Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DIÁRIOS DE UMA MENINA NUM CORPO DE UM MENINO 7

Diários de uma Menina num Corpo de um Menino 7



Virando Puta 2



Depois de guardar as minhas coisas e me refrescar no banheiro, me juntei a Kátia e a tia Irene na mesa da copa, peguei um cigarro do maço de Hollywood da tia e em conjunto com a Kátia narrei pra ela os acontecimentos do fim de semana maravilhoso que tive.

- Então Robinho, você resolveu escolher mesmo este caminho? Perguntou minha tia.

- Sim tia, com certeza absoluta, eu to até tomando anti-concepcional. Afirmei.

- É mesmo tia, falou Kátia, foi idéia do meu amigo Júlio.

- Ele me disse que se tivesse um corpo igual ao meu eu ele teria se transformado em boneca há muito tempo.

- É isso mesmo que vc quer?

- É isso mesmo, cada dia que passa eu tenho mais certeza de ser uma menina num corpo de menino. Eu falei.

- Você sabe que vai sofrer preconceito de todos os lados, até dentro da família.

- Eu sei mas é isso que eu quero ser e vou lutar por isso.

- Muito bem então eu vou te ajudar, mas vai chegar um tempo que vc vai ter que falar pra sua mãe.

- Eu sei .... respondi, já tremendo de medo com a possibilidade.

Minha tia me ajudou muito mesmo, naquele dia ela decidiu que nos iramos fazer compras, ela iria montar um enxoval pra min em sua casa.

Naquele dia voltei a me vestir de mulher de novo, minha tia com a ajuda de Kátia, me produziu toda. Minha tia me emprestou a sua lingerie, eu escolhi uma sutien preta combinando com uma calcinha de renda preta, fio dental, minha tia ajudou a ajeitar o meu pintinho, e ficou de um jeito que parecia que eu tinha mesmo uma xerequinha. Minha prima me emprestou uma blusinha que deixava a barriga de fora e uma mini-saia. Me maquiaram e mostraram apontaram um espelho, era a primeira vez que eu me montava de forma completa, e eu tinha ficado uma gata, muito parecida com a minha prima, parecíamos irmãs, sá diferenciando o meu cabelo preto mais curto e os peitos, minha prima tinhas os peitos desenvolvidos desde os 19 anos, e agora com 17, tinha os peitos de dar inveja a qualquer mulher mais velha.

- Antes de ir temos que arranjar um novo nome pra vc robinho, não posso ter uma sobrinha com esse nome.

Minha prima sugeriu Roberta, por ser o mais práximo de Robson, mas nem eu e nem minha tia gostamos. Ficamos discutindo por um bom tempo, até que surgiu o nome de Ana Carla, pronto estava rebatizada.

Fomos ao shoping fazer compras, durante as compras recebíamos cantadas de tudo o que era jeito, ninguém percebia que eu era um menino, o meu nervosismo foi passando, afinal era a minha primeira vez em público, e eu passei a adorar a situação, ficávamos comentando os homens que nos cantavam, quem era gato, quem era gostoso, que parecia ter uma mala maior, bem coisas de meninas.

Na praça de alimentação do shoping, eu falei pra minha tia do meu dilema com o Washington, disse que eu estava apaixonada por ele, mais mesmo assim, me sentia atraída e com vontade de transar com outros.

Minha tia falou que isso era normal, o que não era é eu me ficar prendendo a um sá homem.



- Mas eu o amo tia.

- E daí? Eu fico puta com essa sociedade, quando será que as pessoas vão aprender a diferenciar amor de tesão? O que ta acontecendo com você é culpa, esse sentimento alimentado por sua educação catálica. Disse a minha tia nervosa

- É isso aí prima, deixe de ser carola. Foi por isso que vc demorou a aceitar a sua sexualidade, e agora que ficar fiel a um homem sá por causa da Igreja, daqui a pouco você sá vai querer transar depois do casamento. Falou quase gritando Kátia.

- Calma gente, eu sá to confusa com os meus sentimentos. Eu disse nervosa.

Minha tia pegou nas minhas mãos e olhou bem nos meus olhos e falou suavemente:

- Eu entendo o que você esta passando, é muita transformação em pouco tempo, mas você ta com tesão, morrendo de vontade de fuder, seu namorado ta em Sampa.

- Junto com o meu e provavelmente tão comendo aquelas modelos putinhas de lá. Disse Kátia.

Eu comecei a chorar, provavelmente devido aos hormônios que eu estava ingerindo com os anticoncepcionais estavam afetando o meu humor.

Minha tia me abraçou e disse que tava tudo bem. Eu disse que não, que eu tava com vontade transar, mas tinha medo de tentar, não sabia como fazer com um homem estranho, namorar e fletar.

- Calma meu amor a titia vai te ensinar isso tudo, não chora mais, mas por enquanto vamos resolver este seu probleminha mais urgente, este seu atraso e vai ser esta noite.

Minha tia não disse mais nada. Chegando em sua casa ela começou a telefonar e não me disse mais nada.



CONTINUA......

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos arrombando a gordaContos papai tezaocontos eroticos amiga da primacontos sado mulher madura e ninfetacontos er senta devagarnegras peladas meladas de manteiga no cu gostosoFui cuidar do meu sobrinho doente e transei com ele contosna hora do horgazmo gozandocheirei o fundinho da calcinha usada da minha tia safada contoscontos sexo gostoso numa estrada deserta e na motocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteos contos de sexo maois filias safamdasmenina que dero abuceta pelaprimeira veidcontos me enganarao e comerao minha mulherpatroa dando a buceta pro vendedor ambulante contos eroticosconto erotico na orgia com sogrocontos fui abusada pelo visinho mau encaradocontos eróticos gay EMMO o maconheirocontos eroticos fui bem comida feito cadela e chingada de vadiacontos eróticos tio e sobrinhaGravida do papai contoscontos eroticos peguei minha cunhada dormindoconto de suruba com as irma a maeporno com prima na praia de itaiaencrente viciada em engolirconto erotico sou gordinha ex maridoporno baixar caralhogrossos Negao pausudo botando corno chupar cu da mulher enquato fode  POIS BEM FALAVA COM ELA O BASICO, ELA ERA ESQUISITA  Primas safadas relatos eroticos veridicos atuaisNovinha mamando no cinema contoseroticoscontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crenteContos eroticos como chantagieicontos lesbicas esposa com mulherConto coroa gay medicocontos estoricos travedir fode marido e a esposa n salao d depilacaoporno esposa pedindo pra Corniacontos colocando menina pra. mamarcontos zoofilia namorada e a prima dela dando o cu pro cão juntas analminha patroa gortosa e tarada por pauGGDei pro amigo do meu namorado 18 anos contos eróticoshistória de contos erotico com novinha da vila senta no meucoloMal casadas boas a levar no cúconto erotico casada minha bunda grandecontos minha filha gemia no quarto delaconto casada iniciada no menagecontos de incesto fui adotad a para ser escrava sexualsexo.com trilogia com a bunda nos seios pequenos e durinhosContos mulher coloca silicone no peito e marido vira cornobucetas carnudas grandes beicos casadas cornosconto erótico fui chantageada pelo meu primo Fernando que comeu a minha mulherContos eróticos eu e meu bemzinhocontos meu maridocontos/meu primeiro broche e fodacomi a vizinha coroa Contoerticoscontos eroticos de corno dominadoeu confesso encoxeiFodido na construçãocontos eróticos cu saindo pra foracontos eroticos de coroas dos seios caidoscontos erroticos de incestos filha amante do pailer contos de jovens heteros iniciados por outro jovem no sexo gayconto comi minha mae quando tinha dez anosconto erótico aninhosJogadora CurradaConto erotico gay virgem tendo quer da a força chopai viu a filha pelada não aguento e comeu o cu e a boceta dela loucamente sem parar contos eróticos com as imagens da cena dos doisContoseroticosdepilaçaoPuta merda!!!para!(conto teen gay)macho subjugado a chupar buceaContos pirralha inocente