Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PADRASTO AUTORITARIO FINAL

Oi,

meu nome é Carla,este é o final de uma serie que relatei minha iniciação sexual pelo meu padrasto,para entender leia os anteriores,beijos.



Acordamos no dia seguinte e logo comessamos a trepada,sá que agora com a participação da minha mãe,eu estava meio tonta,minha bucetinha doia, tinha muita porra nos lençois,porem aquele clima de sacanagem acabou me envolvendo,deixei de ser encarada como uma adolecente,meu padrasto gritou logo quando acordou que apartir daquele momento eu seria sua putinha,e que dormiria na cama deles,trepamos direto, dia e noite por quatro dias seguidos,eu estava exausta,então meu padrasto disse que iria para São Paulo a trabalho e que em sete dias estaria de volta, e que faria uma surpresa para mim,minha mãe pediu para ir com ele pois ela precisaria fazer algumas compras e então eles resolveram que me deixariam aos cuidados de Sr. José o capataz.Então o chamaram colocaram algumas calcinhas em uma sacolinha e disseram para o capataz que cuidasse de mim,não era para dar mole,pois eu estava de castigo por ter repetido de ano,mais para não deixar os peoes me comerem.Fui para casa de Sr. Jose,que fica a uns mil metros da nossa,fui caminhado vestida apenas com minha minuscula calcinha, mostrando meus seios para todos,chegando la sr. José me acomodou em um quarto pequeno e disse que não era para eu me preocupar que ninguem me faria mal, passou a chave na porta e saiu para trabalhar,justificou que era para a minha proteção,então fiquei em casa vendo tv e as vezes ouvinha sussurros do lado de fora e notei que os peoes ficavam na janela se masturbando me olhando e assim foi por toda a semana,por incrivel que pareça de tanto trepar acabei ficando viciada e durante todos aqueles dias SENTI MUITO TESÃO, Sr José me respeitou muito pois eu andava quase nua pela casa dele, porem ele é muito obediente ao meu padrasto,todos estes dias que passei com ele apenas chupei uma vez o cassete grande e negro dele como forma de agradecimento pelo respeito que ele me tinha no sétimo dia como combinado meu padrasto chegou com minha mãe por volta das duas da tarde porem somente mandaram me buscar as 6 pois disseram que estavam preparando minha surpresa,as 6 horas minha mãe entrou na casa que eu estava e me deu uma calcinha de renda preta com uma cinta liga,e um tamanquinho alto, perguntei para que era aquilo e ela disse que fazia parte da surpresa e me condusiu até a sede da fazendacom os olhos vendados,a noite estava um pouco fria e meus seios descobertos ficaram duinhos que doia,fui escutando uma musica tocando que foi aumentando conforme eu fui chegando em casa,subi as escadas com o apoi de minha mãe, ainda não podia ver nada mais escutei muitas vozes,fiquei com medo,deu um grande frio na barriga e minha mãe falou baixinho no meu ouvido para que eu ficasse calma que eu teria a maior noite de prazer da minha vida,pois quem estava ali sá queria trepar.Me colocaram em sima da mesa de jantar,em pé,ainda de olhos vendados e comessaram a cantar um parabens pra voce bem alto, eu não entendi nada pois meu aniversário ja havia passado,fiquei imável,e quando pararam tiraram minha venda e então quase desmaio de vergonha,a sala estava cheia com aproximadamente dez pessoas todos homens,dentre elas estava o pai do meu padrasto um Sr. gordo e baixinho,dois irmãos do meu padrasto,e para meu desespero estava lá o sobrinho do meu padrasto comemorando o aniversário de 19 anos que levou com ele varios amigos,que vergonha,eu seria o presente daquele garoto feio e idiáta que sempre implicava comigo e pior levou seus amigos que eu conhecia e estudavam na mesma escola que eu!!! agora todos sberiam que me tornei uma puta!!!quase caio, então meu padrasto me pegou no colo,coisa facil para ele que era grande e gordo e eu com meus humildes 1.50 de altura,e falou no meu ouvido"eu queria seu cabaço agora que ja tirei quero que todos disfrutem desta maravilha de bucetinha",ameacei chorar e então ele me levou para o quarto e me deu um tapa no rosto e disse que acabaria comigo se eu estragasse a festa do seu sobrinho,pois ele ainda era virgem e sempre teve tesão por mim,e para eu não ser mal criada ele disse que ficaria no quarto enquanto seu sobrinho perderia o cabaço,foi até a sala e o trouxe, o moleque é muito feio, grandalhão desengonsado,com cabelos encaracolados e aparelho nos dentes,tive que dançar para ele tirando minha calcinha, depois me deitei na cama e ele ficou uma meia hora enfiando os dedos na minha bucetinha,depois que ele tirou a calça descobri porque que os amigos o chamavam de tripé,o garoto tinha um cassete enorme que mal ficava duro,chupei por quase uma hora ai ele colocou uma camisinha e me penetrou com tanta força que quase me arrebenta toda, para minha sorte de tanto nervoso ele gosou rapidinho.Então meu padrasto me pegou pelo braço e me levou ainda nua até a sala e todos comessaram a aplaudir o tripé pois acabara de se tornar hominho,meu padrasto então falou bem alto que apartir daquele momento a putinha era para todos,então foi uma loucura,todos tiraram o pau para fora e queriam me comer ao mesmo tempo,minha mãe tambem ficou nua e disse que me ajudaria,então enquanto chupavamos uns outros colocavam em nossas bucetas,comeram meu cú varias veses,se revesavam,quando eu parava para descançar meu padrasto me dava um tapa na bunda e gritava "acabou os machos!!!"ai então comessavam tudo novamente, la pelas tantas da madrugada minha mãe com um copo foi derramando toda a porra que estava nas camisinhas espalhadas pela casa e quase encheu o copo e então me deitaram e derramaram toda aquela porra no meu rosto,meu padrasto segurou meu nariz e abrindo minha boca quase engoli tudo,sai correndo para o quarto vomitar e eles ficaram batendo palmas na sala e rindo muito.Durante toda a minhas ferias fiquei de calcinha como me ordenaram, meu padrasto sempre levava seus amigos do trabalho para me comer.

Não voltei mais para a cidade por dois anos com vergonha,fiz um supletivo e agora estou noiva de um medico,porem toda aquela esperiencia me deixou muto tarada,minha vida sexual é muito intença e breve contarei as orgias que faço com meu noivo,



BEIJOS!!!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos pagando aposta com um boquetecontos de coroa com novinhocontos de rasgando o cu da babaamanda boquete contoscontos gay cavalocontos sexo gostoso numa estrada deserta e na motocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosfudendo com outro contosmae e filha pequena contos eroticoscontos eróticos meu amigo negro enfiou sua rola no meu cuzinho branquinhoesposa puta negao contosconto minha mulher aronbadacontos e historias de zoofilia meu cachorro mamou nos meus peitos cheios de leiteconto erotico fui no pagode e comi um travestiporno tarado sobrinha lundacontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos estrupando idoso no asilocontos eroticos espiei minha tiaconto lesbica professora dominadaeu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus contos a cunhada da primatia gosta de ver pau enorme de sobrinanos 90ho classico conto minha mulher aronbadacontos eroticos com irmãscontos eroticos casada fui subjugadavelho mete na novia que precisa de dinheiro.pintudocontos eroticos casada com cunhadocontos eroticos ensinandoContos dei o cuzinho para a travesti fabiola voguelContos de leitores reais swingcontos erótico de incesto eu novinha ano ... meu tio com 26*6cm de rola me arrombou baixinha de 1m 60 porno boa fodacontos mamae potranca demaisconto erotico cunhada doente mentalgozando vendo a tia lavando roupacu esfolada negao contosContos de masturbação com objetos no ginecologistacontos eroticos arrombando a gordaempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoContos erotico sobrinha magrela no colo do tioIniciando uma virgem contos eroticoscontos eróticos meu tio pauzudoesfreguei a minha pila na bunda da minha tiaconto de transa com o amigo do meu paiContos eróticos vizinho novinhos gay Manausmeus dois professores contos eróticoscontos verídicos com garotas teenso velho tarado me comeu contotravesti delicia de juiz de fora sendo enrabacontoseróticossobrinha menininhabronzeamento com a amiga greluda contoperdendo a virgindade com o meu namoradocontos enfiando picole no cuconto eroticos meu sobrinho viu minha bucetacontos bebendo porrasexo com muito expormos pornodoidocontos de gay passivo dando pro machoconto eróticos de troca de filhaconto de sexo sobrinha galinha parte 2contos esposa deu pro sobrinhoContoseroticos novinha magrinha virgem estupradas pelo tioComendo a mulher do amigo contoscontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiContos reais de mulher com cachorrocontos eroticos já nasci putinhaConto erotico socando até as bolas no rabo da irmã e gozandocontos eróticos encaixada viado da bunda grande no ônibusmachos arrombador de gay afeminadoconvencir minha mulher zoofiliaContos heroticos de mulher que soltou um pum na hora que tranzavaconto d patricinha c o borrscheirocontos casadas descrevendo o corpo com seios e bundas grandescontos eroticos homem engravida esposa e sograminha sobrinha no motel no meu pau conto eroticocontos chavecando o cuzinho da coroacontos picante eu dando o cu pro meu tio gayscóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficante