Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU GENRO ME FEZ SUA PUTA!

rnrnMEU GENRO ME FEZ SUA PUTA?rnrnrnMeu nome é Luciana tenho 37 anos e sou mãe de Carol que acaba de completar 20 anos.rnSou casada com Mario que tem 47 anos e somos donos de dois postos de gasolina em uma pequena cidade do interior de São Paulo.rnAté meus 34 anos fui uma mulher tranquila e que levava uma vida pacata e sem ostentações apesar de ter uma situação financeira bem razoável.rnFoi então que através de um telefonema anônimo fiquei sabendo que o filhodaputa do meu marido estava saindo com uma putinha de 19 anos, mesma idade de minha filha, e o safado viva dando presentes caros para a vadia! Dei um flagrante no vagabundo e depois disso mudei todo meu jeito de viver a vida! E depois disso meu marido ficou pianinho...e nunca mais discordou de minhas decisões.rnPrimeira coisa que fiz foi procurar um medico e fazer um implante de silicone nos meus seios que eram pequenos e bem caídos. Deixei-os enormes e lindos. A genética tinha sido extremamente generosa comigo. Meu corpo era quase perfeito e nem estrias tinha. Tive parto normal e minha barriga era motivo de inveja das amigas e pra melhorar tudo ainda mais passei a frequentar clinicas de estética e academias de ginástica. Rapidamente me tornei uma nova mulher em 6 meses. rnSou loira de cabelos bem curtinhos, olhos azuis, lábios carnudos, bunda grande e depois da academia fiquei com coxas torneadas. Minha bucetinha agora vivia sempre depilada e logicamente depois de quase 19 anos de casada e fiel descontei os chifres que levei e em poucos meses toda vez que visitava o shopping de uma cidade vizinha e algum homem interessante me cantava eu dava gostoso. E o que eu mais adorava era dar o cuzinho pra outro macho e que sempre regulava para o meu marido safado. Eu nem conseguia entender qual o motivo de tanta galinhagem do meu marido, pois o safado tinha um pinto pequeno e na maioria das vezes tinha ejaculação precoce. Era sá rebolar com um pouco mais de vontade que o bicho gozava mais rápido que imediatamente.rnApesar de ter experimentado vários machos em um ano e meio de vida livre e cheia de safadezas também não encontrei nenhum homem que fosse tão especial e que me fizesse ?subir pelas paredes? como algumas amigas de academia comentavam. Mas que era gostoso ter um homem diferente te elogiando e gozando gostoso entre suas coxas...isso era muito bom! RSS.rnNa minha cidade eu me portava com uma mulher seria e de reputação ilibada mas quando saia fora da minha cidade me transformava numa puta ousada tanto nas atitudes quanto nas roupas provocantes que vestia. rnDepois que Carol minha filha passou no vestibular e foi fazer faculdade em Campinas a cada 2 meses ia visitá-la na republica onde morava junto com outras 3 garotas.rnMinha filha era bem parecida comigo de corpo a diferença eram os cabelos seus longos e cacheados.rnQuando Carol morava na nossa cidade ela já era uma garota bem assanhada e safadinha. Aos 19 anos me contou que tinha perdido o cabaço durante o carnaval e agora morando numa cidade grande a safada era uma devoradora de machos. Ainda bem que sabia se cuidar porque senão era perigoso ter um filho por ano. RSS.rnDurante nossos passeios nos shoppings em Campinas quando conversávamos sobre sexo ela se mostrava uma puta completa e sem nenhum preconceito e até me contou que em uma festinha tinha ?brincado? com outra garota. Mas me disse que isso sá tinha acontecido por curiosidade e que depois disso teve certeza que o que gostava mesmo era de macho...e de preferência com um pau bem grande e grosso! RSS.rnLogo no começo do segundo ano de faculdade Carol me ligou e disse que tinha uma novidade pra me contar e quando perguntei toda curiosa o que seria a safada disse que sá iria saber quando fosse visitá-la na práxima semana. A única coisa que consegui tirar de sua boca foi à certeza que a novidade não estava relacionada a nenhuma gravidez! Minha filha caiu na gargalhada e então disse:rn-mamãe...fica tranquila...nunca me esqueço de tomar o anticoncepcional e se isso acontecer um dia tenho duas outras opções...posso dar o cuzinho...ou então mandar gozar na minha boquinha...adoro engolir porra quentinha! RSS.rnFui obrigada a rir de tamanha safadeza de minha queria filha e sá então quando fui fazer minha visita é que fiquei sabendo qual era a novidade.rnCarol disse que tinha começado um relacionamento um pouco mais sério com um homem de 27 anos e que estava morando no apartamento dele...e me levou pra conhecer sua nova moradia e durante o trajeto fomos conversando.rn-Carol...vc é uma maluca...como vc muda da republica onde estava morando e nem me avisa!rn-mamãe...lágico que te avisei...sá não contei tudo...pra te fazer surpresa...e deixa de fazer drama...meu celular está sempre ligado...nunca deixei de atender nenhuma ligação tua...mesmo quando estava no motel quase gozando...e vc até parece que fazia questão de me ligar nessas horas! RSS.rnO senso de humor de Carol era incrível e não tinha como ficar brava com ela e continuei:rn-tá bom...mas é que vc é muito louca...como vc vai morar no apartamento de um sujeito assim de uma hora pra outra? E se esse sujeito te maltratar minha filha?rn-mamãe...relaxa...tá tudo bem! Sua filha não é nenhuma garota tonta! Eu conheço Jorge já faz uns 6 meses...ele tem uma revenda de carros usados...tem grana e é gente boa...faz tempos que a gente transa...ele é meio louco...eu também...ele já me chamou pra morar com ele varias vezes...resolvi fazer um teste...pra ver como é! RSS.rn-filha vc é uma maluca! Mas e depois? Como vamos falar para seu pai...ele vai ficar louco sabendo que vc vai morar com um homem sem casar! RSS.rn-mãe...deixa quieto por enquanto...papai nunca vem aqui...depois a gente conta...bem devagar! RSS.rn-mas...o que foi que deu de vc ficar com um homem sá...do jeito que vc é putinha...vivia pegando todos!rn-mãe...o Jorge é muito gostoso...ele consegue dar conta do tesão da sua filhinha...o safado tem uma pica grande e bem grossa...minha bucetinha adora sentir aquele pintão gostoso! RSS.rn-mas...vc sabe que relacionamento não é sá sexo ne Carol. Vc é muito sem juízo...tenho minhas duvidas se isso vai longe! RSS. E esse sujeito...será que ele também quer uma coisa mais séria ou sá ta a fim de comer uma garota linda que nem vc um tempo e depois resolve mandar embora!rn-mamãe...fica tranquila! Jorge é legal...não é como aqueles caras babacas que to cansada de ver na faculdade! Nosso relacionamento é legal e sem mentiras...acho que vc vai gostar dele! Além de muito safado é muito divertido! RSS.rn-bom...espero que vc não se arrependa...querida! Mas...pode contar com sua mãe...para o que precisar!rnEla me abraçou e meu deu um beijo estalado no rosto e sorrindo disse:rn-eu sei que com minha mãe linda...sempre vou poder contar! RSS.rnChegamos ao AP e deu pra notar que era bem amplo e confortável e minha filha me levou até o quarto onde eu ia ficar durante aquele fim de semana. rnDurante o resto da tarde de sexta-feira ficamos conversando e trocando idéias e quando era umas 6.00 h da tarde o ?marido? de minha filha ligou pra Carol e então ela me disse que iríamos jantar fora. rnQuando Jorge chegou vi que minha filha tinha escolhido um belo espécime da raça masculina. Ele tinha 1.80 m., moreno de cabelos negros, um corpo perfeito e cheio de músculos além de umas coxas grossas e musculosas. E tinha um sorriso cativante e sedutor e em poucos minutos já deu pra notar que era um galanteador incorrigível. RSS.rn-Carol...querida...quando vc disse que sua mãe era linda...fiquei achando que era papo de filha coruja ...mas agora olhando pra ela...acho que posso casar com filha sem medo...do jeito que a sua mãe tem um corpo maravilhoso...tenho certeza que a filha vai ser gostosa...igual à mãe...sempre! RSS.rn-tá vendo...seu tonto...ela é muito mais bonita pessoalmente...minha mãe é uma gata...alias quando tiver a idade dela quero ficar igualzinha...nem precisa melhorar! Quando a gente vai passear nos shoppings os homens ficam loucos olhando pra ela...também...parece uma gatinha ainda! RSS.rn-Carol...agora vc não está falando a palavra correta...gatinha não! Tua mãe é uma gatona...teu pai deve morrer de ciúmes...de uma mulher como essa! RSS.rnSorri toda feliz com os elogios e fui tomar um banho e me trocar pra irmos jantar. Quando perguntei pra minha filha qual roupa que devia colocar ela sorriu e disse que o restaurante era cheio de jovens e que poderia me vestir do jeito que quisesse e ainda brincou dizendo que deveria ir linda e gostosa. RSS.rnJá que podia escolher resolvi colocar um vestidinho de malha estampado bem justo e curto que valorizavam minha bunda empinada e minhas coxas grossas. Pra não marcar nem coloquei calcinha e nos pés um sandália de salto bem alta que me deixavam toda poderosa! RSS.rnSai do quarto e encontrei minha filha saindo do seu quarto igualmente linda com um vestidinho também super curto de lycra com um tamanquinho bem alto e percebi no ato que ela igual a mim também não estava usando calcinha. Carol deu um sorriso e abrindo um pouco mais a porta do quarto disse:rn-Jorge meu querido...hj vc vai estar acompanhado de duas super gatas...da uma olhada como minha mãe esta vestida...os homens vão babar! RSS.rnDava pra ver de relance que Jorge estava sá de cueca e ele sorrindo disse:rn-Carol...eu estou sá de cueca...daqui a pouco eu vejo querida!rn-Deixa de ser bobo...mamãe...não é nenhuma mocinha virgem...quero que vc veja agora!rnEle então veio até a porta e a me ver disse:rn-Carol...realmente isso não podia esperar...nossa...tá bonita demais...acho que tenho a sogra mais linda e mais gostosa da cidade. RSS.rnEu sorri e toda safada dei uma voltinha dizendo:rn-vcs estão me elogiando demais...acho que estão querendo alguma coisa...será que vou ter que pagar a conta do restaurante? RSS.rnTodos riram e logicamente aproveitei pra dar uma olhada naquele volume enorme na frente daquela cueca e percebi que ali tinha uma pica grande e grossa como a safada da minha filha tinha comentado.rnNos duas fomos pra sala e nos sentamos esperando que Jorge se aprontasse e logo ele apareceu dizendo: rn-vamos...garotas maravilhosas...hj vou poder esnobar...com duas beldades...os homens vão morrer de inveja de mim! RSS.rnO AP era no 11ª andar e Jorge nos abraçou no elevador até chegar à garagem. Suas mãos fortes apertavam minha cintura gostosamente. rnJorge todo cavalheiro abriu a porta traseira do carro pra que eu entrar e quando fui me sentar no banco minhas coxas se abriram e minha bucetinha branquinha depilada se mostrou por inteira. Percebi que ele olhou com um sorriso safado e em seguida abriu a porta do passageiro pra que minha filha entrasse e com certeza aconteceu a mesma coisa e então Jorge todo safado disse:rn-Carol...vc e sua mãe são parecidas em tudo né? Não gostam de usar calcinhas...adoram mostrar suas bucetinhas depiladas! Quem sentar de frente pra vcs...vai adorar...olhar pra elas! RSS.rnCarol toda safada disse:rn-E vc gosta né seu tarado safado! Mamãe...vou te contar uma coisa! Jorge quase implora para que eu saia de casa sem calcinha...toda hora ele dá um jeito de ficar pegando na minha bucetinha! RSS.rnSorrindo brinquei dizendo:rn-é...esse tipo de brincadeira...é uma delicia...tenho certeza! Na verdade...ficar sem calcinha dá uma sensação de liberdade incrível! Também gosto muito de sair assim sem nada por baixo do vestido...sá sentindo o ventinho entre as coxas! RSS.rnCarol então brincou bem safada dizendo:rn-mamãe...toma cuidado com teu futuro genro...do jeito que ele é safado e taradão ele pode enfiar a mão entre suas pernas e dizer que se enganou...ja que nos temos bucetinhas depiladas quase iguais! RSS.rnJorge todo safado brincou:rn-juro que vou tentar não vou fazer isso...a não ser que eu beba umas cervejas a mais! RSS.rnAquela conversa estava me deixando toda excitada e no restaurante durante o jantar as brincadeiras continuavam cheias de safadezas principalmente depois de duas garrafas de vinho.rnA comida estava maravilhosa e depois de umas duas horas resolvemos ir embora. Carol até queria me levar pra dançar...mas como no sábado Jorge tinha um feirão em sua revenda de automáveis teria que acordar cedo e deixamos pra sair outro dia.rnO ritual de abrir a porta do carro pra eu entrar se repetiu e dessa vez resolvi ser bem ousada e abri bem as coxas mostrando os lábios úmidos da minha bucetinha para meu genro safado. Minha filha acho que por causa das taças de vinho estava mais putinha que o normal e toda safada já puxou a mão do Jorge entre suas pernas quase implorando pra ser bolinada e em seguida levou a mão entre as coxas dele e passou a apertar seu pau. Eles nem se importavam com minha presença ali no banco traseiro e pra ver melhor me sentei entre os bancos e fiquei me deliciando com o que estava rolando. Jorge era um tremendo safado e ligou a luz do teto do carro certamente pra poder ver minha bucetinha pelo espelho retrovisor. Carol já rebolava e gemia baixinho nos dedos do futuro marido e se era pra ser safada abri as pernas e toda tesuda comecei a brincar com meu grelinho pra que Jorge assistisse. E ele mostrou que era um tarado bem maluco e sem pudor pegou minha filha pelos cabelos e foi puxando seu rosto até entre suas pernas e em poucos segundos dava pra notar que Carol chupava o pau dele com vontade. Infelizmente não conseguia ver o pau do safado. Ela inclinada no banco do carro estava com a bunda toda de fora e ele metia os dedos na sua bucetinha. Minha filha era uma putinha que sabia como chupar uma pica dentro de um carro e em poucos instantes ele deu um gemido forte e como estava em uma avenida estacionou o carro ligado debaixo de uma arvore e gozou enchendo a boquinha da minha filha putinha de porra. Ela também tinha gozado pois rebolava sem pudor na mão dele. Eu mordi os lábios e bolinando meu grelinho durinho também gozei intensamente. rnComo se nada tivesse acontecido dali a instantes Jorge saiu com o carro e fomos embora para o AP.rnMinha bucetinha estava totalmente ensopada e então quando saímos do carro na garagem do prédio sorri dizendo:rn-To vendo que não vou poder mais sair de carro junto com minha filha putinha e meu genro tarado! Já pensou se a policia para ao lado e prende a gente e no outro dia sai no jornal assim: Mãe e filha foram pegas fazendo programa com homem dentro de carro em uma das avenidas mais movimentadas da cidade! RSS.rnCarol começou a rir dando gargalhadas e então disse:rn-mãe...o problema vai ser dele...que é um empresário super conhecido na cidade! Eu já avisei pra ele... mas ele gosta desse tipo de loucuras...e eu também...se me deixar com tesão...eu dou a buceta em qualquer lugar! RSS. O Jorge me desafiou dizendo que eu não ia ter coragem de fazer safadeza com vc no carro! RSS. Me perdoa...se vc não gostou...do que sua filhinha fez! rnToda carinhosa a abracei e entramos no elevador e sorri dizendo:rn-Carol...depois das todas as mudanças em minha vida...tá tudo bem...se vc está feliz assim...não sou eu que vou criticar...mas que os dois malucos deviam tomar um pouco mais de cuidado...deviam! RSS.rnAssim que entramos no AP fui tomar um banho e não demorou pra que escutasse ruídos cheios de tesão que vinham do quarto do casal. Até tentei escutar colando os ouvidos na porta mas acho que eles estavam transando dentro do banheiro. RSS.rnNo outro dia acordamos tarde e depois de um café reforçado fomos dar uma volta no shopping e fazer compras. Nem tocamos no assunto do que tinha acontecido na noite anterior. rnA loja do Jorge iria ficar aberta no sábado até as 6.00 h. da tarde e então sá voltamos para casa quando o sol já estava se pondo. Carol disse que ia esperar o ?marido? chegar pra pedir uma pizza e fomos tomar banho. rnTomei um banho demorado e ao deslizar o sabonete entre os lábios da minha bucetinha dava pra sentir que ela estava pegando fogo. Me masturbei deliciosamente mas meu tesão estava começando a ficar incontrolável. rnColoquei um vestidinho de malha bem decotado e tão curtinho que se me inclinasse um pouco mais metade da minha bunda empinada ficaria de fora. Até pensei em colocar outro mas se ali naquele AP o casal gostava de safadeza eu não tinha que ficar me policiando. Logicamente que nem coloquei calcinha. RSS.rnEra incrível mas Carol também estava quase nua com uma camisa masculina sá com 2 botões abotoados na frente e assim que nos vimos comentei:rn-é to vendo que minha filhinha esta mais linda e mais putinha que ontem...esperando o maridão né?rnEla sorriu toda safada e disse:rn-mamãe...fazer o que...eu ando num tesão danado...depois que vim morar com o Jorge...ja tá fazendo 3 semanas...vc acredita que sá não fui comida dois dias! RSS. Quando mais eu meto com aquele pauzão mais eu quero dar...nossa que pica deliciosa ele tem! RSS.rn-que filha mais tarada! RSS. Mas...aproveita...querida...que isso não gasta...alias a bucetinha quanto mais leva pau...fica mais apertadinha! Na verdade...quem tá precisando de um pau...sou eu! RSS.rnA porta se abriu e Jorge entrou e ao nos ver sorriu e nos beijou no rosto dizendo:rn-que mulheres lindas e cheirosas...dá até gosto de chegar do trabalho e encontrar duas tremendas beldades...assim...com essas roupas...sexy...que perfeição! RSS. Minha sogra...podia mudar pra ca também...pra cuidar da filha e do genro...eu ia adorar! RSS.rnCarol sorriu e disse:rn-Vai tomar banho...seu safado...vc tá todo suado! RSS. Pensei em pedir uma pizza pra nás jantarmos!rn-é uma boa idéia querida...eu queria chegar mais cedo...mas deu um problema na porta da loja tive que chamar o rapaz do alarme...não podia deixar sem consertar! rnEle foi para o banho e então Carol se deitou de bruços no sofá e começamos a assistir o Jornal da TV. Minha filha era uma putinha linda com aquela bunda empinada toda de fora e então percebi que tinha umas manchinhas roxas e então disse:rn-Carol...me fala uma coisa...que manchas são essas no bumbum? Vai me dizer que é o que estou pensando? RSS.rn-Bem...ja que vc viu...não tem como esconder! Se vc acha que essas manchinhas são das mãos enormes do meu maridão tarado...são sim...ele gosta de me dar uns tapas...e a sua filhinha safada também adora levar alguns! Adoro apanhar de macho no bumbum! RSS.rn-sua tarada...nem sei pra quem vc puxou...na tua idade eu não era tão putinha assim! RSS.rn-mamãe...menos...por favor! RSS. Vc sá não deu muito quando era novinha porque não podia...mas agora depois que vc ficou sabendo das safadezas do pai...vc tá tirando o atraso! E...se vc se separasse do pai tenho certeza que vc ia dar mais que chuchu na cerca! RSS.rn-filhinha...não precisa apelar...sá porque eu descobri que vc é um putinha que gosta de apanhar de macho! RSS. Se vc gosta...ninguém tem nada com isso...tolinha! RSS.rnCarol deu uma gargalhada gostosa e então se levantou rapidinho e disse:rn-nossa mamãe...com essa correria eu estava quase esquecendo...hj é sábado e já ta na hora...vem comigo...la no teu quarto...acho que vc vai poder assistir a uma sessão pornô...ao vivo!rnSem entender nada segui minha filha e ao entrar no quarto ela não acendeu a luz e abriu a janela do quarto e foi então que no quarto do andar de baixo no prédio da frente tinha uma casal completamente nu se preparando pra um sexo bem selvagem. A mulher era uma loira de uns 30 anos e o homem um negro talvez um pouco mais velho. No quarto tinha uma poltrona de couro preta e ela estava atada de 4 toda exposta e o homem estava nu atrás dela com uma pica negra grossa e cabeçuda completamente dura. Nas mão direita dele tinha uma cinta de couro e ele começou a lamber a buceta dela. Logo em seguida ele deu uma cintada na bunda branca dela e deu pra escutar o gemido. Isso se repetiu varias vezes e o tesão começou a se manifestar com intensidade.rnCarol então me disse baixinho:rn-todo sábado...essa puta trás esse negão pra bater e foder ela durante mais de hora...a puta goza que nem louca...acho que vc vai gostar...é muito selvagem! RSS.rnEmbaixo da janela tinha um banquinho almofadado e tanto eu quanto Carol ficamos ali de joelhos bem acomodadas. A luz do quarto apagada não denunciava nossa presença e toda excitada com o que comecei a assistir sussurrei:rn-filha...gostei dessa sessão de cinema...ao vivo é muito bom...nossa...que pauzão tem o negão hein...deve entrar rasgando!rn-mamãe...sá pra vc saber...o do Jorge seu genro...é maior...e mais grosso...o dele deixa a bucetinha da gente toda inchada! RSS.rn-nossa...ontem no carro...quando vc tava chupando ele...não deu pra ver o tamanho...até tentei! RSS.rn-sua tarada...querendo ver o pau do teu genro é...que mãe mais putinha que eu tenho! RSS.rn-quem mandou fazer na minha frente...eu sou muito curiosa...e tenho muito tesão! RSS.rnNo apartamento em frente a sessão masoquista rolava mais forte e agora o negão socava seu pau negro enorme na buceta da vadia com vontade. De vez em quando a cinta estalava forte na bunda dela que parecia sentir cada vez mais prazer. Minha buceta estava ensopada e foi então que escutei a voz do Jorge atrás de nos dizendo:rn-Carol...vc trouxe tua mãe pra assistir junto é sua tarada? E ai minha sogra...tá gostando de nossos vizinhos tarados?rn-claro...que estou meu genro...essas coisas diferentes são átimas! Essa loira é uma tremenda de uma masoquista...como gosta...hein!rn-sim...mulher com tesão...perde a cabeça...e ai fica melhor ainda! Pena que não posso acender a luz do quarto...gostaria de ver as duas ajoelhadas no banquinho com as bundas de fora. RSS.rnA loira levava vara negra e apanhava de cinta na bunda gozando copiosamente e foi então que percebi que meu genro estava sá de short e encoxava minha filha ao meu lado que toda safada disse:rn-humm...to vendo que meu maridão...ja veio pronto...seu safado...assim...vc me faz perder a cabeça! To louca de tesão...estava esperando...vc...pra meter na minha bucetinha...vc vai me comer gostoso?rnPercebi na hora que minha filha e meu genro transavam ali na janela olhando o casal no prédio da frente e certamente isso iria acontecer dali a pouco bem ao meu lado...igual no carro na noite anterior. Eles não iriam se importar com minha presença e em instantes a camisa que minha filha vestia foi jogada longe e o short de meu genro também estava no chão. Meu genro todo tesudo então disse:rn-Carol...assim...vou ser obrigado a te comer...assim...bem do lado de sua mãe...será que ela não vai achar ruim? RSS.rn-cala a boca...e mete esse pauzão na minha buceta...seu tarado...mamãe...vai até gostar de ver! RSS.rnCarol deu um gemido forte quando sentiu a pica do marido entrar na sua bucetinha e passou a rebolar que nem um louca. Os gemidos agora eram intensos tanto no AP em frente quanto ali do meu lado. rnEu ali ao lado de 4 já estava com meus dedinhos espertos bolinando meu grelinho durinho e em instantes senti uma mão enorme deslizar pelas minhas coxas e senti dois dedos grossos penetrar minha bucetinha toda ensopada e sem pudor dei um gemido e toda safada disse:rn-Filha...meu genro safado...enfiou 2 dedos na minha bucetinha...o que faço?rn-cala a boca mamãe...que já já vc vai levar o pauzão dele...vc tá doida pra dar pra ele...sua puta safada!rnEm seguida senti uma cabeça enorme se encaixar na entrada da minha bucetinha e começar a me penetrar com firmeza. Dei um grito de dor...parecia que estava perdendo meu cabaço. Jorge enfiou tudo até o fim e todo tarado me deu um tapa forte na bunda e sussurrou tarado:rn-rebola...sua puta...da gostoso...pro teu macho...tava louco pra meter a vara nessa buceta apertadinha...rebola sua vadia...dá gostoso...igual tua filha...adoro puta safada que gosta de pau...rebola sua vagabunda...ahh...rebola...vadia!rnOs tapas estalavam na minha bunda e quando gozei parecia que eu mijava de tanto gozo que minha bucetinha sedenta expelia. Que pau grosso tinha dentro da minha buceta. Me senti totalmente preenchida. Jorge me levou pra cama me colocando de 4 meteu como um garanhão me fazendo ter gozos intensos e incontidos. Ele me jogou na cama e então colocou minha filhinha na posição de frango assado e fudeu a vadia durante vários minutos arrancando gritos de prazer da safada. Fomos comidas durante pelo menos uma hora sem parar. E depois de deixar nossas bucetinhas bem inchadas o safado nos colocou sentadas na beira da cama e de pe entre nos duas fez com que chupássemos seu pauzão grosso até que dando um berro gozou como um cavalo. Eu e minha filhinha engolimos sua porra fervente um pouco cada uma. Ele todo tarado esfregava aquele monstro em nossos rostos dizendo:rn-assim...putinhas...é pra lamber toda minha porra...quero minha pica bem limpinha...suas vadias!rnMeu genro e minha filha saíram dizendo que ia tomar banho no quarto deles e aproveitei pra passar uma água gelada no corpo. Minha bunda estava toda ardendo dos tapas que tinha levado. RSS. rnDurante o banho fiquei pensando no que tinha acontecido e tive certeza que aquela safadeza tinha sido idéia da minha filha ajudada por aquele macho safado. Mas a verdade era que tinha sido muito gostoso e iria querer repetir isso muitas vezes. Foi o melhor orgasmo que tive em toda minha vida! rnQuando sai do banho voltei a janela e o casal ainda continuava a transar. Dava pra ver que a bunda da loira estava completamente cheia de vergões e já dava pra ver algumas gotas de sangue escorrendo pelas suas coxas. Agora aquele pau negro estava atolado no cuzinho da loira que rebolava com ardor e então meu genro chegou por trás e me abraçou bem apertado. Sua pica meio mole colou na minha bunda e todo sensual ela apertou meus seios e disse:rn-vou querer fazer igual o negão...quero enrabar essa bunda gostosa! Minha sogra...vai dar esse cuzinho gostoso pra mim?rnToda safada senti meu corpo se eriçar todo e bem safada disse:rn-adoro dar o cuzinho...mas nunca tive um pau tão grande igual o teu...mas se vc souber me deixar com tesão...quero tentar...seu safado! rnEle todo safado me levou pra cama e caiu de boca na minha buceta e me chupou com ardor...não demorou nada pro safado me virar de bruços e começar a línguar meu cuzinho. Logo tinha um travesseiro debaixo do meu ventre e em poucos minutos a cabeça enorme daquele pauzão estava encaixada na portinha do meu cuzinho e mais rápido ainda gritei sendo arrombada por aquele monstro. Meu genro era um tarado sádico e enfiou sua pica grossa na minha bundinha até o talo. Ele me comeu sem dá e quando menos imaginei eu rebolava naquela pica grossa como uma louca. Eu adorava ser enrabada por aquela pica maravilhosa. Gozei pelo cu como nunca imaginei que pudesse acontecer! Minha filha deitada ao lado da cama assistia sua mãe levando pau grosso do maridão tarado no cu!rnMeu cuzinho ficou tão inchado que parecia uma flor. Quando senti a água gelada escorrer no reguinho da minha bunda parecia que tinha ficado em carne viva. Mas o prazer compensou toda e qualquer dor.rnDormimos os três na mesma cama e no domingo quando acordei minha filha toda tesuda cavalgava como uma louca no pau grosso do maridão ao meu lado. rnMeu genro era um tarado pauzudo insaciável. No domingo antes de ir embora pra minha cidade ele me comeu novamente. Voltei pra minha casa com a buceta e o cuzinho completamente inchados e arrombados...mas satisfeita. RSS. rnO mais incrível foi que ao chegar em casa meu marido safado quis me comer então me lembrei que minha bunda estava toda marcada pelos tapas do meu genro tive que dar um jeito de dar pra ele com a luz apagada. Logicamente que ele nem percebeu nada e o tonto ainda me elogiou dizendo que minha buceta estava mais gostosa ainda. Quase nem senti aquele pintinho pequeno entrar dentro de mim mas já que ele tinha gostado iria ter que pedir para meu genro do pau grosso me comer mais vezes. RSS.rnNo começo até achei que aquela safadeza entre minha filha e meu genro onde fui incluída por tabela logo iria se esgotar mas isso não aconteceu. RSS.rnCarol e Jorge se casaram de verdade depois de um ano e já fazem 3 anos que vivem felizes em sua vida cheia de aventuras e o melhor é que passei a fazer parte constante de tudo.rnMe separei de meu marido e passei a viver junto com meu genro e minha filha e nunca mais tive outro homem em minha vida. Meu genro passou a ser o meu macho e da minha filha. RSS.rnCom 40 anos me sinto uma mulher completamente realizada sendo a puta do meu [email protected]====04042010REV= ======================rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico comir o cu irma em pdfconto eurotico tia rabao cagando e eu comi o cu dela depoiscontos eroticos gays bem recentes ocorridos no rio de janeiroputa entra em desepero ao gozar esegerada menteenrabaram minha sogra contoscontos eroticos trave x hprimeira vez que comi meu amigotirando uma sarradinha mas cunhadinhapapai me fudeu gostoso e eu gozei no cacete delpeitos da prima pulando fora da blusa no sexocontos eroticos fui fodida feito vadia e chingada de puta pelo meu primocontos eróticos esposa gostosa de motorista de carretaO que fazer pra comer minha mae conto incestoContos eroticos tia morado na minha casameu cu e meu genrovisão dos sonhos dos cornoscontos eroticos com fotos mulher casada traindo corno gozada empresario chefecontos sem calcinhamaisexo vidio de zoofilia com travestisOrgias com os moleques contos eroticosConto erotico minha irmã gravidacontos erotico de fantasia de esposacache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php seu madruga coloca pau no cu da dona florindasurba com um casal de amigo sem querer primera ves comtoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecavalo e pônei cheio de tesão tentando dar em cima da mulhercontos eroticos encontro com coroa do chatcontos eroticos de primos q ficaram com primaspessoas fazendo sexo gostossooooprofessor girafares chunpando o pau do seu madrugacontos eroticos meu marido armou para o irmao dele me comerna hora do horgazmo gozandonao filho nao posso e pecado ela faz a vontade/dele chupa pica/dele cem quereconto erotico meu cunhado fez meu cu sair sanguemae olhondo filho comtosescrava contos eroticosconto minha muie mi cumeuduas mulher do Jordão baixo chupando b*****eu corno de putapau de jegue arrombando minha filhinha contos contos eroticos professora elisangelapai é gostoso contos eroticoscontos eroticos de 4 caralhos no cuconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearacontos eroticos eu e minha filha pecando carona com meu sogrocontos velho paga sexo com meninasconto filhinha novinha ja aguentaencoxada brincando relatoprimeira vez em fraldas tesãocontos eroticos Araguaina Tocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentefui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta contos eroticosminha mulher adora ser brechadacontus estupro saias pernassexo com muito expormos pornodoidocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticoscomendo a baba e minha sograacampamento com aluninhas 2 contos eroticoscomendo a mae contoscontos de coroa com novinhocontos erotico a 1 de una solterona com um menino de 15Contos eroticos saia rodada e de calcinha fio dentalcontos de rabudascontos exitantes eroticos deixando os velhos me chuparcontos trai meu marido com um dono do bar fui busca cervejacontos eróticos de filho e mae sadadqcontos vi minha espisa fodendo com outroconto erótico vi meu avô f****** minha irmãzinhaconto entreguei os pés da minha mulher para um amigonamorado da minha irma fude a minha mae eu espia tudo conto eróticoContos com cuzinhos rosados