Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O ENCONTRO COM A GALERA DO TIO CAMINHONEIRO PARTE1

Depois da fast suck ao volante do caminhão, ainda no início da viagem, dirigimos mais umas 2 horas e paramos um pouco antes de cruzarmos a divisa de SP com o PR. Era noite e resolvemos comer alguma coisa e aproveitar para tomar um banho. rnrnNo restaurante tio Miguel encontrou um amigo, caminhoneiro do sul, estava indo na mesma direção que a gente. Conversaram um pouco, riram, e eu pagando a conta. Quando voltei o cara, chamado Felipe, me cumprimentou todo machão, mas reparei que olhou de cima a baixo com uma carinha de "vou te pegar". rnrnSeguimos estrada. Chegamos em um posto de gasolina práximo de Curitiba umas 3 horas depois. Estávamos com um pouco cansados e resolvemos "dormir" um pouco. Miguel desceu do caminhão e foi falar com o amigo Felipe, mas eu fiquei e fui para trás, ajeitar as coisas pra deitar. Mas é claro que queria foder com o titio antes de dormir, por isso tirei toda a roupa e fiquei deitado de bruços, fingindo dormir. Quando dei por mim, realmente cochilei, acordei com um "titio" roçando seu pau na minha bunda e costas, enquanto beijava minha nuca. Não resisti e me virei. Para minha surpresa não era Miguel, mas sim Felipe. Me assustei e perguntei o que ele queria e ele disse totalmente constrangido, nada rapaz, desculpa. Perguntei o que ele estava fazendo na cabine e ele respondeu que meu tio havia parado pra beber um pouco e jantar com outros amigos que eles encontraram na parada de caminhões e pediu para que ele (Felipe) me chamasse para comer algo se eu quisesse ou, pelo menos, avisasse que iria demorar um pouco para voltar para o caminhão. Mas ficou morrendo de tesão ao me encontrar de bruços e dormindo feito um anjo. Pediu desculpas e começou a colocar a bermuda, com o pau ainda duro.rnrnFelipe parecia ter uns 32 anos, era branco queimado de sol, olhos e cabelos castanhos bem curtos, devia ter uns 1.78 e 72kgs. Com uma aliança dourada enorme na mão esquerda, mas nem conversamos sobre isso. Levantei e segurei suas mãos, pedi para que ele ficasse e o beijei. Abaixei sua bermuda e pedi para que deitasse. Ele tremia, de alívio acredito. Ficamos deitados nos beijando e tocando um ao outro. Logo desci beijando seu peito liso e forte. Seu abdome, rocei meu rosto em seus pêlos pubianos fartos e abocanhei seu mastro, que a essas horas estava latejando de duro. Era um pau bonito, rosado, de uns 19 cm, grosso sem exageros, veias bem marcadas e cabeça linda, daquelas rosinhas meio avermelhadas, bem desenhadas. E cheiroso. Enfim, um tesão a parte. Mamei nessa pica gostoso, sugava suas bolas e subia lambendo seu caralho até engolir aquela cabeça gostosa e que deixava escorrer uma leve baba. Fiquei mando uns 19 min. rnrnFelipe pediu para que eu parasse. Logo me colocou deitado e retribuiu o carinho. Me chupou gostoso, com vontade, com a boca fervendo de quente. Mas logo ergueu minhas pernas e caiu de língua no meu cú. Enquanto alisava seu caralho. Vi estrelas. Que delícia, adoro um cunete. rnrnLogo depois perguntou se eu gostava de dar. Eu disse que sim, bem rápido, afinal estava morrendo de tesão e querendo senti-lo dentro de mim. Ele pegou a bermuda e colocou a mão no bolso do lado, sua fisionomia mudou, estava com cara de preocupado. Não estava encontrando a camisinha que sempre carrega. Me perguntou se eu não tinha uma. Disse que não, pois não tinha mesmo naquele momento. Disse então que teríamos que ficar apenas nas mamadas. Mas que adoraria me comer. rnFiquei sem graça e um pouco decepcionado. Não consegui disfarçar a reação. Ele me disse que sá transava com, pois respeitava sua esposa. Eu disse que entendia, mas que queria senti-lo dentro de mim. rnrnEle me perguntou para quantos caras eu tinha dado o cú. Respondi que apenas para o Miguel. E que tínhamos nos protegido (isso foi uma mentirinha minha). Ele me olhou então e sem pensar duas vezes caiu de boca no meu cú. Lambei gostoso. Foi como se tivesse escutado o que queria escutar. Gemi muito. Que delícia. Logo fizemos um 69 rápido. Eu o chupava enquanto ele me chupava e enfiava seu dedo na minha bunda, bem devagar.rnrnParamos e ele disse que estava louco, que meu cú era super apertado. Me ajeitou de bruços e colocou a cabeça do seu caralho melado na direção do meu cú. Logo deu alguns leves empurrões, que fizeram com que a cabeça entrasse. Gememos muito. Ele de prazer e eu com um pouco de dor, mas muito tesão. Ficou assim uns 2 min. Deitou sobre as minhas costas e me disse, ao pé do ouvido, que eu era uma delícia. Quase gozei naquela hora. rnrnDepois começou a fazer força e, devagar, colocou todo o seu membro dentro de mim, senti suas bolas tocarem as minhas nádegas, assim como seus pêlos. Que delícia. Ele disse que estava muito apertado e quente, que estava muito gostoso. Começou a beijar minhas costas e pescoço enquanto iniciava um vai e vem gostoso. Aumentando a velocidade e força das estocadas cada vez mais. Seus gemidos cresciam naquela cabine, estávamos pingando de suor, o prazer estava estourando o meu pau, o dele era praticamente pedra dentro de mim. rnrnFicamos assim uns 19 minutos. Logo ele começou a me foder muito forte e gemer ofegante. Me abraçava e movimentava a cintura de forma incrível, sabia muito bem o que estava fazendo. Disse que irai gozar em breve e perguntou onde eu queria que ele derramasse seu leitinho. Não pensei duas vezes e pedi que enchesse meu cú de porra. Bem gostoso. Ele ficou arrepiado com as minhas palavras e fez uma cara de "que delícia". Logo me segurou forte pela cintura e aumentou as metidas, que faziam um barulho delicioso.rnFoi quando deu um gemido descontrolado, quando senti seu pau latejar e cuspir leite fervendo no fundo do meu rabo. Não me controlei e também gozei. Mesmo sem estar me tocando. rnrnSenti seu caralho jorrando porra dentro de mim, enquanto meu pau jorrava porra no lençol e partes da cabine. Depois da gozada ficamos parados, estéticos, recuperando o fôlego por uns 19 minutos.rnEle tirou seu pau de dentro de mim e sorriu. Dizendo: somos loucos, mas que delícia. Nunca gozei assim. Emendai: Nem eu. rnrnEle me beijou, deu uma última sugava no meu pau, deixou-o limpinho, me agradeceu a foda e disse que precisava ir. Vestiu a bermuda, pegou a camisa e se foi.rnrnEu mais do que depressa limpei o lençol e tentei achar onde os jatos da minha porra foram na cabine. Tive que lamber tudo para eliminar as provas da safadeza. rnrnQue delícia. E tudo isso no 1ª dia da viagem. Depois conto as outras fodas dessa viagem pessoal.rnrnQuem quiser me escreva. Hoje tenho 21. Sou de Rio Claro, mas estou morando em Campinas-SP, estudando. Adoro caras maduros, que adorem chupar um belo caralho e levar vara na bunda. [email protected] (e-mail e msn)rnAbraçãorn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos abusado pelo tioDando o cuzinho para outro homem da pica gostosa, contos gays que dão tesãoConto gay dei meu cu primeira vez depois da farracache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 contos eroticos quando era novinhamulher casada e evangelica dando o cu,contos sexcontos erotico dormindoa coroa bunduda negra é feriado pelo pelo banco dentro do ônibusMimha mae me obrigava dar a peluda para o picudoamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticocontos eróticos sobrinha terraço caocontos gay com estupros por policiaismeu pai comeu meu cuzinho dedo do carrocontos orgia com jogadoresContoseroticosjogadoracontos eroticos toplessConto d esposa safadinha fico d pau duroContos eróticos pênis descomunalcontos lesbicos princesa chupa princesaa minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscache:tCqBSJiMNvAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_6_13_orgias.html contos recentes evangelicasFotos de mulheres com opriquito melado e de fio dentalcontos 23cm e um czino virgemContos eróticos estuprada no ónibustravesti gozando no próprio sutiãcontos do seu jorge pegando uma casadinhaContos eroticos gays cuecascontos: sentei no colo do velhoconto sheila novinha sepradameu namorado me fez de putatravesti jhuly hillslesbicas presediarisContos eroticos eu e minha irma no ginásioeu emamae dando o rabo videoconto erotico minha irmã casadafui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta contos eroticosdelirando com meus dedinhos contosÇonto casada dado iii raboconto erotico de mulher casada atraído o marido na praia de morro banco,cearacontos meu pai me arrastava pro matohome afuder mulher com penis mais grandecontos eroticos com pedreiroscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteo tamano do pau na buçetacontos/ morena com rabo fogosowww.contocurrada /vizinhoconto tia segurou sobrinho para ele dar gay contos eroticos comendo minha filha casada e gordinhacontos erotico fui fudida no banheiro do posto de gasolina pelo tarado roludocontos eróticos com enteadaescurdo bucetona arreganhada foto delascontos eróticos heterossexuais na obra contos eroticos mulher casada se evcontos mulher baixinha e arrombadasexo contos eroticos como tio poulao comeu aninhaContos eroticos novinhos que gostam de uma pica pretacontos dos podolatrasanaconda c*** mãe e filho fazendo sexo gostosoconto erotico esposa se exibindo na lojacontos vizinha loira meninacontos erotico de fantasia de esposacontos de marido queria ser cornoconto eroticocasada traindo com negraocontos eroticos fomo na pisina e a sogra mostro a bucetacontos eroticos de travesti bemdotadogay na dp de pica gg contospelado amarrado contosprofessor peludo conto gayo coroa rico me fudeu gostoso em cima da sua lancha conto eróticomulheres violadas contos eroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteabusada contocontos eróticos de irmão irmão comendo a mulher no outrohomen em purra seus ovos no cu de brunacontos incestos eu comi minha vovóconto trocando as filhasminha amiga sapa e eu chupando contolésbicas infia arma gelada na ppk até gozar