Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA MULHER GOSTOU DE SE PASSAR POR PUTA !!!

Olá !!!

Aqui estou eu de novo.

Para quem leu meus contos anteriores, sabe que minha esposa é Carmem, uma morena muito gostosa, de coxas grossas, cabelos compridos, uma bunda de parar o trânsito e olhar penetrante, que deixa qualquer um louco.

No último conto, contei como minha esposa acabou dando para 03 caras (junto com outras 02 garotas de programa).

Conversando sobre isso um dia, logo depois de termos transado, Carmem disse:

- Amor...aquilo não foi como se passar por puta, pois o alemão sabia que eu era casada com você, então foi como ele estivesse comendo uma mulher casada, e não uma puta, apesar de eu ter adorado aquela minha primeira suruba, gostaria mesmo de ser confundida com uma puta de verdade, para ter a sensação de que o homem que estivesse me comendo estivesse interessado sá no prazer !!!

Fiquei incucado com essas palavras, mas fiquei imaginando uma forma de satisfazer o que minha esposa estava querendo.

Como trabalho por conta prápria, muitas vezes viajo principalmente para o interior de SP.

No fim de semana que ela me falou isso, eu tinha que ir para a cidade de São Carlos, uns 200 kms. da capital.

Apesar de conhecer a cidade, nunca tinha ido em nenhuma casa noturna lá... então pesquisei até achar um night club que dizia que era o reduto de acompanhantes, etc..etc.. e liguei.

Pedi para chamar o gerente da casa, que me atendeu muito bem, fiz algumas perguntas sobre o funcionamento da casa e abri o jogo para ele.

Disse que poderia até parecer estranho, mas eu estava querendo que minha esposa, da qual era casado realmente há 05 anos, se passasse por uma garota de programa, e se possível, que eu estivesse presente.

Para minha surpresa ele disse que não estranhava muito, pois várias vezes, nos 06 anos em que ele era gerente de casas desse tipo fizeram essa proposta para ele e ele poderia sim, arranjar tudo sem problemas, porém...ele precisava "conferir" o material antes...

Achei um desaforo...o filha da puta estava dizendo na cara dura que queira comer minha mulher antes !!!!

Ele disse que não era bem assim...é que ele já tinha passado por problemas quando disse para alguns maridos, namorados, amantes...ou cornos em geral, que poderia e chegando lá a mulher era uma baranga...que não dava para encarar, se deixasse ela entrar iria queimar a casa, etc...

Concordei com o ponto de vista dele, e disse que isso não aconteceria com Carmem, pois ela era muito gostosa e sabia cativar qualquer homem.

Fiquei de passar no sábado às 17:00 H...(a casa abria às 21:00) com Carmem para que ele pudesse "conferir" a mercadoria...isso me deixou com um tesão incrível...era a primeira vez que eu combinava com algum homem para transar com minha mulher....

Chegando em casa, conversei com Carmem e contei meu plano para ela, que ficou contente como uma criança, me abraçou, me beijou, me chamou de corno manso, disse que me adorava e, claro, acabamos transando loucamente.

Na sexta-feira, para variar, Carmem foi às compras no Shopping..., desta vez sozinha...e também para me deixar mais puto não quis mostrar o que tinha comprado para usar no sábado...

No sábado de manhã, saímos logo cedo, pois eu queria acabar com meus compromissos cedo para ter a tarde livre para Carmem...

Chegamos em São Carlos, nos hospedamos no Ibis, fui resolver meus problemas rapidinho e deixei Carmem descansando...pois ela disse que a noite seria "longa" .....

Voltei ao hotel, já perto das 15:00 h., pedimos um lanche para comer e Carmem foi se aprontar para sairmos.

Fiquei sentado no sofá esperando minha esposa sair do banho (que demorou mais do que normal)...

Carmem saiu finalmente do banho...

Com os cabelos encaracolados todo molhado ainda, já com uma maquiagem super pesada, com uma sandália de salto altíssimo, e usava simplesmente um vestido que mais parecia um baby-doll, cinza claro, de um tecido muito fino, super curto, mas muito curto mesmo...e totalmente transparente, deixando ver claramente que estava com um biquini preto minúsculo por baixo, onde a parte de cima cobria menos da metade dos peitos e a calcinha era um fio dental, que dava para perceber os laços sob o vestido e totalmente enfiado em seu rabo, realçando sua maravilhosa bunda....

O vestido era de amarrar no pescoço, ela saiu terminando de amarrar, e disse:

- Ah, amor....esse sutiã está me incomodando...vai ficar feio o ná do sutião mais o ná do vestido...vou tirar...e entrou no banheiro de novo...

Pensei que ela ia tirar aquele vestido e colocar outro...mas ela simplesmente tirou a parte de cima do biquini !!!

Imaginem ver sua mulher, com quem você está casado há 05 anos, com um vestido super curto, que dá para ver sua minúscula calcinha de tão transparente que é...e tendo uma visão quase que total de seus peitos !!! Os bicos estavam duros, o decote era enorme, e ela estava com uma cara de felicidade, toda sorridente !!! dizendo...

- Ah...amor...agora sim...estou mais confortável e me sentindo mais bonita....

Dessa vez eu fiquei puto de verdade, ela não ia poder sair assim, não na rua, estava um escândalo !!! E disse:

- Carmem !!! onde vc. pensa que vai com esse vestido desse jeito ??? o que vc. acha que vão pensar de nás ???? O que os funcionários do hotel vão dizer quando virem vc. desse jeito ??? Pode tirar isso já e colocar uma roupa pelo menos mais um pouco decente...

E aconteceu o que eu já previa...

Ela riu, me envolveu pelo pescoço e disse:

- Ai, amor....eles vão pensar duas coisas:

Ou que vc. está hospedado com uma prostituta e mentiu na portaria dizendo que sou sua esposa... OU que vc. é um corno manso, que deixa sua mulher se exibir para qualquer macho que quiser ver, mesmo estando com você, pois até eu concordo que isso que estou vestindo é pra lá de indecente, não é nem de longe roupa de mulher casada...mas....vc. escolhe...seja chamado do que quiser, eu vou me exibir de qualquer jeito, e se for para tirar esse vestido, tenho mais 02 na mala, mas acho que vc. vai ficar mais puto ainda !!!!!

Sabendo que ela é meio louca mesmo, não quis pagar para ver e concordei, e descemos....

Não deu outra...realmente os funcionários do hotel ficaram disfarçando muito, mas dava para perceber que não tiravam o olho daquele monumento enquanto esperávamos nosso carro que havia sido pedido para o manobrista....

Chegando ao local, o gerente já estava lá....amigavelmente pediu para que entrássemos, nos ofereceu um drink e ficamos conversando um pouco, sentados naqueles bancos altos do bar que geralmente tem nessas casas noturnas.

O gerente olhou Carmem de cima em baixo, elogiou dizendo que ela era muito sexy, e que iria fazer sucesso naquela noite, pois era muito mais gostosa do que muitas das meninas mais nova da casa...

Quando ele falou "gostosa" deu um timbre diferente na voz, que fez Carmem sorrir com um sorriso lindo e um olhar de safada...ele disse que era assim mesmo que se faz...que é assim que os homens gostam de serem olhados...

E o safado disse:

- Se eu fosse um cliente, já estivesse no quarto, o que vc. faria para quebar o para se aproximar de mim ?

Carmem não respondeu, deixou o copo no balcão, se aproximou dele, com seus peitos já tocando o peito do gerente, pegou a mão dele e colocou na sua bunda...

O safado não perdeu tempo, começou a passar a mão na bunda da minha mulher, e ficou acariciando por cima do vestido até que ela se apertou mais nele e ele não resistiu e começou a chupar seus peitos, que nessa altura já havia saltado do decote, enquanto ela gemia e jogava o corpo para trás....até que ela soltou o laço que prendia o vestido no pescoço e ficou somente com a calcinha do fio dental e de sandálias, depois disso, ela se ajoelhou, abaixou as calças do gerente, liberando um cacete que já estava completamente duro e começou uma chupeta alucinada, em que ela enfiava tudo na boca e tirava, gemendo como louca e punhetando ao mesmo tempo.

Carmem se levantou, se aproximou de mim...se apoiou com as mãos nos meus joelhos, com a bunda virada para o gerente e disse, com a voz mais sexy do mundo, mas olhando nos meus olhos:

- Vem, meu macho, tira o resto da roupa da sua puta, hoje eu sou sá sua, mete sua pica na minha buceta !!!!

O gerente não se fez de rogado, puxou o laço que prendia aquela pequenina peça, arrancando com força, deu um tapa na bunda da minha esposa e disse:

- Sua vadia !!!! não é assim que se faz !!! tem que falar que é para o macho colocar onde quiser !!! e se eu quiser comer seu cú, o que vc. vai fazer !!!???

Carmem não se fez de rogada, e disse:

- Se vc. fosse um macho de verdade, que gosta de satisfazer uma mulher, mesmo que puta, nem precisava pedir, ou esperar oferecer, era sá enfiar !!!

O gerente ficou louco...socou sua pica de uma sá vez na buceta de minha mulher, que apertava meus joelhos e me beijava, dando a entender que estava adorando aquilo !!!

Depois de socar na buceta dela por algum tempo, ele não conseguiu segurar, tirou o pau pra fora e gozou escandalosamente nas bunda e nas costas dela...

Carmem pegou uma toalha estava no balcão, se limpou, sorriu e pergunto:

- Estou aprovada ????

O gerente respondeu que lágico que sim, que era sá aparecer às 21:00 h. e fazer o que quizesse, que sá iria cobrar a minha entrada e a dela estaria liberada, era para ela falar para todo mundo, inclusive para as meninas, que ela era uma puta nova, de outra cidade, para não dar confusão.

Voltamos para o hotel, novo showzinho de Carmem para os manobristas e porteiros, ao passar pelo balcão ela arrumou sua calcinha não por cima do vestido, mas enfiou a mão por trás e mexeu naquilo que ela chamou de biquini...

Chegando lá...já tocava uma música muito alta, mas havia poucos clientes...

Eu tinha deixado Carmem um quarteirão antes para que ela pudesse entrar sozinha, entrei em seguida e ela já estava lá...já tinha falado com o gerente e estava de pernas cruzadas no balcão do bar...

Fiquei na outra extremidade, tendo um visão total dela...

Carmem tinha me dito que não era para dar "liberdade" para nenhuma puta do local, eu fiquei sá observando...as garotas que sorriam para mim eu não retribuía para não arrumar encrenca com Carmem... mas ela sorria e cruzava as pernas para qualquer um que chegava ou olhasse para ela....

O tempo foi passando e Carmem acabou se esfregando com vários homens...eles chegavam ela se esfregava neles, até beijou alguns na boca....ví que eles passavam a mão em todo seu corpo, mas se resolveu com nenhum...

Quando já era quase meia-noite, eu estava pensando que não ia der e nada, já ia até chamar Carmem para irmos embora, ela se levanta, caminha em direção ao que parecia um vestiário e é anunciado pelo dj, que iria começar os strep-tease, e que uma menina nova da casa, de nome Vanessa iria dar prazer a todos...

Apagaram-se e que restava de luzes e no meio de uma fumaça, quem sai da porta ? Ela mesmo...a mais nova puta de São Carlos, minha esposa....com o vestidinho e seu minúsculo biquini, sem muita produção, mas dançando sensualmente, se esfregando nos homens que passavam a mão em sua bunda..até que ela foi de mesa em mesa, e tirou o vestido em uma mesa, pediu para outro desamarrar o biquini e veio até onde eu estava...e pediu para tirar o que faltava....ela ficou completamente nua no meio do salão !!! e se esfregava em mim, mais do que nos outros...até que cochichou no meu ouvido:

- Está gostando, corninho ??? Agora vou dar até não poder mais !!!!! E ficou mais um pouco se esfregando em mim, até que já estava na metade da segunda música e ela foi se esfregar em outros machos, em outras mesas, sentou no colo de um senhor de oculos que ficou doido, e tentava chupar seus peitos e ela fazia sinal de dinheiro com as mãos e fugiu rindo, não sem antes passar a mão no pau dele e dos que estavam na mesa com ele...

Carmem saiu e voltou, depois de um tempo....havia tomado banho, mas se maquiado de novo...nem olhou pra mim...ficou dando olhares para todos, para ver se alguém a chamava, nem chegou a se sentar e o Senhor de áculos que ela havia sentado no colo chamou minha esposa e começou a conversar, depois de 03 minutos de conversa, ela pegou ele pela mão e foram até a recepção, depois, sempre de mãos dadas, ela na frente, com ele atrás, venho passando por mim e disfarçadamente, moveu os labios e disse: CORNO !!!!, eu fiquei com muito tesão, e pacientemente fiquei esperando Carmem dar para aquele senhor no quarto....imaginando o que ela deveria estar fazendo, com o fogo que ela estava, e a vontade dele de chupar seus peitos.....

Depois de mais de 1 hora, ela volta, agora sem maquiagem, de banho tomado de novo, com um sorriso safado e diz:

- Vamos embora, corninho, agora eu já estou satisfeita...já dei para o gerente e para aquele senhor hoje...

Eu saí rapidinho de lá, ela saiu na frente, e disse que me esperaria um quarteirão depois, eu me despedi do gerente, que sorriu e disse que quando precisasse, era sá falar que ele sá "queria ajudar"....

Peguei Carmem, ela tirou o biquini dentro do carro e disse que iria dar um pouco de prazer para os manobristas, que eles iriam desta vez poder ver sua bocetinha depilada, já que era madrugada...

Chegamos lá e o manobrista (era outro) deu uma secada nas pernas de Carmem, que abriu mais do que o normal para sair da Blazer, e foi rebolando ao meu lado, sem calcinha, passando pelos funcionários do balcão que tiveram uma bela visão de sua bunda, com o transparente vestidinho....

Já no quarto, fomos direto para a cama, eu tirei seu vestido e pedi para ela contar os detalhes....a filha da puta me respondeu:

- Meu maridinho corno, não sei se você sabe, mas, nás putas, temos um cádigo de ética, não contamos pra ninguém o que se passa entre quatro paredes com nossos clientes !!!

Eu pensei que ela estava brincando, insisti, mas ela não contou nada, nada, até hoje !!!!

Para os maridos que queiram compartilhar histárias de suas esposas, ou de homens que queiram se relacionar com Carmem, respeitando suas regras (ela diz que sua regra é de dar somente uma vez para cada um), escrevam para [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos erotico o dia que comi a minha sogra sem camisinhaaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contosvideos de professores bonitos brancos musculosos com barriga tanquinho transando com a alunafui arrombado contos gaysfoda provadores centros comerciaisconto chantagem da minha irmacontos eroticos vovôs com netoscontos lasquei o cu da pretinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos- paguei minha filha pra cheirar sua calcinhacome o cu da soggra adormecidacontos eróticos comendo a vizinha atouacontos fiz tesoura na minha irmanzinha pequenininha e foi gostozocache:D0BhmN44dfMJ:okinawa-ufa.ru/conto_16312_aquela-ninfetinha-me-agarrou-no-jiujitsu.html meu cu é todinho teucache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Empregada Triscando no meu pau contoporno gay chatagiei o primo com o celularmoças peladas passando pote de margarina no cu e na buseta gostosoporno mulheris con a perna meia canbotaconto erotico vovo comendo vovoMeu irmão chupa minha maeeu confesso incestocontos estouraram meu c* de travesti negãocontos eroticos gay hormoniosContos eroticos minha esposa rabudapornodoido mae prendeu a mao na pia e filho transou com elacontos eróticos dois garotos e uma mulher na fazendaconto incesto minha linda maezihameu primo rasgou meu cu gayEu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticoelas chuparam meu pau.contos de incestoContos Eróticos Nega bebada de leguinconto erotico desconfiei de minha esposaLóira safada narra conto metendo na coberturajapa enfia o dedo no seu cu virgemcontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eróticos batir punheta no ônibusconto gay negrocontos eroticos eu e meu padrastoxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1sentei minha filhinha no meu colo e mechi na sua pepekinhachaves lambe a buseta de chiquinhacontos esposa no baralhoA rainha que dava a bunda para os strapon dia que dividi a cama com minha irmã contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepassei a calcinha contos eróticosComi minha prima safadinha contoContos eroticos de incesto putaria entre familias em gang bang so de homens pauzudos no sitioContos erotico dois policial dotadu fudel minha esposaconto erotico mulher safada com pedreirocontos eroticos brincando pique escondecontos abusadas em gruporelato erotico buceta peluda da maecontos apaixonada pelo cachorro zoofiliaconto erótico meu pai tirou meu c***** e sangrei muito na pica delecomtos erotico nao resisti passei a mao na rola do entregadorconto coroa gordinhaContos erotico minha tia coroa gostuma anda nua em casafudendo a filha da empregada contos eróticoscontos d mulher dando pra dois e marido vendoContos de mulheres, fudendo com seu avôcontos eróticos fiz a novinha se ajoelhar e me chupar no ônibusContos de transas com dotadoscontos eroticos a dotora crenteconto comeram minha mulher bebadame amarro nos peitos delavelhos rusticos gay contosconto minha tia fica de calcinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos ertico tia negraContos minha esposa e uma morema muonto bumdida tem 1: 80 70 kl e foi enrrabada en casa num currasco meu amigo dormiu encasameu sobrinho pau contos