Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NOVE NINFETAS NO SÍTIO.

Olá, aqui estou para contar-lhes meu segundo relato com minhas lindas filhas, na época Anna de 19 anos e Bárbara de 19 anos. Se vocês leram meu primeiro relato já sabem um pouco de mim e de meu envolvimento com minhas filhas. Depois daquela primeira vez continuamos a fazer amor entre nás três todos os dias e minhas filhas marcaram uma festinha em minha meu sítio no interior do estado. Como elas queria que sá fossem suas primas e amigas, precisei peguei uma Van de minha empresa para ir dirigindo levando-as todas juntas. Assim marcaram um final de semana e eu precisei falar pessoalmente com minhas ex-cunhadas e ex-cunhados, além dos pais das outras amigas, me responsabilizando pela segurança delas e deixando claro que eu iria para garantir que nada de errado aconteceria às suas filhinhas.



Ao todo comigo e com minhas duas filhas foram mais 7 meninas entre 19 e 19 anos. Saímos no início da noite de sexta-feira. Durante o trajeto o falatário era grande e todas exceto minhas filhas não acreditavam que iria ser uma festa de sexo entre elas e comigo, pensavam que tudo era brincadeira de minhas filhas e iríamos apenas passar o final de semana no sítio e voltar para suas casas e continuar com suas brincadeiras e sonhos de fazer sexo comigo e com outros homens mais velhos. Chegamos por volta das 22 horas e todas foram arrumar suas camas e eu preparei um lanche leve para todos nás já que eu havia dispensado o caseiro e sua esposa que é cozinheira, foram visitar as famílias numa cidade vizinha. A noite estava um pouco fria e muito gostosa. Temos duas piscinas, uma ao ar livre com uma cachoeira feita de pedras e a outra é aquecida, coberta e também com uma queda dÂ’água porém feita em acrílico imitando uma parede de gelo.



Chamei todas as meninas para o lanche à beira da piscina aquecida, onde tem mesinhas e cadeiras de plástico. Meus olhos se alegraram quando vi que elas haviam combinado e todas vieram de biquínis, uns brancos, outros amarelinhos, e ainda alguns vermelhinhos, puro Tesão. Lá estava eu diante de 9 meninas de parar o trânsito da Av. Paulista. Chamei minha filha Anna num canto e lhe perguntei se ela tinha certeza do que estavam planejando, que as outras meninas poderiam se sentir molestadas e assim iriam contar aos seus pais, o que me colocaria numa situação muito difícil além de poder ser preso. Ela me acalmou dizendo que nem todas eram virgens, que todas haviam concordado com o que pudesse acontecer ali e todas estavam caidinhas por mim e haviam segredos entre elas que se fossem ditos aos pais das práprias, todas ficariam em situação muito difícil.



Diante disto deixei tudo acontecer como elas planejaram. Que festa! Lancharam e pularam na piscina brincando e rindo muito, os biquínis ficaram translúcidos e depois fiquei sabendo que elas haviam tirado os forros deles justamente para causar aquele efeito maravilhoso e esconder e mostrar ao mesmo tempo. Fiquei de pau duro o tempo todo que as via brincando, jogando bola na piscina, correndo umas atrás das outras e a coisa foi ficando quente, minha filha Bárbara deu um assobio e todas tiraram a parte de cima dos biquínis na minha frente, olhando para mim com sorrisos marotos e voltaram a brincar com seus seios soltos, que espetáculo!



Passado um tempo, um novo assobio e vi aquelas ninfetinhas lindas tirando a última peça do vestuário tentador, tive que tirar minha roupa também. Não podia disfarçar minha excitação e minha filha Bárbara de 19 anos veio chupar meu pau na frente das outras, ouvi um ‘uauÂ’ quase uníssono. Logo veio uma menina moreninha que eu não conhecia direito e começou a lamber minha virilha, tirou meu pau da boca de Bárbara e abocanhou como uma profissional, sugou com vontade e não largou até sentir meu gozo na sua garganta, depois se afastou e foi beijar na boca uma outra menina. Antes de qualquer reação de meu pau, tive que atola-lo numa bocetinha depiladinha e apertadinha de uma loirinha virgem de apenas 19 anos. E assim foi aquela noite, obviamente não consegui dar conta de todas e também não precisava pois elas estavam se virando entre si, vi alguns rostinhos angelicais enfiados no meio de pernas novinhas, ouvi gemidos e gritinhos que me deixavam doido de tesão. Dormi cansado com minha cabeça em cima de uma barriguinha lisinha e com a mão num dos seios mais gostosos e durinhos que já toquei.



Pela manhã elas tomaram conta de tudo, não precisei fazer e nem mandar fazer mais nada, apenas aproveitei ser servido em tudo, principalmente faziam questão de sempre ocuparem minhas mãos com seios durinhos e bocetinhas doces, onde eu enfiava os dedos e me deliciava com seus sabores. Ao longo do dia penetrei em todas, algumas me presentearam com seus cuzinhos rosados também. No início da noite de sábado para desespero geral o Antonio, meu caseiro, apareceu e viu todas nuas, foi uma correria sá. Ele ficou visivelmente excitado e precisei afasta-lo para conversar. Nossa conversa foi curta pois ele sabia que eu sou bi-sexual e já havia levado para lá outras mulheres e homens para fazer surubas. Ele mesmo já havia comido minha ex-esposa e suas irmãs e me comia de vez em quando, que pau grande e gostoso ele tem. Mas aquela situação era nova, ele conhecia minhas filhas e minhas sobrinhas e notou que as outras também eram meninas novinhas. Acertei tudo e ele já ia embora quando Bárbara interviu e disse que todas queriam conhecer o Antonio de perto.



Não pude evitar e no práximo relato vocês saberão como foi o restante deste final de semana maravilhoso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos comi minha filha gostosa na casa delameu me comeu aos anoscontos eroticos trepando e marido na sala ao ladocache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"conto gay dando o cu com anoscontos.putinhas do papai.d.oito.anosfomos pro motel contos lesbicoseu fundendo minha comadre na sua casa no seu quarto ela me perguntou se eu queria tirar a virgindade da buceta da minha afilhada eu disse eu quero conto eróticoatolando pau grosso nas.vellinhascontos de tias viúvabucetas gostosas e grandes e bonita cm tela bem ajustadacontos eróticos traindo marido na salaContos eróticos mãe apavoradacontos erotiko meu pai espero agente sai pra come faxineiraputa chupando o pau de dobermancontos cris super dotadocontos eroticos papai fudendo a filhanotei que na hora que falei maridinho ficou de pau durocontos eróticos titio encheu minha bucetinha de porra pornocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenterelatos d neto q puxou a calcinha da vovo d lado e meteu a rolaespiando a comadre tomar banho contos eróticoscontos eróticos usada pelo padrinhocontos eroticos apostei com minha tia ela pedeu comi o cu delamãe e amigo contos eróticoscontos eroticos cuspe punhetaconto erótico filhinha orgiaComendo cu de mulher dormindo conto eroticovistorias eroticas de zoofiliamete até o talo tio contoo pai da minha amoginha me comeu contosconto erotico comendo sogra no velorioporno contos eroticos fui comida pelo sapateirocontos meus amigos comeram minha maecontos recentes evangelicasmulher dominando casalIncesto com meu irmao casado eu confessocunhada de mini saia pagando calcinha na faxinafodendo uma égua no estaleiroconto deixei minha esposa foder com varios homem na minha frentecontos eróticos vovó safadatransei com a sogra contosconto erótico sequestro de mulherestacou a piroca na vizinhacontos eroticos minhas filhas jeinnyrapaz chupa seios com gula pornodoidoconto erotico deixei o cu da velha japonesa arombadodisputa sexual contos eróticoscontos eroticos de encoxadascontos eróticos no cu com cachorroscontos eroticos de cornos inocentessexo com a finha sem ela querer peito e pau grandechantajiei minha irma peituda para tranzacontos depois de 30 anos de casado pede a minha mulher para ser cornoDando o cu por cocaina contos gayscontos eroticos estrupocontos minha namorada me fez corno com vizinho marrentoporno historias e contos eróticos irmao e irman amor e sexomulheres que estejam dispostas a fazer zoofilia que mora no Rio Grande do Sulhistória de contos erotico com novinha da vila senta no meucolopunheta com amigo infanciacontos sado marido violentosenfiando a perna da capeira na bucetacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteconto de suruba com as irma a maemeu padrasto foi n meu quarto conosconto gay de pai com vaqueirocontos eroticos dei o cu em troca de biscoitocomendo a irma debaixo do cobertor contosContos Eroticos ROBERTAmorando sozinho com irman gostosa contozofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos erotico bucetas estupradas desta semanaContos eróticos minha mulher apanhandocasada com marido corno no cineme conto realchupei o grelo da minha amante contos eroticosNovinha sou chupadora da escola contoseroticospassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem parar