Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHUPAR ME VICIOU

CHUPAR ME VICIOUrnrnVontades de ter um relacionamento com outro homem passavam pela minha cabeça diàriamente e fazia anos. Socialmente me recusava aceitar este comportamento e assim ia alimentando a mulher que me habitava usando na intimidade solitária das paredes dos hotéis, quando em viagem, uma enorme variedade de roupas e adornos femininos. Era casado. Todo cuidado era preciso, embora minha mulher fosse desligada de sexo, engordara barbaridade e sá pensava em artesanato, exposições, viajar. Desta maneira eu que já vinha desejando um macho, fui cedendo aos desejos e entre outras coisas, o uso de calcinhas que era esporádico e sempre em viagens, passou a ser diário. Muito arriscado. Muito. Amortecia meus desejos imediatos mas despertava enormes vontades futuras. Bem fazer sexo oral, era uma obsessão. Minhas fantasias masturbatorias me levavam ao delírio quando via fotos e me imaginava chupando membros e sentindo o prazer das golfadas de esperma. Tinha o medo, mas este medo parecia impulsionar ainda mais os femininos desejos subterrâneos. Havia naquela época um cinema na Praia de Botafogo, no Rio de Janeiro, onde pessoas se encontravam e realizavam seus meritários desejos sexuais. Passava sempre por ali, resistia, mas naquela chuvosa tarde decidi entrar, impulsionado pela vontade e mais ainda pelo magnético olhar daquele enorme homem com quem mais uma vez eu me encontrava na saída do estacionamento. Parecia me esperar e intimamente eu também sempre esperava encontra-lo. Caminhou na minha frente, fez uma espécie de parada na lanchonete que tinha na porta do enorme hall, e me olho de forma quase suplicante, indicando a entrada. Era demais esperar de mim não ir! Meu corpo parecia arder em brasa. Paguei, entrei e perdido na imediata escuridão, tratei de esperar, encostado na parede que amparava a ultimas fileiras. Minha vista foi se ajustando. Ele estava ao meu lado. Olhava-me e aproximou-se até o contato dos corpos. Mão na minha cintura, alisando, que loucura, como era bom, como era sensual... Pegou minha mão e de forma decidida como se meu dono fosse, levou-me para uma das fileiras, colocou sua mão sobre meus ombros depois que sentamos e delicadamente me fez sentir pela vez primeiro a delicia de ter uma boca masculina na minha. Um beijo delicioso, que me fez entender que a retribuição era o melhor. Beijei, abri meus lábios, senti sua língua, retribui e como decorrência ele encaminhou minha mão para seu pau. Um choque de desejos. Intensas contrações. Era eu agora a beija-lo, oferecendo minha boca e acariciando voluptuosamente o caralho magnífico que já estava solto, livre. Estávamos ambos absurdamente excitados. Levantando-se ele me indicou a primeira cadeira junta ao corredor, ficou em pé ali e foi me fazendo sentir as caricias da dura carne no rosto, nos lábios, que sem receios o sugaram. A chupada foi intensa e mesmo sem pratica, vez primeira, dei aquele objeto de doçura todo o meu encanto e logo ele iria gozar. Acariciava minha cabeça, meu rosto, passava os dedos em meus lábios, ia vinha e já perto do gozo me deu a liberdade de escolher. Escolhi que saborearia aquela gozo. E veio, parecendo uma cascata, me enlouquecendo de desejos, e cada gota que engolia todas, era um salto para a liberdade. Adorei ter a experiência com ele. Ser o responsável por aquele orgasmo tão sadio. Bem dali em diante nos vimos muitas vezes, quase todas para fazer o sexo oral. Até o dia em que tendo a oportunidde eu fui mulher para ele. Outro conto, outra estária.rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionistazoofilia umcacete enorme pra pequena putaContos eróticos fui cavalgar com meu marido e o cavalo me comeu zoofiliaver travesti de shortinho bem curtinho e bem dotadacontos tia gostosaa ai delicia ai vai vaiconto policias arebentarao cu mae filhaconto porno comi minha maecontos eroticos gay no cinemacontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carrocontos eroticos gay meu vizinho negro de dezesseis anos me enrabou quando eu tinha oito anoscontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhocontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosadesabafo sou casada trai meu marido com eletricistacu cona mijo enfioucontos eroticos gays romance primoconto erotico com crenteContos com cu de idosasshomen preto com olhos castanhos peladinhoshomens com pau instigantecontos eróticos um cavalofui errabada pelo meu avoContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscontos eróticos de aronbando a dona de casa por dinheirohistorias eroticas fudendo a mulher carente do meu tiocontos erotico eu minha esposa gostosa e meu sobrinhocasa dos contos o jegue de bigodescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentehistoria dos k fizeram zoofila pela primeira vezMelhores contos eroticos sobre bem.dotadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sofrendo na piconacontos meu primo malvado me comeucontos eróticos de sobrinhas postado recentementevideo sexi coiada esticada de manhã cedoconto erotico gay no nordestecontos cara comeu minha mulher devaga pra mim nao ver contosa primeira f*** com travestiporno doido ficano cm amiga da minha irma e minha irma olhano e ficano muito esitadacontos enbebedei minha mulher para meu irmao comereu curto cunhada casada fica excitada a dançar com cunhadocontos de coroas carentes traindo seus maridos com jovensConto erotico dei pro meu papai e tioeu e minha tia no banheirosempre fui safadinha contos mendingo contocontos dei o cu pro agricultor pauzudomulher que ja sento no maior peni todo atoladorelatos eroticos cdzinha lindacontos eroticos gay eu viciei e comer cu de menininhos da roçavideos de molhe rosado a buseta na onttra e gozandofreiras lesbicas comendo a novinha virgem sem pudor contoincesto fudi a minha mae na casa de swing sem saber que era a minha mae desabafo verdadeO primo de minha namorada dormiu na casa dela contosempregada deu a bucetinha ao patrao sobre chantagemContos de estupro homens 100 quiloszoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazerenfiando na bucetavarias coisasrelatos arrombei a amiga da minha irmacontos eróticos estuprando duas novinha na minha casaContos eroticos enrrabada por um cao picudoContos eroticos moreninha fudendo gostoso com seu vovo a troco de dinheiroconto mendigos me estupraramrelatos eroticosde portuguesas de noVinhascontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaopai com filha muito novinha contosgays cornos contos no cinema vídeosmae.e filha me chuparamcontos erotico meninas dorfanatocorno viado contoscontos eróticos um cavalocontos eroticos gay meu padrasto de vinte e quatro anos me enrabou dormindo quando eu tinha nove anospeitinhocontoscontos eroticos com cavalomuito tempo sem mamar no pauComtos mae e filha fodidas pelos amigos do paivídeo pornô a mãe dela tava de biquini o genro só dava a sogracontos Recém casada traindo marido com dono da casaContos eroticos de transesual comendo lesbicaesposa depilando no banho contoscontos eróticos comi minha madrinha