Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MÉDICO SAFADO

Olá, meu nome é Jhony e este é meu 1ª conto. Sou adolescente de 19 anos e vou relatar o que ocorreu comigo em uma consulta ao médico que eu nunca esquecerei. Bom eu tinha marcado uma ficha pra mim num hospital aqui da minha cidade e tive a informação de que o médico era recém-formado. Deveria ser bem novo pelas informações que tive. Chegando lá, tive a informação que eu seria o último e então aguardei pacientemente os outros consultarem. Quando chegou a minha vez, levantei e caminhei para dentro do consultário. Nossa, ele era bem novo mesmo, aparentava ter uns 20 e poucos anos e era lindo. Eu sou gay, mas não assumido. Ele tinha olhos palha seca, verdes, sei lá e seu cabelo era um pouco clro. Seu rosto era contornado por uma rala camada de barba que contornava seus lábios rosados e carnudos. Ele se levantou e me cumprimentou. Seu corpo, parecia ser escultural! Ele era gatíssimo! Idêntico ao Max Fercondini, ator da globo. Pareciam gêmeos! rnEle: E aí, Jhony o que você está sentindo? Eu respondi: - Um leve incômodo na região do ânus. Ele: Ah e dái como? Eu: Ás vezes, não toda hora. Ele: Jhony posso te fazer uma pergunta um pouco indiscreta? Eu: Pode! falei um pouco nervoso. Ele: Você já fez sexo alguma vez? Quase caí. Eu: Não sou virgem. Era verdade. Ele: Pois bem. Tem certeza? Pode falar, você sabe que daqui de dentro não sai nada. Eu: Eu sei, mas nunca fiz sexo com ninguém. Achava que este foi o estopim para ele dar a iniciativa. Ele: Jhony vai até ali atrás tira essa roupa toda e veste a camisola que eu quero te examinar. Eu, levantando da cadeira e caminhando em direção ao local: Ok. Percebi que ele me fuzilava com os olhos. Quando voltei, estava completamente nu e ele me olhava cada vez mais. Eu: Pronto. Ele: Agora, Jhony, deite-se na cama de costas pra mim. Eu: Tá bem. Eu me deitei. Senti que ele levantou a camisola e começou a passar aquelas mãos fortes na minha bunda. Arrepiei na hora e achei muito estranho. Ele: É seu ânus que dái, não é mesmo? Eu: Sim. Ele começou a abrir minhas nádegas deixando meu cuzinho à mostra. Ele me pediu para segurar e eu segurei. Ele: Que ânus apertado! Ele começou a esfregar o dedo no meu cuzinho. Aquilo tava me dando tesão e meu pau ficou duro na hora. Ele passou um líquido pastoso e começou a esfregar novamente. Eu mordia o lençol da cama de tanto tesão. Ele: Tá gostando, safadinho? É aqui que dái? Eu: Vai, que ta gostoso! Ele me puxou e me colocou sentado na cama de frente pra ele. Percebi que também estava excitado pois o volume na sua calça branca aumentou de tamanho. Ele pegou minha nuca com uma das mãos e mordeu um de seus lábios. Ele: Vou te mostrar o que é um sexo gostoso! Ele me beijou tão gostoso, tão quente que eu pensei que iria gozar sem mexer no meu pau. Ele enfiava sua língua na minha boca e eu mexia a minha na dele. Foi um beijo molhado. Ele mordeu meu lábio e eu o dele. Depois demos um selinho. Eu: Ai que beijo gostoso! Ele riu com aquela cara de tarado e começou a desabotoar o cinto da sua calça. Quando terminou, me deu mais um beijo gostoso e começou a chupar meu pescoço. Fui aos céus. Eu: Ai, Ai Ai, gostoso. Ele mordeu minha orelha e disse: Não gema alto, poderemos ser pegos!. Eu entendi o recado. Ele se colocou de pé diante de mim e tirou a camisa. Nossa que peitoral, que médico. Todo sarado, delicioso. Ele me puxou da cama e me colocou de pé em sua frente. Eu dei um beijo em sua boca e comecei a chupar um de seus peitos. Ele gemia baixinho e dizia estar gostoso. abaixei mais e chupei seu umbigo. Ajoelhei-me no chão e comecei a baixar a calça juntamente com a cueca que ele estava usando. De repente apareceu um pau grosso, cheio de veias com uma cabeça vermelhinha pedindo uma chupada. A pica dele deveria ter uns 20 cm e apontava para cima. Eu: Ai doutor que pau gostoso! Ele: Gostou? Eu: Gostei. Ele: Então chupa! Foi o que eu fiz. Agarrei aquele mastro e comecei a passar a língua. Nossa que delícia! Nunca tinha feito aquilo antes. Eu: Ai que pinto gostosooo! Eu chupava tudo com muita vontade, da cabeça até o talo e com a outra mão acariciava seu saco. Ele estava com tanto tesão que eu podia sentir a pulsação de seu pinto na minha boca. Ele: Ai, delícia. Mama na rola do médico, vai. Eu olhava pra ele e ele se contorcendo de tanto tesão gemia e olhava pra mim. De vez em quando, para descansar, eu batia uma punheta no pinto gostoso dele mas logo colocava tudo na boca e chupava gostoso novamente. Ele me puxou para cima e arrancou minha camisola. Neste momento ele me deu outro beijo, sá que este foi mãos selvagem. Meu pau encostou no dele. Que sensação! Eu: Come meu cuzinho.... rnEle: Você quer? Eu: Quero muito. rnEu fiquei de 4 em cima da cama e ele começou a chupar e a lamber meu cuzinho. Eu dava socos na cama de tanto tesão e punhetava meu pinto junto. Quando ele terminou. Subiu em cima da cama e encostou a cabeça do seu pau na entradinha do meu cuzinho. Gemia de tanto tesão e quando olhava para o rosto dele ele também se contorcia de prazer. Ele esfregava seu pau no meu rego e começou a enfiá-lo no meu cu depois que passou um gel. A pica já havia entrado a metade e para minha surpresa não doeu. Quando senti que suas bolas tocaram nas minhas ele começou a tirar e a enfiar devagar. Nesse ritmo. Ele: Que cu mais gostoso! Nem parece que tu é virgem, tá apertadinho e quente. Eu: Vai que tá gostoso. Enfia tudo! eu dizia. E ele obedecia. Gente dar é tudo de bom. Muito gostoso, ainda mais quando é para um homem gostoso, lindo, médico e bem dotado. Ficamos assim uns 19 minutos, quando ele saiu de cima da cama. Sentia meu cu arrombado. Ele se sentou na cadeira das consultas e abriu as pernas. Seu pinto estava latejando de duro e ele me disse que queria gozar na minha cara. Eu subi em cima dele. Ele pegou seu pau e colocou no meu cu. Eu sentei com tudo no colo dele e a pica entrou rapidinho. Que sensação. Ele colocou as mãos nas minhas costas e começou a rebolar junto comigo. Começamos a nos beijar com seu pau dentro de mim, rebolando loucamente. Eu: Ahhh. Ai, ai que gostoso!!! rnele olhava nos meus olhos e expressava tesão. Ele mordia os lábios e rebolava. Ele: Vou gozar! Saí de cima dele e com ele ainda sentado, comecei a chupar e a punhetar o pinto dele na minha boca. Ele revirava os olhos e mordia os lábios. Eu punhetava e chupava cada vez mais forte. Ele: Você quer leitinho quentinho? ele perguntou com aquela cara de safado. Eu: Quero. Dá pra mim beber, dá? eu acariciei seus peitos e ele segurou minha cabeça. Ele: Então toma. Ele gozou forte dentro da minha boca. Bebi aquilo tudo me lambuzando bastante. Era quente e gostoso. Apás beber a porra, limpei, com a língua, seu pau que ainda estava duro. Passados alguns minutos... rnEle: Gostou? Eu: Amei, foi muito bom, uma delícia. Nunca pensei que iria transar desse jeito, com um médico bem delicioso! Minha 1ª vez vai ser inesquecível. Ele: Você é muito gostoso. Adorei te comer. Venha consultar mais vezes. Eu: É claro. Ele me beijou na boca novamente e eu saí do consultário. Minha mãe estava do lado de fora me esperando. Achou q tinha demorado. Eu para ela: Ah, mãe a consulta foi completa!!! rn

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos coroa velhopeladas e passando manteiga no corpo e na busetaContos de estupro na praiacontos eroticos comendo o cuzinho da tiawww meucontoerotico.br delisiososesconde esconde mãe contos eróticosContos eróticos /estrupandocontos de sexo picantes filhas se acabando nas pirocas. groças. e grandes do papai taradaofui cagar gostoso mulher contos eroticoscontos eroticos colega da faculdadevelhas gordas de 90kg nuaspuzeram esposa dar pra todosconto erotico incesto sonifero filhacontos tia gostosaa ai delicia ai vai vaiporno contos eroticos filhinhas enrabadascontos eroticosirmazinhavidio amador de casal esposa realiza a tara do marido de comer aminha amigaconto erotico meu marido descobriucontos verídicos com garotas teenscontos esposa dando pro pedreiro na reforma de casa sem o marido safada reaiscontos/ morena com rabo fogosomarido corno/contoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos de menina de nove anos dando o cucontos seios mamadas coroasmama direito vadia csralhocontos de pura putaria entre pais e fcontos eróticos grelao 4cmconto erotico comendo a mulher do irmao na chantagemmeu irmão ele no hotel ele fudeu minha buceta a noite toda conto eróticoconto noiva liberada no carnavalcontos torei a amiguinha da minha filha de dez aninhoscomtos erotico peguei meu filho com minha calcinha e puni com sexoContos eroticosInocentes de calcinhas contos eroticos espermatezões hentaiContos Comendo A filha da amigacontos eroticos estupradacoroas gostosas transando com meninos contos fatos reaiscontos eroticos comendo uma carcereiraflagrei minha filha fudendo castiguei ela depois comi ela chorandoConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostosocontos eróticos virou mulherCoroas bumdidaacontos eróticos nos fundinho da tiaNo dia que o vovo me desvirginou contos gayecontrei um pirocacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteMelhor transa contosArregassando a bucetinha de uma virgem enquanto ela chupa o.pau do outrosogra velha contosEstuprada pelos cachorros contos eroticoscoroas gostosas transando com meninos contos fatos reaiscontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapuerabucetas carnudas grandes beicos casadas cornoscontos erotico dominadacontos eroticos arrombando a gordaporno fetiche dar mendigosconto como transei com ela sem ela sabercontos eu minha esposa e um viadinhoContos eroticos ,meu filho quando me ve de camisola fica louco com penis grandaoboa f*** travesti orgiaamigas peladas passando margarina no corpo inteiroConto eróticos ônibus em Teresinaporno familia papai e minha irma e euContos de masturbação com objetos no ginecologistacotos erotocos piscina casadaconto erotico humilhada pelo pirocudofui escrava ate fica arrombada contoContos a bct da minha mulher e feia mais adororoimagens de mulher.compeladcontos eroticos virei amante do tio do meu