Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMENDO A IRMÃ GÓTICA!

Parece meio estranho...Uma gática...Não sei, mas é assim que minha irmã se autodenomina “Gática”. Estou meio por fora desses estilos modernos de vida. Apenas sei que ela passa o dia coberta com roupas pretas, muita maquiagem, cara de malvada e o pior de tudo, uns cds insuportáveis.

Isso aconteceu por um mal entendido. Sexta pela manhã, marquei com uns amigos um futebolzinho pra descontrair Combinei que levaria umas cervejas e alguns cds ( Dance).Mas, na misturada de cds fui levando os que vi pela frente.

Então, fui lá com a moçada e batemos aquela bola, depois terminamos e resolvemos tomar umas cervejas ao som dos meus cds.

O primeiro cd que encontrei, pensei que era algum ritmo de danceteria, pois vi na capa um cara meio maquiado cheio de luzes, um tal Marilyn Manson. Coloquei lá pro povo curtir, mas o pessoal ficou puto.

-Pow Deco! (vulgo de Adriano) Tira essa merda aí. É foda, hoje que era tua vez de trazer os cds tu trás essas merdas.

Tirei e coloquei um que agradasse a galera. Curtimos até mais tarde. Quando deu 19:30 resolvi voltar pra casa. Catei meus cds, dei um adeus pra moçada e fui pra casa.

Cheguei deixei os cds em cima da mesa de estar, e fui tomar um banho. Terminei e resolvi me deitar de toalha mesmo, Estava um calor danado naquele dia, mudei de idéia liguei o pc e fui dar uma olhada no orkut.

Quando escuto uns gritos meios histéricos e umas pancadas...Tava nem aí – Bah! Minha irmã sempre foi bem esquisita mesmo.

Quando tomo um baita susto, a porta do meu quarto abre com violência batendo contra a parede.

Pior não foi o susto...Pior, susto mesmo foi quando olhei para cara da minha irmã. Ela estava enfurecida me encarava com os olhos em chamas;

-Alexandre Seu filho da puta! Você arranhou todo meu cd, desgraçado. Hoje eu te mato seu bastardo.

Minha nossa! Nunca tinha visto minha irmã naquele estado,na hora me deu medo. Mas sou o homem da casa, não podia titubear;

-Eu não arranhei porra nenhuma. Levei por engano lá pro futebol. Desculpa.

E ficou mais puta ainda;

-Então olha pra essa merda, seu Fudido!

Jogou o cd bem no meio da minha cara. Ignorei a atitude e conferi o cd. Realmente, estava completamente arranhado. Algum daqueles filhos da puta, aproveitando de um momento de distração deve ter feito isso;

Pow, Sandrinha! Foi mal, deve ter sido algum sacana quem fez isso. Amanhã eu procuro o culpado. Agora me dá um tempo, que estou ocupado.

Ela ficou mais revoltada ainda e puxou o pc da tomada;

-Vá se fuder! Está ocupado porra nenhuma. É um fudido do caralho. Passa o dia na porra desse computador.

Nisso ela jogou o monitor pra fora da mesa. Vendo aquilo fiquei indignado;

-Agora chega! Você foi longe de mais. Acabou com um monitor que custa cerca de 500,00R$, por causa de um cdzinho de merda que não passa de 10,00R$.

-Dez Reais? Com você é burro. Não sabe se quer quem é Marilyn Manson!

Estava perdendo a paciência;

-Não me interessa quem seja. Quero saber é quem vai arcar com o prejuízo desse seu surto de putinha psicática.

Ela me encarou nos olhos;

-O que foi que você disse?

Então eu repeti;

-Está surda sua escrota! Desculpa! eu repito. Puta retardada.

Então ela veio em minha direção e me acertou um tapa, que doeu pra caralho.

-O que você pensa que está fazendo vagabunda? Está louca? Sá não te dou outro por q...

Nisso ela me interrompeu;

-Por que é uma bicha covarde!

Nossa! aquilo foi a gota. Na hora fui pra cima dela e dei um tapão daqueles na cara da vagabunda.

-Me respeita sua puta! Ta pensando que eu sou o que?

Então entramos na porrada.

Ela pegou o despertador e acertou meu nariz, que sangrou. Depois a esbofeteei toda. Ela me deu um empurrão que tropecei no pufe e cai de costas no chão. Ela jogou-se no chão e deitou sobre meu corpo, tentando arranhar meu rosto.

Sá que nisto, ela estava de saia curtinha e calcinha preta (claro) e eu, imagine sá, apenas de toalha. Naquela luta maluca minha toalha começou a soltar-se, deixando meu pau do lado de fora. Sá que ele ficou roçando na calcinha da minha irmã. Nem notei, sá sei que ela cravou uma das unhas na minha cara, ardeu pra caralho. Dei um tapa nela.

Nisso, para meu espanto, meu pau começou a endurecer. Fiquei meio confuso. Apesar dela ser uma puta doida, continua sendo minha irmã.

Mas ela não desistia, continuava a me arranhar, a esfregar-se no meu pau. Comecei a delirar, e resolvi tirar proveito da situação.

Agarrei a blusinha que ela usava e rasguei. Ela nem ligava, mas ficou com o sutiã a mostra.

Minha nossa! Como era branquinha, e tinha peitos enormes. Ela agarrou meus cabelos e começou a puxa-los com violência. Eu nem ligava, apenas aproximei meu rosto dos peitos dela, puxei um lado do sutiã, e o peitão pulou, cai de boca naquela delícia.

Ela relutava, me dando tapas nas costas, arranhando meus braços. Mas já era tarde, adorei brigar com ela.

Rasguei de vez o sutiã, ela parecia ainda continuar a briga. Sá que ela com aqueles peitos de fora, me deixaram completamente louco.

Em um movimento rápido, virei para o lado. Ela caiu no chão. Catei ela pelos braços e a joguei na cama.

Acho que a esta altura ela já sabia minhas reais intenções, mas continuava a se fazer de desentendida.

Joguei-me em cima dela, e ela mordeu meu ombro. Digo morder, é morder pra valer, doeu mesmo. Nisso, enfiei minha mão por baixo do meu corpo e levantei a saia dela, deixando completamente à mostra aquela calcinha preta.

Ela tirou os dentes do meu ombro e começou a estapear e arranhar minhas costas. Pior, ela tinha unhas grandes e me arranhavam pra valer.

Aquilo tudo sá aumentava meu tesão. Desci meu dedos até sua calcinha e puxei para o lado, e encostei a cabecinha do meu membro na entrada daquela xaninha, com pelinhos adivinha de qual cor?...rs

E enfim ela falou;

-Me larga seu filho da puta!

Tarde de mais; apesar das durar palavras a bocetinha parecia ser surda, pois estava completamente molhadinha.

Então resolvi obedecer à bocetinha e mandei rola. Ela mordeu novamente meu ombro, que de tanta dor já estava vacinado. Nem liguei comecei a penetrar, senti a cabeça do meu membro tocar aqueles pelinhos molhadinhos. Humm! Que delícia!

Fui descendo devagarzinho, ela continuava a me morder, mas dessa vez com mais delicadeza. Fui descendo meu pau bem lentamente naquela boceta. Epa! Ela gosta de sofrer. Ela gemia gostoso com a boca cravada no meu ombro.

-Hummm...Hummm!

-Tá gostando né sua vaca. Vamos ver se é mulher o bastando para aguentar todo meu pau na sua boceta.

Nisso empurrei com tudo, e ela gritou;

-Sá isso? Hahahaah...Precisa de muita mais pra me fazer sofrer.

Ela ficou com um sorriso sacana na cara e eu bombava cada vez mais forte. Queria fazer aquela puta gozar no meu cacete.

Desci minha boca e grudei meus lábios naquele peitão lindo. Comecei a mamar feito um louco. E ela;

-Humm, quer mamar na maninha é? Não sou sua mãe não, tira a boca daí;

E cravou as unhas nas minhas nádegas. Nossa doeu mesmo. Mas nem liguei, como me preocupar com uma simples dor, tendo aqueles peitinhos lindos na minha boca.

Chupava feito um louco, e enfiava meu pau cada vez mais forte naquela xana gostosa.

Ela gemia alto, gritava;

-Mete! Filho da puta. Faz-me esquecer meu cd, seu safado....Aieeee...

Eu empurrava cada vez mais forte, e ela ria.

Foi quando, para acabar com aquele risinho irônico tirei meu cacete e disse;

-Vira! Agora vou comer seu cu.

Ela disse;

-Epa! Aqui não, isso aqui não é pra você.

Então já com o tom de voz mais ríspido;

-Não estou perguntando nada, apenas afirmando.

Não contei conversa. Agarrei a puta pela cintura e virei ela. Então comecei a tentar penetrar naquele cuzinho.

Mas por mais que eu tentasse, não conseguia enfiar meu pau naquele cuzinho apertado. Ela gemia;

-Para seu fudido, sai de perto de mim! Eu tenho nojo de você...

Usei um pouco do lubrificante vaginal para lubrificar meu pau. E fui enfiando devagarzinho.

Ela gritava, esperneava, tentava me bater. Mas sem efeito algum. Ia enfiando devagarzinho, mas ia entrando.

Quando já estava com meio pau dentro daquele cuzinho. Comecei a bombar. – Hum! Como era apertado aquele rabinho.

Enfiava bem devagarzinho, e ela gemia;

-Hum! Estou gostando de ter meu cuzinho preenchido. Que delícia.

Começou a gemer;

-Ahhhh....ahhhh...que gostoso. Acho que vou gozar.

Encostei meus dois dedos naquela xaninha e comecei a sentir aquele liquidozinho delicioso sair. E ela gemia.

-Ahhh...Ahhh seu filho da puta...Você me fez gozar pela 5ª vez...Meu homem.

Hmm! Acho que a venci naquela luta. Meu cacete é imbatível...

Comecei a enfiar, cada vez mais fundo e ela gemia baixinho.

Estremeci todo e quase explodi em gozo;

-Ahhhhhhh...Ahhhhhhhhh...Isso maninha puta. Rebola no meu Pau...Ahhhhhh...

Gozei dentro daquele cuzinho lindo. Ela rebolava feito uma louca.

Então dei um berro;

-Isso é que é cu gostoso!

Quando olho para trás e vejo minha mãe completamente perplexa e pálida;

-Mãe! Nos estávamos apenas tendo uma pequena discursão! Não é nada do que a senhora está pensando...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


viajei a noite com minha cunhada dei remedio pra ela dormir e comi ela contosContodeputaviciei em fazer sexo com mendigosminha mulher contou que ficou com a buceta arrombada em floripacontos menage inesperadocontos eroticos arrombando a gordaMinha prima me deu sua calcinha de presente para eu gozar e devolvereu confesso sou puta desde novinhame fode jb. contoscolo do velho. contogostosa e muito branca maz mete muitocontos eroticos minha sogra de calcinha rendamulher emsabuando bucetasambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maucontos de atiivo x passivo fodendoContos eróticos sessão sado com meu paicontos eroticos babá lesbicoquando eu estava com o meu namorado e ele estava chupando o mwu peito ele me chamou de safada o que sera que ele quis dizer com issocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos gay primeira vezcontos casada traindo maridoconto meu padrasto me viu dançando funk e me deu uma surracontos eroticos shortinho pppcontos comi a japonesa rabuda casadamelhores conto erotico entre genro sogracontos de incesto minha filha se tornou um mulheraocontos de rasguei o cuzinho da minha avóComi o cuzinho da mamae força contocontos de corno triangulo amoroso de minha esposacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteEnsinando a maninha a foder contos eroticoscunhada com previlegios pornsContos eroticos incentivei minha mulher a dar pro patrão delaContos sempre fui viadinho dos homens da familia3 da vazão e três homens montando mamando enroleiestuprada por quatro cachorros conto eroticoincesto mae viuva amante d o filho carinhoso ler contos eroticoscontos eroticos do de mamar para o filho da namoradaContos a bct da minha mulher e feia mais adororoContos eroticos comido por um caocontos eroticos de casadas traindo no trabalhovô arrobando o neto contocontos erotico fui concertar s torneira da vizinhacontos eroticos de marido corno bebedor de porraPorno contos incesto familia prazer total qualquer idadecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenao contar para ninguem da familia. Quando eu achei que o papo ia terminar ali, ela me fez a pergunta que levou a tudo: perguntou porque eu tinha tanta coisa sobre lésbicas incestuosas no pc? Quando ela me perguntou isso, confesso que pensei em desconversar, mas aí pensei também que ela não faria essa pergunta à toa. Aí comecei a falar que aquilo me excitava muito, que gostava de ler sobre aquilo. Sem brincadeira, acho que a gente deve ter ficado uns 10 segundos em silencio ali na cama, depois que eu falei isso. Uma olhando para a outra. Aí, ainda bem, ela tomou a iniciativa, colocou a mão na minha perna e perguntou: Você pensa em mim?  esposa gostosa relata ao marido que chupou o aamant a noit toda e deu pra ele fotos erotocasheteros teens curiosos contosArombaram meu cuzinho quando pikena conto eroticocontos eroticos enganada e oferecida pelo maridocasada reclamando do vizinho contos eroticosporno mobile sequioso animal com mulheresrelatoseroticos invasoes e estrupoCasada narra conto dando o cugordinho cagando na vara conto eroticoscontos eroticos lesbicas cintacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecache:Z27QSQh68NwJ:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_3473_meu-vizinho-fofo.html conto erotico comendo a dona da mercearia do bairro onde moroincestos como Virei p*** é obediente dentro de casa numa festacontos eróticos bem apimentado de depravadocontos eróticos menino pintinhonão aguentei acabei molestando contos eróticosContos nossas filhinhas safadasconto erotico cornocontos veridico meu marido e eu pencava que era mulher mais tevimos a supresa era uma travesti bem dotadomulheres com dhorte branquinho com cuzaocunhada casada de saia e calcinha branca contosContos eroticos com cadelas zoofiliaconto comi gostoso bocetao da monha maecontos meteu no cu sem avisarSou escrava sexual do meu filho ences,contos erot.