Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOCORRO DA MINHA TIA

Me chamo Pablo, já sou casado e tenho filhos mas quero contar uma estoria de quando eu era ainda um adolescente. Fui passar as férias na fazenda dos meus avás e lá eu tive as minhas primeiras iniciações sexuais. Eu gostava muito de andar a cavalo e um dia meu tio me mandou ir a cidade fazer umas compras e me deu uma pequena mula, muito docil, para eu ir montado. Fui sozinho e no caminho me deu vontade de passar a mão na bucetinha da mulinha que ficou paradinha enquanto eu tocava meu dedo em sua racha quente e apetitosa. Me deu um tesão louco e minha vontade era meter meu cacete nela e gozar a vontade, mas na estrada não era possível pois passava muita gente. Voltei pra fazenda e não me esquecia daquela mulinha e sua buceta quente e um dia a levei para traz de um deposito, botei um caixote atraz dela e abaixando meu short apontei meu pauzão duro e latejante e enfiei até o saco. Estava me deliciando com as metidas fundas que eu dava e já prestes a gozar quando ouço minha tia mais nova me chamando. O que pensa que está fazendo menino? Está louco, quer pegar uma doença? Sai dai agora, me falou ! Eu tirei meu pau, ainda duro e latejante e ela ficou sá olhando. Tia, deixa eu meter sá mais um pouquinho, estou com muita vontade e já estou quase gozando. Não, nem pensar. Vem comigo que vou lavar seu pinto. Me levou pra perto de uma torneira d'agua e segurando no meu pau, duro e latejando de desejo, o lavou bem devagar como se quizesse que aquilo demorasse o maior tempo possível. Vamos pra casa e depois vamos conversar, sá nás dois sobre o que eu vi. Mais tarde ela me chamou e mandou eu me assentar na sua cama, ao lado dela e me advertiu sobre o que havia visto e suas consequencias. Eu, de cabeça baixa, ouvi e no final falei: mas tia eu preciso meter se não eu fico louco. A senhora não imagina a vontade que eu estou. Pablo, meu lindo, eu vejo que voce já está um homemzinho, tem um pinto enorme e uma tesão danada. Voce gostaria de meter numa bucetinha de mulher ? Claro tia ! Então fica acordado esta noite e quando for lá pelas 2 horas da madrugada voce vem no meu quarto, a porta vai estar aberta, que eu estarei te esperando. Eu não acreditei e perguntei: voce vai mesmo me esperar tia ? Sim meu queridinho, vou estar te esperando. Fiquei ouvindo o badalar do relogio da sala até que a hora chegou. Sai no escuro e sorrateiramente até a porta do quarto, que encontrei apenas encostada. Quando eu passei pela porta ouvi minha tia falar baixinho: tranca a porta meu queridinho e vem deitar comigo. No escuro eu me deitei e logo senti sua mão me puxando de encontro ao seu corpo que estava febril de tanto tesão. Eu não sabia por onde começar mas minha tia foi logo pegando minha mão e colocando em cima da buceta dela. Eu senti os cabelos encaracolados e meu dedo achou sua fenda molhadinha e escorregou, deslizando até a entrada. Minha tia me apertava cheia de tesão e já foi abrindo as pernas e me puxando pra cima dela. Olha Pablo, seu pinto é muito grande e minha bucetinha é virgem e apertadinha, portanto coloca a cabeça na entradinha e deixa eu me acostumar com a grossura e depois eu mando voce meter tudo. Senti meu cacete deslizando na sua raxa deliciosa e a cabeça encostou no cabacinho dela. Senti sua xana se contraindo toda e me apertando o pau com toda a força. Fiquei dando umas metidas na entradinha, sentindo o maior desejo da minha vida. Minha tia gemia baixinho, me beijava louca de tesão, se contorcia toda até que não aguentando mais cruzou as pernas no meu corpo e rebolando avançou seu pubis de encontro ao meu. Senti o cabaço se rasgar e meu cacete atolando até o saco na buceta dela. Agora ela mamava meu pau com sua bucetinha, em toda a sua extensão, e me levava ao extase. Mete tudo Pablo, enterra seu pinto todo em mim, mete com força meu querido, não paraaaaaaaa.

Eu estoquei com vontade, enfiando meu pau até o fundo daquela gruta deliciosa e tirava até a cabeça e metia de novo. Minha tia convulsionava na cama, mordia o travesseiro para não gritar e rebolava em baixo de mim recebendo minhas metidas fortes e gostosas. Segurei o gozo e esfolei sua buceta de tanto meter. Vemmmmmmmmmm, goza comigo agora Pablo. Ela apertou meu pau com força e eu continuei metendo e o gozo chegou alucinante para nás dois. caimos um para cada lado totalmente esgotados. Depois de uma meia hora meu tesão voltou e eu comecei a passar minha mão pelo corpo da minha tia e ela foi despertando lentamente e logo eu estava sobre ela metendo em sua bucetinha gostosa. Antes de sair do quarto dela eu ainda dei uma terceira metida, bem devagarzinho e deixei titia completamente satisfeita por aquela noite. Ficamos nesse joguinho por muito tempo mas ela se casou e eu cresci. tenho saudades daquela grutinha quente e gostosa.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


esfreguei a minha pila na bunda da minha tiacontos eróticos esposa amanheci toda meladaconto de sexo com rabuda asquerosocontos eroticos enganado virei travestiMeu padrinho negão dotado fudeu minha cona e cu. Conto erotico heterossexual. incesto. era menina meu primo batia punheta pra mim olharcontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadaconto cutuquei pau na bundia delaviuvo fode filho gay contocontos eroticos de mulheres que aprotaram dos seus caseirosconto eroticos comi minha irma dormindocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemeu marido e um corno/contosfumei maconha e entrei na rola contoscontos eroticos de maes fudendoconto coroa boazudacontos/minha cona era apertadinha e virgemcontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojanovinha sequestro contocontos eroticos coroa estelahomem de calcinha enrabadoconto arebentei cu meu patraoapostei com o cunhado e tive q dar contos eroticosconto erotico viado foi no pagode na favela e deu o cu pro travesticontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãochaves comendo cu da chiquinhasai a noite com minha esposa conhecemos u desconhecido que comeu minha mulhercolocando a prizilha na bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecomtos exitanteslinda buceta aberta corno contosmeus tios uma historia real 1conto erotico violadaconto mulher casada rabuda dei pedreiroloira louca por pau gg contosnegoes com casadas-gozando dentro/contos e fotosmulher crente traindo o marido conto eróticopasto da igreja tirou meu cabaçocontos forçada a virar cadelaporno adivogada trepa com crieriSou a cadelinha do meu cão contospegando hetero casado conto gaycontos de incesto genro que comeu a sogra na area da praiacontos eroticos brincando escondido infanciaMinha bucha e grande dei muito em contos eróticosvoyeur de esposa conto eroticoonto de encesto fui pega minha filinha no prerelatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delasadomasoquismo relatos comidavivacontos eroticos com caesconto primeira suruba com minha esposacontos eróticos porra de outro no úteroda minhaesposametendo com violencoa no cu da gordonaconto velho taradofoi da aboceta vije e a romboconto comendo travesti bundudomulher do gelou grande fudedoConto mete gostoso ui uiesposa de bebado nao tem dono contosmulher safada do meu amigo deu uma calcnha usada p mim cheirar contos eroticosconto erotico gay wesleymulher dismaia na pica do mindigosadomasoquista gozando com garrafa enfiadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebucetas esajero de xotaDei o cuzinho quando já era coroa contos eróticosconto erotico Garota CCb casou virgem lua de melporno gay contos erticos viajando com o meu padrasto caminhoneirozofilia devuaetacontos eroticos dormindo incestocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecada