Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPIANDO A CUNHADA

Espiando a cunhada.

Olá, o conto que vou contar aconteceu no ano de 2008.

Me chamo Rafa, tinha 19 anos e namorava à 3 anos com Gabi, ela tem 1,65m é loirinha, magrinha tem uma barriguinha bem lisa, seios pequenos, bem branquinha.. uma verdadeira patricinha. Acontece que a Gabi, na época com 19 anos tem uma irmã, seu nome é Adriane.

Adri é tem minha idade, uma moreninha linda. Corpo muito maneiro, magra 1,55m seios grandes, em comparação ao corpo. Bundinha malhada, toda compacta, pena que namorava também com Felipe, esses maluquinhos estilo Pitboy, sá que bobão.

Sempre que dormia na casa de Gabi imagina como minha cunhadinha no quarto ao lado estava dormindo. Todas as vezes que saia do quarto via que estava tendo atividades no quarto dela, as vezes quando Felipe estava dormindo lá, as vezes não. Começei uma “caçada”, decidi que enquanto não visse minha cunhada nua, não ia parar de tentar espiá-la.

Comecei a pensar em várias formas para conseguir a minha façanha, começei espiando, sempre quando dava, pela fechadura do quarto, mas era sempre a mesma histária: Eu espiando, e ela no computador, dava pra ver perfeitamente, ela sentada e a tela do computador, Orkut, MSN, FOTOS e mais FOTOS e absolutamente nada.

Resolvi apelar, pensei em comprar cameras, essas de caneta, gravatas, borrachas, e colocar no quarto, colocar no banheiro e em outros lugares. Fiquei abismado com o preço dessas coisas, achei melhor testar com o meu celular. Esperei ele entrar no banho, peguei meu celular e enrrolei em uma camisa, deixando sá a lente da câmera pra fora, Coloquei em cima da estante dela de forma que ela não percebesse. Morrendo de medo, se fosse pego, com certeza meu namoro acabava, mas meu tesão era enorme.

Assim que ela saiu do banho, passou de toalha pelo corredor e se trancou no quarto. Gabi levantou-se e foi arrumar umas roupas que estavão no seu quarto, rapidamente verifiquei se meu sogro e minha sogra não estavão por perto e fui verificar pela fechadura.

Botei o olho na fechadura e de cara vi pela primeira vez a bundinha peladinha da minha cunha, que coisa mais linda! Moreinha, com marquinha de sol, me esforcei muito para ver a sua bucetinha por trás mas não consegui, mesmo assim já era um avanço, e como ela estava de frente pra camera pensei que o video ia ser muito produtivo.

Ela deixou o quarto para ir estende a toalha e rapidamente entrei para pegar meu celular. Voltei para a sala e fiz uma pré-vizualização do filme, disfarçando para que Gabi não percebesse nada. Já de cara percebi que a qualidade ficou péssima, mas já era alguma coisa. Meu tesão pelo corpo de minha cunhada era demais. Não aguentando mais dei um “S” em Gabi e disse que ia dormir em casa, queria me acabar na punheta.

Fui pra casa e descarreguei o video no meu PC. Assim que abri, adiantei um pouco até o ponto em que ela entrou no quarto. Na hora meu pau endureceu. Ela começou, virou de costas pra câmera, abaixou a toalha e vi sua bundinha denovo, meu celular não é nenhum sony ericsson mas tem uma cam mt boa, deu pra ver mt bem seu corpo inteiro de costas, nesse momento eu ainda não tinha chegado até a porta, dei mole, ela estava virada de frente pra ondeu eu à espiava.

Foi quando o momento mais esperado aconteceu, ela se virou, e pela primeira vez, eu vi seus seios, eram lindos, grandes e redondos, bicos rosinhas, muito delicada, muito linda, ela era bem particinha, começou a passar creme no corpo inteiro, bem lentamente, como se soubesse que estava sendo filmada. A danada era tão sortuda que ficou com a toalha sobre os joelhos exatamente tampando seu “bem” mais preciso. Não faz mau. Já tinha pegado o jeito, sabia que dali pra frente era sá alegria. Continuei me deliciando vendo ela acariciar os seus seios e junta-los como se estivesse ensaiando uma espanhola, via em sua cara um sorriso bem sacana. Foi quando tudo acabou...

Espero que gostem, como podem ver não há nada de impossivel, realmente aconteceu, e aconteceu mais.. muito mais..

Vou continuar contando pra vocês.

Para as meninas que quiserem saber mais.. entrem em contato.

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos fodir ater perde a vondemeu grelo est louco de tesaoconto de sexo com o pai ou irmão ou tioContos eroticos de prostitutacontos eroticos real sexo cm 13 aninhospeitinho solto embaixo da blusacontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetaum menino enrabou minha mulhercontos eroticos 9aninhos lesbicacontoseroticosviolentadame amarro nos peitos delaDanadinha sapeca contoscomi minha vizinha e minha mulher contosConto papai mg fudeu de jeitocontos de insesto fatos.comreaismamando na vara feita bezerrinhaconto sozinha em casa peguei meu pai fudendo minha maeContos eroticos de de lindos travestis tarado por cutranso com meu primo de primeiro grauVer buceta mulhere mas buntuda do mundo contos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosconto minha tia fica de calcinhaconvenci meu primo a me fuder bem novinha contosComi minhas primas novinha e safadinha contocontos cu da minha prima escondido no paiolmulher acima d 90kg crente contoscontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhoa mendiga gostosa na chuva contos eroticosm insinuei e fui estrupada e gostei muito contos eroticosMinha madrinha ela mora sozinha com sua filha eu vou sempre na casa da minha madrinha fuder ela eu fui na sua casa ela tava sozinha eu fui com ela pro seu quarto eu tava fundendo ela sua filha chegou sem fazer barulho ela entrou no quarto ela viu eu fundendo minha madrinha ela disse pra minha madrinha que ela queria perder sua virgindade da sua buceta minha madrinha disse pra ela tirar sua roupa pra ela deitar na cama eu chupei sua buceta virgem raspadinha minha madrinha disse pra ela chupar meu pau ela chupou meu pau minha madrinha disse pra ela abri bem suas pernas minha madrinha disse pra eu meter meu pau bem devagar na buceta virgem dela conto eroticocontos eroticos, ele me humilha me bate me xingaDesvirginando a irmazinhaseduzindo a minha mae e irma conto eroticoContos Eróticos Nega bebada de leguinhistorias eroticas fudendo a mulher carente do meu tio zoofilia com gozadas e enguatescontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavaloseu estava louco pra chupar atravesticontos eroticos paulo e bruna parte 2conto esposa recatada e crentinha parte 2contos eroticos arrombando a gordacontos de clientes mulheres que vão se depilar e as depiladoras chupam suas bucetascontos eroticos vizinhas camaradascontos erótico de pessoas que vão pela primeira vez em praia de nudismohomem de pau duro pra outro no cfc contocontos de sexo anal bissexual com mulheres gordas comendo marcontos eroticos comendo minha filha casada e gordinhaconto comeu meu cu rottweilermaecontopornoo pau do meu irmao contoscontos o avô do meu marido me arromboucontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de esposa gordinha tambabaMamada conto pornoMulheres se jutao para fazer xexo contosconto erotico neide safadinhazoofilia espanhola gostosa atualcontos eroticos virgem com vovocontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavalosmae e dia acradando o filho na punhetacomo comecei na zoofilia com jegue do pau finoeu confesso mijocontoseroticosdasnovinhasconto na festa aqui em casa meu primo comeu minha maecontos mulher desmaia na pica de borracha da amigacontos de sexo comi minha sogra em quanto a minha esposa tomava banhocontoseróticoamigasdesenho de um cachorro lambendo a boca da mulher mas só que o cara tirando tirando a roupa para mulher eu bebicache:D0BhmN44dfMJ:okinawa-ufa.ru/conto_16312_aquela-ninfetinha-me-agarrou-no-jiujitsu.html Incesto com meu irmao casado eu confessocontos erotico irma fode irma no qintalminha mãe me ensinou a engolir porraBem dotado comendo a patroa no sitio conto erotico