Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXPLORANDO UM MENINO PELO OUTRO LADO

Olá a todos. Me identificarei como Circe e decidi vir aqui contar como comecei meu hobby de caçar meninos, pois imagino que mais pessoas têm tesão na mesma coisa. O site tem muitos relatos com "lolitas", mas poucos sobre o outro lado.



Sou branca, morena, não tenho corpo de mulherão mas até que tenho minhas curvas. Nunca fui de manter namorado, e minha vida sexual era ocasional... até este dia. Quando aconteceu eu tinha 21 anos e um emprego bobo no balcão de uma papelaria. Era muito comum que a dona saísse e me deixasse sozinha, muitas vezes o dia todo. O movimento era escasso e eu aproveitava para ler revistas de graça (ninguém nunca reclamou).



Num desses dias estava eu lendo sossegadamente uma Superinteressante (que na época ainda tinha textos com um mínimo de inteligência), quando percebi um barulho estranho e repetitivo vindo das estantes de revistas. Eram duas, e do balcão você não consegue ver direito quem está entre elas. Levantei e quando cheguei lá fiquei chocada: um menino mulatinho, sem camisa, havia colocado o pintinho para fora e estava batendo uma sem o menor pudor, a despeito de estar totalmente visível da rua, e com bastante proficiência apesar de aparentar uns sete, oito anos. "O que é isso, menino", eu disse exasperada, e ele retrucou: "Vamos trepar tia". Na hora meu rosto ficou vermelho de raiva. Quem aquele pivetinho pensava que era? Eu falei pra ele erguer o calção e ele: "vamos trepar tia". Nossa, eu fiquei mordida. Falei, ah, é?, e não sei bem como ou por que, mas decidi ensinar aquela criança mal-educada. Peguei ele pela orelha e levei para os fundos, fechando a porta (e deixando a loja aberta sem ninguém mesmo). A verdade é que já naquela hora eu estava perturbada com a situação, embora não fosse admitir pra mim mesma ainda. Aquele menininho praticamente pelado masturbando o pau do tamanho de um dedinho, falando que queria trepar... Eu tinha pensado em deixar ele de castigo, chamar a mãe, mas comecei a ficar com vontade de brincar de algo mais risqué.



Falei pra ele abaixar o calção. Coitado! Ficou todo feliz. Aí disse: "você foi muito malcriado e criança malcriada tem que apanhar na bunda". Ele fez uma cara de choro que eu quase perdi a pose e desatei a rir. O moleque estava se achando e agora não tinha como escapar. Falei "vem cá", firme. Ele veio. Botei ele no meu colo e ele ainda quis ficar de frente, mas o peguei pelos ombros e virei de uma vez. Ergui a mão e dei um tapa. Nossa! Aquela bundinha. Sá naquele momento entendi o quanto estava excitada. A pele dele era lisinha e suada, e a bundinha redondinha como a de uma menina. Dei outro tapa e senti minha xana escorrer. Estava morrendo de tesão. Nunca tinha sentido nada parecido. Fui batendo e a cada tapa eu quase gozava. Não resisti e comecei a demorar a mão, depois de bater ia alisando aquela bundinha até que fiquei sá nisso. Separei as nádegas empinadinhas e bolinei o cuzinho dele com o indicador. Seu pauzinho na hora deu sinal de vida. Eu não aguentei e comecei a me masturbar, enquanto brincava com seu cu. Comecei a falar bobagens: Então você está gostando do castigo, safadinho? Queria me comer e agora tá dando o cu pra tia? Bate punheta pra eu ver... Rebola a bundinha... Você é viadinho, isso sim... Eu pus ele no chão de joelhos, de quatro pra mim, enfiei o dedo sem dá, segurei seus quadris e insinuei um movimento... Ele não falava nada mas começou a rebolar bem bonitinho, enquanto mexia no pintinho... Aquilo me matou de tesão de vez, perdi a conta de quantas vezes gozei com aquela cena maravilhosa, sá de lembrar agora fico totalmente molhada... Até que ele gozou, sá um pouquinho de porra rala e transparente...



Eu não sabia o que fazer então disse pra ele sumir dali senão ia contar pra todo mundo. Depois fiquei super encanada, mas ele nunca contou pra ninguém. E foi assim que descobri meu fetiche. Votem se gostarem, se houver interesse eu conto de como conseguir fazer dois meninos se comerem... Foi a coisa mais bonita que já vi na vida...



[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eroticos de zoofilia. Delicia.jp.contos eroticos incesto ensinei minha filha fudernua e corpo inteiro melado de margarinacu furico bunda peito pênis contos eroiticoscontos eroticos de casal com mulherConto erotico mae safada filha gravida pai juntosTem como engravidar chupando a x*** da garotaMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3delirei com a pica entrando no meu cuzinhoeu e minha cunhada apos a festa conto eroticojapa viuva fodida forte no cu por genroBuceta virgem contosuma.gradi.rola gozano.nabuçetacontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machodias e  contos eroticos arrombando a gordamulher de fio dental chupando pau predeiroconto comendo meu amigo bundudo sem ninguen sabercontos roticos botA pra cagatitia s***** invade quarto do sobrinho e pede para tomar no c******contos eroticos de despedidas de solteiraLoirinha novinha chantageada conto eroticomeu pai fez minha mae mim dar a buceta na sua frente quando eu tinha dez anos contos veridicosx vidio comtos eroticos mães inocentecache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php sentei no colo do meu colega no onivus e ele ficou muito excitado contos de mulherposisoes para transa no acanpamento conto eróticofode mae no cu de amigo muito bebadaContos Eróticos De Comi A Coroa Mãe Do Meu Amigocontoseroticos. cornos leva mulher para amanteConto erótico filhacontos eroticos tomando banho com papai e fazendo carinho desde pequena ando carinho no papai desde pequena e mamae gostouConto erótico filhinha querendo o pintão do papaiconto eróticos ninfetinha q gosta de pica peitos cai de bocacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentemulher contando putaria em manauscontos comeu a amiga e o amigocontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeMeu irmão chupa minha maeIncesto,vovo me comeu no beco a forcacoroa da buceta amaciada contoscontos eróticos minha mãe eirmã me disputaestrepi com baxinha bucetao.comconto comendo a mulher casadaContos eroticos de mae e filhoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos caminhoneiro obriga meninaContos gay primeira vezMEU PRIMO SEMPRE ME COMIA 3contos casadas gangbang com os meninoscontos eroticos menagecontos eroticos minha esposa arumou sua sobrinha pra mimmulher alisando penis do caopeguei um menino pra comer minha buceta velha contoscontos eroticos em portugalmae sendo brechada no quarto da sua casa pelo filho pornodoidoBem dotado comendo a patroa no sitio conto eroticocontos eroticos gay: se tu deixar eu não conto pra ninguemcontos eroticos de pai e filhacontos de uma novinha q aprendeu a dar a bundinhaconto erotico de lesbica chupando a novinhavideos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoessonifero para vovó contos eroticosconto sexo esposacontos eroticos picantes de cunhado ao telefonecontos eroticos de meninas que ja perdram a virgindadenegra atola a rola e ela da pidoContos etoticos filha rabudatirei o c******** da minha enteada Camilaesposa contando para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e ainda chama uma namorada travesti para fuder com ela e depois vai transformar o corno no maior viadoconto erotico bolinada na infanciacontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentosContos de incesto familiarContos eróticos eu e minha mãe adoramos o Marcos o novo marido da minha tiacontos abusadas em grupoinocênciaperdida contos eroticos gayconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaComendo a mulher do amigo contos