Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A PATROA E A BABÁ NINFETA

A PATROA E A BABÁ NINFETA



“Márcia acordara inquieta naquela noite. Imagens eráticas dominavam seus sonhos e ela tivera que se masturbar freneticamente, para que seu fogo fosse aplacado. Pela manhã, ainda meio bêbada pelo sono não satisfeito, dirigiu-se ao banheiro de seu quarto e começou se lavar. Nua, passava as mãos pelo seu corpo, estremecendo ao contato de sua prápria pele. Um novo calor incendiou suas entranhas, levando a tocar-se novamente. Os seios, um a cada vez, eram apertados, puxados. Os mamilos, retorcidos. A boceta, molhada com os dedos a disputar um lugar naquela grutinha quente e melada. Um, dois, três eram enfiados de uma sá estocada, enquanto o grelo era dedilhado com sofreguidão. Márcia era a imagem do desespero. Um desespero carnal. Uma ansiedade compulsiva pelo gozo redentor e relaxante. Seus olhos, fechados, não perceberam outros, que pela fresta da porta, a observavam. Era Rebeca, a babá que tinha vindo do interior, cuidar do filho pequeno de Márcia. Rebeca era a falsa inocência em pessoa. Com cara de ingênua, exalava uma sensualidade à flor da pele. Exagerava nos decotes e no pouco comprimento das blusas e dos shortinhos. Márcia havia pensado em reclamar, preocupada com desejo de seu marido, mas terminou deixando para lá, sem perceber que inconscientemente, admirava aquele corpinho tenro e sapeca. Ali, no banheiro, enquanto gozava, Márcia lembrou de Rebeca, imaginando como seriam aqueles seios, que quase sempre estavam à mostra. Como seria a totalidade daquela bundinha, que vivia empinada, como que se oferecendo para ser penetrada? Como seria aquela bocetinha, que mostrava-se sempre repartida e inchada, através das roupas apertadíssimas que Rebeca usava? Enquanto enfiava um dedo em seu práprio cú, Márcia desejou ver o cuzinho da outra. Imaginou-o à sua frente, à sua disposição. Rosado. Limpinho. Impenetrado ainda. Ansiando por uma língua, qualquer língua. Por que não a de Márcia? E Márcia atendeu a esse pedido, agarrando, em sua mente, aquela bundinha. Cheirava-a, lambia. Tocou com a ponta da língua o cuzinho tão desejado. Tornava a língua a mais dura possível, para penetrá-lo, enquanto seus dedos já sondavam a bocetinha virgem de Rebeca, esfregando o grelinho ainda pequeno, tímido pelo pouco uso. Como em transe, Márcia imaginava ainda o rosto de Rebeca, contraído pelo prazer recebido, tenso pela liberação do tesão reprimido. Márcia então gozava mais uma vez, imaginando sentir o gosto do gozo de sua Rebeca imaginária. Por trás da porta, observando a cena, mas sem desconfiar de sua prápria participação, a real Rebeca também tinha o seu primeiro e merecido gozo, pois começava a aprender, com a fogosa patroa, a explorar o seu corpo.”

[email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


porno doido zoofilia de cachorro lambendo a xota de suas donas no pirno doidocontos eróticos mãe e filho de araraquracontos eroticos minha namorada virgemconto eroticos travesti hormoniocontos minha esposa pediu carona e ganhou pica grossacontos eroticos trai meu marido com meu chefecomendo cunhada depois de sarrameu vizinho jumento trai contoscontos eróticos com animaisContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralprofessor cacetudo comendo o cuzinho do menino afeminado no banheiroconto punheta da varandaassistir porno comendo gostosa dopando mulher na casa delConto enteada na pescariacache:WL60GUVYjnsJ:https://android-source.ru/mobile/conto-categoria_4_73_incesto.html viuva darlene fudendo muito zoofilia com gozadas e enguatesConto coroa gay medicoquero ver homens pelados de 60 anos pau grande e grosso comendo o cu do outro contando história como foicache:oIMLEWITCAIJ:okinawa-ufa.ru/home.php?pag=99 contos eróticos mulher de traficante dando pra galera todapai é gostoso contos eroticosconto erotico cachorro. empino a bundaMeu primo me convenceu a mostra meu pau para elecontos eróticos de meninos dando o cuzinho para velhos idososcontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentebuceta carnuda comtos de sexo lesbicascontos eróticos meu tio pauzudo"muito aberto" gay contominha mulher fudeu com o parceiro da quadrilha contocomedo tudo que e tipo de putinhas e putinhosa esposa cavala do meu sobrinho conto erticoscomo minha esposa aguentou 23cm no rabocontos traindoCArnaval Antigo com muinto trAveco fazendo surubaFábio chupou o pau de Sáviocontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eroticos castracao com medicaconto trepada fortecontos eroticos reias de padrastosminha mãe adora bater punheta para o meu irmãocontos erótico de primo trazendo e gozando na bocitinha e no cuzinhocontos erotico esposa ezibeconto gay dando na apostaContos eroticos de mendigoLesbica estrupada buceta novinha rosa cuzinho peituda contoconto comendo a mulher casadacontos eroticos arrombando a gordamulher só de fio-dental e buchudo querendo transando com homemcontos sado marido violentoscontos eroticos arrombando a gordacontos eroticos de bala hallscontos eróticos pai sabe o k faz incestovizinho novo contos gayMeu irmao toda hora so quer comer meu cuzinhofotos chapéu ao traveco até ele gozacontos incesto minha filha fazendo fisting em mimContos eroticos gays cuecasSalinas masturbando a b*****mulheres religiosas corpo bonito seio grande quadril largo transandocontos gay menino hormonio virou mulhercontoseroticos/pauzudocasadacontos eroticos de carona a pai e filhameu padrasto e meu.irmao me comeuMeu sogro cheirou minha calcinhametia na minha mae, contovoyeur de esposa conto eroticoContos eroticos velha com 110cm de bundacontos eróticos comendo a mulher do irmão na festa do final de anocontos eróticos gay esfregacao entre pai e filhopeladas com o corpo inteiro de margarinaporno profissional com homens fodendo leitoa no ciocontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crente