Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA PROFE 2

continuando...rnNa sexta eu liguei pra profe e disse que topava ir na casa dela então ela disse que me esperava as 14:00h e que era para ir de banho tomado de calçinha branca e com um vestidinho sá de alcinha, no sábado falei pra minha mãe que iria passar a tarde na casa da Gabi minha amiga então me arrumei e fui pra casa da profe, chegando lá ela me deu um abraço bem gostoso e fomos pra sala sentamos no sofá e ela perguntou se eu tinha vindo de calcinha branca como eça tinha pedido e eu disse que sim e ela disse que adorava menina obediente e me perguntou " Ju tu vai ser obediente e fazer tudo que a profe mandar?" e eu disse claro que sim profe " átimo Ju assim que eu gosto então agora tu levanta e fica na minha frente e tira toda a tua roupa eu quero te ver pelada e te examinar todinha" confesso que na hora fiquei vermelha mas tirei as sandalhas e o vestido tb ficando sá de calcinha então ela disse " Ju a calcinha tb tem que ficar peladinha" eu fiquei parada por um tempo e logo senti as mãos dela baixando minha calcinha, enfim estava eu pelada na frente da minha profe ela pediu para eu virar de costa e depois ela disse que eu era muito linda e gostosinha e me pegou pela mão e fomos para o quarto dela ela me deitou na cama dela e me disseque iria me ensinar a namorar com uma mulher então ela tirou a roupa e ficou pelada tb ela tinha seios lindo e eu disse báh profe a tua xexeca tb não tem cabelinhos e ela riu e disse " Ju é que a minha dona não gosta de pelos então eu sempre depilo com cera" eu perguntei como assim dona e ela me disse que depois me explicava então ela deitou na cama e me disse que tudo que ela faria eu teria que fazer igual e ela perguntou se eu ja tinha beijado de linguá e eu disse que não ela disse que era pra eu relaxar e deixar ela me levar então ela me deu um selinho e alingua dela foi abrindo meus lábios e encontrando a minha língua ainda virgem foi muito bom depois ela perguntou se eu tinha gostado eu disse que sim mas que acha que tinha feito xixi pois estava sentindo a minha xexeca muito molhada então ela me explicou que não era xixi e sim que eu estava muito exitada e disse que ela tb estava e me disse outro sinal é os bicos do seio ficarem muito duros e de fato estavam como nunca estiveram então ela veio e lambeu eles e eu gemia muito depois ela foi pra minha xexeca nossa que coisa gostosa e logo gozei pela primeira vez descansamos um pouco e ela disse agora vc faz igual em mim eu fui fazendo como ela mandou mas na hora de chupara buceta dela fiquei com um pouco de nojo mas botei a boca e achei o gosto delicioso e logo ela gozou dai ficamos as duas abraçadas e eu perguntei sobre aquela histária de dona dela ela me disse pra eu entender teria que conheçer ela também e eu disse que sim então a profe me disse " Ju a minha dona é muito brava e exigente e o que ela mandar tu fazer tu vai ter que fazer e não pode te nojo, será que tu vai topar?" cofesso que não sei o que me deu mas eu disse que sim ela disse então vamos fazer um teste pra ver se eu posso te apresentar pra ela "Ju eu preciro ver tu fazer xixi e coco tu esta com vontade agora?" eu disse até estou mas pq isso? e ela já disse que não posso mais perguntar nada então ela disse" Ju agora tu vai ser a minha cadelinha e eu vou te colocar uma coleira e vou te levar lá no pátiuo pra fazer coco e xixi e eu peguntei mas na rua e ela falou " o que eu te falei sobre perguntas?" eu disse tá eu tinha esquecido, então ela mandou eu ficar de 4 e me colocou a coleira e fomos nás pro pátio eu toda pelada e sá de coleira caminhamos um pouco pela grama até que eu disse profe quero fazer xixi e ela disse "Ju cadelinhas nunca falam sá latem, então pra xixi é um latido e pra coco é dois entendido? " eu sá balançe a cabeça dizendo sim e logo depois dei a minha primeira latida e logo ela disse " hum a minha cadelinha minna cadelinha quer fazer xixi ? então espera que eu vou sentar atráz pra ver o xixi sair da tua bucetinha" então ela sentou atraz de mim e mandou eu fazer fiquei toda envergonhada mas fiz ela então disse e coco não vai fazer? então eu fiz força e começou a sair até que fiz um cocozão então fomos para dentro de casa eu ela disse que essa era a parte que eu não poderia ter nojo eu disse td que tu mandar então ela veio e lambeuu meu cuzinho e minha bucetinha e disse agora tu esta limpinha e ela disse que a dona dela iria levar nás duas para fazer as necessidades e teriamos que uma limpar a outra, eu disse mas não é ruim? e ela disse que não e perguntou se eu topava eu então disse a profe quer que eu faça e ela disse que ficaria muito feliz entã eu disse então eu faço e disse que iria marcar com a dona dela e me avisaria. Ma este será outro conto aguardem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico mamando na comadrecontos eroticos primeira vez infância incestomulher de sainha pescandocomtos de incesto com subrinha bebada depos da balada no carrogritei muito enrabada contosConto minha mae deu o cu na frente do meu pairelatos reais ciumento casado corno aconteceu na praiaconto erotico minha mulher nua na frente do paimulher gosta de ficar nua e corpo inteiro melado de margarinaComtos namorada fodida por homems casadoscontos eróticos brincadeira do leitecontoseroticosnamoradavirgemcontos eroticos negaoboa f*** travesti orgiacontos eróticos casadas vingançawww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadeeu entreguei minha filha pra vida pro meu marido tirar a virgindade da buceta dela conto eróticoele atola tudo no entiadosai a noite com minha esposa conhecemos u desconhecido que comeu minha mulherconto erotico minhas prima se apaixonou por mimnovinha de 13com peitinhoconto erótico sequestradoraeu sentada na sofá sem calcinhas com pernas abertas pra o papa-contovvidos de muler co casoro. fudemocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de coroas dos seios caidosfui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta contos eroticosfilha dando para pai pai seleiro contos eróticoscontos vizinha dona de casa tetuda caidaporno espiando a cunhada se peegadocontos eróticos minha vagabundaconto.erotico.tia.sogra.cunhadaporno gay pai apostou cu para o vizinhoContos eróticos uma menina virou putinhapeito peludo conto gaycontos eróticos gays prima e primo me gaz gozar.comincesto contos da cunhadinhaesposa na praia de nudismo passa lama contocontos casadas malandrasContos.minha.filha.ja.ten.cabelo.na.buceta.conto erotico incesto colocontos com fotos esposas com a buceta cheia de porra de negroscontos eroticos dopando pra meter mo cuvarios me comero s calsinha contos gayconto erotico rapaz ficou com irmã novinha qcome fode gostoso contoseu sou solteiro eu fui na casa da minha amiga viuva ela me levou pro seu quarto conto eróticoEsposa linda e gostosa buntuda nuawww.video.de.irma.pego.o.seu.irmao.pelado.escundido.atras.da.porta.do.quarto.dela.para.ver.ela.pelada.sem.calcinhacontos eróticos​, praia de nudismogozou dentro da xota ada cunhada sem querercontos eroticos corno e amigo mesmamigo hetero contocontos de surubas inesperadascontos eroticos de faxineiras coroas safadasContos eroticos tirei o cabaço da minha prima e da sua amigacontos eróticos vou arregaçar essa vagabundamamae levou meus amigos pra acampar contos eroticoscontos incesto troca de filhascontos na roça com. papai vendo cobertura de cavalos e acabei sendo comidacomi minha enganado contos eroticoscontos eróticos na roça com minha maecontos eroticos casada fui subjugadae bom de maismete na minha vizinha gordinhavideos mulheres negras coroas de absorvente internocantos eroticos em quanto ele dormia chupei o pau delecontos estupro sai na rua e min estupraramconto madame mandona vira putaCONTO CRENTE NO CUcriando o sobrinho banho contocontos eroticos familiameu pai chupou minha bucetinhaEdna A tia da minha esposa contos eroticoscontos erótico de mulheres casada morava no quartinho numa festa de no escurinhocontos eróticos mostrandocontos teve que sentar no meu colo no carro