Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

005 - PUTARIA FUTEBOL CLUBE – O TREINADOR ME COMEU

Mas algo sai errado e ao gozar e fixar meu olhar para a porta vejo que diante de nos estava o Carlão. É isto mesmo! Nosso treinador estava parado na porta e via toda aquela cena, eu de perna para o ar, com uma torra no cu colocado por Bruno e Vitor também do lado direito da cama com sua pica ereta para cima.



Realmente nos três ficamos parados, e como em uma cena congelada via que Carlão parecia não acreditar em tal acontecimento, mas a realidade caia diante de meu olhar, pois meu cu já era arrombado e minha carreira de jogador também.



Porem a reação de Carlão foi a pior de todas, ele disse a seguinte frase.



“- Então temos uma bicha no time, e esta na hora de você aprender a dar o cu pra um homem de verdade e aprender a virar homem...”



Ele então caminhando em nossa direção já tirando sua roupa e deixando a mostra seu corpo de homem mais velho e uma rolam que vinha totalmente dura diante de meu olhar.



Eu continuava de quatro e via uma pica enorme diante de meu olhar, grossa e grande com um jeito de comedor de rabo, ele então me manda continuar de quatro, pede para os garotos afastar de mim, e com muito carinho olhar meu rabo, enfia seu dedo e me diz.



“- que cu gostoso, agora vou meter uma pica de verdade, quero fazer você tremer na minha rola...”



Sendo então o guspir em sua mão o sinal da violência sexual diante de meu anelzinho arrombado, eu tremia, e sentia ele me segurar pelas ancas, via o olhar de desejos de Bruno e Vitor ao bater punheta vendo eu tremer com o entrar da pica do nosso treinador.



Carlão era um senhor de idade, tinha uns 55 anos, gordo, com aquela barriga de chopp e um jeito descolado e doido de treinar agora estava diante de meu cu demonstrando o quanto nos enganamos com as pessoas, pois muito antes de meter em mim via nele um exemplo de seriedade, mas no entando eu aquentava calado o entrar de uma pica grossa e ao mesmo tempo gostosa.



De quatro naquele momento, sentindo uma dor desgraçada, o entrar e sair delirante de uma jeba no toba, e ainda diante de minha boca já estava a pica de Bruno, que me fazia engasgar de tanto prazer e desejo.



Enquanto nosso treinador de mostrava a outra face de um técnico, Bruno demonstrava a face verdadeira e gostosa de um comedor de verdade, e Vitor batendo punheta ficava me vendo gemer e ser arrombado por duas picas.



Meu toba parecia estar sendo consumido com tudo aquilo e minha reação era de mais prazer e gemer deixei me levar pela pica e não pela violência das estocadas do treinador Carlão que por sinal fazia gostoso o entrar e sair de sua vara descomunal



Era gostoso sentir uma pica me fazer viado, era uma delicia me ver diante de uma geba de macho de verdade, e aquela pica linda, cabeçuda e grossa do treinador me fazia sentir, dor, prazer, em um gemido de sentidos, meu corpo se arrepiava todo e minhas entranhas do meu cu parecia agradecer por tamanha novidade rolistica.



Eu gemia, mamava e sentia o torra na minha boca e outra no meu cu, em um misto de parceria Vitor e Bruno revezava quem me fazia chupar cada pica por vez, e o treinador rebolava seu pau dentro de mim, e daí a vida me ensinava o prazer de dar pra três, e principalmente de sentir uma torra de um homem mais velho como nosso comedor treinador.



Literalmente eu sentia o “pau no cu” sentia a dor do gemer e não mais de quatro e sim de frango assado, com as pernas pra cima sentia o fuder de Vitor dominar minha boca e o enfiar da pica e dos dedinhos do treinador ao mesmo tempo, fazendo eu chorar de dor e prazer.



Via aquela barriga grande, aquela pica grossa, sentindo meu cu se abrir a cada momento mais, eu realmente pensava o quanto me custaria aquela foda, o quando de bom jogador do time para viado se tornaria minha promoção, porem nada me adiantava, pois sentia o tremer da rola grossa dentro de minhas entranhas anais..



Delirantemente o garoto estava ali, gemendo, com o rabo ardendo e com a boca sendo enterrada numa pica, sentia o leitinho quente de Vitor me fazer engasgar de tanta porra adentrar em minha garganta.



Logo o treinador que somente abusava do meu anelzinho arrombado me fazia gritar de tanto socar dentro dele, me fazia tentar tirar um pouco e afastar a pica do fundo do meu orifício, e ele é claro, bem mais forte metia mais ainda vendo em um misto de engolir leite de macho e dar o cu gemer, gritar e estar diante de três rolas grossas.



Ele me chamava de viadinho, me batia na cara me mandando engolir a porra de Vitor, me fazia gritar e sentir dedadas e rola entrar, sentia o suor de sua velhice3, o entrar de sua geba, sentir Bruno se aproximar e fazer de mim agora o menino do seu prazer o com sua beleza de garoto tambem me fazer engolir sua geba.



Com a pica adentro, e o entrar e sair de ambos os buracos, sendo boca e cu eu estava molecado, com a boca babenta de porra e agora babenta com a pica melecada de Bruno.



Sexo, prazer e desejo se misturava ao romper a barreira do meu anus, meu cu parecia estar aberto para adentrar de pica, de dedos, e de porra, eu um menino sentia a duvida e o medo entre perder a carreira ou perder a credibilidade como garoto, e daí ao olhar e gemer diante de tal fato me via perdido no mundo dos adoradores de pica.



Via-me diferente e em poucos minutos, naquela posição de frango assado e vendo que Carlão com seu corpo se preparava pra encher meu anel de leite e vendo Bruno me fazer quase engasgar via a reação que os dois estariam prontos para mijar porra em mim.



E assim se fez, depois de engolir a porra quente de Vitor agora sentia a porra de nosso treinador jorrar dentro de mim, ele gemer de prazer e ao mesmo tempo Bruno me fazer engolir ainda mais o gosto do prazer em minha boca.



Porra duas vezes na boca e uma que vale por três no rabo, ambos gemia de prazer, e o nosso técnico estava satisfeito com tudo aquilo, parecia ter descoberto uma mina de ouro e ao saber que meu cuzinho seria dele também me fazia sentir medo, ao mesmo tempo em que me olhava e me ameaçava.



“-Este é o nosso segredo, quando eu quiser te comer te chamo, e se sair daqui esta historia sabe o que vai acontecer com você no campeonato.”



Eu tremia e todo gozado via os três sair em fila de meu quarto e me abandonar daquele modo, logo chorei e me bateu o arrependimento depois das palavras de Carlão, via agora minha carreira na mão deles, via que Bruno não me protegia e somente quis se aproveitar de mim na primeira vez, via que o prazer estava muito alem do sexo e sim da falta ou excesso dele.



Neste momento caído na minha cama, pronto para tomar banho devivo o cheiro forte de porra, e encostar o dedo no meu cuzinho sentia o estrago feito por nosso treinador, que como um cavalo me abrio todo.



Sentia o prazer do momento, porem estava disposto a dormir e pensar como iria agir de tal modo, e assim pensar em um plano para me safar desta na melhor. Forma.



Continua.



Ass ThyAggo



------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------



+ interatividade...



MSN -



[email protected]



Blog -



portalgayms.blogspot.com



portalgayms.blogspot.com







------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


www.conto erotico novinha virgem virando putinha no pau grandecontos eróticos mulher maduracasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticoscontos eróticos com enteadacontos eróticos sequestrada por um velhoConto erotico revistando bundudacontos eroticos de noramulheres novinhas com peitinhos pequenos arrebitado inchados efome conto héterocontos eroticos arrombando a gordaxvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaminha mulher alargou meu cu contocontos eroticos arrombando a gordaVideo insesto filho empnotiza a mae e tranza com elacontos eróticos minha sogra armou meu chifreconto eroticos sem maldade senti que os dedos tocavam minha xoxoracontos de calcinhas sujasComo e bom fuder com o velhinho contosputinha de zona contoContos sogra mulher e cunhadas peladinhas na piscinacontos eróticos trai com consentimento do meu maridoPorno conto casada no veloriodesenho pornos dos flinstones cornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedesce com a x*** no paucontos eroticos fetiche trans branquinhacontos de coroa com novinhocontos eroticos com cachorrocontos eroticos comi minha cunhada que tava com um vestido curtinho...finalmente o telefone tocou conto erotico cornopouca enormexvidio.comcontos eroticos meu pai alojou a rola no meu cuzinho e na buxetinhacontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netasContos erótico minha maninhacontos boquete3amigo chupa paus amigosconto vendado sexo cornocriando o sobrinho banho contoconto casada é assaltada e fodidaele veio com o pau na minha bunda no tremcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos excitantescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos erótico Paráconto ela apostou o cuzinho e perdeucontos eroticos com estorias ocorridas na infanciacontos fingi que dormia e comi minha filhabuceta carnuda comtos de sexocontos fragei meu amigo dotado e minha esposacontos eróticos maputocontos eroticos a crente do fretadocontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas analcontos eroticos machuquei minha primacontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetao zelador olhando a gostosa no vestiarodando contoscontos mulher desmaio na picameu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticoscontos eróticos de sobrinhas postado recentementefui encoxada a forçaconto.erodico.neu.marido.mim.em.sinou.a.ser.safada.na.canhonme infinando a rola na bumda da molemeu filho meu machocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticontos eróticos gays prima e primo me gaz gozar.commamaee. fez papai me fedur contocontos fui cornoconto meu cunhado me emcochou no bus Meu vizinho tiro meu cabaço bebadafui enrabado pe lo o yravesti na baladaconto gay o viuvo me fez sua femeaxorte regasado pirno