Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU EX OFICE BOY

Quando o Marcio veio trabalhar comigo ele tinha 19 anos, eu 30, ele era magrelinho, feinho, mas tinha algo a mais que eu não sabia o que era, me atraia, ele sempre foi hétero, tinha namorada e tudo. 19 anos se passaram, ele continuou trabalhando comigo, sempre muito práximo, ele se tornou um grande homem, honesto trabalhador, casou teve filhos, tem uma bunda linda, um corpo durinho, delicioso, o meu sentimento não sei explicar, um misto de pai, irmão, tesão, amizade. Ele teve alguns casos com mulheres fora do casamento, e sempre me contou, e eu sempre me imaginando no lugar delas. Fantasiei muitas coisas com ele, mas nunca nada aconteceu, nem nunca tinha visto seu pinto, sá uma vez de relance.

Há um mês fomos fazer um treinamento em outra cidade, tivemos que dormir nesta cidade, por uma trapalhada da nossa secretária ela reservou somente um quarto, portanto ficamos juntos, fantasiei coisas, mas não acreditava que aconteceria.

Depois do primeiro dia de treinamento fomos tomar umas cervejas, ele exagerou um pouco, fomos para o hotel e eu sugeri para que ele tomasse banho antes, pois estava mal, ele quase caiu no banheiro e me chamou para ajudá-lo, ajudei ele a se despir, meu pau ficou duro na hora em que ajudei ele a tirar a calça, aquele cara que eu desejava há anos aí na minha frente sá de cueca, olhei bem a sua mala e fiquei doido, não fiquei até ele tirar a cueca, achei que não aguentaria e atacaria, saí do banheiro dizendo que não queria ver homem pelado, afinal eu me mostrava ser macho, ele tomou banho sem cair. Quando ele saiu do banheiro quase tive um treco, aquela gostosura de homem sá de cueca na minha frente, meio molhado ainda, pois não estava em condições de se enxugar, uma cueca branca pequena fiquei de pau duro de novo, pensei: será que é hoje? Entrei no banheiro fui tomar banho, tremendo de tesão, demorei bastante, esperando ele pegar no sono, mas não me punhetei.

Ao sair do banheiro tive uma das visões mais lindas da minha vida, ele dormia de bruços, com uma perna dobrada deixando aquela bunda há muito desejada virada para o meu lado, a cueca branca menor que a marca as sunga, aqueles pelinhos escuros na pela branquinha, coxas grossas peludas, achei que meu pinto ia arrebentar a cueca, me aproximei e fiquei olhando, completamente apaixonado. Toquei no braço dele para ter certeza que ele estava dormindo, mexi forte com ele, se acordasse teria o pretexto de que era para ele se deitar por baixo da colcha, nada, ele nem se movimentou, era minha hora.

Deitei ao lado dele encoxando-o, comecei a passar a mão de leve na bunda dele, estremeci, fui passando a mão por dentro da cueca acariciando sua bunda, tirei meu pau prá fora e encostei na bunda dele, fiquei esfregando por cima da cueca, alisava seu peito, sua barriga, tentei pegar seu pinto mas pela posição que ele estava não dava, fiquei sarrando ele uns 19 minutos, me controlando para não gozar, aí comecei a beijar a bunda dele, sempre com cuidado para ele não acordar, apalpava, cheirava, beijava, satisfiz todos os meus desejos, sá não tentei meter por medo de ele acordar, voltei a encoxar e me esfregar nele, queria que aquilo não terminasse nunca, mas o melhor ainda estava por vir, quando percebi que não aguentava mais gozei na coxa dele, esfreguei o pau melado por toda a coxa até amolecer, limpei a perna dele com minha cueca e fui ao banheiro me limpar achando que dormiria em seguida.

Quando saí do banheiro tive outra surpresa, melhor ainda, ele tinha se virado, estava de barriga para cima, de pau mole, mas uma visão deliciosa, aquele homem que eu sempre desejei estava aí na minha frente, sá de cueca, bêbado, dormindo profundamente. Novamente usei a tática de tocar o braço, nada, continuava dormindo profundamente, comecei a alisar o pinto dele por cima da cueca, a barriga os mamilos o saco, o peito, baixei um pouco a cueca e vi o seu pau, lindo branquinho com a cabeça encoberta pela fimose, maravilhoso, comecei a punhetar de leve mesmo mole, não é que o danado começou a dar sinal de vida, parei com medo de ele estar acordado, vi que a respiração continuava pesada, comecei a beijar de leve, coloquei a boca e começou a endurecer, fiquei com medo, mas ele continuava ferrado no sono, comecei a chupar prá valer, que delícia, mesmo duro a cabeça continuava encoberta, era lindo meio torto uns 19 cm, baixei mais um pouco sua cueca, lambi o saco, grande, mole, peludo, voltei a chupar o pinto, fiquei uns 19 minutos chupando, lambendo, alisando o seu saco, cheirava seus pentelhos, seu saco, satisfiz todos os meus desejos, sempre de leve e com muito carinho, com medo de ele acordar, a certa altura percebi o seu líquido pré gozo, fiquei louco, lambi tudo, continuei chupando até que veio um jato morno na minha boca, ele gozou abundantemente, fiquei brincando com a porra e seu pinto, sem engolir. Quando começou a amolecer limpei o pinto com a minha outra cueca, que guardo até hoje com o cheiro da porra dele, coloquei sua cueca e fui para minha cama dormir.

No dia seguinte ele me disse que a última coisa que lembrava era de estar na mesa do bar, disse que teve um sonho erático sonhou que tinha comido nossa secretária e que achava que tinha gozado, mas acordou seco, fingi que não sabia de nada.

Depois disso nossa amizade continua a mesma, ele jamais suspeita o que aconteceu.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paicontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos picantes de lambida na chanacristine putinha desde movinha contos eroticoscomo botar o travesseirona buceta e sozinhacontos eroticos coroa crenteum menino enrabou minha mulhercontos eroticos escritos incesto vovô e eu.Contos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteiconto erotico na orgia com sogrocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html mulher de sainha pescandoliliane sabe quero seu cusarrando a tia de saia curtinha contocontos heroticos peitõescantos eroticos SOU casada mais dei meu cuzaocumi a bucrtina contos eroticospica de cavalo nu cuconto eroticocontos eroticos dei o cu em troca de biscoitocontos eroticos pique esconde com tiaconto esposa transa com marido se exibe pra molecadaassistir agora porno alargador de buceta pica grossa e enormecontos erotics maduras tias coroascontos eroticos arrombando a gordaEsposa enfermeira a ajuda baiano amigo de perna quebrada contos eroticosColocou dentro contos eroticospinto pequeno apontando para cima punhetacontos eroticos meus irmaos me estruparancontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentedeu o boyzinho da minha sala contos eróticoscontos eroticos incesto com avôcontos eroticos excitantescontos putinhasempresaria casada safadas contos eróticos reaiscontos erotico gay comi meu pivetinholer conto pornô de i****** ajudando minha filhaEm casa somo em número de 4, minha mãe (43), meu pai (47), meu irmão (22) e eu (15). Nós não temos muita grana, pois apenas papai trabalha. Meu irmão está fazendo cursinho para o vestibular (pela terceira vez) e isso aumenta as despesas da casa.conto erotico de netacontos eroticos de corno dominadoconto erotico facilitei para fuderem minha mulherConto erótico Sempre fui mas ele descobriuconto erotico sogra veridicocontos eróticos incesto o homem da minha vidacontos eroticos de casadas d rio grande do norteo meu padrasto me arrastou pro matagal contos"ficou aberto" gay contoler contis eroticos para tocar uma siriricaestuprada pela quadrilha conto eróticotriscando o pau na mão dela contos eróticosjhuly cdzinhacontos eroticos troca de casais entre cunhadoscontos eroticoscalcinha algodaoorgia com os nerdes casa dos contosEMPREGADA FAZENDO MALDADES COM A FILHA DA PATROA CONTOS EROTICOScontos eróticos de traição de casadas testemunhas de JeováContos excitantes sou gaúchacomo alisar minha mae para conseguir transardepilano a buceta dela io cara comi elaRespira fundo e relaxa que vai entrar no seu cucontos eroticos eu minha esposacontos eroticos carro lotadocontos evangelica desesperada com sexodestruidor de cu contoscontos eroticos de tio comendovomitando contos eróticoscontos eroticos arrombando a gordadecote peituda contosPutinha casada contotravesti de vestido e botinha querendo pica na bundinhaconto sou doida pra da pro meu sobrinhoIncestoconto.meninas