Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COMI MINHA CHEFE GOSTOSA. PARTE II. CONTINUAÇÃO

Continuando a narração dos fatos...rnrnConforme relatei antes a aposta estava concretizada com a Mirela, passaram mais alguns minutos e dei um jeito de migrar para a mesa da Ana, a diretora, entrei no bate-papo ali e daqui a pouco o pessoal foi levantando, alguns indo embora, outros no banheiro, outros "caçando"..rs e ficaram apenas eu e Ana na mesa, sentei em frente a ela e disse:rnrn- ANA, O SEU OLHAR É UMA INCÓGNITA, É MISTERIOSO, PORÉM SEUS PENSAMENTOS SÃO INTENSOS.rnrnEla deu um leve sorriso, sem mostrar os dentes e me respondeu:rnrn- É POR ISSO QUE VOCÊ ME ATRAI.rnrnDe bate pronto respondi:rnrn- PORQUE TEMOS ISSO EM COMUM?rnrnAna disse:rnrn- TAMBÉM POR ISSO.rnrnFalou isso já levantando da mesa e dizendo que iria ao banheiro sem intervalos, como quem não quer ouvir uma resposta.rnrnFiquei ali sozinho na mesa, peguei meu celular e mandei uma msg para ela dizendo:rnrn- A IMAGEM DE VOCÊ PEGANDO UMA PASTA NO SEU ARMÁRIO, NO DIA DE MINHA ENTREVISTA E EMPINANDO ESSE BUMBUM DELICIOSO, NUNCA MAIS SAIU DA MINHA CABEÇA E JÁ ME FEZ SONHAR LOUCURAS.rnrnMandei como última cartada mesmo, pensando se Ela não responder já era e ainda pode me demitir amanhã e até processar, mas arrisquei.rnrnDemorou uns 19 minutos, ela ainda no banheiro, eu já preocupado, sentei até em outra mesa com outro pessoal, quando chega a resposta dela por msg também:rnrn- AQUELE DIA EU ESTAVA DE CALCINHA, HOJE NÃO. E AQUELA PASTA AINDA ESTÁ LÁ, NO MESMO ARMÁRIO E EU AINDA PRECISO DELA, VOU BUSCA-LÁ, QUER IR COMIGO?rnrnRespondi:rnrn- CLARO, 30 MINUTOS APÓS VC SAIR ESTAREI LÁ, PARA TE AJUDAR.rnrnO escritário ficava a duas quadras de onde estávamos, já estava fechado, mas ela como diretora tinha a chave e acesso quando desejasse, falei 30 minutos para não dar muita bandeira, afinal estava quase a empresa toda ali.rnrnEm seguida ela saiu do banheiro, já dando tchau para todos, deu um tchau geral bem rápido e já saiu.rnrnA Mirela, que tinha sumido aparece dando risada da minha cara e dizendo que eu estava ferrado, fazendo um monte de piada e dizendo que a Sônia (a qual já descrevi anteriormente), iria ter a noite dos sonhos dela e tal. Deixei ela brincar um pouco e então falei:rnrn- MIRELA, DAQUI 1 HORA QUERO VOCÊ LÁ NO ESCRITÓRIO, COMO PARTE DE NOSSA APOSTA, SE VC NÃO FOR, CONSIDERE QUE NÃO CUMPRIU SUA PARTE E NÃO VALE MAIS A APOSTA.rnrnFalei isso sério e sai, fui ao banheiro dei uma ajeitada, passei mais perfume, sai do banheiro dei tchau para todos, uma piscada para a Mirela, que me olhou com cara de interrogação e sai em direção ao escritário.rnrnChegando lá a porta estava aberta, entrei, fechei a porta e fui direto em direção a sala da Ana e lá estava ela, sentada na cadeira dela, deliciosa com uma cara de safada maravilhosa me olhando, mandou que eu me sentasse como no dia da entrevista, obedeci, levantou-se e tirou a roupa toda, com cara de safada, aqueles peitinhos com bicos bem rosados durinhos, ela tem com silicone nos peitos então são bem durinhos e em um lindo formato, usa piercing no umbigo, jamais imaginei que aquela diretora séria, usasse piercing, pois bem, linda, maravilhosa, foi em direção ao armário e fez o mesmo movimento daquele dia para pegar a pasta, agora sem roupa, empinou aquele lindo e arrebitado bumbum bem em minha direção, inclinou muito o corpo e abriu bem as pernas, pernas torneadas de quem faz academia, lisinhas um pouco bronzeadas, aquela bucetinha maravilhosa já encharcada que quando ela abriu as pernas deu para ver o quanto encharcada estava aquela bucetinha, nessa posição com as mãos lá no alto e totalmente empinada ela olha para mim e diz:rnrn- ME AJUDA?rnrnEu me levantei já totalmente excitado, e fui a beijando começando pelo seu pé, passando pelo tornozelo, chegando em suas coxas onde lambia e chupava, enquanto minha mão já esbarrava de leve, propositalmente de leve, a bucetinha dela e o cuzinho dela que estava totalmente vulnerável, foi beijando e lambendo a virilha dela, as coxas bem perto da bucetinha dela, com meus dedos o tempo todo percorrendo o corpo dela, ela já gemia, urrava e tremia de prazer, fui subindo a beijando passando por sua barriguinha até chegar em seus peitos, onde lambi e chupei muito, pegava forte com as duas mãos aqueles peitões e metia minha boca com vontade neles, enquanto isso ela tirou minha calça e cueca com força e pegou com vontade no meu pau, que estava muito duro, posicionei minha coxa para roçar na buceta dela, lambia e beijava algumas vezes seu pescoço, beijava com força sua boca, chupava sua língua, lambia sua orelha, voltava para seus peitos, lambia sá os bicos enquanto ela esfregava com força a buceta em minhas coxas, apertava com força meu pau e gozava loucamente nessa posição...gozou muito, até ficar mole, nisso fui por trás dela, mandei que ficasse naquela posição com as duas mãos no armário e o rabo arrebitado para mim que ela seria arrombada, fiquei atrás dela beijando a nuca dela, passando a língua nas costas dela toda e roçando meu pau no cuzinho e na buceta dela que estava tão encharcada que sá de passar perto meu pau já ia entrando, mas eu judiei um pouco, passava meu pau na buceta dela inteira, por fora, tirava dali todo molhado e passava ao redor do cuzinho dela, fiz um pouco isso e ela louca me disse:rnrn- ENFIA ESSE PAUZÃO GOSTOSO EM MIM LOGO SEU FILHA DA PUTA, TÔ TODA GOZADA.rnrnEu falei:rnrn- QUER GOZAR NO MEU PAU SUA PUTINHA? QUER QUE EU COLOQUE MEU PAU AONDE?rnrnEla respondeu:rnrn- ONDE QUISER, MAS ENFIA LOGO POR FAVOR.rnrnRespondi:rnrn- ENTÃO EMPINA BEM PARA MIM QUE VOU TE COMER IGUAL UMA VAGABUNDA AGORA.rnrnFalei isso enquanto colocava a camisinha.rnrnDei um tapão naquele rabo gostoso empinado para mim deixando minha mão marcada nele, ela sá gemeu, posicionei meu pau bem na entrada da bucetinha dela, coloquei minhas duas mãos bem nas ancas dela, segurei bem forte para não escapar mesmo, peguei impulso e com toda a força estoquei o pau dentro dela, com tanta força que ela foi de encontro ao armário e deu um grito e gozou muito naquela hora mesmo, voltei o rabo dela para trás e comecei a bombar naquela posição mesmo, sá lembrando do dia da entrevista, bombava forte e falava várias sacanagens no ouvido dela, então perguntei o seguinte:rnrn- VOCÊ QUERIA ME DAR DESDE AQUELE DIA NÉ SUA VAGABUNDA?rnrnEla respondeu:rnrn- SIM GOSTOSO, FODE TUA VADIA BEM GOSTOSO, DELÍCIA.rnrnSegurei os cabelos dela para trás e bombava feito louco dentro dela, com a outra mão eu segurava firme a cintura dela e as vezes deslizava meu dedo para o cuzinho dela, melando ele todo e colocando devagar meu dedo lá dentro.rnrnDepois disso mandei ela se ajoelhar e lamber meu pau que estava todo gozado por ela.rnrnEla prontamente se ajoelhou e como uma vaca chupava e lambia meu pau, chegava até se engasgar mas não largava, passava meu pau na cara dela e falava que meu pau era delicioso e queria minha porra na boca dela, falei que daria o que ela merece.rnrnMandei ficar deitada na mesa dela, com o bumbum virado para mim, então comecei a chupar e lamber a buceta gozada dela e tirava todo líquido dali e com a língua levava até o cuzinho dela que já estava até meio abertinho de tanto eu socar com os dedos, fiz isso por um tempo, dai me deitei sobre ela, fui até o ouvido dela e sussurrei:rnrn- VADIA IGUAL VOCÊ EU COMO O CUZINHO BEM GOSTOSO.rnrnPosicionei minha vara no cuzinho dela e fui enfiando, entrou mais fácil do que eu esperava, ela gemia muito alto e me chingava:rnrn- TÁ ME ARROMBANDO FILHO DA PUTA, PÕE TUDO ESSE PAU GROSSO SAFADO, QUERO ESSE PAU ATOLADO NA MINHA BUNDA.rnrnFiquei maluco, enfiei tudo bombando bem forte, aquele rabo estava sedento por um pau, ela gemia, gritava, apertava meu pau, depois de um tempo assim ela pediu para sentar no meu pau.rnrnDeitei no chão e ela veio por cima, de costas para mim, posicionou o cuzinho na cabeça do meu pau e foi sentando, foi um pouco difícil entrar mas aos poucos foi entrando, eu fiquei encostado na parede, sentado no chão, então ia lambendo a nuca dela, trazendo o corpo dela de encontro ao meu e esfregando o grelinho dela com meus dedos, ela estava maluca, urrava gritava, gemia muito, levantava e sentava e rebolava com meu pau atolado na bunda dela, eu anunciei que ia gozar, ela na hora levantou e caiu de boca no meu pau, eu levantei e ela ficou ajoelhada gemendo com meu pau na boca dela, então eu gozei muito naquela boca, fiquei quase 1 minuto gozando dentro daquela boca deliciosa e ela gozando com meu pau na boca dela, depois ela me contou que tem tara por engolir porra e goza quando isso acontece, não queria largar meu pau mesmo gozada, nisso eu pensando em me recompor, entra na sala a Mirela (a secretária), olha para nás dois e bate palmas...a Mirela tem um senso de humor incrível, ficamos eu e a Ana paralisados, todo gozados olhando pra Mirela que fitou os olhos no meu pau ainda duro...rnrnMas o restante dos fatos, contarei na sequencia, foi uma noite muito intensa, na sequência escrevo o restante e concluo, esses fatos foram todos verídicos e me deixam maluco quando lembro, por isso vamos com [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos titia mando eu arromba seu cu gordoxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1conto primeira suruba com minha esposatio comendo a sobrinha em pé na cozinha ela de saia pela greta da calcinhaContos eróticos malíciaminha namorada exibicionista contos eroticoscontos quando eu era criansinha meu pai e mh mae me obrigava a eu dar a mh xaninhaconto erotíco fui sedusida nova e gosteicontos eroticos acampamento pirenopolisContos eroticos cinemareais conto de incesto mamae mi deu pro pai e irmao mi comerquero ver buceta do pigele gradecache:b0LVhW2lUCMJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=22 contos eróticos afim do papai conto gay "tem que implorar"Fiquei bebada e com o cu cheio de porracontos eroticos de pastores cadetudocontos tomei no cu gostosocontos eroticos arrombando a gordacontos picantes seduzindo o cunhado sem quererContos er meacordei com o pinto na bucetacontos eróticos mendigo no ônibuscantos erotico casada com lixeirover contos eroticos de empresarios comendo o cu de empregadoguarda noturno maduro conto gaycontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos selvagensMeu pai me vendeu pro um velhocontos eroticos viadocontos crossdressers no cinemacontos eróticos me bater castigocontos erotico vovo e a vovo lamberam minja bucetaso metendo n mato n buceta da minha filha n causinha video mobilcontos eróticos entre mulheres e homens super dotadoscomi o cu da velha no becocontos um anjo de sobrinhacontos eróticos namorada virgemPAPAI FUDEU MAMAE E A TIA CONTOS ERÓTICOSgarotinha de fil dentalsentei no colo do meu colega no onivus e ele ficou muito excitado contos de mulhermeu cao meu machocontos trepei com um braco de 23cmconto erotico putinha desde novinhaEstuprada pelos cachorros contos eroticoso militar tirou minha virgidade contosContos de zoofilia: na fazenda com 6 dogs gigantestravestis arombadores de cu contocontos eroticos papai fudendo a filhacontos eroticos comi uma mulher casada em uma cidadezinhadei o cu no campig homoxesuaiscontos eroticos castigo da filhaconto erotico chantageando filha prostitutacontos eróticos vovó dando o cu para jumentoconto erotico rapaz ficou com irmã novinha qcoamamentei meu pai encrstosexo.com trilogia com a bunda nos seios pequenos e durinhoscontos eroticos nordestecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eróticos forçada a fudderconto eróticos comi rabo mãe doamigoboquete sem lavar baixarmulher cagou durante o anal numa festa contos eróticoscontos/ morena com rabo fogosowww.contoseroticosrabudas.comesfregacao de rola contos amigos punheteirosrelatos de esposas de cornos mansosMaicon tá doida ela me pediu pra comer sua esposa na frente deleconto erotico gay wesleycontos dormi de fio dental e me ferreicontos novinhafoi chantageada pelo meu colega de trabalhoo carteiro me pego com roupas femininas gaycontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepornô contos sobrinha se assusta com o pau mostro do tiominhasobrinhae sua amigacontoscontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavam