo tomou vida novamente, e falou “me chupa”, levei minha boca naquela bucetinha, chupando ela bem gostoso, minhas mãos apertavam sua bunda, ela gemia gostoso, alternava dos meus dedos, estocando sua bucetinha, ela gozou ali, uhmm que delicia, quando ouvímos um porta de abrindo, ela pegou a toalha se ajeitou e sai, falando “já venho amor”, cruzou com a mãe no corredor, sorriram uma pra outra, nossa que situação!!! aí ali não rolou mais nada, depois saímos, e fomos para um motel, mas agora sempre vou foder mãe e filha quando eu for naquele apto, que paraíso !!!

Se vocês gostaram da minha histária, me escrevam !! [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


amigo negro do pau grande comendo o cu do amigo branco contos eróticoscontos eroticos porno de pirralhas inocentesRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosexplorando a irma na siricacontos eroticos de putas casadas que fodem por dinheiroeu quero ver a coroa instigando o marido com a calcinha fio-dentalsexo com vizinha muito rabuda vigiadoconto esposa bicasa dos contos tia 22cmconto madame mandona vira putacontos eroticos de coroas dos seios caidoscontos eroticos de viadinhos de calsinhacontos pagando aposta com um boqueteconto erotico bebado estranho me comeu no becomorte porno gosando comconto erótico me tornei o macho da minha irmãcomendo a mae contoscontos eroticos ajudando a enteadinha a fazer tarefa de casacontos eroticos casadas traindo e tranzand cm 2homensContos eroticos comi um cuzinho no sequestrocontos cachorro lambendo penis de homemcontos erótico perdi a virgindade da b***** e do ku com meu patrãoporno marido da vizinha foi viajar e fui pozar na casa delaconto erotico minha namorada e meu tiogay cabaço conto erotico estuprocontoseroticosnobanheirocontos eróticos minha irma crentecontis eroticos comendo meu amigo bebadoBabando no pau do papai contoseroticoscontos eroticos festa a fantasiaContos pirralha inocenteDei a bucha pro meu sobrinho virgemcontos minha tia viuva sua amiguinhaconto de mulher transando com meninos novinhostitio e sobrinha contoscontos de sexo com vovogostosa batendo puieta por 1realvideo porno zufolia homi comendo uma Egua ati ela gozaacustumada desde pequena na rola grossa mais a pica dele e muito grande e grossacontos eroticos olhano meu marido jogando trucopolicial come putinho na viatura no porno gaycontos eróticos com mamãevagabundinhas no seu primeiro poeno anal delatacao analminhaxaninhaardeuwww.contopadrinho.comcontos menino lizinhoContos eróticos no cu não amorcontos eroticos zt i: blackmailcontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhanovinhas gostosinhas e bucetudas contos errotocos com pauzudos Contos prima hermafroditaMulher se ajuelha pra pupar o pal bem gostosocontos eroticos,eu e minha maniia de mini saiaPiquena mais ja assanhadinha pelos coroas contos eroticosTia de calça leg conto eroticoContos eroticos minha esposa e um meninovidios pornu mulhe qUe gota de trasa vetida com fataziacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos erotico castiguei a buceta da vadiaconto erotíco fui sedusida nova e gosteizooxxx beokpcontos eroticos so eu e meu gato na chacarachupando o pau e.lambendo o cinema caracontos veridicos dezoofilia por novinhasrelatos eroticos de lesbicas minha mulher e outrahome subimisso bebi xixi da rainha contos torei a vizinha de treze aninhos e pagueiporn contos eroticos esposa de coleiraimagem cuzinho irma contosQuero transa com minha prima que estar gravida