Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU PEDREIRO GOSTOSO

Olá! Estou de volta depois de um bom tempo sem postar nada. Esse aconteceu de verdade e é bem recente. Pra quem não leu meus outros dois contos, vou me descrever: 1,70 de altura (vou pra 1,80 com meus saltos! Rsrs), 70kg, branca, olhos castanhos, cabelo comprido castanho indo pro vermelho, coxas bem torneadas que chamam muita atenção, um belo par de seios e um bumbum grande. Vamos ao conto?

Com o final de ano chegando, eu estava em um ritmo louco com dois empregos, último semestre da faculdade, TCC e outros compromissos. Desse jeito não sobrava tempo para sair, me divertir e liberar os hormônios! Há pouco mais de um mês meu vizinho começou uma reforma em sua casa e trouxe alguns homens de outro municipio para trabalharem na obra e estes homens dormiram na obra durante o período em que ela durou. Eram cinco homens: típicos pedreiros, morenos, altos, fortes. A obra estava avançando e chegou ao quarto do meu vizinho que é bem ao lado do meu enfrente a minha janela e a minha cama. Como nunca tive muitos pudores e vivo com pressa, tenho mania de já entrar em meu quarto me despindo e jogando tudo em cima da cama. Assim, algumas vezes fui pega de surpresa com os pedreiros me observando. Louca de tesão como eu andava, resolvi me aproveitar desta situação! Comecei a fazer tudo em frente da janela: trocava de roupa, passava áleos e hidratante, deitava na cama sá de toalha e a deixava cobrindo somente metade do meu bumbum, provocando de propásito. Um dia eu percebi que um deles em especial me olhava com cara de tarado, como se fosse me comer a qualquer momento com os olhos, e isso me deixava com muito tesão. Certo dia, tomei um banho e voltei para o quarto. Estava molhada e deitei na cama numa posição onde eles podiam me ver da cintura pra baixo. Três deles foram pra janela olhar e aquilo me deixou louca! Fiquei toda molhadinha, minha xana estava piscando de tanto tesão por saber que aqueles homens tão gostosos estavam me desejando. Aquilo me deu tanto desejo que não resisti e comecei a bater uma siririca muito gostosa. Minha mão estava muito melada com o mel que escorria pelas minhas pernas por saber que aqueles homens me olhavam e me deixava mais louca ainda! Gozei muito e acabei dormindo, pois estava cansada depois de um dia inteiro de trabalho. Quando acordei, desci e vi que estava sozinha em casa, voltei para o meu quarto e um dos pedreiros estava lá na janela do meu vizinho...o que olhava com mais tara, o mais gostoso! Eu queria aquele homem. E não era pra outro dia, eu queria sentir a força e gosto daquele homem naquele momento. Fui pra janela conversar com ele, como quem não queria nada. Perguntei algumas coisas sobre a obra e fingi que tinha uma dúvida sobre um defeito na parede do meu quarto. Ele se ofereceu para ver e rapidamente perguntei se ele poderia ver imediatamente. Ele concordou e veio até a minha casa. Minha xana piscava, eu desci e abri a porta pra ele, que me olhou da cabeça aos pés, quase tirando minha toalha com os olhos. Subimos e quando chegamos ao quarto ele olhou, não viu nada e me perguntou onde era o problema. Eu subi na cama, ergui os braços bem no alto e minha toalha caiu. Ele sorriu safadamente e disse: Eu já sei qual é o problema! Quando acabou de falar isso me puxou de cima da cama e me deu um beijo cheio de tesão, de força! Ele estava suado, eu podia sentir o cheiro daquele homem, cheiro de macho, eu queria muito que ele me possuísse. Me colocou com as mão na cama e a bunda arrebitada pra ele, passou a mão no meu corpo inteiro, meteu o dedo na minha xana que estava escorrendo e disse que estava do jeito que ele gostava. Quando eu menos esperava ele me virou de frente e começou a mamar nos meus peitões, mordiscou os biquinhos que estavam bem durinhos, mamou muito gostoso! Foi descendo pela minha barriga, passava sua língua quente enquanto as mãos percorriam todo o meu corpo. Eu não aguentava mais de tesão, estava quase implorando pra ele me fuder, quando ele me jogou na cama, mandou abrir bem as pernas e disse que ia chupar minha buceta melada. Abri bem as pernas e senti aquela língua quente me invadindo, explorando cada centímetro da minha xana como se fosse uma fruta suculenta. Ele queria que eu gozasse na cara dele, então comecei a rebolar, quanto mais eu rebolava mas ele chupava. Eu esfregava a xana na cara dele, que ao mesmo tempo que me chupava metia o dedo na buceta, até que eu gozei e ele lambeu tudo. Desfaleci na cama e ele disse: Eu ainda nem comecei! Me pôs sentada na cama e me disse pra chupar o pau dele. Era o que eu queria, chupar aquele pau grande e grosso, colocar ele todo na minha boca e sentir o gosto daquele homem! Comecei a bater uma punheta, deixando ele latejando nas minhas mão. Enquanto isso eu ia passando a língua sá na cabecinha, melando ele. Comecei a lamber todo aquele pau...de cima abaixo até as bolas, fiquei alguns minutos neste vai e vem de língua, subia pela barriga dele e voltava, lambia mais o pau todinho, passava minha língua quente e úmida nele, sentia o pau pulsar na minha boca, até que não resisti e caí de boca! Um ritmo frenético, como se aquele fosse o último pau do mundo. Chupei com muita vontade e ele socava a rola na minha boca, fazendo aquele barulhinho gostoso e não demorou muito e...aaahhh que delícia! Eu bebi cada gotinha daa porra gostosa que descia pela minha boca, que rola gostosa, que homem! Se vocês pensam que terminou por aqui, o pau dele não descia de jeito nenhum, a esta altura minha xana já estava encharcada de novo e ele disse: agora fica de 4 putinha, não era isso que você queria? Agora eu vou te fuder até você gritar de tesão! Aquelas palavras foram mágicas pra mim, rapidamente eu obedeci e fiquei de 4 em cima da cama e ele sem medo socou toda a rola na minha buceta e me fudeu muito gostoso, com força, com vontade! Eu dizia: Vai me pedreiro gostoso! Come essa buceta! Fode vai fode! Gemia muito, nem quis saber se alguém me ouvia. Não dava pra controlar, ele me comia com muita vontade. Me dizia: rebola vagabunda! Rebola nesse pau sua putinha! Cadelinha gostosa...quanto mais ele me xingava mais eu rebolava! Quando olhei pro lado, os amigos pedreiros assistiam tudo, aquilo me deixou mais louca ainda e eu pedi pra ele sentar na cama que eu queria cavalgar de costa pra ele. Fiquei de frente pra janela e pros meus pedreiros gostosos e comecei a cavalgar naquela rola que me fodia até o talo! Ele agarrava meus peitões, quase arrancando do lugar. Pulava, rebolava, cavalgava...estavávamos quase gozando e ele me pediu pra ajoelhar e manddou porra de novo, sá que dessa vez nos meus seios. Depois que gozou, enfiou o dedo na minha xana e me fez gozar mais uma vez. Me joguei na cama, cansada, ele me beijou, desceu e voltou para a sua obra. Eles ficaram na casa do meu vizinho mais duas semanas e eu dei mais algumas vezes pra ele, e fiz showzinhos na janela também! Ele já foi embora, mas nunca vou esquecer do meu pedreiro gostoso. Espero que vocês tenham gostado. Se quiserem, podem entrar em contato, adorarei trocar experiências. Beijos bem gostosos em todos!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos o dia que o pasteleiro mim comeuconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos eróticos mas que porra de meio irmãocontos eroticos quero fuderContos erótics so de gang bang e so com homems pauzudoscontos-gays fui arrombado por um bombeiro no motelbucetinhas perusinhovoyeur de esposa conto eroticoContos eróticos:meu querido professoradoro fazer gamg bamg contossogra espreitou genro no banho contos eroticosContoseroticosnafazendameu filho me comeucontos tia pede laber sua xerecacontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhocantos eróticas adoro da o cuconto arobando vizinha dengosaconto tia saidinhaconto erotico barzinho depois servicome apaixonei pelo um bandido conto heroticovidio porno um loko da cabeça cumeu a força uma gostosa na cademiacoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidocontos eroticos chantagemcomo faxersexooralminha namorada exibicionista contos eroticosme fode jb. contoscontos/ morena com rabo fogosocontos sexo minha esposa amamentando eu e seu amante vendoconto erótico vi meu avô f****** minha irmãzinhacomo alisar minha mae para conseguir transarcontos eroticos o menino magricela da pica grandeContos erotiicos traindo mo resguardoContos eroticos cofrinho esconde escondeboa f*** mulher leva travesti para comer o maridocontos ela adora tomar no cuele chupa a buceta ela cheio de petenho da mulher gordacontos eroticos estuprado na frente da mulheresposa crente relatando contos troca casais pornolevei minha mulher para 5 dotadoscontos vizinha feiaContos eroticos mulher cazada carente tevi ki da pru vizinho de pika muito grande marido descubriu conto sexo borracheirogayzinho passou rebolando na minha frente contocontos irma 45 anosler relatos de garotas que gosta de "loirinhas greludascontos eroticos meninos padrinhocontos eróticos sobre tia bucetuda é grávidaconto erotico gay com o vendedorcontos como dopar maridoestupramos uma travestisai do nordeste e virei puta pra dar o troco no meu maridovideo de homens nu de pau grosso e barriguinha salienteMete mete vaí conto paiswing tio com sobrinhas flagrante historiascdzinhas como tudo começou contosGenro preguiçoso contos erótico fiz sexo com meu padrasto contosHistórias contos ficticios e reais de sexo com travestisconto lesbica humilhei minha amigaconto eritico gay bebadoconto eroticos meu sobrinho viu minha bucetacontos eroticos sobrinha de vestidocontos eróticos encoxada no ônibusgayzinho passou rebolando na minha frente contoconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaporno contos minha mulher sendo encoxada dentro do onibus na minha frentevelha da buceta grande contoscontos vendo o meu cunhado a fode minha irma betinhacontos eroticos anal iniciando minha filhinhacontos eroticos arrombando a gordacomendo a cunhada nojenta contocontos pornô de incesto meu pai pauzudo e o meu corpinhoconto erotico praia esposa garotosContos com cuzinhos rosadoscoleguinha liberal gay contoscasa dos contos eróticos empregada doméstica na zoofiliaver conto erotico sob velhos tarado