Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESVIRGINANDO A SOBRINHA



DESVIRGINANDO A SOBRINHA



Meu nome é Deco, tenho 30 anos e o que vou lhes contar aconteceu a três anos,na época eu estava no primeiro casamento.



Minha esposa estava doente e depois que saiu do hospital foi passar algum tempo na casa da avá.

Nás tínhamos um bebê de dois anos que ficou comigo em nossa casa, como eu trabalhava uma sobrinha dela veio pra cuidar do nenê.

Fernanda* era uma ninfetinha linda, com 19 anos, seios durinhos, cabelos longos cacheados, morena clara, com a pele lisinha e com aquele jeitinho de menina inocente.

Eu já tinha visto antes, mas nunca reparei nela direito, até brincavam com ela, mas sem nenhuma maldade.

Comecei a perceber seu olhar tímido e ao mesmo tempo travesso que me deixava com muito tesão, sempre desfilando pela casa com shortinhos minúsculos ou mini-saias e ainda tinha o mau costume de se sentar de pernas abertas.

Reclamava com ela vária vezes mas não tinha jeito,sempre dava a pala da calcinha e me deixava louco.

Numa noite na varanda e eu lhe peguntei se podia abraçá-la pois fazia muito frio,ela aceitou e quando senti aquele corpinho quente perto de mim,meu pau deu logo uma soluçada.Pensei que ela ia recuar porém ela se encaixou mais ainda em mim,nessas alturas meu pau estava totalmente duro quase rasgando minha cueca e short.

Ficamos ali por quase uma hora se, dizer uma palavra.

Na noite seguinte ficamos assistindo TV até tarde,quando a percebi cochilando no sofá.

Resolvi tocar seu corpinho virgem,primeiro toquei em suas pernas e fui subindo lentamente quando cheguei a sua virilha ela ressonou alto, então desconfiei que ela estivesse fingindo e continuei.Pus minha mão por dentro do shortinho e alisei a xana por cima da calcinha.

Ela abriu as pernas e suspirou mais forte quando eu pus minha mão por dentro da calcinha e alisei seus pêlos.

Beijei sua boca com extremo cuidado e ela retribuiu o beijo,ficamos nos beijando enquanto eu explorava sua pequena gruta com meus dedos.

Levantei-me e a carreguei no colo sem parar de beijá-la e a levei pra o quarto.

A coloquei na cama e continuamos a nos beijar freneticamente, tirei seu top e presenciei a coisa mais linda, aqueles peitinhos durinhos sem nenhum pano pra atrapalhar.

Caí de boca e mamei feito um bebê ela se contorcia toda e gemia bem baixinho.

Passava as mãos em meus cabelos e roçava a buceta em meu corpo.

Tirei seu shortinho mas ela não me deixou tirar sua calcinha,ficou com vergonha.

Eu pensava que ela não era virgem,pois já tinha ouvido por alto que a flagraram com um garoto fazendo “ousadia”.

Ela também não me falou nada,botei a calcinha de lado e encaixe a cabeçinha na entrada da grutinha tentei mas não entrou de primeira,apesar de sua xaninha estar totalmente encharcada.

Continuei na entradinha,recuei um pouco e dei uma bela estocada que foi seguida de um grito, entrou quase todo então comecei a bombar.

Sua respiração era bastante forte e seu coração parecia que ia sair pela boca,eu já estava me sentindo no céu desvirginando aquela donzela.

Gemendo alto e dizendo que me desejava desde pequena...

E que a noite sempre observava eu e minha esposa transando quando ia passar dias conosco.

Essas palavras me deram mais tesão e eu fui bombando com mais força,sua xaninha engolia todo meu mastro de 23 cm.

Gozei bem no fundo da bucetinha, logo depois ela também gozou tremendo o corpo todo...fiquei até medo sá de vê aquilo.

Depois ela começou a chorar com medo de engravidar e eu a tranquilizei dizendo que ia dar um jeito.

No outro dia comprei a pílula do dia seguinte e dei a ela e...

FUNCIONOU!

Essa foi a primeira de muitas fodas incríveis com minha brinha.

Espero que tenham gostado e entrem em contato pelo meu e-mail: [email protected]





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico meu pai tirou meu c***** e sangrei muito na pica delemenina matuta contos eroticosminha cunhada quis que eu a visse nuacontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapueraencaixei o cacete do amigo de meu marido q tava ao lado e nem percebeu contoscunhadinha dando o cu apoiando na mesapornô grátis boa f***.com só contos sogra comendo genrofui arrombado contos gaysfala mulher pelada bonita gostosa peituda o capoeiristaConto de viciados em travestiscontos r eroticos de pro cachorroConto comi minha mae no celeirocontos de coroa com novinhobucetinhas perusinhocasaei com uma safada contosPornodoido passistasvideo porno de garotinhas com olhinho vidradocontos eroticos de mulher que deu para cavalosconto erótico amiga grelo línguaconto eróticos de troca de filhaNo motel quando minha prima percebeu meu pau ja tava entrando na sua buceta virgem contos eroticoshumberto de pau duroconto cu arebentado nn aniversariosexo grupal flagrante incesto usando calcinha contosContos moro no interios até que enfim cumi o cu da minha irmã gordaaos 60 anos dei a buceta pro menino de 15 contosgay bebe néctar de travesticontos de coroas dá paraíba gaycontos eroticos novos comi minha irmamcontos fui faser a obra du meu tio arobei sua mulhercontos pornô de incesto a mamãe gritou igual uma puta quando enfiei o meu pauzao na sua bucetinha cabeludameu filho sem querer contosContos eroticos enrrabada por um cao picudocontos transei com meu filho enquanto fingia dormircontos eróticos o meu pau e tao grande e grosso so eguas que aguentacontos pegando a secretaria novinha de minha mãecontos eroticos trai meu corninho chupando o irmao delefui comida feito uma vadia vacabunda e chingada de puta contos eroticosminha mae adora um negao contos eroticos gratishistorias verdadeiras de maridos que fragaram as esposas dandocontos eroticos exendo a buceta da tia de poreafoto de travestis arreganhadas de frentecontos gay novinha chupando mendigo na barraca na ruasegurou a filha para tirar cabaçocontos de mulheres dando a bocetacontos gay com homens grandes e peludos terminadasContos o negão dormiu na minha casaconto de sexo sobrinha galinha parte 2contos seduzi minha mãe com o tamanho do meu paumeu cuzinho desvirginadocontos er safadovarios me comero s calsinha contos gayconto minha enteada de dez anos sentou no meu pau sem calcinhacontos eroticos mulheres que mandam no maridovideo que profe girafales come cu se dona florindacontos eroticos arrombando a gordacontos eróticos doente mental e minha esposa sozinhaeu moro sozinha com meu filho e com a minha filha meu filho ele sempre ele me fode meu filho fundendo minha buceta no meu quarto eu perguntei pra ele se ele queria tirar a virgindade da buceta da sua irmã meu filho disse pra mim eu quero mãe tirar a virgindade da buceta da minha irmã eu disse pra ele eu vou falar com sua irmã eu fui conversar com a minha filha eu perguntei pra ela filha você que perder sua virgindade da sua buceta com seu irmão ela disse pra mim eu quero a noite eu levei minha filha pro meu quarto meu filho tava na minha cama conto eróticocontos comi um vizinho novinhoContos comendo a mulher do amigoconto erótico viadinho que adora apanhar e ser humilhadocontos erotico minha mae me ensinou a se putahome dar cu usano calcianhaHistórias eróticas verídicas tesão entre mâe e filha menina incestocasa dos contos eroticos sou evangelica e trepo com meus cachorroscontos eróticos funcionáriameu irmão me convenceu contoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos de incesto: viajando com a mamae popozudaconto erotico quer virar corno?fumei maconha e entrei na rola contoscontos eróticos cantada na rua não resisti e traícontos erotico liberei minha esposa para sair com outro macho