Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O MENINO E O PADRE

O Menino e o Padre



Quando eu era pequeno gostava muito de ir à igreja, sempre com meus pais. Depois quando cresci um pouco comecei a ir sozinho. Um dia tivemos a noticia que o nosso padre estava de mudança para outra paráquia e que viria outro. Ficamos todos tristes, mas, o que se poderia fazer.

No domingo o padre novo já havia chegado. Ele era bem mais novo do que imaginávamos e muito simpático. Logo fiz amizade com ele, então um dia me convidou para ajudá-lo nas missas, eu aceitei logo. Achei aquilo o máximo, imagina eu ajudando o padre. Comecei a fazer um cursinho para isto. Ficava todo dia depois da missa. Depois de um tempo comecei ajudar também na pequena reforma que ele fazia nos seus aposentos. Como era verão sempre ficava de calção para fazer o trabalho. Ele me olhava de uma maneira muito carinhosa. Diversas vezes o peguei olhando para o meu calção, mas não dava importância, pois não tinha maldade nenhuma e nunca tinha feito nada.

Um dia estava em cima da escada arrumando algumas coisas, como estava sá de calção e sem cueca o meu pauzinho estava aparecendo para quem olhava de baixo. Ele então subiu alguns degraus e colocou a mão pela perna do calção, pegou no meu pau e disse, olha o que eu estou vendo daqui. Na hora

fiquei com vergonha, mas, não sei porque ele ficou durinho. Ele então falou que eu já estava ficando um homenzinho. Depois que desci da escada me fez diversas perguntas;

Se já batia punheta? Se já tinha feito troca-troca com algum amiguinho? Se já tinha pegado o pau de algum menino?

Claro que a resposta foi não a todas as perguntas. Então ele disse que se eu quisesse poderia me ensinar muitas coisas, mas que isto seria um segredo sá nosso. Como se tratava do padre aceitei, pois na minha inocência padre é sagrado. Combinamos que todo dia aprenderia um pouco. Fui para casa contente esperando pela primeira aula. No outro dia quando cheguei, ele já estava me esperando. Fomos para um sofá que tinha no seu quarto, sentamos e começou a aula.

Primeiro me colocou sentado no seu colo, era para explicar melhor as coisas novas. Logo comecei a sentir uma coisa dura que crescia e cutucava a minha bundinha. Ele me ajeitou de maneira que aquilo ficou certinho encaixado no meu reguinho. Depois começou a passar a mão nas minhas pernas, foi subindo e entrou por baixo do calção, ficou brincando um pouco com o meu pau por cima da cueca. Então colocou a mão por dentro e ficou alisando, mexendo bem gostoso. Enquanto isto me apertava contra o seu colo. Logo falou que tiraria meu calção e a minha cueca, pois ficaria melhor.

Sem entender muito, tirou, fiquei sá de camiseta o que ele também tirou logo. Estava totalmente peladinho. No seu quarto tinha um espelho grande por onde se via quase tudo. Ele então pediu pra eu virar de costa, de frente e de lado para me ver melhor. Na época eu tinha uma bundinha bem redondinha, branquinha, um pauzinho pequenininho para o meu tamanho. Voltou a me colocar no seu colo e voltou a mexer no meu pauzinho, sá que agora puxava a pelezinha pra cima e pra baixo deixando ele peladinho. Ficou assim um tempão, depois disse que queria sentir o meu gostinho. Pediu pra deitar na sua cama que ficava pertinho do sofá.

Deitei de barriga pra cima e ele começou a me alisar todinho, logo começou a passar a língua em todo o meu corpo. Cada vez eu ficava mais arrepiado, até que ele falou pra eu fechar os olhos. Quando fechei, senti uma coisa bem quentinha em volta do meu pau e dos meus ovinhos. Abri os olhos e vi que ele tinha colocado tudo na boca. Ele lambia e chupava muito, baixava e levantava a pelezinha pra chupar. Era tão bom que dava vontade de fazer xixi.

Enquanto ele me lambia colocava a mão dele por dentro da batina e mexia muito no seu pau. Até que depois de certo tempo ele se estremeceu todo e parou de me lamber e chupar. Então falou que a aula de hoje tinha terminado, pra eu voltar amanhã.

No outro dia la estava eu, como no dia anterior fomos para o seu quarto. Ele me deixou novamente pelado, me deitou na sua cama, me lambeu todinho, mas desta vez alem de chupar o meu pau também passava a língua no meu cuzinho. Nunca tinha sentido uma coisa tão boa. Ele notou e pediu pra eu ficar de barriga pra baixo. Logo ele começou a me beijar a nuca, a enfiar a língua bem quentinha na minha orelha e foi descendo até chegar à bundinha onde dava algumas mordidinhas enquanto alisava o meu pau.

Como era bom sentir aquela língua bem quentinha passando por tudo, eu me arrepiava todo. Mas o melhor foi quando começou a passar no meu cuzinho. Me deu uma coisa tão gostosa que sem querer o cuzinho começou a piscar, abrir e fechar. Então ele abriu bem minhas pernas, deitou com a cabeça no meio e ficou um tempão enfiando e tirando, tentando colocar toda no meu cuzinho, claro que não conseguiu. De repente ele parou, levantou e pegou um creme que tinha ao lado da cama, passou bastante no meu cuzinho e no seu dedo. Devagarzinho começou a enfiar um dedo em mim. Doía um pouco, mas ele ia bem devagar, colocava um pouco, parava, tirava e colocava novamente. Até que depois de certo tempo conseguiu colocar todo o dedo, logo vi ele se estremecendo todo como no dia anterior e dizendo que a aula de hoje tinha acabado.

Depois eu conto tudo o que aconteceu entre nás, tudo o que ele me ensinou

Para não ficar muito longo o conto eu vou fazer a continuação.

Aguardo comentários.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


buceta arebentada tanto fudar com pou grandecontoseroticosnobanheirocontos eroticos arrombando a gordaconto erotico peguei um filhote de cachorro e ele me fudeufudedo a tia bombadabucetao arombada de adivogada conto eroticocontos eróticos flagrei minha mãe e chantageeicontos erotico maridos camaradaesposa de corno cheinha de porra contoContos vovó no banhocontos eroticos abusando do garoto da ruaContos sexo coroas esposas de amigosContos eroticos de mulheres menstruadas estupradasdei minha bucetao mestruada e ingravidei contosencoxadas socando com força reçentecontos eróticos gay lambendo rabo peludo de machominha amiga deixou seu namorado me fuder/contoscontos eroticos gay novinhoconto espiando os paisconto erotico com camionistaconto transando com mulher deficienteconto teen gay sozinho em casa calcinhaGiovana transando de joelhosmacho coñoca calcinha e da o cucontos eroticos vou esfolar vx sua putahestoria erotica do meu marido e c corminhocontos eroticos enrabada pelo professor de academiacontos erotico de jornalista sendo errabada na academiacontos eroticos fudendo a amiga da minha mae crentexvideo do cunhado pecado a cunhadinha a fosa gozado dretro da boceta delaconto de suruba com as irma a maequero assistir uma mulher gritando e gemendo na cabeça da Chibata do pônei do cavalo pôneivídeo de bocado de mulher dançando de fio dentalmulheres adoram ficar peladas cheio de manteiga no cuxvideo enje negao minha buceta de orramulher que fica um montinho na frente ,e peluda ou tem a buceta inchadacontos eróticos gay coroa pintado e o meninome fez de puta e me estrupkcasa dos.comcontos.comeroticos irmao chupa.com seio da.com irmacontos eróticos realrelatos de sexohistorias eroticas vovo come menima cuconto errotico apostando a esposaContoseroticoscavaloencostei o braco na buceta da cunhada contosCONTOS EROTICOS pivetes safadosmeu marido pediu para eu dar minha bundinha de pois contarcontos eroticos esposa danadinhacomo arrombada pelo meu sogro contos eroticoscontos eroticos traindo o marido com pivetesconto eroticos.chuplora baixinha de fildental cpm a buceta rasspadinhavidio porno coroa usando perbuda curtinha mostrando metade da bundaencesto contos de irmanzinja virgemVideo de travesti comendo a sobrinha de camisolinhaconto erotico de aluna casada com colega de cursomeu filho me comeumae entra no quarto de filho sem calcinhacontos eroticos filho da minha vizinha amante maravilhososuco de uma magrela trepando em pornô famíliaminha filha camila contos eroticosconto erótico me tornei o macho da minha irmãcontos alisando o sobrinho embaixo do edredoncontos sexo minha esposa amigaConto reunião de familia minha tia travestisempre que saio com uma mulher levo a calcinha dela de lembrança contos eroticoscontos eroticos depessoas normais reaisEstourei o cu da crente na viagem contoscontos eroticos eu e mamae humilhadaCaralhogigantedentrocontos sado marido violentosContos currada 28cmcontos gay craqueirocomtus eroticu troca de esposa comvidamos um casal de amigu pra jantarnifetasafadagostosa