Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CAFÉ COM LEITE CEDINHO NA CHÁCARA...



Sabem aquele ditado que diz :” A ocasião faz o ladrão?”Bom nunca pensei que algo assim pudesse acontecer comigo.Pois bem, meu nome é Karina, sou uma morena de 36 anos, de cabelos longos e encaracolados,tenho seios grandes,bunda generosa e um belo par de longas pernas.Sei que chamo atenção por onde passo, pois sou alta, 1,78cm.Tipica brasileira.Fui passar um final de semana na chácara de uma amiga de trabalho a Mariana, pois estava estressada no meu trabalho, quando cheguei a Mariana esqueceu de me contar que seu marido estava lá, pois na minha cabeça ficaríamos somente ela e eu, sem ninguém perturbando inclusive, nossos maridos.Quando me apresentou o Victor, era seu nome, fiquei pasma.Ele era simplesmente incrível, branco, alto, acho que tinha quase 2 metros de altura, pois era a primeira vez que erguia a cabeça pra falar com alguém, olhos verdes,cabelos castanhos curtos a moda militar, um belo homem.E aquela mulher casada simples, baixinha, sem graça com um tudo de bom daqueles?Foi tesão instâtaneo, parecia que uma descarga elétrica tinha me atingido, fiquei arrepiada da cabeça aos pés, e ele percebeu.Foi então que pediu que deixasse as malas na sala, que levaria depois, o meu quarto já estava arrumado.Logo de cara, fiquei constrangida, nunca tinha sentido isso, um tesão por um desconhecido tão intenso.A chácara era imensa, grandes árvores, um campinho de futebol. Flores por todo o lugar, e o melhor, uma bela piscina, localizada nos fundos da residência.Como não tinha o que fazer e o objetivo era descansar a Mariana ficou encarregada da comida e o Victor das bebidas, fui para a piscina, ficar mais moreninha, do que já sou, pois adoro me bronzear.Coloquei um biquíni branquinho,de lacinho de amarrar, e deitei de bruços com o bumbum pra cima, notei que o Victor não tirava os olhos de mim, perguntava todo o tempo se queria mais bebida, se estava confortável, se queria algo mais, enfim um típico anfitrião atencioso, mas quando eu fingia que não estava olhando,ele ficava me secando e discretamente alisava o pau.Adormeci e nem sentir as horas passando, sá que esqueci da hora e torrei demais. A noite, foi um pesadelo, toda ardida sem conseguir dormir, pegando literalmente fogo, fui a piscina nadar, pra aliviar as dores.Como achei que não tinha ninguém acordado, não achei nada demais : fiquei nua em pêlo e fui nadar.Acho que fiquei na piscina uns 19 minutos e já ia sair quando lembrei que havia esquecido a toalha no quarto.Do nada, parece que adivinhando meus pensamentos surge o Victor, com a toalha em mãos.Fiquei vermelha e com vergonha de sair da piscina, e ele disse: Não pude deixar de observar que você estava precisando de ajuda, não se preocupe que vou ficar de costas.Saí da piscina e enrolei –me na toalha o mais rápido possível, foi quando de repente ele se vira e diz:Sabe que você é maravilhosa?Assim que te vi, fiquei com tesão!Nem acreditei!Que linda morena, minha mulherzinha trouxe pra chácara!Eu falei pra ele: Não tem vergonha?Sua mulher tá lá dentro e você aqui cantando a amiga?Relaxa, ela tá dormindo o sono dos justos, como sempre, pois vive a base de tranquilizantes, e não vai acordar tão cedo.Se o seu medo é ela acordar, arranja outra desculpa, pois sei que você também tá querendo!Nisso, ele dá um puxão na toalha e me agarra, começando a me beijar, primeiro na boca e depois no pescoço, justo o meu ponto fraco!Fiquei molinha na hora, pois também tava na maior seca, pois fazia 03 meses que meu marido havia viajado, e aquela altura, dane-se a consciência!O Victor beijava como ninguém, tinha um jeito com a língua que me deixava louca, na hora sá no beijo fiquei totalmente encharcada.Minha buceta latejava de tesão, e ele parecia um polvo. Com mãos por todo lado, mamava em meus peitos. Brincava com meu grelinho, baixou-se e lambeu a minha xana, com gosto, como nunca ninguém havia chupado assim,rapidinho tive o meu primeiro orgasmo.Tava quase amanhecendo, a temperatura descendo, os bicos dos meus peitos estavam duríssimos e arrepiados de frio, então práximo a piscina tinha uma casinha que era usada para a troca de roupa, nem sei como o Victor me ergueu nos braços e fomos a casinha, ele me beijava e chupava toda, logo me virou de costas e me penetrou por trás, metia tão forte, que pensei que ia me atravessar.Falava sacanagens no meu ouvido de chamando de moreninha gostosa que tenho agora, aiiiiiiVou te fuder toda!!Putinha gostosa, toma nessa buceta tesuda, que hoje você vai tomar leitinho!!Rebolei no pau dele como uma louca, como aquele homem sabia me comer tão gostoso assim?Ficamos metendo um bom tempo em tudo que é posição possível, e já tinha perdido as contas de quantas vezes havia gozado naquele pau, então senti o Victor acelerando o vai e vém, e aí peguei seu pau e percebi que era enorme, devia ter mais de 23 cm, nem sei como havia entrado em mim, e então comecei a chupá-lo, bem depressa e forte, e não demorou muito, Victor jorrou litros de porra na minha boca, era tanta que até caía dos lados.Fiquei surpresa, não sabia se engolia ou se cuspia fora, mas como aquele homenzarrão havia me proporcinado tanto prazer, como boa mocinha que sou enguli tudinho, até a última gota.Depois, fomos a piscina nadar e perguntei ao Victor porque Mariana não acordava ou dava por falta dele na cama.Ele respondeu que há meses não comia ninguém e que ela havia se tornado mais uma amiga que esposa, pois sofria de depressão crônica e vivia a base de tranquilizantes.O dia já tinha amanhecido e Victor começou a me atiçar, me beijando gostoso e lá mesmo encostados na borda da piscina trepamos gostosamente de frente para o outro, com minha pernas enlançadas em sua cintura, e a água ajudando gozamos novamente e fui dormir exausta de tanto levar rola, com a bucetinha toda dolorida, mas imensamente satisfeita, pois aquele gigante de homem, sabia como ninguém deixar uma mulher feliz. Foi o final de semana perfeito, e vez por outra volto lá, para relaxar e encontrar o Victor, pois como não sou de ferro, e o que é bom é pra aproveitar, até hoje, meu branquinho e eu, trepamos loucamente, naquela piscina e ele me traz aquele cafezinho com leite especial bem cedinho toda manhã...

Por [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos comi minha amiga skatistaa primeira vez com homem casadocontos eroticos pagando divida do filhoEstuprada pelos cachorros contos eroticosquatorzeanoscontoscontos casada sendo fodida para marido vercontos novinha rabuda deu p paicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentewww.cu da minha mae contosContos eróticos pênis descomunalContos casada boquete em pintor enormecontos eroticos de oncesto de sogra com derrocontos gays a goiabagostosinhacontoeroticoEdna A tia da minha esposa contos eroticoscontos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeudupla perfeita uma chupava meu pinto e a outra chupava meu cu okinawan gélico pornôcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de padrasto de rola grande e grossacontos eroticos eu minha esposa e os flanelinhas safadosconto erotico esposa se exibindo na lojaContos eroticos homens estuprano gravidasContos eróticos heterossexualPorno contos erótico entre irmao e irman viajando de feriasconto comeu a namorada e a sogracontos eroticos apanhandodei minha bucetao mestruada e ingravidei contosrelato erotico calcinha de renda da sogracontos pornôs vingança marido transformar esposa em putaensabuou o pauzao e enfio na gostosaconto erotico flagraconto de sexo sobrinha galinha parte 2casada com marido corno no cineme conto realconto erótico sonífero na tiaA briga do casal contoscontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidaconto gay na ducha da nataçãoeu sou solteiro eu fui na casa da minha amiga viuva ela me levou pro seu quarto conto eróticocontos reais pauzudi tirou bosta da cunhadaContos eroticos de homem que estava batendo punheta no trem na frente de todo mundo semvergonhacontos eroticos estrupando idoso no asilocontos botei a rola na enteada e soquei sem doContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadacontos eróticos curradaConto comi a mãe da minha namoradaconto eróticos comi rabo mãe doamigocache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php contos eroticos sadomasoquismo com putasirma incesto contosmeu viadinho querido gostoso novinho doze anos contos eroticosconto erotco mendigoContos eroticos mamae gulosa mamando no pauzao do seus cinco filhos bem dotados em uma orgia em cadahistória de zoofilia no interior com cachorro vira latacontos encoxadasconto herorico comendo enteada na força analContos eróticos mãe e filho cu regacadocontos eroticos flagracontos eroticos travesti sem camisinhacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterose empregadinha contosConto erotico comi a minha esposa e a amiga dela na vagenela chupeu monhas bolas a noite inteiradois viadinhos e uma mulher contos eroticoscontos eróticos;abusaram dd mim na festa da faculdadecontos e vidios de patroas tranxessual fudendo empregadaspeguei minha sobrinha no colo e direi seu cabaço contoscontos eroticos o cara me deixa loucaporno gay conos erotico iaento tio e sobrinhocontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travesticomtus erroticu mulhe casada foi faser carinho no seu cachorroa minha cunhada casada e saia justa contos com fotoso garotinho da vizinha. conto gayA obesa bebada caida de short contomete mete mais gostoso. história realdei,dou,e sempre darei a buceta em contos