Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ORGASMOS MÚLTIPLOS COM MEU PADRINHO

Tenho 19 anos, paulista, 1,65, 53 kg. Cabelos castanhos claros, olhos verdes e um corpinho que, modéstia a parte chama atenção de muita gente (homens e mulheres). Meu padrinho é o melhor amigo do meu pai e nossas famílias são muito unidas. Assim, todos os finais de semana todos se encontravam (em nossa casa ou na dele) para almoçarmos. Os adultos ficavam bebendo até tarde enquanto as crianças (eu, meu irmão e nossos “primos” – filhos do meu padrinho e da mulher dele) ficavamos brincando pela casa. Sempre muito afetuoso, meu padrinho adorava me encher de presentes, me dar beijos e abraços e me mimar bastante. Claro, eu adorava! O tempo foi passando e eu fui crescendo, comecei a namorar e mal ficava em casa, de modo que minha presença nos almoços entre as famílias eram cada vez mais raras. Passei um tempão sem encontrar direito meus padrinhos... até o Reveillon de 2011.
Como tinha aprontado muito durante o ano (minhas notas não estavam baixas, as baladas constantes e o término do meu namoro) resolvi passar o ano novo com meu pais em nossa casa de campo. A família do meu padrinho também estava lá. Eu estava realmente com muitas saudades deles e aproveitei bastante a viagem (eu nem imaginava o quanto!). Logo no primeiro dia, depois de tomar algumas cervejas, conversando com meu padrinho, ele ficou falando que eu estava muito bonita, que tinha me tornado uma mulher muito atraente. Percebi que seu olhar era mais maliciosos do que aparentava. Enquanto eu tomava sol, o via me observando, secando meu corpo todo. Procurava ficar sempre ao meu lado, puxar assunto e me tocar o máximo que podia. Fui ficando excitada com esse joguinho e resolvi entrar na brincadeira. Comecei a provocá-lo o tempo todo. Rebolava para andar quando ele estava por perto, mostrava a marquinha do meu bronzeado abaixando a lateral do biquíni. Pegava em suas coxas quando ia falar com ele e lançava olhares provocativos o tempo todo! Aquilo estava ficando muito excitante e eu percebi onde iríamos parar.
Na noite do dia 30 de dezembro ficamos (todos que estavam na casa) fazendo vários drinks diferentes. Meu primo é barman e não parava de preparar caipirinhas deliciosas para todos. Conversando até tarde, um a um foi nos dando Boa-noite e se recolhendo aos seus quartos. Estava tão envolvida na consversa com o meu padrinho que nem percebi que já eram quase 3:00h da manhã, quando a minha prima, última a se retirar foi dormir. Agora estava sá ele e eu, se fosse acontecer alguma coisa, não teria como escapar. Ia ser agora!
Meu padrinho me olhava fundo nos olhos, com carinho e desejo. Mexia nos meus cabelos retribuindo o olhar. Sua fala foi ficando mais mole e seus olhos percorriam meu corpo todo. Subi sutilmente a saia do meu vestido, como um sinal verde para que ele colocasse a mão em minhas pernas. E foi isso que ele fez. Uma mão na minha coxa e outra acariciando meu rosto, disse o quanto eu era linda, que ele era meu padrinho e ia cuidar de mim. “Você sempre cuidou de mim, né Cuco (apelido dele)”, “mas eu quero cuidar mais, agora vc é grande e precisa de outros cuidados” Sua mão enorme ia subindo pelas minhas pernas, acariciou a bunda e foi entrando para encontrar minnha xoxota. Como não fiz menção de abrir as pernas, ele perguntou: “Você não quer que o Cuco cuide de vc? Eu sei que vc quer. Está me provocando a viagem interia. Deixa eu cuidar de vc meu amor!”. Nisso olhei para sua bermuda. Seu pau estava tão grande e duro que fazia uma cabana nos shorts larguinho. De repente ele puxou minha cabeça ao seu encontro e me deu o beijo mais apaixonado e quente que eu já recebi. Não tinha como voltar atrás. Eu já estava louca de tesão e pulei no colo dele, o abraçando com as minhas pernas. Ele passava a mão no meu corpo todo, sem parar de me beijar. Ele levantou da cadeira e comigo agarrada em seu corpo fomos até um quarto anexo à casa que estava vazio. O padrinho me colocou sentada em cima de uma cômoda, e arrancou o meu vestido. Eu estava sem sutiãi e ele deu um gemido quando viu meus seios. Foi beijando meu pescoço e colo até chegar aos bicos já duros de tesão e mordicá-los, lamber, chupar. “Como vc é gostosa, linda! Que coisa maravilhosa.” Arrancou minha calcinha e me jogou na cama. Tirei a bermuda dele e dei de cara com o maior pinto que já vi na minha vida. Cai de boca. Aquela cabeça enorme, grossa e firme, latejava em minha boca, soltando um líquido doce e quente. Seu pau mal cabia na minha boca e quase engasguei várias vezes tentando chupá-lo até o fim. Passando a mão em meus cabelos meu padrinho gemia de prazer. Deu pra perceber que ele queria isso a muito tempo. Seu pau foi ficando mais duro e latejante, percebi que ele ia gozar e fiz com que ele fizesse isso em meus seios. Ficamos nos esfregando com a toda aquela porra entre nossos corpos e não demorou para ele começar a me beijar interia de novo. Parecia que queria conhecer e beijar cada pedacinho do meu corpo e quando ele chegou na minha buceta eu já estava tapo molhada e excitada que foi a melhor chupada de todas. Padrinho lambia e mordiscava meu clitáris, ao mesmo tempo, colocava o dedo na minha xaninha e eu estava louca de tesão. Foi o orgasmo mais longo que eu já tive. Meu corpo formigava e mal conseguia enxergar. Meu padrinho finalizou com um beijotão gostoso quanto o primeiro e eu queria mais. “Me come Cuco, estou louca de tesão e tá td uma delícia. Cuida de mim cuida”. Meu padrinhopegou minhas mãos e colocou acima do meu corpo, segurando-as como se estivesse me prendendo. Meteu seu pau dentro de mim com tudo que entrou facilmente de tão molhada que eu estava. Começou num ritmo devagar, me olhando nos olhos, beijando meu pescoaço e esfregando seu peito com o meu. A velocidade foi aumentando e logo estávamos metendo como dois. Animais. Fiquei de quatro, depois por cima, por baixo e transamos por quase uma hora. Quando eu estava por cima dele, posição que gozo com mais facilidade, não aguente. Estremeci toda e comecei a cavalgar num ritmo forte, metendo todo o pau dele na minha boceta, gemendo alto. Vi que ele ia gozar junto comigo. Segurei em suas mãos e calvaguei mais forte ainda. Desabei emcima de seu corpo depois de um êxtase tamanho que ficamos mudos por um bom tempo, sentindo a respiração um do outro, se alisando e relaxando. Quase pegando do sono, dissemos que tínhamos que ir cada um para o seu quarto e prometemos repetir a dose mais vezes, na surdina... 2012 promete, não vejo a hora de ser dele novamente!!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto erotico avo carente tia safada juntasmuito tempo sem mamar no paucontos eróticos fantasias de uma mulher gostosa iniciando os garotinhos novinhos e virgenscontos eroticos tia casada e sobrinhoMinha sogra me pergunto se eu deichava ela chupa no meu peniscontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadosa morena virtual itaperuna rjquero uma buceta envolvendo meu paucontos eróticos cdzinhaContos eroticos velha com 110cm de bundaX.mobele munher perdeno virgidade com um home pistoludocontos de punheta com botascontos enquanto dormia comi minha irma e suaeu moro sozinha com meu filho e com a minha filha meu filho ele sempre ele me fode meu filho fundendo minha buceta no meu quarto eu perguntei pra ele se ele queria tirar a virgindade da buceta da sua irmã meu filho disse pra mim eu quero mãe tirar a virgindade da buceta da minha irmã eu disse pra ele eu vou falar com sua irmã eu fui conversar com a minha filha eu perguntei pra ela filha você que perder sua virgindade da sua buceta com seu irmão ela disse pra mim eu quero a noite eu levei minha filha pro meu quarto meu filho tava na minha cama conto eróticomeu ex tem ficou duro eroticos contoscontos putaria de crentesminha esposa foi aprender a montar - contos eroticosconto real tia se masturbando soconto esposa gozadaPai filha chuva dourada contos euroticosEu e minha Mãe Cabaço contosconto lekeComtoerotico a coroa me seduzilconto moreninha do cu largocu delicioaocontos eróticos negra do c* arrombadotitiocolocadevagarContos filhinhas calcinhacontos eroticos pequeninaconto comi a nega na praia de nudismocontos eroticos de Maezinha bobinha do amigis transando com jovezinhoComi a cadeirante casada contoscontos eroticos de casadas que encarou um pau gigantesconegao e o seu caralhoContos eróticos fiquei desemprego e o nosso velho vizinho rico comprou minha mulher 3em casa sou a puta da familia contoscontos eróticos fui na praia de nudismo e fudi gostosocontos erótico estuprada pelo chefinhoEstuprada pelos cachorros contos eroticosconto erótico evangélicoavo peladas toda melada de maegarinacomi a minha mãe na chantagemcontos com letras grandes , a rabuda e os dois travecosconto eroticos comendo a irma de perna quebradaconto chorei mas aguentei a pica do meu patrasdoconto de esposa vendo seu marido na rola de outrovelhas gordas de 90kg nuasas molhadinhad mas. gostozas com vidios porno com voz altahistoria conto carona casal desconhecidoconto erotico homem tarado divinopolisna hora do horgazmo gozandoconsultora pega a cliente e a faz gemer de prazerfoto espprradasconto erotico corno puta e paiconto erótico na praia com a família da esposacoxaselianacontos tomei o.leitinho do papaiContos eróticos dei pra todos os homens da famíliacontos eroticos de cornos e veiascontos erotico a minha nutricionistacontos gays gemeoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos gay o irmao mais velho do meu amigo me comia diretocontos pequei minha prima com o namorado dela e chantajiei elacontos cornos forumconto chantagem feita de objeto sexualcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente,conto meu pai foi cornoencoxada coroas entregador de gaconto meu pai descabacou minha irmaconto de sogra dando para genrosexo contos eriticos o amigo do meu marido me pasando bronseadorcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos filha praia esposacontos eroticos de sexo de toda familaclube da depravacao zoofiliacontos eroticos arrombando a gordaa rola dele era muito grossa e veiuda eu implorei pra ele paraconto erotico sogro ahh uhh mete meteminha namorada ficando com.outro conto