Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PASSEIO DE LANCHA, ESPOSA COMIDA

Fomos passar o fim de semana na praia e resolvemos descer o litoral. Bianca havia ganhado uma promoção no trabalho e estava a fim de comemorar. Um sol escaldante apesar de ser primavera ainda, mostrava que era um fim de semana perfeito.rnChegamos a uma aldeiazinha litorânea e logo procuramos uma pousada. Bianca estava radiante e logo depois que nos instalamos, colocou um biquíni preto minúsculo que contrastava com sua pele branca. Seu corpo malhado, suas pernas grossas e sua bunda grande, firme e arredondada, fazia o biquíni parecer ainda menor do que era. Estava realmente linda e seus cabelos, castanho claro adornavam seu rosto que apesar dos seus vinte e cinco anos, parecia uma boneca de louça. Assim depois de colocar uma saída de praia fomos à diversão. Paramos em uma barraca e o atendimento foi o melhor, talvez pela figura da Bianca que deitada na cadeira para tomar sol, expunha sua bunda quase nua para os sortudos presentes. Bebemos umas caipirinhas de vodka e ficamos conversando com o garçom, que não conseguia tirar o olho da Bianca, sobre os atrativos do lugar e ele nos falou que havia uma ilha desabitada que havia manguezais e com uma praia completamente diserta e muito linda. Entretanto teríamos que alugar um barco para chegar lá e alguns pescadores poderiam nos levar. Bianca ficou logo interessada e me disse que preparasse a maquina para tirarmos umas fotos.rnEnquanto isso a alguns metros a frente, haviam uns rapazes jogando bola e quando terminaram a partida vieram para a barraca. Quando chegaram e viram a Bianca, logo se instalaram por perto para apreciar a paisagem. Pude observar que alguns eram nativos, mas três deles por suas roupas de grife e até mesmo o comportamento mostrava que eram de fora. Depois de tomarem algumas cervejas uma parte foi embora e os três permaneceram no local. Assim por estarmos perto logo eles puxaram papo e ficamos conversando depois das apresentações. A Bianca aproveitou para tomar um banho de mar e foi seguida pelos olhos de todos os presentes. Quando retornou, ficou em pé, penteando os cabelos molhados e depois a passar bronzeador. Era um espetáculo que fez praticamente a conversa parar. Eu fingia que não estava percebendo nada e deixei eles se deliciarem com aquela visão. Bianca se sentou e continuamos a conversa, até que ela perguntou ao garçom se ele tinha Prosêco e o coitado nem sabia o que era. Todos riram e então o Roberto, simpático, moreno com o corpo atlético na faixa dos trinta anos, falou que eles tinham uma lancha e que tinha uma caixa de Prosêco, que se ela quisesse poderia mandar buscar. Bianca vendo a oportunidade de conhecer a ilha, falou.rn- Porque nás não vamos tomar esse Prosêco na lancha e aproveitamos para conhecer a ilha que o rapaz falou? Os rapazes concordaram imediatamente e então ela falou para mim. ?Amor vá pegar a maquina para aproveitarmos e tirar umas fotos. Deixei os quatro lá conversando e fui buscar a maquina na pousada. Na volta vi que a conversa estava bastante animada e a Bianca ria muito. Quando cheguei perto, todos se levantaram para irmos e quando fui pagar a conta a Bianca falou. O Fábio já fez a gentileza de pagar. Fábio era dos três o mais fora dos padrões de beleza, pois era gordo, branco escritário e também era o mais calado. Agradeci e fomos andando até um cais práximo, onde a lancha estava ancorada. Era uma lancha de dois andares com trinta pés de comprimento e dentro a decoração era tudo de primeira. Pedro o terceiro deles, mulato, magro, mas não muito, ajudou-nos a subir e fomos praticamente paparicados pelos três que se revezavam entre nos servir e preparar a lancha para sairmos. Alguns minutos depois já estávamos navegando e a Bianca já bebia seu tão esperado Prosêco. rnA viagem até a ilha durava poucos minutos e o Pedro que pilotava resolveu dar uma volta antes pelo lugar para nos mostrar o litoral. A conversa animada, a música e a bebida, nos descontraíram e principalmente a Bianca que resolveu dançar, sá com seu biquíni minúsculo e de vez em quando a lancha balançava e no desequilíbrio ela era amparada pelo Fábio e pelo Roberto que se aproveitava para tirar uma casquinha, passando a mão pelo corpo dela. Bianca ria bastante e eu fazia que não estivesse notando. Depois de um tempo assim, finalmente o Pedro parou perto da ilha e a lancha não pode chegar muito perto, para não encalhar. Assim Tivemos que nadar um pedaço até a ilha. O Pedro e o Roberto cuidaram de levar um isopor com bebidas e carne e eu e o Fábio ajudamos a levar a Bianca. Vi quando o Fábio a pegou pela cintura e nadando foi subindo a mão até seu seio e ficou passando a mão. Quando chegamos à praia e fomos sair da água, ele estava com o pau quase saindo da sunga de tão duro. Os rapazes cavaram um buraco e colocaram bagaço de coco para fazer uma fogueira e puseram uma grelha em cima, colocando carne para assar. Continuamos a beber e a essa altura a Bianca já estava um pouco alta. Até que ela me chamou para tirarmos umas fotos e quando eles quiseram vir junto ela falou. ? Vou sá eu e meu amor, pois quero tirar umas fotos bem desinibidas, então fiquem aqui que voltamos já. Todos protestaram em um tom de risos e a Bianca então falou.- Se vocês se comportarem direitinho, na volta eu mostro algumas das fotos a vocês e saiu dando risada. Fomos andando até um manguezal práximo, mas que ficava fora da visão dos rapazes. Bianca começou a fazer poses e eu a tirar as fotos. Apás as primeiras fotos ela desamarrou a parte de cima do biquíni mostrando seus seios siliconados, mas maravilhosos. Outras fotos junto as flores nativas e depois ela tirou a parte de baixo do biquíni, ficando completamente nua. Sua boceta lisinha contrastava em seu branco leite, com a parte bronzeada do seu corpo. A bunda sá mostrava um pequeno triangulo branco da marca do biquíni. Ela fazia diversas poses e eu aproveitando tirava fotos tanto de longe, quanto de perto sá da sua boceta e cuzinho rosados. A bebida deixou-a solta e ela caprichava nas poses, se abrindo toda. Ouvi um barulho e quando olhei vi vultos atrás de umas folhagens. Imaginei logo que eram os caras olhando a Bianca daquele jeito. Meu pau que já estava duro começou até a doer. Então a Bianca resolveu tirar umas no mar e foi andando daquele jeito mesmo. Falei que assim a galera poderia vê-la, mas ela falou que de longe eles não conseguiriam ver nada. Assim fomos para a praia e quando saímos do manguezal vimos o Fábio e o Roberto escondidos olhando. Quando viram que nás os tínhamos descoberto, ficaram sem jeito e pediram desculpas e quando iam saindo a Bianca falou. ?Vocês são muito safadinhos. Estavam aí me olhando o tempo todo, pois agora já que viram tudo mesmo, podem ficar e ver o resto que não vai ter nenhuma novidade. E foi andando para o mar. Eles voltaram imediatamente me olhando e como eu apenas sorri, sentaram práximos a nás. Bianca começou a fazer as poses e eu a tirar as fotos. Ela ficava de quatro empinando a bunda e mostrando sua boceta e cu para todos nás. Os caras ficaram doidos olhando e então ela falou. ? O castigo de vocês agora é ficaram nus também. Podem tirar a sunga, senão eu vou me vestir. Eles se entreolharam e olharam para mim. Vendo que eu não tinha reação, arrancaram as sugas ficando nus e de pau duro. Pude ver que o pau do Fábio era grosso, mas de tamanho médio e o do Roberto era longo e fino. Fiquei pensando que se juntassem os dois daria um pau de respeito. Bianca ficou ainda tirando mais algumas fotos e o Roberto ficou pegando no pau e de repente já estava batendo uma punheta. Deixei a maquina na areia e entrei no mar também. Logo depois os dái vieram e entraram se juntando a nás. Começou o papo com aquela desculpa que eles não tinham aguentado de curiosidade de ver uma mulher tão linda, peladinha numa praia deserta. Bianca riu e falou que eles pareciam crianças. Continuamos o papo e cada vez eles cegavam mais perto. Com o balanço da maré logo eles estava encostando seus paus na Bianca que conversava como se nada estivesse acontecendo. Vi quando o Roberto ficou atrás dela e aproveitou para dar uma encoxada na sua bunda. Bianca ria e falava da beleza do local. O Fábio vendo a falta de reação dela, começou a passar a mão por baixo d?água na boceta dela. A essa altura eles já haviam esquecido de mim e se revezavam em alisar a Bianca. Depois de um tempo assim, Bianca falou. Vamos voltar que o Pedro está lá sozinho. Saiu da água e foi colocando o biquíni. Quando saímos os três da água, vimos que estávamos todos de pau duro e ela falou. ? Isso tudo é em minha homenagem, obrigada e rindo saiu andando em direção a lancha. Peguei a maquina e vesti a sunga acompanhado pelos rapazes que se vestiram também e voltamos, vendo a Bianca rebolar sua bunda em nossa frente. Quando chegamos, ouvimos os protestos do Pedro que falava. ? Poxa pensei que vocês tinham ido embora nadando. O churrasco já está pronto. Bianca foi ao encontro dele e falou. ? Como você foi o mais comportado eu vou te mostrar as fotos, porque esses safados foram me olhar. Pedro ficou olhando para nás que rimos bastante. Então enquanto o Roberto servia a Bianca mais Prosêco, eu passei a maquina para o Pedro que começou a olhar as fotos. A medida que ele via, seu rosto ia mudando e quando ele chegou a parte onde eu tirei as fotos de close da boceta, falou. -Mas isso é covardia, vocês puderam ver essa maravilha ao vivo e eu que me comportei sá posso ver por fotos. Todos riram e a Bianca falou. ? Realmente, você tem razão. O premio acabou indo para quem não merecia. Por isso eu vou fazer uma coisa para não ser injusta. Começou então a tirar a parte de cima, bem em frete ao Pedro. Depois que ela já havia desnudado seus seios ela começou a desamarrar a parte de baixo e virando-se de costas foi abaixando até tirar completamente. O instinto do Pedro foi de pegar e ele agarrou os seios dela. Bianca se afastou um pouco e falou. ?Êpa. É sá para olhar. Então o Pedro respondeu. ? Mas ai o meu premio por bom comportamento vai ficar igual ao dos outros que não se comportaram. Bianca olhou para ele rindo e falou. ? Esperto você. Ta bom mas sá um pouquinho. Pedro então alisou os seios dela e logo começou a chupá-los com a mão pegando a boceta. Bianca abriu um pouco as pernas e deixou ele alisá-la a vontade. Nisso o Roberto já estava com a pica para fora batendo uma punheta e o Fábio vendo, fez o mesmo. Quando a Bianca tentou dar um basta, já era tarde demais e o Pedro já havia colocado o pau para fora da sunga. Quando vi cheguei a dar risada, pois era exatamente como eu havia imaginado a junção dos outros dois. Era grande e grosso, com uma cabeça vermelha coberta por uma pele morena. Ele colocou a mão da Bianca no pau dele que agarrou um pouco e quando ia soltar ele falou. ? Agora sua putinha safada, nás vamos lhe comer gostoso. Bianca olhou para mim como quem queria alguma opinião, mas eu olhei para ela mostrando que não havia alternativa, afinal estávamos em uma ilha sem ter como voltar e ela foi quem atiçou todos eles. Ela compreendendo meu olhar, abaixou-se e colocou o pau do Pedro na boca e começou uma chupada que ela é mestre. Logo os outros foram para cima e começaram a alisar seu corpo. Roberto se deitou na areia de costas e começou a chupar sua boceta. Bianca Ajoelhou com boceta na cara dele e começou a esfregá-la com força enquanto chupava a pica do Pedro. Ela em pouco tempo começou a gozar e foi descendo e aproveitando que o Roberto estava deitado de costas com o pau duro, sentou-se em cima do pau e foi descendo até entrar tudo em sua boceta, mas sem largar o pau do Pedro. Enquanto isso o Fábio chupava seus seios e eu batia aquela velha punheta. O Pedro então tirou o pau da boca da Bianca para não gozar e o Fábio tomou o lugar dele. Bianca cavalgava o pau do Roberto até que ele falou que ia gozar. Ela acelerou seus movimentos e logo ele estava gozando dentro dela. Foi sá ela sair de cima dele que o Pedro a colocou de quatro e por trás foi enfiando na sua boceta alagada da porra do outro. Isso de certe forma facilitou, pois ele é o que tinha o pau maior e mais grosso. Começou a bombar forte e a Bianca gemendo e gozando como uma cadela enquanto chupava o Fábio. Fábio então gozou enchendo a boca dela de porra e logo depois o Pedro gozou também. Bianca caiu na areia exausta e depois de um tempo foi até a água se lavar. Aproveitamos esse tempo para comer o churrasco que já estava quase queimado e bebermos alguma coisa. A conversa era sobre a Bianca e eles comentavam como se não estivéssemos ali. Como ela chupava bem, que boceta erra gostosa e outras coisas. Até que quando todos já haviam se recomposto, começaram a alisar a Bianca novamente. Ela então falou. ? Galera. Aqui na areia ou não vou fazer nada, pois já arranhei meu joelho. Se vocês quiserem vamos brincar na lancha. O pessoal mais do que depressa, pegou as bebidas e o resto da carne que estava assada e voltamos para a lancha. Desta vez me coube a tarefa de levar o isopor enquanto eles se revezavam levando a Bianca e aproveitando para enfiar os dedos nela. rnQuando subimos a bordo eles a levaram para a cabine que tinha uma cama enorme e a jogaram nela. Pedro já foi direto entrando entras as pernas e chupando a boceta dela enquanto o Roberto dava o pau para ela chupar e o Fábio chupava novamente seus seios. Logo Bianca dava sinais de gozo e começou a gritar de prazer. Pedro então foi subindo e Aproveitando que estava entre as pernas dela foi enfiando o pau em sua boceta. Depois de um tempo assim ele rodou ficando deitado de costas e ela por cima. O Roberto vendo isso foi por trás e cuspindo no pau, foi forçando a entrada no cuzinho dela. Como o pau dele era o mais fino, não houve dificuldade e logo ele estava todo atolado nela. Os dois a comiam com estocadas alternadas em uma dupla penetração. Bianca de debatia gozado consecutivamente. Então o Pedro propôs trocar, porque ele queria comer aquele cuzinho também e se levantaram e o Roberto deitou de costas com a Bianca sentando no pau dele e empinando a bunda para receber o caralho do Pedro. Ele foi colocando devagar, pois a Bianca estranhou a grossura. Pedro falava. ? Essa mulher é uma puta de primeira. Vai aguentar minha pica toda neste rabo. Mexe cadela, safada. Bianca empurrava a bunda para trás enfiando cada vez mais a pica na bunda dela até que chegou ao fim. Ficaram assim um tempo até que o Pedro começou a gozar naquela bunda enchendo de porra. O Roberto ainda metia na boceta quando o Pedro saiu e o Fábio mais do que depreca tomou o lugar. Então o Roberto saiu debaixo dizendo que ia gozar, deixando o Fábio ainda comendo a bunda dela que ficou de quatro para facilitar. Roberto deu o pau para ela chupar e logo começou a goza em sua boca e pelo seu rosto. Bianca esfregava o pau dela no rosto e logo depois voltava a chupar o restinho de porra que ainda saia daquela pica. Por fim o Fábio gozou também e todos ficaram deitados na cama. Bianca então olhando para mim, veio para a cadeira que eu estava sentado, me beijou e começou a chupar meu pau, com abunda voltada para os caras na cama. Enquanto ela me chupava, eu ouvia os comentários de como ela estava arrombada, que era uma puta gostosa e eu um corno manso. Acabei gozando na boca da Bianca, que bebeu toda minha porra. Depois se sentou em meu colo e disse que me amava mais que tudo no mundo. Ficamos os quatro ali conversando um pouco e então o Fábio disse que já estava na hora de irmos, pois ele e o Roberto eram casados e as mulheres estavam esperando. Enquanto isso a Bianca foi ao banheiro se lavar e eu subi para o convés. Estávamos, eu, o Fábio e o Roberto conversando e percebi a demora da Bianca e do Pedro e resolvi olhar. Quando vi o Pedro comia a Bianca de novo e por fim ela chupou o pau dele até gozar e ela beber toda a porra. Quando os dois subiram já estávamos perto do cais e depois de ancorarmos, desembarcamos. Todos agradeceram o passeio e nás também pela átima recepção. Marcamos para o outro dia, mas sem a certeza da presença do Fábio e do Roberto, pois as mulheres deveriam estar com raiva da fugida deles. Isso acabou acontecendo e somente o Pedro apareceu no outro dia e ainda comeu a Bianca em nossa pousada, enquanto eu filmava tudo como recordação de um final de semana maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sou uma mulher crente mas quero picaConto erotica de mulher fuder a cagarconto novinha amigos do papaicontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticonto de suruba com as irma a maeconto erotico encesto.meu pequeno entiado mim comendo enquanto eu dormiameu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidacontos incestuosos - mãe e filho no forró terceira idadecontos eroticos fui cumida a traz do salão da igrejapassar margarinas na buseta e no cucontos eroticos casada e o farmaceitico negaocomendo cunhada asm que minha mulher saicontos eroticos timidas coroaseu entrei no banheiro e não sabia que a minha madrastra estava la e come. a xota delaminha iniciacao na zoofiliarapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitopiru com pircen gosa na caracontos eroticos com cachorroconto sexo esposacontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulhero cu mais largo do mundo contosnovos contos eróticos entre namorados dpFiquei parado olhando a bunda delaconto contando ao cornocontos meu vizinho tira o pau pra foraConto gay dei meu cu primeira vez depois da farra  Quando tinha 22 anos, adorava comer lekes mais novos. Uma das minhas aventuras mais excitantes foi quando descobri que meu primo Tiago , que morava na mesma rua , esta liberando geral nas brinacediras de pique-escondi da rua.Até então já havia tra  a vizinha me convidou pra ir em sua casa,contosconto vovó e sua anacondacontos flagrei meu pai comendo cu do meu irmao  MUITO DE TOMAR BANHO,QUE NOJO.  contos gozei depilando o penisconto eróticos engravidei minha irmã e minha mãecasa de swing conto eroticoConto erótico marcinho enteadocontos eroticos arrombando a gordameu pai tirou meu cabaco e colocou um absorvente para não Vazar conto voyeur de esposa conto eroticoConto ai ui ui pornocontos eroticos orgia com velhosvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos deixando aparecer a calcinha em casa provocandoMeu amigo me convenceu eu deixa ele chupa no meu pauver contos erótico mãe gordinha concebido gostosa s*****filha dando para pai pai seleiro contos eróticosMinha tia coroa mostrou seu bucetao peludo contosassanhada vestida provocanti pirnoputinha desde novinha sacaneadacontos eróticos de incesto sou uma filhinha muito dengosa e mimadacontos eróticos de lésbicas tirando a virgindade das outrasmamaee. fez papai me fedur contoConto erotico de tia e sobrinhocontos sexo cunhadasContos eroticos trans sex dotada maduracontos eroticos arrombando a gordarelatoseroticos invasoes e estrupocontos eróticos professora com garotinhoscontos eroticos tias e sogras casadasconto erotico ele pediu pra bater umazinha pra eleContos eroticos esposa bebadaesposa gostosa relata ao marido que chupou o aamant a noit toda e deu pra ele fotos erotocasconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostacontos gays ordenhando papaipapai me come contoscontos mulher irmaocomo fuder com banana verdeeu minha mulher minha cunhada minha sogra contos eroticosconto eroticos meu genroa cunhada mais nova pede para o seu cunhado gozar em sua boca tem RNA tomar galacontos eróticos com vários cachorrosÇonto casada dado iii rabotravestis arombadores de cu contoIrma cavala contocunhado encochando contosguarda noturno maduro conto gaywww.contoseroticos.com.br/tia e sobrinha virgemConto esposa Volta da viagem arrombada o marido ve a diferenca quando faz sexo con elatenta enfia o pau no cuzinho do priminhoXoxota contosconto erotico vizinha casada e velho pirocudoOs contos eroticos das novinhas de montes claros