Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEU ERASMO PARTE QUINZE

SEU ERASMO PARTE QUINZErnToda a vergonha inicial que eu sentia quando a sessão de sexo começou se esvaiu. Enquanto bebíamos, Seu João explicou que havia contado tudo ao casal porque eles eram amigos de longa data, se respeitavam muito, mas também adoravam sexo, tendo, inclusive, transado várias vezes entre eles. Seu João então planejou um novo encontro na semana seguinte. Dona Eliete, no entanto, explicou que sá estariam livres dali a 19 dias, mas que tinha adorado tudo.rn?Principalmente conhecer o aluninho?, disse sorrindo. No práximo encontro, ficou acertado, Seu João iria comer a bunda de Seu Rui, que eu tive a honra de descabaçar. Seu Rui ainda tentou argumentar que o pau de Seu João era bem maior que o meu, mas teve que concordar com a esposa. Enquanto Seu Rui ficou descansando e bebericando no sofá, as mulheres se dirigiram para a cozinha, para preparar uns petiscos. Eu estava muito cansado, então segui para o quarto, para tomar um banho e deitar um pouco. Mal entrei no chuveiro, Seu João chegou logo atrás, me encoxando. ?Não, Seu João, por favor, eu não aguento mais...?, argumentei. Eu estava com a bunda doída, machucada por ter levado duas picas seguidas e tinha certeza de que não aguentaria mais. Para que ele não reclamasse, me agachei e passei a chupar o seu pau. Seu João fodia minha boca com carinho, o pau escorregando e saindo e eu pensei que ia ficar sá nisso, mas logo em seguida ele me puxou, empurrando-me contra a parede do banheiro, o pau muito duro cutucando minha bunda. Seu João parecia rude e estava disposto a me comer. Eu sabia que seria inevitavelmente enrabado e respirei fundo quando ele cuspiu no pau e em seguida passou saliva na minha bunda. Seu João encostou o pau na minha bunda e foi empurrando. Eu estava muito dolorido e tentei me livrar, mas a cabeça de seu pau já forçava meu rabo. Estava doendo muito, minha bunda estava ardida, mas eu decidi que iria satisfazê-lo e aguentei o tranco. Na primeira estocada, a cabeça passou, provocando muita dor. Seu João me agarrou pela cintura, puxou meu corpo todo para trás e meteu de novo. Desta vez foi até o fim. Eu trincava os dentes, tentava rebolar para amenizar a dor, o pau entrando e saindo com força no meu rabo, até que aos poucos todo o desconforto foi sendo transformado em prazer. Seu João de vez em quando tirava o pau da minha bunda, passava saliva e enfiava de novo. Ele me comeu por cerca de dez minutos, socando firme, e em seguida deitou-se no chão do banheiro, mandando eu sentar em sua pica. Era sua posição favorita. Eu fiquei de frente pra ele, molhei bem o seu pau e meu rabo de saliva e em seguida posicionei e fui descendo. Sá então eu percebi como eu estava ardido. Parecia que um ferro em brasa estava entrando em minha bunda. Seu João sabia foder muito bem. Ele puxava meu corpo com força de encontro ao seu, me segurava pra baixo e me mantinha firme, sem mexer o corpo, o pau atolado ao máximo, a raiz forçando minhas pregas. A sensação era alucinante, naquele sentimento esquisito, vontade de escapar do pau e ao mesmo tempo me enfiar ainda mais nele, a bunda doendo, mas uma dor esquisita e gostosa, incomodando eu ao mesmo tempo fazendo querer mais. Todas aquelas sensações misturadas me faziam querer gemer e soluçar ao mesmo tempo, depois o pau socando no rabo, compassado. Eu me agarrava no Seu João, a pica entalada no rabo, cavalgava e beijava sua boca, engolia sua saliva, o pau latejando de tão duro, então de repente veio a vontade enorme de chorar e eu passei a soluçar, chorar gostoso naquele pau grosso que ia e vinha na minha bunda, eu chorava, gemia e beijava seu João, enquanto ele me castigava a bunda com vontade. ?Chora na minha pica, chora...?, ordenava ele, e eu soluçava, um soluço incontrolável, sentia a pica bem no fundo, forçando tudo, arrancando todo o prazer possível. ?Gosta da minha pica no cu, gosta? Então pede pica no cuzinho, pede...?. E eu: ?Me dá tua pica, fode meu cu bem gostoso, fode meu cu...?, e foi então que eu gozei violentamente, molhando o peito de Seu João, parte do esperma espirrando em seu pescoço. E Seu João continuou socando a pica, sem qualquer piedade, eu já não reagia, sá recebia aquele cadete no rabo, o corpo todo dolorido. Finalmente senti seu cacete latejando e empinei a bunda ao máximo quando ele cravou a pica até o fim, provocando dor e ardência, para em seguida despejar todo seu esperma bem no fundo de mim. Seu João ainda deu algumas bombadas, depois deixou-se cair sobre o meu corpo, o pau ainda enfiado na minha bunda até amolecer. ?Garoto gostoso...?, resmungou. Eu estava morto de cansado. Mesmo assim ainda tive forças para por o seu pau na boca, beijando e chupando. ?É pra sentir o seu gosto como me ensinou?. E ele riu, satisfeito. rnEmail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Eu contratei uma garota pra ela ser meu presente de casamento eu e ela e meu marido fomos pra lancha conto eroticodei a buceta para o amigo do meu filho contos eroticos gratiscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos sou branquinha transei gostooso com meu irmao enguli tudinhopadre dando o cu pro fortãoconto erotico gay no nordestecontos casada fode com amigo do mundoEu, minha sogra e meu marido-contos-incestoconto me vingando do namoradocontos eroticos nem queria putacontos eroticos eu minha familiacontos de mulheres ninfomaniaca por sexocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMendigos se madturbando altoconto meti no cu da mae e ela chupou o pau do cao peguei no flagra se punhetando agora vai ter que me fudercontos eroticos de garotinhas crentes violetanda.fazendo uma massagem no papai contocontos erotico meninas dorfanatoIrmã Seduz O Irmão (contos Eroticoscontos eroticos tava todos na praia eu vim buscar minha sogra que tava trabalhacontos eróticos comi o c* da minha cunhada na ilhacoroas cavalas emsabuando travestiPAPAI FUDEU MAMAE E A TIA CONTOS ERÓTICOSIncesto com meu irmao casado eu confessocontos flagreii meu subrinho mastubando com calcinhacontos dei pro mulequinho de ruaMeu ex primo viuvo conto eroticoconto eroticos primas gostosa veio min vizitarrola na madrinha/contoContos rebolo na cacetenovinhas gordinhas cheirinha dos peitinho durinho transando com namorado e o amigo delefui enrabado pe lo o yravesti na baladacontos eroticos comi.o cuzinho do pirralhohttp://comtos eroticos de estuproContos eroticos no onibusdepois de casada resolvi me depilar toda contosconto erotico flaguei mamae fodendo com meu cunhadoconto erotico me inseminacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"Contos eroticos velho tarado por meninas bobinhasexibir vídeo de Chaves comendo Chiquinha empurrando o pau na b******** delaufa ufa ela senta fode e chupacontos eroticos testemunha de jeovanovinhaquinzeanoscontos eroticossobrinha brincando com bonecacontos eróticos mostrei meu saco p minha maeMeu nome é Luiza, tenho 26 anos, 1,70 mcontos eroticos sou casada realizei o desejo do meu sobrinhochantageada e submetida contos eroticoscontos de corno mansocontos o avô do meu marido me arromboutomando banho de rio com titio contos gayconto inseto mamãe eu quero te estuprar analcontos sexo dividindo o casamento e a camatravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhagozei na buceta da maninha engravidoucontos familia na praiacontos minha prima defisiete me viu batedo umaFui fudido pelo velho contos gaycontos eroticos grupal baile funkcontos eróticos comendo as Vizinhas ciarecePornodoido passistasvisinhalesbicaadotado pela sogra contosconto erotico chupada pelos meninoscontos eroticos arrobei o cu da casada q conhecei na netcontos enteado gordo rabudolesbica humilhada contos eróticosputinnhas evangelicasviuvo fode filho gay contocontos eroticos familia mae pelada irma nua