Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DIÁRIO DE UMA CADELA - UM DIA DE CIO

Diário de uma Cadela – Um Dia de Cio



Depois da minha primeira cruza com Pingo e Ruan me sentia mais confiante para exercer minha função, agora tinha um emprego que gostava e gozava que mais uma mulher de 28 anos poderia querer? Bem pra quem ainda não me conhece sou Lila trabalho no Hotel de cães onde minha mãe tem sociedade com Sandra. Amo engatar com dogs e por isso trabalho aqui como “Cadela de Cruza” dando uma força pros meus amigos peludos!Tenho olhos e cabelos negros, 1m60 e vivo no cio como qualquer cadela que se preze deve viver...

Na mesma semana quando foi inaugurada “A Ala de Cruza” como chamo meu local de trabalho o Hotel vivia cheio de clientes, parece que o tal Ruan tinha muitos conhecidos e estes vinham conhecer a cadelinha disponível!

Sentia-me lisonjeada, mas nada era mais gratificante que ver meus clientes gozarem me entupindo com sua satisfação...

Neste dia eu tinha varias cruzas pra fazer não perguntava apenas curtia o trabalho quando Sandra veio ao meu local de trabalho e disse:

_Querida temos um cliente que pagou muito para passar na frente dos outros e ele prometeu uma grande gratificação caso o serviço seja bem feito!

_Ta pode trazer o sortudo...

_ Não querida é cruza de 3 dogs mais o dono, mas ele exigiu tudo junto disse que não brigam, já pegaram cadela e se revezam entre eles.

_Que raça?

_Rotwaller

Deu-me um frio de medo, mas meu sangue de cadela começou a bombear na minha buceta e respondi:

_Filma Sandra agora você vai fazer meu Currículo de Cadela.

Ela foi falar com o cliente e apás nos apresentar foi atrás do espelho duplo da parede fazer a filmagem. O fura fila era um gringo chamado Enzo um italiano com uns 40 anos e logo entrou sorridente comprimentando todos com seus 3 Rotwallers nas guias. Neste dia eu estava vestida com um macação inteiriço onde como sempre ficavam exposto minhas partes de cruza e quase todo meu seio, era branco gelo de couro e renda onde ficava mais transparente que coberto. Também calcei minhas botas 78 já que ia ter um grande trabalho de campo minha coleira e um Neglige com acabamentos que imitavam pelo de Poodle branco.

Fui apresentada e logo foi tirando meu neglige alegando conferir meu pedigree, me rodeando disse:

_ Essa Poodle vai dar conta dos meus garotos?(ele se referiu a minha estatura)

Então Sandra afrontada que assistia tudo retrincou:

_ Se ela não der conta não precisa pagar nada!!!

Visto que era um homem que gostava de um desafio à concordância foi entediada.

Fomos todos a “Ala de Cruza” e lá Enzo se sentindo dono da situação tirou toda a roupa ficando sá de cueca sentado no sofá.

Fui me aproximando dos Rotwaller cujos nomes eram: Arthus, Phortus e Aramis (personagens protagonistas dos 3 Mosqueteiros). Sentei-me no chão e me coloquei a acarinhá-los eu estava muito excitada em como seria disputada como uma cadela no cio e meu cheiro devem tê-los indicado de algo porque começaram a se aproximar de mim e procurar a fonte odor. Arthus o maior logo sentiu minha buceta molhada e se pos a lamber, os outros menores imitando o primeiro começaram a disputar minha buceta...

Assim não aguentando mais sentada fiquei deitada gozando de um átimo sexo oral feito por 3 cães. Enzo interessado pela minha entrega ficou brincando com o práprio cacete na espera do que iria acontecer.

Deitei-me de lado e puxei Arthus percebi que ele era o macho alfa então tinha que ser o primeiro, comecei a acariciar seu cacete e quando ele começou a sair pra fora o coloquei todo na boca...a porra salgada canina onde é solta para o preparo da femea já estava pingando do cacete que eu chupava com verdadeira devoção. Ele começou a fazer leves movimentos de cruza na minha boca já me mostrando que estava pronto. Nisso parei um pouco com ele e resolvi dar atenção para Phortus e Aramis, fiz com que se deitassem e me revezada de um cacete para o outro Arthus veio novamente como se pedindo mais e eu ora chupava um hora outro, mas nunca parava de acariciá-los. Enzo já alucinado me fez ficar de quatro e de uma sá vez enfiou todo o cacete na minha buceta dizendo:

_Que cadela chupadora!

Então eu intercalava entre os 3 que não saiam do chão esperando minha boca e o dono deles me fodendo de quatro...

Enzo tirou o cacete e resolveu me enrabar de uma sá vez, gemi mas tinha que cuidar dos meus machos esperando pela minha boca, não mais aguentando Enzo gozou no meu cú e quando tirou saiu um fio grande de porra escorreu pela minha buceta, nisso Arthus prontamente se levantou e me lambeu eu sentindo que a brincadeira iria começar naquele momento me coloquei de 4 apoiando no sofá e quando senti sendo montada pelo cão pedi a Enzo:

_ Ajuda o coitadinho...

_Coitadinho você vai ver agora cadela gulosa.

Ele direcionou o cacete enorme de Arthus de uma sá vez sá e fui ”enrabada”...aquele filho da mãe tinha direcionado o cacete dele pro meu cú.

Dei um grito sentido afinal nunca tinha sido currada por um cão, e quele era totalmente agressivo em suas estocadas, olhei para Enzo e vi um prazer sádico em seu rosto. Como a minha reputação estava em jogo começou a brincar com minha buceta e isso foi me dando prazer nas estocadas agressivas que eu estava levando.

Foi quando senti a bola práxima ao meu cú e imaginei o estrago que faria.... Arthus no seu prazer canino queria enfiar a bola dentro de mim para poder gozar e para ajudá-lo dei uma ré com tudo e fui engatada. Senti a beira de um desmaio, mas apás a passagem da bola o cão começou a gozar e o engate começou a me dar prazer.... Arthus virou de costa pra mim e logo Phortus subiu e Enzo já o encaixou dentro da minha buceta, ele bombeava mesmo eu estado grudada com Arthus com esse segundo cacete comecei a gozar, eu gemia pedia mais então Enzo viu que realmente eu gostava do que fazia e fez com que Aramis ficasse práximo a minha boca. Logo eu não aguentando mais fiz à gulosa mais sedenta no cão colocado a minha frente e este não aguentando o grau de sucção queria me montar de qualquer jeito e naquele momento Arthus já desengatava do meu cú e como estava livre Aramis se colocou no lugar e mais uma vez fui currada. Fiquei a tarde toda engatada e realmente me senti uma cadela naquele dia, adorei meus machos sincronizados me fodendo e seu dono dando uma ajudinha para aqueles mosqueteiros caninos com espadas sempre a postos.

Depois daquele dia comecei a fazer “Dias de Cio” onde colocavam mais de um cão pra cruzar comigo. E meu Currículo de Cadela foi colocado à disposição para os mais duvidosos clientes como Enzo que no final aceitou seu erro e me deu uma gorda gratificação além do pagamento das cruzas claro!!!



Lambidas molhadinhas.....



Lila

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos gay carnaval em Veneza imagens/do chaves efiando o/pau nu cu da chiquinhaContos eroticos minhas irmas e minha mae fizeram um gang bang com muitos negoes no sitiocontos eroticos eu aluguei minha mulhercoroas donas marta,bundudaspai emfia pica filha morrodei para meu genroconto erotico reis sogro velho dotadocontos eroticos so era pra ela chuparmeu filho meteu no meu cu ardeu muitoconto erotico chuva douradamolhadinha de tesao com pica dos animaisenrabada pelo chefe contosesposa biscate na van dando o cuconto erotico de comi a amiga da minha filhaconto erotico de fui comida pelo amigo do meu esposo insperadamentefiz ela chupa meu pau dormindocontos eroticos meu amigo comeu minha mae e minha namoradaContos eroticos madrasta enrabada por dois enteadoscontos eroticos xongando.e batendo.na putacontos teanzei com a filha menor do vizinhoduas piroca pretas rancaram sangue do meu cuzinho contos eroticoconto erotico traindo marido com o patrao delecontos eroticos fazendo o bico dos seios dando de mamarcontos eroticos gays , o pai do meu amigo , meu primeiro acho adultocontos encoxando rabos enormestirando o cabaxinho da novinha fazendo ela chora com pau gg porno carioquinhacontos punheta publico cinema onibus videocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçaContoeroticocasadasputascontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos minha mulher subjugada. e curradacontos eroticos da infância incestocontos garotos negrinhos arrombam professora brancacontos meu primo gordinho foi dormir comigo e comi o cuzinho deleComtoerotico bocetinha da crentinhacontos erótico de empregada e patroa fazenfo sexo lesbicocontos eroticos gozando no pal do titioxvideos irmã de chortionho no sofa de perna abertaContos eroticos tremContos eroticos saia rodada e de calcinha fio dentalmulher enfio bo cu e entaloele ama xupa meus peitinho contos travestirelato esposa safada na fazendacontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos meu amigo e a mãe delevideo de travesti no quarto esperando a garota sair do banhozoofilia co caxorros das rolas mas grosas muduContos eroticos novinha deu a bundinha a força pro roludoconto de sexo com bela coroaele comeu o meu cu e gosol na minha boca contos de novinhascalcinhas sujas contos eroticos da tia safadamoças peladas passando pote de margarina no cu e na buseta gostosofudendo com manequim na fazenContos erotico amei a fantasia de meu marido mim fode com a pica dele e um penes de borachaConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentepornô doido a tia convencia sobrinha a chupalacontos muito grosso e grande sofriconto comi a nega na praia de nudismocontos eroticos de casada pagando aposta do maridoconto de irma querendo dar o cu pela primeira vezver rapasea novos grizalhos pelados de pau duroPorn contos eroticos escrava gangbang humilhadaconto fudi minha sobrinha de onze nos gostosacontos eróticos tia chegando da festa bebadacontos eroticos brincadeira nudista em familiafreiras lesbicas comendo a novinha virgem sem pudor contoConto eu e meu marido bebemos muita porra fresquinhacontos cu da minha prima escondido no paiolcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentenovos relatos eróticos de incesto com fotos mãe e filha primeira vezcontos eroticos com a boquinha cheia de porra incestocontos de zoofilia sobre eguas e jumentasconto minha enteada de sete anos sentava no meu coloContos eroticos escravos de travestiscontos eróticos levei meu filho para a praia de nudismo so para ver o pau delecontos eróticos a primeira vez nem doeu