Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NO BANHEIRO

Olá caro leitor, eu me chamo Junior, vou contar uma historia que aconteceu comigo. Eu sou filho caçula, tenho 19 anos, 1,70 m de altura, magro, branco, cabelo castanho liso e dês dos meus 19 anos que sou gay. Meu irmão Maiocon sabe e não é contra a minha escolha, os meus pais já são diferente, fingem que não tenho nada de diferente, eles nunca me questionarão contra a minha opção sexual. rnrnO Maiocon é muito festeiro, namorador e rodeado de amigos, há um que é o seu melhor amigo, o Jorge um belo negro de 1,80 m de altura todo definido uma delícia de homem e sá tem apenas 19 anos. O Jorge sempre está ao lado do meu irmão, onde um está pode ter certeza que o outro está lá. Jorge também sabe que eu gosto de uma bela pica e não tem problema nenhum com isso, nôs damos muito bem.rnrnEm um desses feriados prolongados meus pais viajaram para a casa de nossa tia que mora no interior, Maiocon logo falo que não queria ir, então eu disse que ia ficar também em casa. rnrnJá era sábado meus pais já tinham viajado, eu estava no meu quarto, quando derrepente ouço vozes lá na sala, quando vou ver era Jorge e mais três amigos, logo um foi providenciando a musica, outro a churrasqueira e meu irmão as bebidas.rnrnA noite estava sendo muito boa, era a festa dos homens, estávamos todos sentados perto da churrasqueira e práximo da caixa de bebidas sá bebendo, comendo, conversando e bebendo mais. Conversávamos de tudo, no inicio a conversa era sobre futebol, o trabalho e carro, depois quando o álcool começou a subir o assunto passou a ser sobre mulheres. rnrnDois dos companheiros não estavam aguentando mais e foram embora. Meu irmão, o Jorge e o Lucas não estavam caídos no chão porque estavam sentados, pois se estivessem em pé já tinham caídos de tanto que estavam bêbados. Eu não tinha bebido como eles mas já tinha bebido o suficiente para ficar tonto e bem alegre.rnrnDepois de ter bebido tanto, me despeço do trio avisando que iria dormir, fui direto para o banheiro para escovar os dentes.rnrnEnquanto estava escovando alguém bate na porta e em seguida abre, era o Jorge pedindo licença para dar uma mijada, antes mesmo de eu responder alguma coisa ele já foi logo colocando a mangueira para fora e fazendo o serviço. Era uma pica espetacular, mesmo mole ela ainda era comprida e cabeçuda. Enquanto lavava as mão eu não tirava os olhos da pica do negão. rnrnQuando Jorge terminou o serviço ele veio até a pia, ficou atrás de mim e lavou as mãos, enquanto isso ele começou a se esfregar em mim, ao terminar de lavar as mãos ele se aproxima do meu ouvido e perguntou se eu aguentaria. Olhei para ele pelo espelho e respondi que aguentaria sim, pois era sá deixar bem babado. rnrnSem perder tempo me virei e desçi as calças de Jorge e enguli aquela piroca toda deixando-a toda molhada, percebendo que Jorge estava quase gozando me levantei e fiquei de costas para ele, o gostoso puxou minha bermuda pra baixo deixando apenas minha bunda de fora e ai ele meteu o dedo molhado no meu cu, me arrepiei todo de tezão. Logo que o dedo saiu veio sua pica cabeçuda, quando a cabeça entrou soltei um grito meio abafado, Jorge ficou quietinho lá dentro depois de alguns segundos ele começou a empurrar, a danada era bem comprida pensei até que ele iria acertar o meu estômago, na hora que sentir suas bolas encostarem na minha bunda ele começou a socar, estava socando com tanta força que parecia que ele queria que as bolas entrassem também.rn rnO trepada boa, estava compensando todo o tempo que passei sem fuder. Eu estava quase gosando quando Jorge goso lá dentro do meu rabo, era tanta porra que senti a porra escorrer pela minha perna. Ainda com aquele ferro lá dentro Jorge começa a me punhetar, não demorou muito para eu gosar, quase tive um treco de tanto tezão, gosar com uma baita de uma piroca no cú foi uma delícia. rnrnQuando Jorge saiu de dentro de mim sentir um grande vazio, mas completamente realizado, e pelo sorriso que estava estampado no rosto do garotão eu tinha certeza que ele estava bem satisfeito. rnrnEnquanto ele se arrumava eu ainda estava de pé apoiado na pia de bunda de fora ainda sem acreditar no que tinha acabado de acontecer. Jorge abriu a porta me desejou boa noite. Esse dia foi o melhor que já tive. rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vivos magras de peitospequenos deixando gozar no peitocontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadrecontos eroticos sobrinha de vestidoso rola melado cuecas fotos18oras.pornconto erótico dei pro Negrão pauggcontos eroticos com lesbicas bofinhosbaixa vidio caceta de travesti duronacasquinha da minha - contos eroticoscontos putinha do papai de nascençacontos eróticos evangelicasnovinhos fodeno apremira veizcontos eroticos fui me ensinua para o papai e acabeiVer casadas falado de conto eroticos que corneo o marido com homem do pau bem grandeCONTOS: TOPO TUDO POR UM HETERO PARTE 1 E 2contos bdsm pedi para que todos me mordessemcontos pornô casal fudendo com a empregadinhaxvidiovelhasgordasconto erotico com comadre pintelhudaconto erotico o cheiro da minha tiacontos veridico uma maluquice com meu marido e um travestimeus aluno roludo contosX video pereriquinhaacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos de padrinhos com afilhadas que engravidamconto. a sugadora de. porraDedo na xoxota contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos porno de velhos com viadoSarado tesao mexendo movimentoContos meu prefeito me comeu com fotosContos gay fazendo a barbaContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistacontos eroticos de lesbicas alucinadas por bucetascontos eroticos fui comida feito puta e chingadacarlão socando ate as bolas no cu da vadiatrasando com asogra derrepeteconto adoro ver minha mulher cagandocontos de tias sexyconto prima casada evangelivacontos eróticos gay Proibidos - Desde Cedo no meu maninhocomendo minha tia a forsa contos heroticosmamaes dormindo sendo acareciada ate gozarclube da depravacao zoofiliasobrinho mandando ve no cu da tia contoscontos eroticos fui violentada fudidae deu xoxotaconto erotico arromba vendadaContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaContos,eroticos de,bucetas com pintas estranhascontos lesbicos visita ao ginecologistacontos eróticos comendo a sogra de como eu soucontos eroticos que saudade da lingua dela na minha bcontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentemulher com contracionar peladaconto lesbico tia iniciando a sobrinhadentista sonifero encoxadaContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaascontos mulher desmaia na pica de borracha da amigatiraram a roupa da esposa contoesposas traindo dando o cu,contos de 1988contos eroticos apostei com minha tia ela pedeu comi o cu delamulheres a mijar por cima da casste grossa do marido Meu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,desabafo sou casada trai meu marido com eletricistaContoserotcos nudismo em famíliacontos eroticos traindo o marido com pivetesconto gay coroa buchudocontos enteadacontos eroticos morena gostosa malhadacoroas donas marta,bundudasdopei meu irmão de oito anos e comi ele incesto gayxvideo zoofilia mulher da a bucetinha apoiada no cavaleteContos erotocos abusadaconto erotico flaguei mamae fodendo com meu cunhadometendoo con vpontadi pornocontos eroticos com sobrinhaFomos a um churrasco bebemos muito e aí rolou contos eroticoscontos eroticos minha namorada virgem