Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LIBANESA NOVINHA GOZANDO GOSTOSO NO JET SKY

Ola, eu sou a Libanesa tenho 19 anos, morena de cabelos longos e lisos, estilo índia, tenho 1,68 de altura e peso...bom isso não se revela, mas diria que tenho um corpão. O que relato a seguir aconteceu na casa de um amigo do meu pai, fica no Riacho Grande. A casa tem um quintal que desemboca na represa, e nos dias quentes o pessoal costuma andar de jet sky. Fomos para lá, tava um baita calorão, cheguei lá e a primeira coisa que perguntei foi do jet sky, meu irmão até deu bronca, falou que eu parecia uma interesseira. Mas como já sou de casa o pessoal não falou nada.



Este amigo do meu pai, o Ruy é casado com a Flávia e tem dois filhos, uma casal, o Renan e a Juliana. Eles tem a idade práxima a minha. Bom fomos almoçar, comi muito, mas tudo bem . Assim que acabou o almoço, lá pras duas da tarde comecei a pentelhar o pessoal pra andar de jet,ninguém quis. Perguntei pro Ruy se eu poderia ir sozinha, ele disse que sim e sá disse para eu tomar cuidado.



O jet já estava no lugar certo, fui até o banheiro e coloquei um maio preto, porque bikini poderia cair com uma queda. Fui até o jet,ligar foi fácil, dei umas aceleradas, mas ele não andava direito, fiquei assim,o motor parecia que ia explodir, mas achei que fosse normal. Andei poucos metros e já estava de frente pra uma outra casa, lá estava um cara nadando e quando me viu acenou, perguntou se eu era amiga do Renan, afinal estava com o jet dele. Expliquei a situação, ele sorriu e me explicou que eu estava afogando o motor da maneira que eu estava dirigindo. Para não ser mal educada me apresentei e ele também, Álvaro. Ele então se ofereceu pra explicar, por fim perguntou se queria dar uma volta comigo na garupa. Eu disse que sim e fomos. Logo que sentei ele já acelerou com tudo, eu para não cair agarrei em seu tronco, passei meus braços em volta dele e colei meu rosto na suas costas. Senti que ele se arrepiou e até desacelerou, olhou pra trás e disse “assim eu me descontrolo”. Eu entendi bem o que ele dizia, não posso negar que me empolguei. Falei para ele ir mais devagar, ele foi, cada vez indo mais longe, eu então comecei a passar a mão pelo seu corpo, apertava suas coxas e passava a mão entre as pernas rapidamente, aquela sunga azul clara dele era uma delícia.



Em pouco tempo senti que seu pau estava duro, fui até seu ouvido e pedi para que ele seguisse em frente direto, que eu gostaria de fazer umas carícias, ele sorriu e me obedeceu. Antes de começar enfiei minha língua em sua orelha, enfiando fundo, e ele sá ficava mais louco. Fiquei massageando seu pau sobre a sunga, esse eras dos grandes e grosso, apertava com força, e aquilo estava mais parecendo um pedaço de pedra. Ele perguntou se queria que eu parasse, mas disse que não, que apensas continuasse andando. Ele pedia para eu enfiar a mão por dentro da sunga, mas eu disse que não. Perguntei se ele gostava de pés, ele disse que sim, ai me apoiei com os braços pra trás e o envolvi com minhas pernas, juntando meus dois pezinhos em seu membro, sobre a sunga, o jet sky parecia sem rumo agora. O tempo começou a virar, e as nuvens escureceram o céu, Álvaro perguntou se eu queria voltar, disse que ainda não, que agora eu que iria pilotar. Trocamos de lugar, ele se sentou atrás e me ajudou a passar para a frente, e quando sentei fiz questão de raspar minhas bunda em seu pauzão. Pedi algumas explicações e em pouco tempo eu estava guiando. Ele parecia estar sem graça então virei e pedi, “por favor lindo, me encoxa e bate uma pra mim”, na mesma hora ele veio pra cima de mim, encaixando seu mastro por entre minhasnádegas e enfiando o dedo dentro do meu maiô...eu estava ensopada. Como eram ágeis os dedos de Álvaro,ele deve ter ficado uns 5 minutos direto sem parar, senti que ia gozar e o avisei,ele afundou seus dedos e eu tremia feito uma cabrita gozando, fiquei louca, parei o jet, coloquei minha mão pra trás e enfiei em sua sunga segurando o seu pau, dei umas massageadas, e coloquei pra fora aquilo, esmaguei contra o banco, me levantei e sentei sobre seu pau e passei a rebolar...



Não aguentei muito tempo e disse “eu quero você dentro de mim”. Me debrucei pra frente, empinei a bunda e falei, “fique a vontade, sá me faça gozar de novo”. Ele afastou o maio, cuspiu no pau e começou a enfiar no meu cuzinho, colocou a cabeça, mas pedi para ele parar, “primeira na frente, mais tarde no cu”. E então começou a enfiar. Eu sentia cada centímetro, e a chuva começou, eu gemia alto, afinal ninguém nos escutaria e ele se empolgava, metia com mais força, ele fazia como eu gostava, abria bem minha bunda, me dava tapas e as vezes enfiava um dedo no cuzinho. Eu rebolava feito uma cadela no cio, não resisti e avisei que gozaria de novo, assim que disse isso ele puxou meus cabelos, eu quase morri de tanto gozo, eu gozei por muito tempo e ele fodia sem dá,do jeito que gosto. Devemos ter ficado ali uns 40 minutos, e estranhei que ele não gozava, perguntei se ele não queria gozar, mas ele disse que tava muito bom, e se gozasse teria q parar porque era perigoso engravidar. Disse para ele relaxar e avisasse quando fosse gozar que eu tiraria e não teria perigo algum. Disse isso e então ele falou “então é agora, sai, sai”, joguei meu corpo sobre ele e sentei em seu pau com tudo, e sá fui sentindo as contrações daquele cacete jorrando porra dentro de mim, ele gozava muito, eu galopava com força e disse “aguenta mais um pouco que vou gozar de novo”, aaaaaaaaaaaaaaa, como gozei. Eu devo ter desidratado o Álvaro, fui fazendo mais devagar, senti seu pau amolecer, pedi para ele fechar os olhos e deixar comigo, tirei minha bucetinha de seu pau, mas deixei sobre ele, fiz força com os músculos vaginais para expulsar aquela porra, fui encharcando o seu pau mole com sua prápria porra. Quase cai do jet, mas não cai não. Me equilibrei e passei a chupa-lo, juntei toda a porra que vazou com a língua e “suguei”, engoli tudinho e fiquei chupando o pau dele.



A chuva ficou muito forte, parecia tempestade, mas tava tão bom seu pau voltando a endurecer, e ele disse “você é demais, a vontade que tenho é de contar pros meu amigos, mas jamais acreditariam”. Eu sorri e disse, “e se tivesse mais um deles com você, ele acreditaria?”. Voces nem imaginam o que aconteceu depois!



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fetiches. suzane deu pro paicontos eroticos virgem com vovocontos gay cuzinho frouxominha sogra falou que tem dificuldade para gozarcontos mulher casada da o cu pro cãomulher dando a buceta no salao da foliaminha mae adora um negao contos eroticos gratishistorias eroticas de onibus lotadosPeguei minha tia veridicocontos eroticos louco pra da meu cuzaoEnteada chupado o caseta e bebendo porra e levando na bucetaconto erótico chupada do nada escondida mel sugar babarcontos eroticos de sogroconto comi minha cunhada deprimidacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu primo rasgou meu cu gaycontos eroticos meu amigo comeu minha mulher e minha filhacontos eroticos arrombando a gordaContos eroticos meu filho meteu ni mim bem gostosoConto vontade de treparpapai mim comeu contoscorno obrigado a chupar pica contoOuvir contos de inxestoSafadinho aaa uuuCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubacasa dos contos eróticos mãe perdendo as pregas para o filhoCdzinhas litoralcontos eroticos de travestis fudendo o tioconto lesbica humilhadacontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeuContos o doido metev na mendiga na ruacontos com rabudascache:o2QtLYsJB5EJ:okinawa-ufa.ru/conto_23564_totalmente-submisso-a-minha-dominadora.html enteada é chantageada pelo padrastoconto patricia traindodesde menino desejei ser enrabado por um velho bem safadocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos depois daquela pica a buceta da minha esposa nunca mais foi a mesmaconto fazenda com mamaeloira cris casada fode com negao contos eroticoscontos eroticos de mulher com travesticontos eroticos dono de mercearia comendo a casadaconto eróticos de mendigo arregaça bucetaComi cu claraCasada narra conto dando o cuminha xereca consando na rua contos eroticosDOU CU DESDE Novinha Gay Padrastoconto erotico eu de toalha com meu cachorroContos eroticos gay timido gatocontos eroticos arrombando a gordatitiocolocadevagarcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eróticos na cozinhacontos eróticos minha nora cuidando de mimGozei na buceta da minha prima e ela engravidou historiaszofilia devuaetacontos eroticos gay femeagritei gemi na rola grossa contos eroticos incestocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos- supositorio no cu da filhacontos de traicao anal,postados no facebookconto erótico chantagem putinha pobre cu colohomen bulinando o penis no chorttanga contos eróticostreze aninhos muita orgia contosmeu professor meu namorado contos gaycontos eroticos arrombando a gordavi meu afilhado peladoContos eroticos de incesto familia incetuosa em um gang bang no sitioo meu padrasto me arrastou pro matagal contosmalandro gay passivo dando o cu contocomi a mulher estrupada do traficante contos eroticocasadas safadas e o marido sabe q ela da para os outroscontosMeu marido deu carona para um estranho e me insunuei pra elemaravilha conto heteroContos eróticos de incesto filinha mimada do papai