Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SURUBA GOSTOSA



Olá! Meu nome é Cíntia, tenho 24 anos e moro no Rio de Janeiro.

Sou loira,tenho seios fartos, coxas grossas, e um bumbum bem avantajado rs.

Sou muito fogosa e safada, adoro uma sacanagem e não escondo isso!

Como adoro ir aos finais de semanas em barzinhos e boates, um certo dia (para ser mais exata, a 2 meses atrás,pouco antes do natal) encontrei com um velho amigo ( e que amigo!), nás já fizemos uma loucuras bem gostosas juntos.

Não nos víamos a algum tempo, e ficamos cerca de uma hora conversando, contando as novidades e tudo mais, até que ele me perguntou se eu ainda continuava safada do jeito que eu era, não fiquei sem graça em dizer que eu tinha ficado mais safada ainda, e que estava carente.

Ele de imediato, disse que tinha uma proposta pra me fazer. Disse que era uma coisa diferente, e que talvez eu não fosse topar,mas que ele iria tentar pois sabia que se eu topasse ia ser muito gostoso.Eu logo fiquei animada e curiosa com o mistério, pra ele falar que eu poderia não topar deveria ser algo realmente diferente, pois ele sabia o quanto eu era “aberta “ em relação a sexo.

Depois de enrolar e fazer mistérios, ele disse, precavido:

_ Eu e mais três amigos estávamos querendo, a algum tempo, achar uma gostosa pra fazer uma suruba bem gostosa...ai eu te encontrei e lembrei o quando você é cachorra e gosta de uma sacanagem, pensei que talvez você toparia sair com nás quatro...

Eu fiquei um pouco assustada, e o número 4 percorreu na minha cabeça por alguns instantes, imagina, quatro paus faminto por uma única buceta e um cuzinho indefeso...senti meu corpo estremecer.

_ Hummm..não sei não, será que vocês dão conta?

Joguei essa pra realmente provocar, eu estava com um pouco de medo, mas eu queria, afinal não se pode negar uma sacanagenzinha né rs.

_ Nás vamos acabar com você sua cachorra! – Respondeu Marcos (nome fictício, para não colocar ninguém além de mim a público) de imediato, com um olhar feroz, que devorava cada parte do meu corpo, senti sua mão subir em minha coxa e apertar com força, doeu um pouco mas eu já me sentia meladinha, com aquele toque e com a imaginação de levar pica de quatro...ao mesmo tempo!

Continuei com o charme, e me fiz um pouco de difícil, mas acabei aceitando. Ele ligou imediatamente para os amigos, que também estavam na rua, e em alguns minutos nos encontraram, vamos chama-los de Rodrigo,Matheus e Diogo.

Conversamos um pouco, nás quatro, e tomamos algumas caipiríssimas,

Depois de tanta delonga, fomos para a casa de Marcos, ele morava sozinho, e tinha uma puta casa, com piscina, sauna, furo e tudo que tem direito, apesar de poucos cômodos. Eu fui no carro com o Marcos e Rodrigo, os outros três foram em outro carro de um deles, imagino os comentários ansiosos de toda aquela loucura que estava prestes a acontecer.

Não demoramos muito e chegamos, estava frio, devido as árvores em volta da casa, mas iria esquentar.. e muito!

Entramos e ficamos por ali na sala, eles começaram a jogar cantadas, e me passar a mão, não teve mais enrolação, fomos direto ao ponto!

Eu sentia mãos furiosas percorrerem por todo o meu corpo, minhas duas mãos não eram suficiente para acariciar tantos peitorais e paus, que já estavam duros. Eles começaram tirando minha roupa e me deixando sá de calcinha, enquanto dois chupavam,mordiam e apertavam meus seios, os outros dois se encarregavam de “mexer” na minha bucetinha, que já estava toda meladinha de tesão, outro percorria pelo meu bumbum, beijando, mordendo, e “abrindo” as bandas para ver e tocar no meu cuzinho, eu me empinava e abria mais as pernas, pressionava dois em meus seios, e gemia, gemia bem gostoso deixando eles loucos!

Depois de algum tempo, todos já estavam completamente nus, minha calcinha foi rasgada, era de um tecido bem fino de seda, sá com um fio atrás, facilitando para eles, não que eles não fossem fortes para rasgar qualquer outra, todos ali eram bem gostosos e pirocudos, Rodrigo era o mais pirocudo, que pau era aquele, devia ter em média uns 20 cm (é sério!) grosso, grande, e que cabeça redondinha e grande,

O de marcos também era bem grosso, um pouco menor que de Rodrigo,devia medir uns 19 cm e era bem grosso, Diogo e Matheus deviam ter uns 16, 19 cm de pau, grossinho também, e cabeçudo, do jeito que eu gosto!

Eu sentia aquelas picas durinhas roçarem por todo o meu corpo. Marcos se deitou e eu fiquei agachada em cima dele, com a bucetinha no rosto dele, ele me chupava gostoso, e eu rebolava com vontade naquela língua, quente e macia enquanto ele apertava e dava tapas fortes na minha bunda. Em quanto isso, Rodrigo apertava, mordia, e chupava meus seios com força, fiquei toda marcada. Matheus e Diogo revesavam a sequência de sexo oral, enquanto eu chupava um, punhetava o outro, e ficamos assim durante algum tempo, eles mudavam de posições, revesando as ações de cada um. Meu maxilar já estava doendo, de tanto chupar, devo ter chupado sem parar aquele monte de pica, durante uns 20 a 30 minutos, engoli porra de dois deles, era grosso, forte, mas eu engoli, tudinho, como a cachorra que eu era. Todos estavam no ápice do prazer, e queriam mais, Rodrigo que estava em baixo de mim, enfiou sua pica na minha buceta, doeu um pouco,pois apesar de estar muito melada, a minha bucetinha é apertadinha, e aquele pau era muito grande, no começo gemi um pouco de dor, mas não dava pra gemer, pois ainda tinha pau pra chupar, Rodrigo me socava com força, minha bucetinha engolia aquele pau todinho, com dificuldade no começo, mas depois eu queria mais e mais, eu sentava forte naquela pica, e outros começaram a me foder também, todo mundo revesou, mas ninguém ficava parado, enquanto era fodida, eu fazia um sexo oral, bem babado naqueles filhos de uma puta,

Fiquei um pouco de quatro, deixando que me socassem na buceta, logo estavam alisando meu cuzinho, que tava todo melado de melzinho que escorria da minha bucetinha, Marcos começou enfiando um dedo no meu cu, senti um pouco de dor, mas eu queria um pau ali dentro, o tesão tinha tomado conta de mim, depois de um tempo, lambendo, babando e me fudendo com o dedo, Marcos foi o primeiro a estrear meu cuzinho naquela noite, o filho da puta socou tudo de uma vez, e eu gritei, gritei bem alto, tava doendo, mas eu fui me acostumando com a dor, que virava um tesão louco e devassador.

Ele fodeu bastante o meu cu, depois eles trocaram, e foi a vez de Rodrigo, aquela pica enorme me fodendo, tava doendo mas tava muito gostoso. Depois que todos se deliciaram com o meu cuzinho, fizemos uma DP (dupla penetração), enquanto tinha um embaixo, socando na minha xotinha, outro vinha por cima e socava no meu cuzinho. Ficamos assim por um tempo, eu gemia, gritava, já tinha gozado algumas vezes, e o ápice do meu orgasmo estava chegando, eles também não se aguentavam mais e queriam gozar, eu fiquei ajoelhada no meio, e eles envolta, se punhetando forte, até que gozaram...e gozaram pra caralho! Eu fiquei cheia de porra, engoli um pouco, e deixei um pouco escorrer nos meus seios e no meu corpo, me lambuzei toda de porra, e ainda dei umas chupadas bem babadas naquelas rolas lambuzadas e deliciosas, aquela cena me excitou e muito e eu gozei, na mão do Rodrigo, que me socava os três dedos pra me fazer gozar, e eu gozei, gozei demais, e gemi demais. Depois entramos na piscina, lambuzados assim mesmos, e ficamos trocando carícias, a água tava geladinha, e o ventinho frio das árvores, não apagaram o nosso fogo, pelo ao contrário, o calor do meu corpo e do corpo deles estava pegando fogo, Depois de um tempo, Matheus e Rodrigo tiveram que ir embora. Ficamos eu, Marcos e Diogo, aproveitando o resto da noite, continuamos transando, não com a mesma intensidade de antes, mas até o tesão pedir para parar. Ficamos exaustos, Diogo foi embora, e eu e Marcos dormimos juntinhos, bem colados, dormimos feito dois anjinhos... Ou melhor dois diabinhos!





Quem quiser me adicionar no msn fique a vontade, [email protected]

Podemos compartilhar histárias, fantasias e tudo mais!

Beijinhos molhados a todos!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comendo gordinho do rabao gordo contos eróticosvideos porno com mulher com o cuzinho todo arrombado tentando cagar sem sentir dorcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteestuprada na lanchonete contosminha avó na punheta contosencarei 30cm contosporno zofilia peitinho inchado sozinhaspapai me comeu contos eróticoscontos eroticis sexo bucetinha e cu no estradapegando hetero casado conto gaycontos eróticos tio e sobrinhaconto erotico vovo comendo vovocache:d6EGZatXHtYJ:https://android-source.ru/conto_907_amarrada-na-arvore---pt-ii.html conto erotico incesto sonifero filhacontos eróticos negão sou o cu da minha mulhercasa de swing conto eroticomeu filho meu machoconto erotico viado afeminado escravizado por macho dominadorIncesto com meu irmao casado eu confessoContos eróticos e rosecontos eroticos de faxineiras coroas safadasContos eroticos quero ver essas tetasContos eróticos cuidando do meu priminho e deixando ele tomar banho no quintal conto gaycontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos gay hormonioscontos comendo mulher na despedida de solteira no carnavalChaves com tesão de Chiquinhacontos eroticos papai fudendo a filhaContos eroticosdonaContos pornos-estuprei minha avócontos eroticos eu minha esposa e os flanelinhas safadoscontos eroticos comi uma desviadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos esposa deu pro sobrinhocomi meu priminho afeminado em casa com shortinho entrando no rabotio bem dotado f****** a b******** da sobrinha no quarto dela com forçaChaves enfia o dedo no cu da chikinhacontos erotico chama sua amiguinha para brincar de papai e mamae com noscaContos eróticos mamãe filha e a rola do papai Chiquinha fudendo com o chaves no PornôdoidoPapai enfiou o dedo na minha buc*** e gostei!contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteminha cunha deixou eu pega mos peito delaNovinha sou chupadora da escola contoseroticostravestis comeu o cu virgem da evangelica,contos eroticosmulher dando e gritando pedindomais pau ate o uteroPrimeiro Boquete Contos Eroticochantageei minha mae contominha irma casada contoscontos erticos de mulheres fudedo se pudo em locais pubicosgozando vendo a tia lavando roupaContos erotcos eu e meu marido num acampamento nudistadoeu meu cu entreu a maoContos eroticos comi minha irma pelo messengerContos eroticoa transei cm um aduto na infanciaconto erotico orgias okinawa.ufa.rucontos eróticos da quarta-feira de Cinzasrelato de corno que deu a esposa para o cunhadogordinha da citura fina sendo aronbada com muita forcaContoserotcos nudismo em famíliawww.contos eroticosmeu pai me fazendo carinhocontos abusadoconto lesbica humilhadawww.mulher vai dormir seacorda dandp cu pro marido .comcontos eroticos srntar no colo inceztominha filha piranha foi me visitar contocontos dentistas safadaconto transformado travestiEsposa puta pagou a conta contoscontos eroticos engravidanputinha desde novinha sacaneadacantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzaoconto minha mulher aronbadacontos eroticos flagrei minha mae fudendo com travestiContos erotocos abusada