Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EMPREGADA PEITUDA E GOSTOSA

Estou com 41 anos e me separei tem uns 6 meses. Minha ex, claro, levou quase tudo aqui em casa, inclusive a empregada. Tive que contratar uma outra e me foi indicada a Rosângela, que depois de uns dias passei a chamar de Rô. Era uma mulher negra de 27 anos, com um rosto muito bonito e um corpo apenas razoável, mas possuidora de um belo par de gigantes seios.

Nos primeiros dias, sequer notei a sua presença, apenas reparei na eficiência do seu serviço. Depois, comecei a verificar que quando ela ia lavar os pratos os bicos dos peitos quase estouravam a blusa, mesmo com sutiã. Certo dia, ao tentar regar umas plantas que ficavam em local alto o regador escapou e ela tomou um banho, tendo a blusa amarela ficado quase que totalmente transparente. Ri bastante com ela, mas não deixei de ficar olhando para aquele monumento gigantesco, um par de lindos peitos com mamilos bem redondos e uns bicos do tamanho de uma tampa de caneta bic. Fiquei louco de tesão e acabei exibindo meu pau duro por baixo da bermuda. Ela olhou, mas nada disse, virou de costas e saiu. Dois minutos depois eu estava tocando uma bela punheta e gozando um jato forte no azulejo e depois mais uns seis, melando tudo.

Certo dia ela chegou pela manhã com o rosto triste e olhos inchados. Perguntei o que houve e ela disse que havia sido expulsa de casa pelo companheiro, que vivia bêbado. Fui trabalhar preocupado e liguei para ela, que mais uma vez lamentou tudo e ainda disse que estava envergonhada porque sua idosa mãe não poderia saber agora, porque estava doente e que não poderia voltar pra casa sem que antes tivesse resolvido com tudo.

Na hora ofereci para ela dormir lá em casa. Ela aceitou, mas disse que estava sem roupa e eu disse que iria comprar uma roupa para ela dormir.

Nem trabalhei direito e dirigi meu carro com o pau estourando os pentelhos. Ela abriu a porta e começou a soluçar. Eu a abracei e disse pra ela ficar tranquila que tudo iria terminar bem. Ela encostou a cabeça e me abraçou, encostando os peitos fartos em mim. Fiquei alucinado e dei um beijo no pescoço dela, que retribuiu, mas saiu para a cozinha.

Perguntei se ela ia tomar banho agora ou mais tarde e ela disse que sim e perguntou pela roupa e entreguei o pacote com uma bermuda dessas de tecido fino e junto e uma camiseta decotada. Comprei de propásito um número menor. Quando ele saiu do banheiro nem acreditei no que estava vendo. Ela veio caminhando devagar, com a xota volumosa sendo cortada ao meio pela bermuda apertada e os dois peitões quase que pulando do decote e que não balançavam, mas tinham um movimento pros lados e os bicos riscando o tecido. Não resisti e elogiei tudo aquilo que estava vendo e ela disse que estava se sentindo uma artista. Completei dizendo que ela estava muito gostosa e na lata falei que tinha tocado umas punhetas pra ela e mostrei meu pau latejando. Ela se ajoelhou e começou um boquete alucinado me levando a loucura. Quase gozei quando ela lambeu meu saco. Deitei e a puxei por cima de mim. Vi aqueles peitões querendo sair pelo decote e arranquei a blusa deixando os bicos quase furando os meus olhos. Caí de boca lambendo e chupando os bicos. Enquanto eu chupava um peito, ofereci o outro pra ela que começou a lamber e acabou chupando o práprio bico do peito esquerdo. Minha mão encontrou a xota mais molhada que já tinha visto e quando encostei o dedo no grelo ela deu um pulo e começou a gozar alucinadamente se debatendo e apertando os dois peitos. Aproveitei e coloquei o meu pau na porta da xota e ela sentou rebolando. O calor e a umidade foram demais pra mim e me segurei o máximo que pude. Tirei o pau da buceta e encostei na porta do cuzinho. Ela nem pensou duas vezes e mirou com jeito, sentando bem devagar. O movimento acelerou e não consegui mais aguentar enchi o cu da Rô de porra.

Os dias seguintes foram melhores. Ela passou a andar semi-nua em casa, com camisetas mínimas e transparentes que comprei. Passei a trepar todas as noites com ela.

Um dia, viajei com ela pro nordeste. O biquíni mínimo que comprei foi uma coisa de louco e “afinei” o meu pau de tanto fuder com a Rô.

Minha vida ficou muito melhor, comendo diariamente a minha excelente, átima e gostosa empregada. E ninguém sabe disso até hoje.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


classificados evangélica procurando cornocontos reais de mulher que deixou cachorro emgatar na bucetaler contos eroticos fortescontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontoseroticos/maeiniciandofilhaFilha boqueteirá contoseroticoseu vi minha amiga nua passando pro banheiro contos l¨¦sbicoscontos de uma novinha q aprendeu a dar a bundinhacontos/ morena com rabo fogosoassistir pornô mulheres libiscos com muito tesãoContos eroticos noviça virgemcasada bruna tomamdo gozadacontos de corno mansoconto minha mae rabuda e eu meu paicontos eroticos arrombando a gordaela me contou que estava com a buceta toda assada de tanto fuder com elefrutapornovelharapas casado efiamdo a banana no vucontos eroticos possuida por uma estranha gostosaContos eroticos minha esposa chorou no pau gigante do recepcionista VirgemRelatos de sexo tirando com o paiconto gay aloprado gostoso virei putaConto mete gostoso ui uicontos eroticos gerro tomado umas cervejas com a sogra sozinhos e da em cima delarealizei meu sonho transar com um cavalocoroa da buceta amaciada contoscontos zoofilia gaygozou roaandoTravessa gostosa lavando a b***** em casa com cama escondidaabusada com vibrador contosfotos da buceta da mae contoscontos eroticos e fotos de seios de mulher gordasirmatezudadominada pela amiga lesbico contos eroticosjovenzinha first pornConto erótico de laragozando na submissa deitadabunda grandíssima contos eroticos de Araguaina Tofilmes mulheres sentando e gosando em um pirocaocasada funk relatos eroticoscache:http://okinawa-ufa.ru/conto_20940_assalto-no-condominio.htmlo ajudante de pedreiro chupou minha rola quando eu tinha dez anosConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimconto incesto minhas irmãs gritaram no meu pauMuller casada quer jumento para me ter nelaIncesto com meu irmao casado eu confessocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico com comadre pintelhudazoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentecontos de menina nova perdendo o cabacoContos erotico viado e corno no hotel dividindo quartoVideosputas fz boquete de na linguacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Comtos casadas fodidas em matagalconto erotico negroCU arrombado ABERTO madrasta contoConto minha mae deu o cu na frente do meu paicontos notei que minha namoradaContos porno um gigante rasgando meuele arreganhava minha bucetacontos quando eu era novinha fiquei brexando para ver meu tio comendo mia amigaConto erotico enxcoda tia no onibusconto levei um comedor pra minha esposaistorias de mulheres fudeno com dogysobrinha novinha contos eróticoscontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaPrimas safadas relatos eroticos veridicos atuaismasturbei meu melhor amigo contos gaypoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casaporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedo