Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MEU TIO E MEU PADRASTO TENTARAM MUITO

Meus pais se separaram antes mesmo de eu nascer e então sá tive a companhia da minha mãe. Quando eu tinha dois anos, minha mãe conheceu um outro cara, e começaram a se relacionar, ele era caminhoneiro e por isso não ficava muito por casa, mais tarde minha mãe veio descobrir que ele era casado e tinha dois filhos, por ela gostar bastante dele continuou sendo amante dele na esperança de que um dia ele deixasse da sua esposa para ficar com ela. Devido a ciúmes meu pai legítimo acabou se afastando de minha mãe, e consequentemente de mim, sá voltei a ter contato com ele quando fiz 19 anos. Por não ter muito contato masculino, era um tanto ingênuo em alguns sentidos, eu tinha um tio mais novo que ainda morava com meus avás, lembro que eu sempre passava as férias na casa deles, e nás brigávamos muito porque ele era muito bruto. Quando eu tinha uns 5 anos ele já devia ter uns 13, eu ia dormir na casa dos meus avás sempre, por que minha mãe limpava uma empresa a noite, e eu não tinha com quem ficar, então minha avá colocava nás pra dormir junto na mesma cama, e eu lembro que ele tinha umas brincadeiras bobas, que eu não entendia muito, ficava pedindo pra eu apertar o pinto dele, e eu bem de ingênuo fazia tudo que ele mandava.

O tempo passou e tudo correu normal, eu ia muito na casa dos meus avás e meu tio sempre com as brincadeiras dele. Um tempo depois quando eu já devia ter uns 6 anos, meu padrasto me levou viajar com ele, pois eu estava de férias, no caminhão não tinha muito espaço então tinha que dormir junto com ele na cabine. Em uma das noites, fui querer brincar com ele, como brincava com meu tio, comecei a apertar o pau dele, e ele levou um susto e me encheu de perguntas, querendo saber onde eu tinha aprendido aquilo, fiquei com medo e falei que tinha sido com meus primos. Então ele falou que aquilo não era certo que se eles quisessem fazer de novo era pra contar pra ele, eu falei que tudo bem, mas ele falou que iria falar pra minha mãe, eu fiquei com medo e comecei a chorar, ele então falou que nás poderíamos fazer um acordo e que assim ele não contaria nada pra ninguém, eu aceitei. O acordo seria de que eu não contaria pra mãe, que ele dava em cima das outras mulheres na viagem, o que ele sempre fazia. Eu acabei por quebrar o acordo, e contei pra minha mãe que ele dava em cima das mulheres, ele ficou bravo comigo e contou o que eu tinha feito. Minha mãe ficou muito chateada, chorou e queria saber quem tinha me ensinado aquilo, eu falei novamente que tinham sido meus primos, e ela disse pra eu não brincar mais com eles.

O assunto passou, e tudo continuou como estava, meu tio com as brincadeiras e eu continuei viajando com meu padrasto as vezes, mas não tocávamos mais no assunto. Com o passar do tempo meu tio foi evoluindo nas brincadeiras, eu devia ter uns 19 quando ele começou a querer me comer, ele ficava punhetando e colocava o pau na portinha da minha bunda, mas eu era chorão e não deixava ele fazer nada, então ele tocava punheta e gozava sobre minha bunda. Ele fez isso varias vezes... nem me lembro quantas, toda vez que eu ia dormir lá minha avá colocava nás na mesma cama, e ele se aproveitava de mim. Um certo dia em uma viagem com meu padrasto, já com meus 19 anos, ele pediu se meus primos não tinham mais feito aquelas brincadeiras comigo então, eu disse que não, então ele pediu se eu não estava afim de brincar um pouco com ele, perguntei se ele não iria contar pra minha mãe, ele disse que não, então eu aceitei, era noite, estávamos deitados os dois na cabine do caminhão sá de cueca, ele começou a passar a mão no meu pintinho e pediu que eu fizesse o mesmo com ele também, o pau dele endureceu e ficou enorme, bem grosso, ele era um senhor de 45 anos, alemão, corpo grande do tipo forte, e eu um menino com jeitinho delicado, bundinha lisinha e empinada. Ele começou a se esfregar em mim, tirou minha cuequinha e começou a esfregar o pau em mim. Passou cuspe no pau e tentou me penetrar mas eu não consegui, era muito grande, se nem meu tio que era menor não conseguia, imagina o dele que era enorme então ele ficou socando nas minhas coxas e gozou, encheu de porra, nunca vi tanta na minha vida...



Depois disso tiveram outras vezes, mas isso conto outro dia....



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Dei a um cara que tinha elefantismo no pau contosfinalmente o telefone tocou conto erotico cornoContos eroticos comi um cuzinho no sequestroconto erotico meu marido gosta de praticar sado comigoo coroa rico me fudeu gostoso em cima da sua lancha conto eróticoWww contos d putas casada d juazeiro ba.compaizinho e filhinha contoscontos deixei minha mãe toda arrombadaporno doido mamadas terminando na bocscontos de coroa com novinhoNetinhas mamando pica contoseroticoscache:fvTAICqerA8J:https://mozhaiskiy-mos.ru/m/conto_20666_aconteceu-comigo..html não aguentei acabei molestando contos eróticos"klaudia kolmogorov"contos minha cunhada viu eu mijanocontos eróticos irmão mais novoContos eroticos quero ver essas tetascontos eroticos vizinha chamou pra tomar banho com elacnto mulher de ssia entra no cineporno pela primeira vez e deu para variostirando as pregas do cu da joycemulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandoconto noiva dando a outroLóira safada narra conto metendo na coberturaVizinha gostosa contos Ruivaconto erotico arrastaram minha namorada na festacontos de corno loiraDaniele comi pra cacetecontos de cornos asumidosrelatos e contos d homens que encoxou coroas no tremcontos eróticos com mulher q usa vestido coladocarro empuramdo estaca no cu da branqui.ha quostosacontoerotico professorasfilha cadela contos eróticoscontos erotico d tios tarado p sobrinhas d onze anoscontos eróticos novinhacontos meu marido nem percebeuconto gay macho arroganteConto filha mete ai ai aiesposa safada fudendo na fazenda contoszoofili negao magro com umaaconto de sexo casada com estaladorconto de irmaconto erotico gay sado prisaoconto erotico fui fudida em uma lan house"vai me rasgar" corno viadomeu filho meu machoCONTO GOZO NA BOCA NO TESTE DO COLEGIO MILITARdando pro supervisor contocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos arrebentei com o cu virgem da minha prima contos eróticos de irmão comendo a irmã pequenininha novinhacontos eroticos de menininhascontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos arrombando a gordacontos de mulheres q se masturbamcontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos com pedreirosconto erotico violência coroacontos eróticos brasileiro primeira vez mãe fazendo dupla penetração com seus filhoscontos anal tio dotado tirou avirmeu grelo est louco de tesaocontos duas gostosas dando o cu pro homem e pro cão juntasporno conto visinha santinhaconto minha esposa nudista em familiaporno lésbicas cuidado da minha mãe em contos meu pai viaja pornodoidoquero uma buceta envolvendo meu paua minha cunhada casada e saia justa contos com fotoscontos bdsm gosto de levar chutes na bucetacontos erotico meu pai e meu tio armaram pra fuder eu e minha primaconto gay meu genro enrustidoe Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaconto erotico traveco e casalmais que irmaos contos eróticos virgensporno brasileiro tia pasando u pano na casa e pega sobrinho na punhetacontos eroticos incesto avôcontos eroticos travesti sem camisinha