Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESVIRGINADA MAIS UM VEZ...

Desvirginada mais uma vez...



Olá! Vcs vão me conhecer por Misty, sou morena, 1.75 de altura, olhos castanhos e cabelos pretos, além de pernas grossas e umas boca que é uma delicia ( ao menos é isso que dizem). Bom namorava Alexandre a alguns meses e decidi que ele seria o primeiro, e assim foi, mas oque vou contar aki é a “outra” primeira vez. Alexandre aliás é branco, cabelos castanhos claros (quase loiro), 1.80,lindos olhos verdes.

Um tempo depois da nossa primeira transa, num sábado qualquer estávamos enfadados alugamos um filme e ficamos em minha casa, a família toda estava lá mas fazer oque né?!

Depois de um tempo de filme todos foram dormir. Como o filme não estava lá essas coisas, começamos a nos beijar. Alias o “encaixe” do nosso beijo é o máximo, quando nos conhecemos nos beijamos por uma eternidade antes mesmo de saber o nome um do outro.

Consequência: a coisa foi esquentando, esquentando, disse pra pararmos, afinal alguém podia acordar. Ele levanta e diz: - Vem. – E me puxa pra cozinha. Fitei aqueles olhos verdes me olhando com tanto desejo e simplesmente não pude dizer Não.

Como em casa nunca notamos o que há, foi Alexandre achou um espaço entre os armários que parecia ter sido feito pra nos...

Ele encostou-se na parede, pressionei meu corpo junto ao dele e senti sua mão abrindo meu short, desci minha mão até sua calça e senti aquele já conhecido volume e saber que estava assim por minha causa sempre me deixava mais excitada. Seus dedos já brincavam dentro de mim (me deixando louca de tesão) quando comecei a acariciá-lo, Ficamos assim algum tempo. Tirei sua mão e me abaixei para colocá-lo na boca. Sentir aquele pau ficando mais duro enquanto minha língua deslizava por ele era maravilhoso, chupava devagar sentindo todo ele na minha boca. Der repente ele me puxa pra cima e me coloca encosta na parede. Sá consigo olhar pra ele e dizer: - Quero vc. Ele abaixa meu short afasta minha calcinha, beija meu pescoço e diz coma voz rouca: - Me quer, quer meu pau dentro de vc? Enquanto o esfrega na minha “entrada” já toda melada de tanto tesão. Sá consigo balançar a cabeça afirmativamente.

Ele começa a meter, devagar. Me fazendo sentir cada centímetro dele dentro de mim. Gemi um pouco alto, ele cobriu minha boca com uma das mão e começou a meter mais rápido, perdi a noção de tudo até sentir sua mão acariciando meu “anel”. Aquilo estava tão bom, mas recobrei a consciência ao lembrar do “estrago” que ele tinha feito na minha buceta na primeira vez, imagina “lá” como não ia ser. – Que vc acha que ta fazendo? Perguntei.

Ele me olha, se mexe devagar dentro de mim, e novamente perco a noção de tudo. Ele sussura – Vc vai gostar. E me vira contra a parede. Não sei que poder ele tinha sobre mim nessas horas, mas não conseguia dizer não pra ele.

Ele coloca a mão na minha boca novamente e começa a forçar, fiz menção de sair daquela posição. – Quieta ele diz, adorava quando ele encarnava o machão. Ele continuou forçando e finalmente entrou, se não é a mão dele sobre minha boca a casa toda teria acordado. Ele forçou até entrar tudo e parou até que eu me acostumasse com aquilo.

Por incrível que pareça comecei a sentir prazer com aquele volume todo atolado no meu rabo. Mexi os quadris, ele entendeu e começou a meter devagar, sempre com a mão na minha boca e sussurando ao meu ouvido o quanto akilo estava bom. Aquele misto de dor e prazer foi ficando cada vez mais intenso, ele começou a ser mover mais rápido, mais rápido eu estava quase desfalecendo e pedi que ele terminasse, ele gozou na entrada do meu rabo arrombado e akele jato quente aliviou um pouco a dor.

Não consegui me mover, pasma que estava com oque tinha acabado de fazer, ele me virou pra ele e disse – Vc é maravilhosa sabia?

- Mas ainda tenho mais coisas pra aprender certo? Ele sorri, maliciosamente: - Teremos tempo pra isso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos veridico de priminhacontos eroticos gay novinhoconto erotico podemos a mae do meu amigoestuprada na lanchonete contoscontos eróticos ela levou ferromulher do gelou grande fudedocontos erotico. de casadaconto erotico fui no pagode e comi um travesticonto comendo viuvamulher depravadacontos manafui dormir na casa do meu primo e ele acordou de pau duropolicial come putinho na viatura no porno gayconto minha tia timoda no banho contos quando novinha transei com porco na Fazendacontos eroticos quando era novinhaFudendo no pomar perto do marido contoeroticodescubri q ela tinha um amante e chantagiei contoscontos eróticos escravo da professoraContos eroticos guspe na bocaContos eroticos pega a força por pmOs travestis qui São quaz mulherdei p meu genro contominha tia casada matutinha contosfilme porno com gay aguentado dois punho no cu de uma vez mais grinta de dorconto erotico meu aniversario comi minha sogra e minha esposaContos eroticosdonaa mulher do caminhoneiro deu sonifero pro marido pra fode comigo. conto.arrombando a enteada contos eroticoscontos eróticos comendo minha alunacomi minha mae na noite que cortara minha energia contos eroticoscontos eroticos presente para cunhadacontos de corno perdi minha namorada virgemfragrância zoofilia caseiro contos eróticos "peladinho" sobrinhocache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php contos duas gostosas dando o cu para um cara pausudoque cheiro tem a buceta de umaeguacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentewww.sexolesbicascontoSentir tezao por tênis feminino e normalContos eroticos creie um msn com nome de mulher e tirei a virgindade da minha filha novinhaConto o zelador e meninoru cdzinhamulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videocontos de sexo depilei minha bucetaComi minha prima safadinha contofiz da minha esposa uma putaComtos mae fodida pelo filho e sobrinhocontos eroticos arrombando a gordaConto erotico cheirando a camizola davovo contos gay estrada calcinhaenteada é chantageada pelo padrastocomofuder uma egua vovó foi lavar meu pintinho e chupou minha rolacarnavaldeputariasContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parábricando d lutinha cm meu tio contosgayhistorias de sexo eu e minha madrasta bia de raboContos Bota no cu tiodoeu mas gostei contoscontos eroticos arrombando a gordamulheres casadas com picudos/contos com fotosContos olhando a mãe dacontos eroticos sou a puta dos meus primos piçudosContos de sexo a amiga da minha mãeconto erotico soniferocontos enbebedei minha mulher para meu irmao comerconto erotico esposa sozinhaConto d esposa magrinha e safadinhacache:d6EGZatXHtYJ:https://android-source.ru/conto_907_amarrada-na-arvore---pt-ii.html buceta carnuda comtos de sexo lesbicas posso dilatar a porta do meu anus todo dia?