Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEDUZIDO POR TRAVESTI





Não sei se sou bom em relatar fatos mas aqui vai um que eu vivi recentemente.

Sou solteiro 28 anos advogado e sempre procuro aventuras sexuais nas baladas, todos com mulher. Nunca achei que um dia sequer pudesse ao menos ver outro homem nu. Tudo mudou um dia em que voltava de uma festa e tinha bebido um pouco a mais que o normal...não estava bêbado mas me sentia be mais leve.

Aconteceu que eu passei em uma area conhecida da cidade em que garotas de programa fazem ponto.Estava louco pra transar. Então fiquei passando devagar com o arro quando vi uma loira expetacular sozinha na esquina. Encostei.baixei o vidro e chamei-a para perto..falei alguma bobagem do tipo e perguntei quanto era o programa ela sorriu bem safada pra mim e perguntou com voz doce:

-Tu não percebeu não?

-Não...-Falei

-Eu sou travesti. Ela falou

meu coração disparou...e se alguém me vê ali...na hora o porre passou me senti envergonhado. m desculpei e fui embora. Mas a imagem daquela loira não me saia da cabeça.Não conseuia acreditar achei que ela tava me sacaneando.

Tomei coragem e voltei no quarteirão. Parei onde ela estava. ela viu e já começou a sorrir eu chamei ela de novo.

Falei que ela queria me sacanear mas se não queria sair comigo tudo bem...mas não precisava mentir.

-Eu não menti

- mas você não é homem não tem como. Falei

-sou meu amor...ela falou impaciente

-então prova! eu disse

- aqui no meio da rua?

- vou encostar ali. parei numa esquina do lado que tava escura. ela veio Parou do meu lado da porta. De novo meu coração disparou ela abaixo e olhou pra dentro do carro pra ver se tinha mais alguem e falou:

-E aí

-duvido! eu disse

- o que que você quer? ela falou

-Mostra. eu disse

Ela olhou pros lados...levantou a saia e afastou a calcinha revelandoo maior pau que eu ja tinha visto na minha vida. Fiquei muito assustado dessa vez fiz menção de ir emboramas ela segurou no carro.

-Espera...vai faz o que tu quer logo...

- o que? falei

-Pega!!!

-Eu não.

-pega logo Porra!!! ela quase gritou.

Fiquei sem ação não sabia o que fazere num ato impensado pus minha mão pra fora.Ela agarrou e levou até o pau dela. Nossa...era quente e nem cabia na minha mão. ela ficou esfregando minha mão naquilo a té começar a endurecer. eu puxei a mão e disse que ia embora. ela então mostrou os seios pra mim e perguntou se eu não queria um boquete. Engoli em seco...acho que perguntei quanto era e nem ouvi ela responder quando dei por mim ela já tava entrando pela porta do carona

Tava meio tonto mas lembro de tudo ela foi logo abrindo minha calça e agarrando meu pau. Abaixou a cabeça e começou a me chupar. Eu mal sentia mas com o tempo fui ficando excitado...não demorou muito e eu gozei na boca dela...ela engoliu tudo deixando meu pau limpo. fiquei lá parado. Então ela perguntou se eu não queria sair dali pra um motel.Fiquei calado. Ela perguntou de novo:

-Não quer me comer não?

num ato instintiv concordei com a cabeça. ela perguntou que é que eu tinha...

-quer ver de novo né?

Eu respondi sim sem nem sber do que se tratava. ela de novo levantou a saia e me mostrou a rola que, acho que devido ao boquete que ela me fez tava bem dura. FICOU COMO QUE se masturbando e olhando pra mim. De novo pegou minha mão e colocou lá.Tava realmente muito dura a rola dela super excitada e grande. então ela deixou minha mão sozinha.Fiquei lá punhetando um travesti e ele gemendo dentro do meu carro. Ela pediu pra irmos pra um motel...nem lembro como eu concordei mas quando dei por mim já estávamos no quarto. Ela ediu pra tomar banho e foi quando eu vi por comleto e na luz o corpo dela.Era perfeito uma mulher gostosíssima a não ser por aquele detalhe...de costas então era perfeita. fiquei na cama deitado olhando pracima me vendo no espelho me perguntando o que que eu tava fazendo ali e como eu ia falar pra ir embora.

Quando de repente sinto aquele peso nas minhas pernas e minhas calças sendo tiradas.Ela me deixou nu e começou a me chupar de novo. eu já tava sem forças e nem conseguia mais levantar o pau e ela ficou lá naquela loucura.

Acho que sentiu que não ia dar em nada e parou. Senti ela sair de cima de mim.Acho que percebeu que não ia rolar mais nada. ela levantou e foi pra uma poltrona no canto do quarto.

Fiquei deitado com os olhos fechados por um tempo me sentindo mal. Então ouvi alguns gemidos vindos dela. levantei sentei na cama e vi que ela se masturbava na poltrona

-poso gozar nates deir embora? ela perguntou.

-pode. eu respondi e fiquei olhando aquela cena.

Não parecia um homem como eu se masturbando. Eramais delicado ela se tocava com graça, suavidade, romantismo fiquei olhando aquela cena sem ação.

ela então olhou pra mime disse;

-Vem.

eu fiquei olhando

-vem ...ela repetiu...eu leventei devagar e fui ficar no chão perto dela. el ficou toda melosa e ficava dizendo asim:

-vem...faz o que tu quer...

eu não entendia mas nessa hora eu já estava a poucos centímetros daquele pau imenso. então ela abaixou e agarrou minha nuca e foi levando minha cabeça atá o pau dela. Eu resistia mas dava a impressão que eu queria e não conseguia evitar. Foi quando eu fechei os olhos e sent encostar no meu rosto. fiava esfregando na minga cara e eu procurava sair entãi ela falou:

-chupa.

tomei um susto. Acho que acordei. fiquei com medo mas ela me segurou voltou a falar:

-tu tá querendo chupar desde que viu então aproveita logo.

foi quando eu penso que perdi de vez a cabeça. Ainda de olhos fechados fui lentamente abrindo a boca e sentindo aquilo invadir meus lábios. foi entrando enquanto eu sentia aquilo preenchendo minha boca...ouvi ela dar um gemido e começar a se movimentar na poltrona.eu não podia acreditar eu tava ali ajoelhado chupando um pau parecendo uma puta. Sentia minha boca cheia e salivava muito.

não demorou muito ela disse que ia gozar...parece que eu enlouqueci de vez. Acelerei a boca e pus amão quando ela deu um grito e gozou. Veiu na minha boca peito, rosto..chão.

Leventei por instinto e fui pro banheiro me lavar. Não consegui me olhar no espelho mas aacho que acabei com um daqueles sabonetes interinho. Me mlavei por uns 19 minutos e me senti mal. Voltei pra cama e nem tinha animo pra sair. Ouvi quando ela foi pro banho também e voltou. Estava deitado de bruços na cama. De repente senti um beijo na minha nuca. gelei. os beijos foram descendo pelas costas até minha bunda o que me fez arrepiar. foi afastando minhas pernas e lambendo entre elas...fui ao delírio.

Foi quando ela começou a passar o dedo na entrada de meu ânus. Fiquei com cácegas...ela então começoua a enfiar aos poucos o dedo me fazendo gemerela enfiava e exlorava meu anus me fazendo mexer na cama. Foi quando ela chegou no meu ouvido e falou:

-já sei o que você quer....Aquilo me fez gelar de medo até porque ela levantou e eu fiquei sá ouvindo. Ela foi a tá a bolsa e começou a fazer um=ns arulhos como que procurando algo. Fiquei deitadode olhos fechados. Então senti algo gelado escorrendo pela minha bunda atá chegar no meu anus. parecia algumtipo de gel...não sei. Então senti o dedo dela de novo me penetrar sá que mais facil e dando mais prazer.

ela perguntou se eu queria.Fiquei calado. ela me puxou e eu fquei de olhos fechados. Me colocou como que de 4 sá que eu permaneci acom a cabeça na cama...abriu minhas pernas...meu coraçao disparou...senti uma presao na entrada do meu anus travei ela falou pra relaxar...eu quis disfarçar e perguntei pela camisinha e ela falou que como eu era virgem ia machucar menos assim. tive vontade de pular fora dali mas ela segurou minha cintura e começou a forçar. Sentia muita dor mas não queria ceder e permaneci ela colocou mais gel e se ajeitou atrás de mim...então colocou bem na entrada e forçou.

a dor foi imensa...uma parte da cabeça tinha entrado e eu forçava pra parar mas ela me acalmava mandando eu relaxar. passou gel mais uma vez e fez um movimento com o quadril pra frente.senti meu anus rasgar com aquilo.ia entrando tudo bem devagar e eu mordia a colcha da cama pra não gritar de dor.Ela foi enfinado tudo e eu senti a aquilo me invadindo e preenchendo. até que pos tudo em mim.ficou um tempo parada e aquilo parecia respirar dentro de mim...inchando e pulsando.foi quando ela começoua a ir e volrar em mim. metia com gosto e eu totalmente entregue aquela rola me possuindo. Então ela mandou que eu levantasse a cabeça e olhasse pro espelho.

Lá estava eu de 4 na cama com uma travesti me enrrabando e dando tapas na minha bunda...me chamando de palavroes e tudo. Ficou me comendo um om tempo.A dor não passava e ja me machucava. mesmo assim fui ficando excitado. Meu pau tava duro de tesão, ela percebeu e colocou a mão por baixo e começoua me punhetar. Logo logo eu tava gozando de 4 na cama derramando porra na colcha.

ela aclerou os movimentos e anunciou que ia gozar eu tremi...ela perguntou se eu queria gozo na boca.eu disse

-não.

ela se excitou com aquilo e ficou perguntando

-quer que eu goze onde? quer que eu goze onde?

eu respondia aí, aí

-onde diz...ela falava

-aí eu dizia

ela insistiu: -fala logo seu puto!

então eu cedi

-no meu cu!

- fala! ela disse

Eu repeti ...no meu cu

-fala alto

então eu me entrguei falei quase gritando:

-Goza no meu cu!!!!!! Goza no meu cu!!!!

aquilo foi deixando ela louca e então eu senti cmo que uma explosão dentro de mim a porra dela jorrou que escorreu pelas minhas pernas enquanto ela gritava. caimos na cama e adormecemos. acordei dolorido e fui me lavar.

ela veio no banheiro e perguntou se eu queria me vingar eu disse que sim. entao ela abaixou e começoua me chupar logo logo meu pau subiu ela foi pra beira da hidro e me chamou . eu fui e rapidinho comecei a meter nela em pé mesmo. achei que não ia gozar mas o tesão foi maior e gozei dentro dela.

Fomos embora e até hoje eu nunca esqueci aquilo.



!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


suco de uma magrela trepando em pornô famíliaque cunhadacontos chupei meu professor pra passar de anocontos eroticos comi o cu da crenteNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteesposa e sogra metendo na praia contoscontos eroticos mulheres trazando no carnavalcontos de mototaxista e gaycontos eroticos dei pra variosTia de calça leg conto eroticoconto erótico de crente novinha que adora dar a b*****Contos eróticos de viados que apanharam para aguentarem as jebaspedreiro passando a língua no cu do afeminadonifetasafadagostosacontos duas pica no cuconto troquei de papel com a minha mulherconto eroticos gay primosai a noite com minha esposa conhecemos u desconhecido que comeu minha mulhereu curto cunhado faz chantagem para comer a cunhada casadaponei arrombando morena com tesaoas meninas brincaram com meu pau contosenso botar po para mulher do corno contosFui violada por pirocao contos eroticoscontos comi a mulher do amigo bebadacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentexvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delame fode gostoso contosContos er papai pintudocontos eroticos quando era novinhacontos eroticos de incesto inversão com mãe e filhinhocontos eroticos dando pro camioneirocontos eroticos sexo com minha empregada de vestido curtinhoTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidaEperiencia zoofilia beijo babadodeixei temperei site logo vou chegar no DPcontos mães gosto de fuder com meu filhovoyeur de esposa conto eroticominha tia batendo um punheta para sobrinho contosvoyeur de esposa conto eroticogozei muitodentro da buceta da minha prima gordinhaconto xota cu filhinhocontoseroticos eu minha maeFAMÍLIA LINDA CONTOS ERÓTICOSna quarta feira de cinzas contos de sexoconto eroticos primas gostosa veio min vizitarwww.acordada por papai videos incestoconto minha tia me chamou no banhofiquei de bruço o negao se aproveitoucontos madura no ônibus lotado com meninoConto porno criada na rola do avo dedi pequenawww.contoseroticosrabudas.comsexo com muito expormos pornodoidocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos eróticos padres heterossexuaiscontos sobre safadas na academiaContos eroticos de prostitutacontos eroticos fetiche trans branquinhamamei até os bicoes dela incharem contoscontos eroticos arrombando a gordapeguei no pauzao do primo que durnia sou tarada contocontos eroticos travesti ativa camioneiraConto erotico negao casada loiracontos eroticos mulher humilhadaassistir vídeo pornô travesti da rola Gabs cabeça de graçaCasada narra conto dando o cucomto imcesto familia praiaFodido na construçãoContoseroticosdesolteirascontos: sentei no colo do velhoconto erotico minhas prima se apaixonou por mimcontos com mamae na fazendaMulher deixado melar tudo encima da buceta peludanoiva fabiana cu pra 5Meu primo gay que ve meu pau