Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O AMIGO DO PAPAI.

Oi, meu nome é Sophia, sou uma loira carioca, moro na capital do RJ, hj faço faculdade de Direito. Como disse, sou loira, cabelos lisos até o meio das costas, tenho olhos azuis, coxas grossas e torneadas, bumbum arrebitado e grande como o de uma mulata, meu cuzinho e pequenino e rosado, seios de médios para grandes com biquinhos rosados e salientes, tenho 1,85m e lábios carnudos e rosados, apesar de já ter transado muito, até hoje sou toda apertadinha.Tenho esse corpo todo porque desde novinha faço academia com um personal trainner. Meu pai é um homem rodeado de amigos e desde quando eu era novinha iamos para uma casa de praia em Buzios e muitos de seus amigos frequentavam essa nossa casa de praia. Uma vez, quando eu tinha por volta dos 19 anos aconteceu isso que vou contar...
Estavamos na casa de praia e por eu estar na minha casa eu andava com roupas curtas, desfilava de biquini sempre bem pequeno, nunca gostei de roupas grandes e as vezes ficava de calcinha e sutiã em casa, meu pai tinha se separado recentemente da sua esposa e estavamos sá nás dois em casa, então ele me perguntou se eu me encomodaria de ele chamar uns amigos para passarem um final de semana conosco, eu disse que não e ele foi trabalhar. A semana passou normalmente e eu estava curtindo a casa, havia acabado de comprar um biquini bem pequeno e algumas lingeries sensuais, o sábado chegou e o sol estava com tudo, eu vesti o meu biquini novo e fui tomar um banho de piscina e tomar um sol para ficar com minha nova marquinha. Quando cheguei a piscina havia uns 3 amigos do meu pai e dois estavam acompanhados de suas esposas e um desses amigos do meu pai me chamou bastante atenção, ele era alto, bastante musculoso e com olhos verdes bem sensuais, seu sorriso era lindo e eu percebi que ele me olhava, seu nome era Bruno e ele tinha por volta dos 32 anos.
Eu fui até meu pai e comprimentei ele e seus amigos, ao falar com meu pai, empinei discretamente a bunda pro lado do Bruno, sai rapidamente de la e mergulhei na piscina, nadei um pouco e me deitei ao sol com o bumbum pra cima, fiquei bastante tempo ao sol e percebi que o Bruno não tirava os olhos do meu corpo, depois de um tempo resolvi ir tomar um banho, fui tomar banho e meu pai disse que iria com os amigos a um restaurante, mas que ele não ia chegar muito tarde, eu concordei e disse que ele nao precisava se preocupar que eu ja sabia me cuidar, logo em seguida ouvi o Bruno dizer que não iria pois estava com mal estar e então o meu pai saiu. Aproveitei a ausencia do meu pai pra provocar o Bruno, sai do banho e vesti uma das minhas calcinhas fio-dental, coloquei uma blusa "comprida" que cobria um pouquinho do meu bumbum e fiquei sem sutiã, soltei meus cabelos e fui para a sala, sabia que o Bruno logo passaria por ali, deitei no sofá com o bumbum pra cima deixando minha calcinha amostra e fingi estar dormindo. Percebi que o Bruno havia chegado a sala e empinei um pouco mais o bumbum, senti ele se aproximar e acariciar o meu bumbum, ele apertava levemente e aos poucos foi tirando minha calcinha até tira-la por completo, entao ele começou a contornar minha bunda com a lingua, abriu um pouco o meu bumbum e passou a lingua no meu cuzinho me deixando arrepiada, na época eu ainda era virgem mas ja me masturbava vendo filmes pornos, me virei lentamente ainda fingindo estar dormindo e abri um pouco as pernas, ele recuou um pouco e ao ver que eu estava dormindo ele começou a passar a lingua na minha xaninha, ele chupou bastante e depois começou a penetrar alguns dedos, aos poucos sua mão ja me fodia e eu puxei o Bruno pra cima de mim, ele se assustou mas continuou, me deu um beijo caloroso e eu senti o seu pau roçar na minha xaninha molhada. Ele tirou a minha blusa e chupava meus seios com muita vontade, deixando os biquinhos bem vermelhos e algumas marcas envolta dos mesmos, abaixou sua bermuda e começou a roçar a cabeça do seu pau na minha xaninha me deixando louca, eu ja nao aguentava aquela provocação quando disse: - Vem gostoso, me come tio.
Ele imediatamente enfiou seu pau com muita vontade e eu gemi alto, ele me fodia com vontade e eu gemia como uma puta, ele penetrava cada vez com mais força e eu gemia cada vez mais, fizemos diversas posições e quando eu estava de quatro disse: - Come meu cu tiozinho.
Ele deu uma cuspida no meu cu e começou a enfiar lentamente o seu pau no mesmo, no começo foi dificil mas depois de um tempo ele ja me comia com força, eu rebolava e gemia bastante até que gozamos juntos e fomos tomar um banho, onde eu o chupei até ele gozar novamente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de zoofilia com cavaloCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininoboquete no casado contocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto o sarado e a gordinhaconto.erotico.tia.sogra.cunhadacoroa gostosa e pega de surpresa por entregadorrelatos comi a gorda na marraesposa tomou um susto quando tirou a venda comtoscontos eroticos crente traindo o marido com o Dogresguardando a namorada contoContos eroticos gays cuecascontos eróticos de comi a chata da claseFui sarradA no show contocontos eroticos no escuroconto chantagem enteadacontos eróticos minha amiga casadacontos eróticos priminha caçulacontos eroticos papai me fodeuencoxada brincando relatoContos eróticos bizarroscontos de coroa com novinhocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteConto estupro sogro e noramulheres batendo punheta po patrao inche aboca de porraCaralhogigantedentrochapuleta inchada no cuzinho Contos eróticos minha mulher apanhandocontos eroticos meu irmao e meu amante incestoxvidiocu gostozocontos eróticos de estupro concedido de estudantesContos erotico sobrinha magrela no colo do tioContos Eroticos Vóvocontos eróticos com esposa contando suas putariasContos eroticos viagem a africacontos eroticos de empregadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepauzudo fudendo mulher de pernas fechadasduas mulher do Jordão baixo chupando b*****contos com minha prima novinhagrelao 4cm contoscontos erotico comendo a casada dentro da roça de milhocontos fazendo vovô gozartravesti coroa enroladinho Pretocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eroticos shortinho pppcontos eróticos gays irmãosconto erotico casada do cuzinho apertadocontos eroticos arrombando a gordacomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhoscontos eroticos namorada primocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecoroa. calcinha. fio dentral bocetona greluda peludaconto minha tia me chamou no banhoContos eroticos estupros coletivos veriticoscasadas putas fodendo com preso contocontos eróticos com mulher q usa vestido coladocontos eroticos amiga da minha mae velha coroa viuvaconto erotico de dona francisca caseiraContos eroticos enrrabada por um cao picudover travesti de shortinho bem curtinho e bem dotadaContos eroticos no onibuscontos eróticos prima e irmãcontos eroticos congresso medicocontos no orfanato gaya saga de uma puta contos eroticocontos mulher infiel marido atento incestoContos eróticos fudendo a irmã casadaContos eróticos menininha putinha com rostinho de anjocontos eroticos enteadacontos de foder fodi minha ex namorada que gingava Contos minha mãe e sua buceta greludaconto comendo travesti bundudocontos eroticos pique esconde com tiacontos. minha irma casada é minha puta escravaconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenporno espiando a cunhada se peegado