Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DONA MARIANA

DONA MARIANA





Dona Mariana era uma senhora que morava perto de minha casa, ela na época tinha por volta de seus 45 anos era viúva, nem gorda nem magra, 1,70m e 65 kg, não era bonita, mas era bem gostosa, tinha uma filha que morava em outro estado, pois foi estudar fora e continuou lá trabalhando, bem mas vamos ao conto.

Dona Mariana sempre passava em frente a minha casa, pois eu morava na segunda casa da rua e ela morava no fim da rua, morava num bairro da zona leste. Minha mãe nesta época costurava para fora e eu tinha 19 anos, sá estudava e a noite, o resto do dia jogava bola e fazia alguns cursos preparatários, num dia de terça feira chega à dona Mariana lá em casa e pergunta onde esta minha mãe, lhe respondo que ela saiu, mas iria voltar logo, que se quisesse. Poderia ficar lá esperando por ela, ela me respondeu que gostaria, pois tinha uma saia para fazer, e gostaria que minha mãe fizesse a tal saia, ficamos ali conversando coisas a toa, sem muita importância, ela me perguntava sobre meus estudos, se estava fazendo algum curso, e coisa e tal, finalmente ela me perguntou como estava com as namoradas, lhe falei que no momento não estava namorando, sem trabalho não podia levar nenhuma menina no cinema e para comer um lanche, ela me perguntou se poderia lhe fazer um favor, disse claro que sim, ela então me perguntou se poderia ir em sua casa mais tarde para poder capinar o quintal dela no fundo pois este estava cheio de mato, e ela me daria uma grana, lhe disse que a hora que ela quisesse iria com todo o prazer, até aquele momento, nem tinha lhe prestado atenção, perguntei como estava a Márcia sua filha, ela disse que estava muito bem, em curitiba trabalhando, perguntei se ela não tinha vontade de morar que ela, ela me disse que sentia muita falta mas não gostava de curitiba, puxa a senhora fica sozinha naquela casa grande, desde que seu Alfredo faleceu, não bate uma solidão na senhora, e claro que sim disse ela mas, me sinto bem com meus gatos e cachorro, desculpe de eu lhe falar assim, mas a senhora e tão elegante esta na flor da idade, não sai para namorar, ir passear, ela me agradeceu o elogio, foi nesta hora que minha mãe chegou deixei elas lá conversando e sai para a rua.

Quando voltei da rua já era noite e minha mãe me disse que dona Mariana falou que estaria me esperando pela manhã para poder limpar o eu quintal, tomei um banho e fui para escola.

No outro dia bem cedo acordei por volta das 7 horas e fui a casa de dona Mariana, chamei em seu portão e ela veio me atender, nossa como você e pontual, logo cedo aqui, e para acabar cedo, fui ver o quintal e realmente estava com bastante mato, peguei a enxada e fui capinando tudo, já era por volta de 19 horas e dona Mariana me chamou para almoçar lhe disse que não queria ela então me falou que tinha feito o almoço sá para mim e não ia lhe fazer uma desfeita, então tudo bem almocei com ela na cozinha, notei que ela estava vestindo um vestido bem levinho branco de florzinha e meio transparente, dava para ver que ela estava com uma calcinha pequena, e preta, somente dava para ver os fios do lado, quando ela virou de costa para mim notei que era uma fio dental, ela não estava usando este vestido quando cheguei em sua casa, pela manha,fiquei na minha, e fui terminar o serviço, já era umas 19 horas quando ela me chamou, me pedindo se eu poderia ajuda-la segurando a escada para ela pegar umas coisas em cima do seu guarda roupa, pois tinha medo de cair, entrei em sua casa e ela me chamou do seu quarto, foi ai que notei que ela não estava usando mais o tal vestido transparente e sim estava vestindo uma blusinha apertada vermelha e uma sainha bem pequena, da mesma cor, continuei na minha ela estava com a escada de abrir e fechar na frente do guarda roupa aberta sá me esperando, cheguei e fui subindo ela me disse não senhor, o senhor tem que ficar aqui em baixo e deixar que eu pego as coisas ai em cima, pois eu sei o que tenho que pegar, tudo bem fiquei segurando a escada enquanto ela ia subindo, notei um certo sorriso safado no seu olhar, ela foi subindo e nesta ora olhei para cima e notei que ela estava sem calcinha dava para ver uma bundinha linda e uma buceta raspadinha, olhando para mim, eu ali embaixo segurando aquela escada, quase cai para traz, não tirei os olhos de debaixo de sua saia, meu pau ficou dura na hora, me distrai ali olhando com a boca cheia de água doido para dar uma chupada naquela buceta maravilhosa, notei que ela estava fazendo de propásito pois até dava umas reboladinhas para mim, quando olhei de novo para cima ela estava me olhando e perguntou, esta tudo bem com você, claro que sim estou muito bem, ela então foi descendo e me perguntou se tinha visto alguma coisa pois estava vermelho, respondi que vi a melhor coisa que um homem pode ver e sonhar, ela deu uma risadinha e perguntou se tinha gostado do que vi, claro que sim, estou doido para poder dar uma chupada nesta maravilha, ela então me vez jurar que não iria contar nada para ninguém, neste momento ela se deitou na cama e levantou a sai e disse venha garoto pois estou no atrazo a muito tento estou pegando fogo, não pensei duas vezes me abaixei e fui subindo por entre suas pernas chupando, passando a língua desde os pés ela ia gemendo se contorcendo toda, a coroa estava gozando somente com as minha chapadas em suas pernas quando cheguei na buceta, estava encharcada, lambia bastante a virei de bruços e chupei aquela bunda gostosa e bem lisinha, e enfiei a língua dentro do seu cuzinho que pelo jeito já tinha sido inaugurado, estava com o pau hiper duro, ela se virou e abaixou meu short e tirou meu pau para fora e caiu de boca nele, fazia muito tento que não chupava um pau a coroa estava doida mordia de leve e enfiava todinho na boca, babava feito louca,e depois chorando ela me pediu para come-la, abri bem suas pernas e fui colocando o pau dentro daquela buceta raspadinha que foi engolindo devagar, entrou tudo e ela estava bem apertadinha e quente pra caramba, fui metendo de vagar e lentamente, ela chorava e gozava parecia que estava mijando, teve um momento que ela perdeu os sentidos, fiquei com medo, mas logo ela abriu os olhos e disse que a muito tempo na gozava deste jeito, eu ainda não tinha gozado e queria comer a sua bundinha, virei ela de costa para mim, mandei colocar um travesseiro em baixo de sua barriga e lambi lentamente o eu cuzinho enfiando a língua bem fundo deixando bem lubrificado, ela me pediu para ir devagar, pois a muito tempo não dava o cuzinho, fui colocando o pau estava difícil de entrar, peguei na cozinha um pouco de manteiga e passei no seu cuzinho e tentei de novo, quando a cabeça entrou deixei ela se acostumar, e fui entrando bem devagar, ela reclamava que estava doido mas continuei enfiando o pau ate colar na bunda dela, comecei com um ritmo lento e fui aumentando devagar, ela neste momento pedia para ir mais depressa, e fui até gozar gostoso, fiquei ali até de noite, com ela na cama, esqueci da vida, depois tomei um banho e fui para casa, feliz e cansado minha mãe me perguntou como foi o serviço, lhe disse que ainda tinha coisas para fazer, que amanha voltaria lá de novo. [email protected]

Coroa que queiram ajuda me manda um e-mail.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos incesto troca de filhascu arrombado de gorda contoscontos eróticos médico comedorsendo possuida pelo servente do colegio parte 1!!!contos eroticoscontos de abusada na cocheiraorgialivreconto erotico submissa gozei choreicontoseroticos de amantes qe ajudam esposascontos eroticos curiosaquero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia cama na buceta e gozando quero ver Márcia acabando a buceta e gozandovirei puto dos segurancas sadomasoquismo conto gaycontos eróticos o meu pau e tao grande e grosso so eguas que aguentachute no saco contos pornoconto porn dando pro comandantehttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto_29412_eu-e-sil-sua-mae-assiste-tudinho..html&ei=1Kd9m-1b&lc=pt-BR&s=1&m=817&host=www.google.com.br&ts=1490805753&sig=AJsQQ1BphuM3pDKWCoUN5S7o2Fw319rWgQquero ver contos de fada tia dando a bundinha para sobrinhocontos erotico olhadinha filha pequena dacadelabocetudagozando no cu peludinhos das velhas feiascontos eroticos com homens velhoscontos eroticos na piscina com papainovinha andando so de calcinha pensando que estava sozinhaxanimhaconto erotico paraliticoContos come cachorro vagabundo safado meter vai arrombar essa putacontos teve que sentar no meu colo no carromeu primo bate punheta todo dia e fico toda molhadaCadê acabou comendo cunhado cadê aquela vezcondos erodicosMinha esposa no rancho com outrocontos eróticos corno e viadinhocontos de cornossexo gostoso foda maravilhosa grita quando o pau entra ui delicia mete essa vara na minha buceta no meu cu chupa a minha buceta vai porra ai que gostoso essa pirocameu amante me depilou toda contoscontos pai e mãe nudista fala com os filhos como e bom chupa uma rolazoofilia mulher carente arruma um componheiro pra lir da prazercontos mamae piscina bronzeador bikiniconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos porno os amigos de papai fuderam mamaeenvangelica mais gostosa de vestido curtohumilhada e fodida contovemo espoza chupamo autro mo carmaval xxvidiocontos eróticos massagemcasa dos contos o jegue de bigodescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto virei cdzinhaeu e minha amiga na pousada- conto eróticocontos eroticos arrombando a gordachantagem zofilia e insesto conto eroticoesposo liberando a esposa para viajar contocontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos sobrinha de vestidocontos eroticos homem casado dando para o primomulher traindo o marido com entregador arvores de natalMostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhocontos eroticos as tres safadinhadpai da sonifero pra filha pra fazer sexo historia eroticaConto ai ui ui pornominha novinha tarada contonamorado enfiando a mao na buchete da namorada safadacontos eróticos traficantecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteBucetas grandes fog lp icontos flagrando a mãe cavalona traindo o pai conto sheila novinha sepradacontos eroticos comi o o amigo do meu filhocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos eroticos orgia nudistaConto erotico dona casa veia feia safada 60anomanuela pedreiro contos eroticoseu quarenta anos meu sobrinho chupava seu paucontos oamigo do meu marido 2casadas safadas e o marido sabe q ela da para os outroscontosler conto pornô de i****** ajudando minha filhacontos minha filha enrroscada na minha picaconto erotico desde pequena fui putinha do meu paicontos travesti que sai leite dos peitos