Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ENFIANDO A MÃO NA MINHA VADIA!

Oi, meu nome é vitor, carioca, 22 anos,bem branquinho, gostoso e tenho uma rola que meu namorado ama. Já o Eric tem 20 anos,mineirin gostoso, branquinho, rnrnpernas torneadas devido a natação, um rabo que me deixa louco COM COVINHAS irresistíveis.rnNamoramos há um tempo e temos uma intimidade fora do comum, nossas trepadas são de enlouquecer e hoje depois de uma foda que piramos muito decidimos rnrncompartilhar com vocês.rnMais cedo, pra terminar com uma briguinha bobinha começo a provoca-lo, puxando-o pelos cabelos e falando putarias ao pé do ouvido, deixando ele louquinho pra rnrnganhar rola, fazendo minha vadia piscar de vontade de ser linguada.rnLouco de tesão mando sentar na minha cara e sou rapidamente atendido, minha puta safada vai sentando com tudo mas eu a freio com as maos, segurando ela pelas rnrnbandas, pra olhar meu reguinho gostoso.. Começo a passar meu nariz, do começo da bundinha até as bolas, cheirando, esfregando no buraquinho que já estava rnrnquente a essa altura, cheirando alto, apertando as bandas, pressiono no buraquinho e mecho com a minha cara, vou pras bolas, mordo e puxo, e vou beliscando rnrncom os labios olhando pra carinha da minha passivinha que até então não sentiu a minha linguinha nela, olho pra ela com a lingua pra fora, fazendo babinha, rnrn"quer?" ela me responde piscando o rabo, levo toda a babinha pra pontinha da lingua e passo no reguinho todo, molhando,do fim do saco até o fim do reguinho e rnrnvolto.. e fico nessa de picole de cu, lambendo lambendo, paro e começo a linguar desesperado no buraquinho, linguando bem rapidinho, bem rapidinho, pra cima rnrne pra baixo, abrindo as bandas, linguando linguando, barulho, linguando, forçando a lingua no cuzinho, forço, entrando, ele rebolando gostoso, minha lingua rnrnentrando, sentindo piscar,vou fudendo com a lingua, indo e vindo, ela durinha e eu fudendoo meu cu. Ele rebolando, pirado,gemendo muito, bem dengosinha me rnrnpirando a devorar mais e mais.rnJogo ele na cama, pernas pra cima, ele as abraça fazendo o buraquinho ficar bem fechadinho, cuspo,linguando enquanto brinco de meter dedinho, minha vadia rnrnfalando "quero rola, quero dar" entre gemidos, e eu metendo fundo, cuspindo "Que rabo maravilhoso esse da minha mulherzinha" caio de boca, beijando dde rnrnlingua, comendo com a boca "Quero cacete", ele implora enquanto rebola, e como rebola ein? porra! Enfio lingua com dedinho, fudendo, fudendo, linguando, rnabrindo bem, olho pra piroca dele toda babada,e ele diz "sua piroca ta babando" "bichinha tem piroca sá que nao usa " e chupo a cabecinha e cuspo no cu pra rnrnpassar melzinho, engulindo o rabo, sentindo o gostinho "hmmm gostei" engulo a piroca, maamando gostoso,sugando,barulhao de sugada vou e cuspo no cu, abro rnrnprimeiro com o dedinho e deixo tudo entrar, arranho o buraco com os dentess, chupo e sugo. "Quero fazer isso com a porra, goza pra mim? goza sá tomando rnrndedinho no rabo, goza?" com um dedinho no rabo, começo a mamar o cacete, tremendo o dedinho e mamando, maamando, batendo com rola na minha cara, engulindo, rnrnele anuncia que vai gozar e esporra leite na minha boca, tomo tudo sem disperdiçar, guardo tudo dentro da boca, e vou pro rabinho, abro com dois dedinhos e rnrncuspo lá dentro, lambendo o que escorrer, olhando pra cara de vadia da minha bichinha vou até a sua boca e cuspo, "não engole, devolve" ela gemendo cuspindo rnrnna minha boca e ordeno "Agora engole meu caralho e suga o mel, e não engole, vai rápido rápido" ele obedece, abro a boca e cuspo o que tinha na minha e digo rnrn"Agora enche a minha piroca de porra baba e mel, que eu vou te fuder" ele gemendo faz tudo que mandei, não aguento, vou pro cu, posiciono minha pica e "PÁÁ" rnrnmeto tudo sem dá, minha bichinha grita de dor, manda tirar e eu digo que mulherzinha não sente dor, que putinha sá rebola pra ganhar mais piroca no rabo! rnrn"vai puta, rebola", ela tenta sair debaixo de mim, rapidamente seguro pelo pescoço forçando a cara na cama, abafando os gemidos e deixo o cuzinho se rnrnacostumar com a piroca, e começo a fude-la bem gostoso, bem rapidinho, e aquele barulho de foda, os dois suando, minha bichinha gemendo alto gritando, "me rnrnfode meu homem, fode tua vadia, tua passivinha, tua erica, aaaaaaaain, to louquinha " e tomando rola, papaapappapa, cada vez mais rapidinho, cada vez mais rnrnforte arrombando minha passivinha que gritava "ta me arrombando, que dorzinha gostosaa, to me sentindo uma mulherzinha ainn" "VAGABUNDA" "me chama de rnrnmulherzinha eu piro vaaai" "VAI MULHERZINHA DÁ ESSE RABO, REBOLA" "GOZA NA TUA MULHER GOZA NA TUA VADIA NA TUA PASSIVINHA VAAAAAI ME FAZ MULHERZINHA TOTALrnGOZA NA MINHA CUCETINHA" " MUDA DE POSIÇÃO E FAZ TEU HOMEM ESPORRAR SEM PENSAR, AGORA! QUERO VER SE É TÃO VAGABUNDA ASSIM" Ele senta de costas pra mim "olha rnrncomo sou mulherzinha, olha como faço o pau sumir dentro de mim" nossa, gozei sem pensar, esporrei muito no cu da minha passivinha..rnTiro ele de mim, olhando pro cuzinho arrombado, ele fazendo escorrer a porrinha, me pirando digo "vem pra minha boca, vem" ele senta na minha cara de novo e rnrncomeço a limpar seu rabinho enquanto ele limpa a minha rola, ele diz "to perto, vou gozar" merecendo muito eu pergunto, "o que quer que eu faça? como quer rnrngozar minha safada?" "mete a mao no meu rabo e me chupa?" Me pirando demais! engulo o pauzão da minha puta e começo a enfiar meus dedos, sem dá, e ela rnrngemendo e se arreganhando enquanto vou forçando, forçando e ela implorando pra ser aberta me enlouquecendo até que "PÁÁÁA" ainnnn, to muito abertaa, ta rnrndoendo" "vadia não sente dor, sá geme porra" metendo tudo dentro dela, fudendo com a mao, fudendo, ela gemendo muito deliciosa, e eu pronto pra gozar na rnrnboquinah da minha mulherzinha aberta, ela implora leite, e eu fudendo com a minha mao inteira, entrando tudo no rabinho dela, gemendo, gritando, aquele rnrncheiro gostoso de sexo no ar, anuncio que vou gozar, ela começa a me mamar gostoso, me pirando vou arregaçando ainda mais, e não aguento e gozo, esporro rnrntudo na boquinha dela que não resiste e goza de novo, e cai os dois exautos melados e realizados depois de mais uma trepada gostosa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto transando com pau grandeputa que mora no bairro portãochantagei minha mae com meu amigo contos eroticosdei pro caubói gostoso contos eróticosMeu marido comeu a minha filhaincesto fudi a minha mae na casa de swing sem saber que era a minha mae desabafo verdadeContos eroticos da esposa safada com o marido deficientecomo alisar minha mae para conseguir transarcontos de casadas liberadaContos eu nao sabia bate punhetame larga lençou bom diaconto iroticos meu sogro comeu minha mulhe e minha filhavideo de travesti tirando a virgindade e fazendo elas gozoruma dupla penetração com vibrador contosComi minha mãe no meu colo contos eróticossobrinho viadinho da titia tarada conto gayConto filha mete ai ai aiconto eroticos comi minha vizinha de 7aninhoscontos eroticos pirralho fudendo a casadacontos eroticos vovôs com netosArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contosminha mulher me fez corno e viado ao mesmo tempo eu adoreiConto erotico dei pro meu papai e tiopassei a calcinha contos eróticoscomedor de cu de secretarias casadas casa dos contosgostosa fas enema profundocontos fui abusada pelo visinho mau encaradonão perdoei a gostosa contoscasada funk relatos eroticosmeu primo e minha amiga contos eróticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erotico de casada que foi arregaçada bebadacontos eroticos arrombando a gordacontos de incesto minha filha se tornou um mulheraoincesto meu sobrinho contos eroticoEstuprada pelos cachorros contos eroticoslevou a esposa inocente pro swing. na casa de um. amigo. contocontos eróticos de gay comi o cu do filho do meu amigoporno baixar caralhogrossos tarado espiando a filha ninfetinha juvenil no banhocontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos meu sogrocontos eroticos mamae e papai me encinaram a chupar bucetacu cona mijo enfioufode a mulher do irmao para provar que ela é uma putatiraram a roupa da esposa contoempregadinha empolgadarelato erotico buceta peluda da maecontos erótico de estupro de empregadasgatas angelicais a procura de um agarrao 4o zelador olhando a gostosa no vestiaroontem eu esfregei o pau no cu da minha tia dormindo e certocontos eroticos arrombando a gordavovó foi lavar meu pintinho e chupou minha rolacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomessei a alizar o pau do marido da minha tia contominha esposa e minha sogra nua na praia de nudismocontos eroticos dei pra varioscontos erotico meu padrinho estava com shorte de,jogador ai eu so de sainha passei esfregando a bunda na frente delecontos eroticos meu marido armou para o irmao dele me comercontos eroticos novinhaputinnhas evangelicasconto meu cunhado me emcochou no bus contos eróticos fui Penha a força por doisroludos comendo o garoto vestido de azul a forçacontos eróticos gay lambendo o cu do macho heteroeu corno de putacontos eróticos de negrinhas que gosta de fuder com homem brancos mais velhosconto porno todos abusaram de mimcontos de maes flagando fihos punheteiroscontos de incestos mae puta e filho espertoestou comendo a donaconto erótico de meu filho f****** a irmã dele e depois foi a minha vezcontos eroticos de coroas dos seios caidosContos eriticos de novinha e nivinho virgem pau gcontos eroticos arrombando a gorda