Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NÃO SABIA QUE SER CORNO ERA TÃO BOM





NÃO SABIA QUE SER CORNO ERA TÃO BOM



Meu NOME é Rodrigo, 42 anos, Ana minha esposa, 41 anos, loira,pernas grossas, seios fartos de mamilos rosadinhos,pele branquinha, e uma buceta apertadinha.

Sempre tive vontade de ver minha esposa rebolando em outra pica, fantasiamos em nossa cama com vibradores, mas nunca tivemos coragem de por em prática.Tudo que eu queria era que isso acontecesse.

Acontece que ela trabalha em uma empresa em Santo Antonio do MonteMG, e eu trabalho como representante comercial, viajando muito. O pessoal da empresa onde trabalha faz muita festa, e eu adoro pois vejo muitos homens cobiçando minha loira. Então nesta ultima sexta-feira fomos a uma festa onde minha loira vestiu um vestido justo bem decotado na frente e atrás e com saltos altos vermelhos.

-Estou linda amor?

-Um tesão, respondi.

-Não ta muito decotado pra festa de empresa não?

-Tá átimo, deixa os caras ficarem babando na minha esposinha.

-Voce gosta né, de me ver sendo desejada, ela disse rindo .

-Voce nem imagina, vc sabe meu sonho.

Chegando a festa, senti os olhares dos homens todos voltados para minha esposa. Ficamos conversando com o pessoal e bebendo uns drinques. A festa foi esquentando, as mulheres começaram a dançar axé, depois funk.Como não gosto fiquei sá olhando, e minha esposa foi pro centro da pista e começou a rebolar. Nisso dois rapazes funcionários de uma empresa fornecedora vizinha se aproximaram e começaram a dançar com minha esposa. Eu fiquei ali, parado, bebendo e vendo minha esposa rodeada por dois machos. Ela olhava pra mim e via que eu estava gostando. Ela se aproximou de mim e me deu um beijo dizendo que ia ao banheiro, então lhe falei baixinho no ouvido pra tirar a calcinha. Ela olhou surpresa pra mim e simplesmente sorriu. Voltou do banheiro e colocou uma coisa no meu bolso. Era sua calcinha. Fiquei louquinho de tesão vendo Ana dançando com dois rapazes e sem calcinha. Como já estava muito tarde e éramos os últimos da festa chamei Ana pra ir embora e falei com os rapazes:

- Voces estão de carro ou querem uma carona?

-Estamos sem carro, e ainda nem temos hotel pra ficarmos.

-Se vocês quiserem podem dormir lá em casa pois nossos filhos não estão, falei olhando pra Ana que ficou com cara de surpresa.

E eles imediatamente aceitaram meu convite. Fomos os quatro pra casa. Lá chegando fomos ainda beber alguma coisa enquanto Ana colocou um musica. Nisso um dos rapazes foi ajuda-la e colocou funk. Como eu não gosto os três começaram a dançar, com Ana rebolando no meio dos dois. Como já estávamos um pouco bêbados eles começara a se soltar e foram passando as mãos no corpo de Ana. Ela vendo que eu estava ficando de pau duro e não falava nada foi se soltando e se esfregando nos corpos dos dois rapazes e falou:

-Acho que meu marido está gostando de ver sua esposinha rebolando pra outros caras. Eles riram e ela simplesmente pegou no pinto do cara que estava na frente. Fiquei louco com a cena, minha esposa com a mão no pinto de um cara, sendo encoxada por trás por outro. Eles foram passando a mão em suas costas, pernas e foram subindo o vestido. Eu estava paralizado e lembrei que Ana estava sem calcinha. Seu vestido foi subindo até aparecer sua bunda e sua bucetinha. Ela vendo que eu não fazia nada tirou o pau deles pra fora e começou a punheta-los. Se ajoelhou e começou a chupa-los. Cada vez com um pau na boca e de repente pois os dois na boca. Fui a loucura e fui pra perto deles, onde Ana falou:

-Fica quieto aí corninho. Hoje você vai ver sua esposas ser fudida por dois machos e vai ficar sá olhando, vou realizar o seu sonho, pode ficar batendo uma punheta. Ela sentou na pica de um deles enquanto o outro simplesmente fodia sua boca.

-Fode meus putos, fode pra esse corno ver como é que come uma vadia- gritava ela .Os caras riam e metiam com força na minha esposa.

- Isso é que é pinto, corno filho da puta, gritava Ana alucinada.

-Vem meus dois pintudos, quero os dois juntos na minha buceta. E como sua buceta é muito apertadinha e tava difícil dos dois paus entraram ela gritou:

-vem corno, vem ajudar esses dois cacetes a arrombar sua bucetinha. Então me aproximei e abri sua bunda pros dois poderem se ajeitar e fuderem aquela bucetinha que até então sá tinha sido minha.

-olha de pertinho corno, como eles estão acabando comigo, gritava ela. A minha buceta nunca mais será a mesma .

Nunca senti tanto tesao, vendo ela deitada em cima de um, com o outro também fudendo sua bucetinha, que acelerei minha punheta e comecei a gozar.

-Não goza ainda não seu corno. Primeiro você vai ver meus machos encherem minha bucetinha de porra. Os dois então aceleraram e começaram a encher sua bucetinha de porra. Nunca vi tanta porra na buceta de Ana.

-Vem aqui agora e veja o estrago que eles fizeram na minha buceta seu chifrudo. Ela estava arregaçada e escorrendo porra por todos os lados.

-Agora vem meu corninho, vem comer a buceta da sua esposinha toda esporrada. Fiquei alucinado e pulei em cima dela metendo igual a um louco. Senti aquela buceta encharcada, arregaçada, aquela cheiro de porra, e ela me chamando de corno, chifrudo, filho da puta. Gozei como nunca havia gozado.

-Agora que vi que você gosta de ser corno, vou dar pra toda a empresa e você vai ficar sá olhando, vou ser a mais puta da empresa. Quando ela disse isso meu pau ficou duro de novo.

-Ficou com tesao de novo né corno, então vem limpar a buceta de sua esposinha, vem.

Chupei aquela bucetinha linda e ainda transamos mais uma vez na noite e outra no dia seguinte.

Não sabia que ser corno era tão bom.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


me masturbei vendo as calcinhas da vizinha no varalcontos me enganarao e comerao minha mulherconro erotico gay meu tio alopradocontos eroticos com fotos de mulheres casadas que foi violentada por bem dotadoscontos gay meu pai me pegou no flagraconto transformado travesticonto gay "tem que implorar"contos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de zoofilia marido não quis fode esposa gravida então o cachorro fodeu sua mulher Comi minhas afilhadas parte 2contos etoticosContos eróticos perigosa tentaçãocontos eroticos casada fui subjugadacontos eroticos casada com cunhadocontos veridicos dezoofilia por novinhasContos Eróticos Contados Por Veraestórias eróticas abusivascontos eroticos para sua rola ta arrebentando meu cuminha filha fudendo com nosso impregados contossexo com muito expormos pornodoidofragrância zoofilia caseiro Como eu copo CEDome ponoconto erótico de homens que tiveram experiência com alguns homenscontos gay limpar a casaminha cunhada me provocandonovinha que queira trocar msg e gozar muitoEu e minha Mãe Cabaço contostarado espiando a filha ninfetinha juvenil no banhoConto erotico sogra bundudaContos gays fantasiado de crossdress no cine pornomeu cao meu machocontos de sexo mulher tranza cm amigo do marido eo maridocontos erótico sexo no cinemacontos sexo velhowww meucontoerotico.br delisiososcontos erotico gay quando mim focaraocontos eroticos para sua rola ta arrebentando meu cucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentegays cornos contos no cinema vídeoscontos eroticos curiosacontos minha cunhada viu eu mijanotirei o cabacinho de minha sobrinha novinha contoso um pouquinho contos eroticoscontos eróticos comi minha amiga skatistaFotos erótico padratos e entiadacontos notei que minha namoradacontos fingi que dormia e comi minha filhaminha prima chupou meu pau virgem contosConto erotico gay afeminado rabudos eu e meu amigo dando para coroaConto papai mg fudeu de jeitofui almoçar mas a cunhada e ela me deu foi a buceta so nos dois em casauma coroa da bunda grande do cabelo liso e peidando a b***** para o cachorroContos eroticos amorosa amigaSemen do filho conto eroticoeu confesso incestocontos de velhos gaymarido libera esposa para pagar o aluguel contoloira gostosa goza sozinha comtá um poko da sua safadadecontos eroticos gay recem casadoler contos eroticos de casais fudendo dentro de cinemas com outros homenscontos eroticos eu esposa e casal de amigosContos erotico meninas estupradas pelo o capataz da fazenda.contos eroticos de padrinhos com virgenscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos entalei ela no meu paurelatos de comadre dando a buceta pro compAdremamando no genro contosconto de sexo com vizinha gostosacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentetinha perder sua coroa no seu pau do negrãocontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html sogra loira novinha chupa maridos Eugênio